História Sonho de viver - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Drama, Romance
Exibições 3
Palavras 753
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Drama (Tragédia), Romance e Novela
Avisos: Bissexualidade, Estupro, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 2 - Capítulo 2


  Assim que desci do carro fui recebida por um forte abraço que tirou meu folego, que demorei um pouco para retribuir, quando ele me soltou para me olhar bem eu respirei fundo.

-Meu Deus, Ana! Olha o teu tamanho gata! -ele sorriu, pegou em minha mão e me fez dar uma girada.

-Tio para...- eu estava sentindo meu rosto ficar vermelho. Ele me soltou e olho para Leticia. -Tio essa é a Leticia, Leticia esse é Ross...meu tio.

-Prazer Ross...- ela o cumprimentou

-Prazer Leticia... Anna não sabia que tinha amigas que falam formalmente. –Ele a cumprimentou e me olhou.

-Acredite tio...nem eu sabia- Sorri, jamais tinha visto Leticia sendo formal, não era o estilo de minha amiga, Leticia sempre foi extrovertida, sempre gostou de falar gírias e tudo mais...

-Então vocês iram ficar aqui uma semana? -Meu tio perguntou mudando de assunto.

-Vamos ficar aqui na vó 4 dias e depois vamos para a tia Cida- olhei para minha mãe enquanto ela falava no celular dentro do carro, ela parecia nervosa no celular, pensei em ir até ela mais não queria levar bronca. - Tio pega as malas no carro por favor.

Olhei para frente da casa da minha vó. Era uma cor mais escura tipo um preto misturado com cinza, por a cidade ser pequena não tinha muro na maioria das casa, -a da minha vó era uma dessas casas- a casa tinha uma porta bem larga que dava na sala, e tinha duas janelas sem grades que davam na rua -quando eu era pequena eu me sentava na janela quando eu estava sem sono e ficava olhando para as estrelas e para a lua- elas viviam abertas, quando entrei na sala notei que minha vó tinha trocado o sofá, a sala era vermelho mais claro, tinha uma mesinha de centro de vidro e dois sofás castanhos um do lado do outro, o rack era de madeira, e tinha uma tevê de uns 50 polegadas em cima, também tinha algumas fotos nele, fotos do meu aniversário de 10 anos, do casamento do meu primo, do meu vô e outra de todos os netos da minha vó - mais de 20- tinha alguns dvd's também. Minha vó estava lavando louça quando cheguei na cozinha, cheguei por trás dela sem fazer barulho e tampei seus olhos.

-Adivinha quem é? –Perguntei a ela, ela pegou em minhas mãos.

-Da uma dica.

-Sua neta preferida.

-Amanda? –Destampei o olho dela e fiquei seria.

- Então ela que é a sua neta preferida?!-ela se virou para mim e me abraçou.

-Ana! Que saudades! –Ela me apertou, eu sinceramente não sabia que ela tinha tanta força nos braços.

-Eu também estava com saudades vovó- eu disse sem folego, assim que ela percebeu que eu estava ficando sem ar ela me soltou.

-Você está enorme princesa- ela sorriu.

Princesa? Serio vó? A senhora me chamou de princesa? Por que me chamou de princesa? Sabe que eu odeio que me chamem assim.

-Poxa vovó... magoou a senhora falar que Amanda é a sua neta preferida. -Odiava o fato da "santa" da minha prima ser sempre a preferida, mais eles não a conheciam como eu conhecia, e ela era a minha prima favorita, mesmo sendo a preferida por todos. Vovó passou os dedos no meu rosto me acariciando.

-Desculpe prin...querida -ela deve ter lembrado que odeio que me chamem de princesa- eu amo vocês do mesmo jeito.

-Tá vovó- olho para o armário procurando um doce de mamão que eu sempre encontro quando chego na casa da minha vó, mais dessa vez não estava lá, volto a olha lá- Vó cadê aquele doce de mamão que a senhora sempre faz para mim?

-Dessa vez não fiz querida...vou fazer mais tarde- ela sorrio para mim, fiquei feliz pelo sorriso dela.

Ela mostrou o quarto aonde eu e Leticia iriamos ficar. O quarto era bem grande, tinha duas camas de solteiro com cochas vermelho sangue, as paredes eram azul-marinho, tinha uma mesinha de estudos- do meu tio que ainda morava com minha vó- e também tinha um guarda-roupa de cor branco, do lado do guarda-roupa tinha um sofá cama marro quase vermelho. Eu e Leticia mau entramos no quarto e deitamos nas camas e ficamos mexendo no celular, tinha recebido mais 3 mensagens, duas da Lie e uma de Gaby, olhei primeiro a de Lie:

Duas novidades, primeira: acabei de perde o BV e segunda: estou namorando.

Ana ele acabou de me dar o anel

E depois li a de Gaby:

Amiga o namorado da Lie não parece ser de confiança.

Respondi as mensagens e coloquei o celular o criado mudo, olhei para Leticia e ela já estava dormindo.


Notas Finais


Oie, espero que estejam gostando do livro, logo acontecerá coisas inesperadas, espero que gostem. Beijos de sabor de Nutella como disso um leitor especial.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...