História Sonhando acordada - Capítulo 18


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Tags Aluna, Colégio, Literatura, Professor, Romance
Exibições 95
Palavras 684
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Crossover, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 18 - Ciumento? Eu?


Fanfic / Fanfiction Sonhando acordada - Capítulo 18 - Ciumento? Eu?

Último horário da sexta feira, tudo o que eu queria era ir embora, mas me lembrei que hoje teria edição física mista, a pior coisa que poderia acontecer quando esta se namorando alguém , principalmente uma colegial, que não é japonesa.
Alguém deveria ser preso, por que na boa, colocar alunas de 15 anos em um micro short vermelho é uma blusinha branca com o nome é perigoso demais.
Pelo simples motivo odiava esse dia a partir de hoje. A Anna tinha um corpão para uma menina de 16 anos, ela tinha os seios bem volumosos, um quadril bem definido é uma bunda linda. 
E todos os moleques olhavam para ela.
Merda!
Fiquei olhando da janela da sala dos professores, pude vê-la gritando, sorrindo se animando com as amigas, mas o que todo mundo queria realmente ver era a Anna pulando para parar as bolas.
Estava irritado demais para falar algo, para continuar ali. Tinha que sair dali. Quando estava passando perto do vestiário masculino pude ouvir os meninos falando:
-cara, aquela Anna é gostosa.
-verdade!
-ei, não fala assim dela.
-aah qual é Tae, não vai me dizer que não concorda.
-eu concordo, mas ela não é somente corpo.
-iiiii, tá apaixonadinho pela brasileira.
Meu telefone começou a tocar.
-alô.
-Namjoon, eu estava conversando com o seu pai e a sua Irma e resolvemos fazer um jantar amanhã, convide a Anna.
-não sei se é uma boa ideia mãe.
-Namjoon, não é um pedido, eu quero você é a Anna aqui amanhã ok? 
-tá mãe.
Mandei mensagem para Anna, acho que ela percebeu que eu não estava muito bem...
Cheguei em casa e fui jogar um pouco de vídeo game, tinha que tirar tudo aquilo da minha cabeça.
Meu telefone tocou de novo, que merda por que todo mundo tava me ligando hoje?
-vamos para o bar?
-oi pra você também Hope.o que aconteceu pra você me convidar?
-estou apaixonado por uma das suas alunas, é bom... preciso conversar com alguém.
Fui para o bar com o Hope umas nove horas da noite, escutei tudo o que ele tinha para falar, como ele tava mandando mensagens para a Mei.
-você sabe que isso é perigoso não sabe? 
-sei sim, mas eu estou apaixonado, e ela diz que tá também.
-faz assim cara, se declara e fala com os pais dela, você não é professor, você trabalhava , e mais fácil. 
Passava da meia noite quando fui embora, eu estava com aquilo na cabeça...
-----------------------------------

Tudo certo, 
amanhã poderei ir.
Anna. 

-----------------------------------
Tive que pegar no pé dela.
Enviei a mensagem rindo.
-----------------------------------

Por que você está acordada tão tarde? 
Ok, vou avisar a minha mãe.
N.
-----------------------------------

Estava estudando, e qual é a sua desculpa? 
A.
-----------------------------------
Não posso falar que tava no bar.
-----------------------------------

Estava organizando algumas coisas.
N.

-----------------------------------
Logo, veio a mensagem dela 
-----------------------------------

Boa noite, 
Sonhe comigo ok? 
Beijinhos Anna.

-----------------------------------
Boa noite Anna, sonhe comigo também ...
Voltei para casa, a única coisa boa de sair com Hope e que eu esqueci o que estava me perturbando.

Fui para a casa da Anna pontualmente as cinco da tarde, ela entrou dentro do carro toda linda, de vestidinho de bolinha , é um casaco de frio:
-pronta para aguentar a minha família ?
-sim -ela falou rindo.
Não sei se era eu que estava estranho, (pelo meu ciúmes )ou se era ela , mas ficamos em silêncio a viagem toda , até que eu reparei que não era eu:
-está tudo bem?
-sim.
Ela me olhou de uma forma diferente.
Faltava menos de 10 minutos para chegar nos meus pais, mas precisava saber o que estava acontecendo com ela:
-anda, fala , o que está acontecendo ?
-vamos chegar atrasados.
-não me importo, o que está acontecendo .
Ela me olhou, abriu a boca (pensou melhor no que iria dizer, aposto) e fechou .
-Anna?
-ok, você ganhou... ontem eu recebi uma mensagem da vitória, o que me deixou bastante preocupada.
Ela me olhou com uma cara que até eu me preocupei . Pronto , será que descobriram tudo?



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...