História Sonho ? - Capítulo 26


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Exibições 17
Palavras 1.460
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Fantasia, Hentai, Magia, Romance e Novela, Violência
Avisos: Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


oiee

depois de muito tempo ( não sei exatamente ) esta ai mais um

não se preocupem , não mudei guaze nada nos capitulos anteriores . ainda não terminei de arruma , mais deixa isso pra la . aqui esta mais um

Capítulo 26 - Nova personalidade


 

                     * Felipe / on * 

as vezes penso que sou franco .  será verdade isso ?... "

 

_ Felipe... acorda ... - ouvi uma voz sussurrando em meu ouvindo . uma presença tão boa ao meu lado . senti um leve empurrão para o lado - se você não acorda vai fica sem come... - a voz falava um pouco mais alto . abri os olhos bem de vaga . ao abri , vejo uma menina com os cabelos longos e despenteados . olhei novamente para aquela linda garota , ela se encontrava no correndo do grande ônibus . ela me olhou brava e começou a anda para a porta de saída do mesmo - se você não esta afim de jantar , tudo bem . eu e que não vou fica aqui esperando você , tchau - ela falou já perto da saída do ônibus . com o corpo todo dolorido e uma enorme saudade da minha cama , levantei do meu lugar e me dirigi para a onde a mesma se encontrava 

_ espera ... deixa eu acorda primeiro ... - falei descendo do ônibus . ela me olhou e sorriu . não um sorriso normal , ele era diferente . havia um pouco de medo escondido entre ele . - aconteceu alguma coisa ? parece que esta com medo de algum... - falei serio me aproximando dela . ela abaixou , parecia que estava tentando encontra palavras para me responde uma simples pergunta . ela levantou a cabeça , seu olha era serio 

_ não ... vamos . Maria e Otávio estão nos esperando no restaurante .  - ela falou a ultima coisa sorrindo . tem algum muito errando . 

_ tem certeza ? - perguntei andando ate ela . a mesma só acenou e começou a anda também . já estava de noite , a viagem havia começando de tarde . acho que dormi demais . que estranho , não me lembro de nada depois que dormi . só me lembro de ter apagado dormido abraçando com a Karol . jantamos normalmente , antes de voltamos para a estrada . o ônibus foi recebe uma pequena faxina . enquanto isso . ficamos conversado na parada de ônibus . apesar de meus pais terem bastante dinheiro , ainda sim precisamos ir de ônibus ate Goiana . de la , vamos de avião ate o Rio de Janeiro . e por ultimo , vamos pra casa nos Estados Unidos . a conversa parecia esta bem animada , ate meu pai toca em um assunto que deixou a Karol meio estranha 

_ um monstro creator foi avistando aqui a menos de uma semana - Otávio falou olhando para a estrada escura pela janela do restaurante  . Maria estava guaze dormido perto dele . Karol estava inquieta 

_ o que um creator ? - Karol perguntou com o olhar firme e serio . meu pai a olhou com um pequeno sorriso de lado . acho que ele não esperava que ela fosse quere aprende sobre os monstros 

_ creator . do latim , criando. e um monstro de classe D , que cria sonhos a onde suas vitimas são incapazes de ser defende . e assim , ele consegue faze a pessoa senti medo de uma coisa que nunca passou pela sua cabeça . seu alimento já esta pronto a parti que a vitima sente medo . e por ultimo , ele devora sua vitima . isso e um monstro creator - ele falou calmo . Maria já havia dormido ao seu lado . Karol estava ainda mais inquieta . ela se levantou e falou que iria para fora e que precisava anda um pouco . fiquei pensando sobre o comportamento dela . tem alguma coisa muito errada 

           

    * Karol / on *

aquele sonho , sera que foi só um sonho ou foi um truque para me faze ter medo ? . aquela estrada estava tão escura , senti o vento gelando balança os meus cabelos . quando olhei para um outro lado , senti minhas pernas paralisarem , um frio imenso subiu dos meus pés a minha cabeça . eu queria grita , mais não conseguia . queria corre , mais minhas pernas não deixaram . 

um monstro exatamente igual ao que vir no sonho , estava a poucos passos de distancia . não conseguia faze nada . o monstro se aproximou de mim lentamente . me pegou pelo pescoço e me olhou de cima a baixo 

_ você não e muito forte , né ? perfeito . vou acaba com seu sofrimento agora mesmo - o monstro disse com uma voz grossa . não sentia mais o chão , ele apertava meu pescoço cada vez mais . eu sou tão franca assim ? não consegui nem ao menos corre ...  caí no chão de uma vez . vir o braço que apertava meu pescoço jogando um pouco longe de mim . olhei para tras pude ver Felipe com uma espada na mão . seu olhar era serio 

_ não ouse escota um mão segue em minha princesa - ele falou serio olhando para aquele demônio horrivel . quando eu ia levanta senti alguma coisa segura meus cabelos com força , era outro demônio ! Felipe tentou faze ele me souta , mais no momento em quer se virou foi atingindo pelo monstro atras de si . 

_ FELIPE !!!!  - gritei , tentei de todas as formas me solta , mais foi em vão . eu não passo de uma franca .... sou inutil... 

* Flash Black * 

_ não vou te machuca . só quero que escute com muita atenção , entendeu ? - Yuri falou um pouco longe de mim . estavamos dentro de uma barreira , eu podia ouvi alguém tentado entra , mais a berreira era forte . 

_ sim ... m-mais o que você quer comigo ? - perguntei com um pouco de medo na voz . aquele cara era estranho , misterioso era  a palavra certa 

_ não tenho tempo para perguntas bobas . vou direto ao ponto . tudo que irei dize , ficara gravado em sua mente . mais só si lembrara quando precisa - ele deu uma pequena pausa e continuou - você já sabe quem sou . então vamos ao discurso . princesa da luz , escute bem . não á nada nesse mundo que seja impossivel . você pode faze tudo que guize , não a limite . pois seu limite começa , quando você acredita que não consegue . o medo pode ter dar forças , mais também pode rouba-las de você . nunca deixe que ele ter domine por completo - ele falava calmo e parciente   

 

* Flash Black / off * 

isso mesmo .... não á limites para o que eu possa faze . eu não vou deixa que simples monstros me causem medo . irei monstra com quem eles se meteram 

_ que francos , essa foi a caça mais rápida que já tivemos - disse um todos monstros chegando perto do loiro caido no chão . sorri ao pensa que esses dois foram capazes de me faze ter medo por um breve instante . com um pouco de energia , consegui cria uma faca pequena em minha mão ao lado do demônio que me segurava pelos cabelos 

_ então princesa , como se sente sabendo que morrera em breve ? - o monstro que me segurava , perguntou me levantando ainda mais do chão . sorri , movi minha mão ao meu cabelo . contado o mesmo com a faca e me libertado , em um movimento tal rápido que quando perceberam o que eu havia feito . eu já estava com a espada do Felipe nas mãos . minha faca estava enfiando no meio do estomago do monstro que me segurava . o mesmo só caiu morto no chão . a cabeça do demônio estava muito longe dali  . acho que fui rápida demais . meu cabelo , agora estava curto . permitido que o vento frio chegasse ao meu pescoço agora esponto 

_ eu deveria pergunta a mesma coisa , mais que ele não vai me responde - falei me virando pra o outro monstro . o mesmo me olhava com divertimento . Felipe ainda estava inconsciente no chão . meu  olhar era serio . meu sorriso estava mais para o de um psicopata . por alguma razão , sentia a enorme vontade de mata-lo . uma sede , um desejo que foi liberando depois de anos escondido . uma necessidade de matar ......   de brinca de matar... 

 


Notas Finais


obrigada por lerem . espero que tenham gostando


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...