História Sonho ou Destino? - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bruno Mars
Tags Drama, Romance, Sonhos
Exibições 83
Palavras 3.830
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Drama (Tragédia)
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Voltei people!

Capítulo 11 - À noite!


Fanfic / Fanfiction Sonho ou Destino? - Capítulo 11 - À noite!

 Faltavam mais ou menos uns trinta minutos para chegarmos em San Francisco, eu estava literalmente observando cada detalhe daquelas lindas paisagens e fazer tudo isso me fez lembrar de muita coisa; família, amigos e namorado, quero dizer... Ex namorado. Enfim, continuo ouvindo minha música quando sinto John se levantar e ir em direção ao Jam que estava em um dos bancos da frente, foi engraçado observá-lo, toda hora parecia que ele iria cair kkk. 
 Volto ao transe que aquela música me causava, minha distração era tão forte que nem percebi que John já tinha voltado a sentar do meu lado...


- Está ouvindo o que? ~ Sinto alguém tirando o meu fone e para a minha surpresa era o Bruno, sentado bem do meu lado. Ué...
- Música brasileira, você não conhece ...
- Posso ouvir com você? 
- Claro ~ entrego um dos meus fones.

" Sinto absoluto o dom de existir Não há solidão, nem pena Nessa doação, milagres do amor Sinto uma extensão divina

É tanta graça lá fora passa O tempo sem você Mas pode sim Ser sim amado e tudo acontecer Quero dançar com você Dançar com você Quero dançar com você Dançar com você. "


- Eu gostei do ritmo e da doçura na voz da cantora ~ disse me encarando. ~ A música fala sobre o que?
- Fala sobre um amor que não se pode ter, mas só se você amar já se torna algo especial. É um amor impossível mas bom de se sentir. 
- Nossa, que profundo ~ disse nos fazendo rir.
- Mas nada se compara a uma pessoa que diz conversar com a lua ~ digo enquanto faço um coque alto no meu cabelo.
- Ei, isso é uma coisa normal tá bom? Kkk ~ disse se fazendo de ofendido. ~ Aliás vejo que você tem uma tatuagem e é uma lua! ~ sim tenho uma tatuagem na nuca, mas por conta do cabelo não se dá pra ver.
- Eu amo a lua, mas não falou com ela, apenas a admiro...
- Rapaziada e Malu ~ disse Ray se levantando, acho que queria dar algum recado. ~ Já estamos chegando no hotel, quando a van parar ninguém sai, pois o pessoal do hotel vai estar esperando somente a nossas malas, porque vamos direto para o salão passar o som. Depois voltamos pra cá e nos arrumamos para o show. E não se preocupem que cada uma das malas vão estar no suas devidos quartos. É isso.
- Tá bom pai ~ disse Kameron nos fazendo rir. 

 
 Chegando no local do show fico de boca aperta, parecia um castelo de vidro, dava pra ver tudo que tinha do lado de dentro, parecia ser tudo tão chique.

- Então cambada, eu marquei pra vocês uma entrevista rápida, só pra fala sobre esse show privado e sobre o novo álbum que está por vim. E Malu, você já pode entrar e ensaiar o que você for cantar e banda que vai tocar com você esta a sua espera. Depois eu venho aqui te buscar para levar você de volta para o hotel aí você se arruma. ~ Já percebi que o Ryan toma todas as providências.
- Vamos voltar para o hotel também? ~ perguntou John.
- Não, eu achei melhor não, preferir já deixar a roupa de vocês no camarim, quando terminarem de ensaiar já vão direito pra lá e se arrumem.
- Então eu vou indo meninos, até mais tarde. ~ digo me despedindo.
- Vai lá Malu. Você vai arrancar ~ Disse Kameron se fazendo de gay.
- Para de ser louco cara ~ Jam ~ Vamos pra entrevista?
- Vamos ~ falou Bruno enquanto terminava seu cigarro.


 
Entrei naquele salão e já senti minhas pernas tremerem. E aquele palco? Era enorme, e eu iria cantar ali sozinha, é isso mesmo produção? Parece que sim.


- Olá, posso ajudá-la? ~ perguntou um moço com uma guitarra nas mãos.
- Olá, eu sou a Malu , vou abrir o show do Bruno Mars. ~ digo sem jeito, vai que ele não está sabendo...
- Ah sim, estávamos a sua espera, sou o Ric, já sabe o que você vai cantar? Pode escolher o que quiser, tocamos de tudo. ~ disse me levando até ao palco.
- Eu vou cantar duas músicas, Ex - Factor da Lauryn Hill e Say my Name do Destiny's Child. ~ digo pegando o microfone.
- Lindas músicas, vamos ensaiar? Temos pouco tempo. Estão todos prontos banda?
- Sim ~ responderam .
- Então vamos lá ~ digo me posicionando.


 O ensaio foi incrível, por um momento esqueci do mundo, fechei meus olhos e me entreguei a cada letra, me senti tão confiante e animada que nem vi a hora passar... Até que ouço alguém batendo palmas e abro os meus olhos.


- Maravilhosa, você vai arrasar Malu ~ disse o Ray se aproximando do palco ~ Agora vamos para o hotel ? Você precisa se arrumar.
- Que horas são? ~ digo descendo do palco e indo ao seu encontro.
- São 18:30.
- Nossa, nem vi a hora passar, aqui está tão bom .
- E ainda vai ficar melhor... Vamos?
- Sim, vamos. Obrigada gente, até daqui a pouco ~ me viro para agradecer os rapazes da banda.
- Estaremos esperando~ respondeu Ric.


 Chegando no hotel vou para o meu quarto que ficava no penúltimo andar, junto com o resto dos meninos e adivinha de quem é a cobertura? Dele mesmo, Bruno Mars, quem pode, pode né? Enfim, meu quarto era até grande, com uma cama de casal maravilhosa, pena que não terei tempo de deitar nela agora, preciso tomar meu banho, coloco uma toca na cabeça para no molhar meus cachos e entro no chuveiro. Depois de uns dez minutos saio , passo hidratante por todo o meu corpo, abro a minha mala e procuro o meu vestido vermelho, assim que acho, o coloco. Tiro a minha toca de banho e ajeito os cachos, vou até o banheiro e passo a minha maquiagem, nada muito exagerado; uma base leve, um rímel e um batom vermelho. Passo o meu perfume que ganhei do Vitor, eu queria que ele estivesse aqui, ele mais do que ninguém sabia o quanto eu queria uma oportunidade, mas não era pra ser, não vou me lamentar, não agora. Me desfaço desses pensamentos e coloco o meu salto. Vou até o espelho e me sinto maravilhosa kkkk, se eu não me sentir quem vai? ... Quando estava colocando os brincos alguém bateu na porta. Dou uma última olhada no espelho, pego a minha bolsa e vou em direção à porta .


- Nossa, você está incrível Malu ~ Ryan, que também estava lindo pra caramba.
- Obrigada Ryan, vamos? 
- Só se for agora.
- Estou tão ansiosa ~ digo enquanto esperávamos o elevador.
- Relaxa vai dar tudo certo. Quantos chegarmos lá vou te levar até o camarim, os caras falaram que querem te ver antes de você se apresentar.
- Tudo bem.

 

             ~~ Bruno ~~

Demos uma entrevista rápida, fomos fazer um tour pelo local do show e depois fomos para a nossa passagem de som, ouvi comentários de alguns funcionários do salão que esteve aqui uma moça que cantava muito bem e que estavam ansiosos para vê-la no show de mais tarde. Creio eu que essa moça seja a Malu, e eu concordo com esses comentários, ela realmente arrasa. Estávamos no camarim, todos praticamente prontos e fazendo muita baderna, eu realmente amava tudo isso.


- Posso entrar? ~ ouço alguém batendo na porta e reconheço a dona dessa voz.
- Pode entrar Malu ~ disse Phil se levantando.
- Obrigada Phil ~ quando ela passa pela porta me deixa de boca aberta, que mulher é essa cara? Esse vestido a deixou tão deslumbrante e aquela boca vermelha só me fazia pensar besteira. Sei que tenho namorada, mas a Malu é um risco que eu correria sem pensar duas vezes... 
- Eai Bruno ~ Ela veio em minha direção.
- Oi Malu, animada com o seu momento? ~ digo a cumprimentando, que perfume delicioso, parece que foi feito pra ela.
- Estou ansiosa, mas muito confiante. ~ disse sorrindo e que sorriso... Calma Bruno!
- Isso é bom, você vai se sentir mais confiante ainda quando subir no palco e ver aquelas pessoas. Não tem muita gente, afinal é um evento privado, mas tem o suficiente para te aplaudir e eu tenho certeza que vão fazer isso.
- Eu espero que sim kkk
- Malu, tá na hora ~ Ryan veio avisar.
- Aí meu coração ~ disse se levantando...
- Boa sorte Malu.
- Obrigada Bruno.

 

             ~~ Malu ~~


 Finalmente chegou a hora. Na minha cabeça se passavam mil coisas ao mesmo tempo, será que realmente é isso que eu quero? Será que essa noite me levará para as melhores noites da minha vida? Só se sabe fazendo queridinhã kkk.


- Toma seu microfone Malu ~ disse o Ryan ~ E boa sorte.
- Aí, obrigada ~ digo pegando o microfone e passado entre as cortinas. O público não era grande, mas ocupava todo aquele salão, que estava bem mais decorado do que hoje cedo. Comprimento o pessoal da banda e vou diante ao pedestal, coloco o meu microfone e dou o meu boa noite ao público, nesse momento uma luz vem em minha direção.


- Boa noite pessoal, me chamo Malu, e vou esquentar vocês um pouquinho até a grande apresentação do Bruno Mars. ~ nesse momento todos bateram palmas e gritaram um " yeah " Agora era só cantar, seriam somente duas músicas, mas eu  cantarei como se fossem as únicas no mundo, " vamo " que " vamo " 
 

" It could all be so simple
But you'd rather make it hard
Loving you is like a battle
And we both end up with scars
Tell me, who I have to be
To get some reciprocity
No one loves you more than me
And no one ever will


Assim que comecei a cantar pude ouvir alguns aplausos, confesso que meu coração acelerou e eu ainda só tinha começado...


" It could all be so simple
But you'd rather make it hard
Loving you is like a battle
And we both end up with scars
Tell me, who I have to be
To get some reciprocity
No one loves you more than me
And no one ever will

Is this just a silly game
That forces you to act this way?
Forces you to scream my name
Then pretend that you can't stay
Tell me, who I have to be
To get some reciprocity
No one loves you more than me
And no one ever will

No matter how I think we grow
You always seem to let me know
It ain't workin', It ain't workin' (No, it ain't workin')
And when I try to walk away
You'd hurt yourself to make me stay
This is crazy, this is crazy (This is crazy, uh-huh!)

I keep letting you back in
How can I explain myself?
As painful as this thing has been
I just can't be with no one else
See I know what we've got to do
You let go, and I'll let go too
'Cause no one's hurt me more than you
And no one ever will

No matter how I think we grow
You always seem to let me know
It ain't workin', It ain't workin' (It ain't workin')
And when I try to walk away
You'd hurt yourself to make me stay
This is crazy, this is crazy

Care for me, care for me!
I know you care for me!

There for me, there for me!
Said you'd be there for me!

Cry for me, cry for me!
You said you'd die for me!

Give to me, give to me!
Why won't you live for me?! "


Assim que terminei a última frase da música, pulei para a próxima que fez o público ficar mais animado, teve até dancinha de algumas pessoas... Será que eu esperava mandando tão bem assim? 


" Say my name, say my name If no one is around you Say baby I love you If you ain't runnin' game Say my name, say my name You actin kinda shady Ain't callin' me baby Why the sudden change?
Say my name, say my name If no one is around you Say baby I love you If you ain't runnin' game Say my name, say my name You actin kinda shady Ain't callin' me baby Better say my name!

w you say that I am assuming things Something's going down thats the way it seems Shouldn't be a reason why you're acting strange If nobody's holding you back from me Cause I know how you usually do When you say everything to me times two Why can't you just tell the truth? If somebody's there then tell me who
Say my name, say my name If no one is around you Say baby I love you If you ain't runnin' game Say my name, say my name You actin kinda shady Ain't callin' me baby Why the sudden change?
Say my name, say my name If no one is around you Say baby I love you If you ain't runnin' game Say my name, say my name You actin kinda shady Ain't callin' me baby Better say my name! "


 Não cantei a música toda, pois não podia ultrapassar meu tempo, mas mesmo assim foi perfeito, nunca tinha me sentindo tão bem em toda a minha vida, meu coração estava leve e totalmente pulsante, eu não sabia o que fazer, apenas sorri e agradeci pelo reconhecimento que aquela gente teve por mim. Vi pessoas cantando junto comigo, outras dançando, foi mágico. Saio do palco atravessando as cortinas e dou de cara com a tropa.


- Malu você foi incrível ~ Jam.
- Eu tocaria fácil com você ~ disse Kameron.
- Haha, obrigada meninos.
- Malu, eu sabia que você era uma artista ~ disse Phil me abraçando.
- Obrigada Phil, estou muito feliz. ~ acho que vou chorar.
- Parabéns Malu, eu ouvi seu show, você só confirmou o que eu achava, você é uma artista. ~ disse Bruno me entregando uma taça de champanhe. ~ Vamos brindar?
- Vamos ~ a tropa respondeu, a taça de todos foram enchidas e dalê brinde.
- Obrigada gente, por tudo, obrigada por essa oportunidade... ~ chorei.
- Não chora maluzinha, posso te chamar assim né? ~ Perguntou Ryan.
- Claro que pode. Mas é sério, obrigada mesmo.
- Não precisa agradecer, você merece essa oportunidade ~ disse o Bruno enquanto afinava sua guitarra.
- Bom pessoal, agora é a nossa vez~ disse Phil.
- Borá!!! ~ falou Kameron.

Me despeço deles e vou para o salão, acha que eu vou perder esse show? Never!!!! Me sento lá no fundo, mas consigo ter uma boa vista, preciso dizer o quanto o Bruno é maravilhoso? Não né? Mas vou dizer... Que homeeeeem, aquela voz, aquele gingado, meus Deus, me segura e quando começou Our first time? Pensei que eu iria morrer kkk, ele e sua tropa fizeram um show incrível... Um dia eu chego nesse nível. Enquanto eu observava o encerramento do show um homem se aproximou de mim.


- Olá, Malu? ~ perguntou em duvida sobre o meu nome.
- Sim, Malu ~ digo sorrindo.
- Prazer, sou o Wil. Você realmente tem talento. ~ aí caramba, é o cara da gravadoraaa, respira Malu.
- Muito obrigada senhor Wil.
- Eu gostaria de te ouvir outra vez, poderia ir até o meu estúdio nessa segunda-feira?
- Claro, seria uma honra.
- Então nós vemos lá. Até mais.
- Até senhor Wil. ~ ele volta para o seu lugar e assim como eu aplaude o incrível Bruno Mars. 


- Malu, vamos para o camarim ~ esse Ryan às vezes brota do nada. A minha sorte é que ele é lindo, se não me assustaria.
- Vamos sim. ~ digo o acompanhando. Quando chegamos no camarim a gritaria era absurda, todos bebendo e dançando. Pareciam que estavam em uma festa.
- Gostou do show Malu? ~ perguntou o Eric, olha quem decidiu falar comigo. Eric é sempre quieto.
- Amei o show. Vocês são incríveis. 
- Obrigada ~ seu celular começa a tocar ~ minha esposa está me chamando, preciso atende- lá. ~ disse sorrindo. 
- Tudo bem, vai lá.~ ele se afasta da bagunça e vai para outra sala que tinha ali.
- Ae cambada, partiu hotel? ~ perguntou Phil.
- Não, vamos para uma boate, sei lá ~ diz Kameron.
- Nada disso, amanhã de tarde temos que ir de volta pra Los Angeles e não vou carregar ninguém ~ disse Ryan.
- Estraga prazeres ~ disse Kameron bufando.
- Então, vamos para o hotel? ~ Bruno apareceu na sala, já tinha tomado banho, e estava com uma regata branca, bermuda camuflada e um vans. Lindo.
- Vamos ~ respondeu Phil se levantando do sofá.


 Todos entraram na van, foram todos em silêncio, acho que o cansaço bateu não é mesmo? Chegamos rápido no hotel, todos foram para o seus devidos quartos. Eu não estava cansada, mas meu corpo pedia um banho só pra relaxar. Entro no chuveiro e decido lavar meu cabelo, passo meu shampoo, máscara e depois uma pequena quantidade de condicionar. Passo sabonete pelo meu corpo e saio. Passo hidratante e coloco minha camisola preta que é de alcinha é um pouco a cima dos joelhos, hoje à noite está um pouco quente. Volto ao banheiro e passo só um pouco de creme nos cabelos, dou uma secada com o secador, que o faz ficar com um volume que eu adoro. Fui até o telefone do quarto e peço um lanche leve, enquanto esperava o meu pedido chegar, lembro-me que não falei com a Isa.


" Amiga, mil desculpas, foi tudo tão corrido aqui. Mas estou bem, a noite foi ótima, me senti nas nuvens. Quando eu chegar aí te conto com mais detalhes. Beijos "


Depois de uns dez minutos o meu pedido chegou, agradeço o moço pela entrega. Olho meu celular e não vejo mensagem da Isa, deve estar dormindo kkkk. Sento na cama, ligo a TV enquanto como o meu lanche, estava passa o filme Amizade Colorida, que tinha a linda da Mila Kunis e o gostoso do Justin Timberlake, que homem! Termino o que eu estava comendo deixo o prato em cima da mesinha central e vou ao banheiro escovar meus dentes. Já estava indo deitar novamente quando ouço batidas na minha porta.


- Ué, não pedi mais nada. ~ digo a mim mesma enquanto ia até a porta. Quando a abro sinto uma surpresa. ~ Bruno? O que faz aqui? 
- Vim te convidar pra ver uma coisa ~ disse com as mãos no bolso.
- Que coisa? Já viu a hora? Me mostra amanhã doido ~ digo nos fazendo rir.
- Durante o dia essa coisa não aparece, vem logo. ~ disse me puxando pela mão.
- Espera um segundo, ~ volto para o meu quarto e pego o casaco que faz parte do meu baby doll e saio. ~ Para onde vamos?
- Você vai ver. ~ disse quando entremos no elevador. Subi só mais um andar, onde já era sua cobertura à porta se abre e já estávamos na sala.
- Queria me mostra sua cobertura? ~ digo saindo do elevador e olhando cada detalhe daquele lugar que, era dez vezes maior que o meu quarto.
- Não bobinha, vem cá ~ disse pegando minha mão ~ olha essa vista ~ disse nos fazendo passar pelas cortinas e dando de cara com uma sacada enorme que, tinha a presença de uma grande lua no céu. Ela está tão linda, totalmente cheia e brilhante.
- Nossa Bruno, que lindo é aqui em cima. Quando eu ficar famosa quero ficar em lugares assim ~ digo olham ao redor e nos fazendo rir.
- Pelo o que eu vi hoje, isso não vai demorar pra acontecer. ~ desse olhando nos meus olhos.
- Você acha? ~ pergunto quando quebro os nossos olhares e me volto para a lua.
- Acho não, tenho certeza. Me espera aqui ~ disse saindo de perto de mim e voltando para o parte de dentro. Não demorou muito, ele voltou com uma garrafa de vinho e duas taças. Ui, vamos comemorar o que?
- Qual é a das taças e do vinho? ~ digo quando ele já está do meu lado.
- Vamos comemorar a sua noite e a sua reunião de segunda-feira. ~ como ele sabe?
- Como você sabe de segunda-feira?
- O Wil me ligo assim que cheguei aqui, disse que falou com você. ~ me falou enquanto  preenchia nossas taças.
- A tá! ~ digo dando o meu primeiro gole e ele faz o mesmo.
- Contou a novidade para o seu namorado? ~ disse escorando os cotovelos no para peito da sacada.
- Que namorado? 
- Aquele cara que te deixou no estúdio hoje, ele não é seu namorado? ~ perguntou me olhando.
- O Max? ~ digo sorrindo ~ Não, ele é só um amigo, eu conheci ele na praia, depois de uns dias que eu já tinha chegado em Los Angeles. Ele me convidou para uma boate que o pai dele é o dono. Depois descobri que ele estuda na mesma faculdade que eu.
- A tá. Menos mal.
- Como assim menos mal? ~ digo o encarando.
- Nada, esquece. Mas eai, o que está achando disso tudo? Sobre ser uma artista.
- Eu estou achando tudo muito novo, nem comecei e já me sinto nas nuvens. Primeiro me mudei pra cá, depois conheci você, que era um dos meus grandes sonhos e agora vivi essa noite maravilhosa.
- Seu sonho era apenas me conhecer? ~ disse me olhando nos olhos. Eita.
- Pode parecer besteira, mas eu pensava em ser a senhora Hernandez. ~ digo o fazendo rir ~ Isso não é engraçado, eu era apenas uma adolescente, releve. Não penso mais essas coisas.
- Que pena ~ disse se aproximando de mim e me dando um beijo inesperado. Seu boca quente me fez tremer, o jeito como pegou em minha nuca só me fez querer que aquele beijo não acabasse. Mas isso é errado, ele namora. Vou parando o beijo aos poucos tento falar que aquilo era errado, mas ele não deixa.


- Bruno, isso não deveria ter acontecido, você namo... 
- Shiiu, não pensa nisso agora~ disse me dando alguns selinhos ~ Vem comigo ~ falou me levando até a parte de dentro. ~ Não sei se é como você pensava, mas hoje você será minha. ~ disse me beijando novamente. Meu Deus, eu estava sendo beijada pelo Bruno Mars. Onde isso vai parar? Eu não sei, mas quero saber como é ser sua.


Notas Finais


Músicas que a Malu cantou :
- Ex- Factor: https://youtu.be/ytzt72jPtBI
- Say My Name : https://youtu.be/sQgd6MccwZc


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...