História Sonho ou Destino? - Capítulo 70


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bruno Mars
Tags Drama, Romance, Sonhos
Visualizações 74
Palavras 1.276
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Drama (Tragédia)
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá amores...

Bom, primeiramente, mil desculpas pela demora. Eu estava ansiosa com a venda dos ingressos, fiquei agoniada e consequentemente, tive um bloqueio. Escrevi esse capítulo simples, mas prometo que vem emoções por aí.

Enfim, boa leitura! Desculpem qualquer erro.

Capítulo 70 - Um tempo...


Fanfic / Fanfiction Sonho ou Destino? - Capítulo 70 - Um tempo...


                    30 de Julho 

 


 Paris tinha amanhecido bem fria e chuvosa, nem parecia que ontem tinha feito um lindo sol enquanto me apresentava no festival. O show foi incrível, fiquei muito feliz em sentir que meu trabalho é apreciado na Europa.

 

 

 Agora estou no quarto do hotel olhando para o nada e pensando em nada também. Não ter a Isa aqui comigo me deixa em um completo tédio, aquela louca sempre arruma qualquer coisa para fazermos... Pego meu celular, e observo meu Twitter, acreditem, aqui eu dou altas risadas, só tem o que não presta. Vou rolando a tela lentamente e me deparo com a seguinte " notícia "

 

" A modelo Jessica Caban parece ter se reconciliado com o popstar, Bruno Mars. A morena postou uma foto em seu Instagram, onde se encontra na sala da casa do cantor. "


 E lá estava a tal foto. Como eu posso competir com isso? Como correr para os braços dele se o próprio já seguiu em frente? Pensam que eu não tenho vontade de pegar o telefone e dizer, caramba Bruno eu te amo, eu te perdoou e blá-blá-blá. Claro que tenho, mas não faço, não por orgulho, mas simplesmente por não me encaixar em sua vida. Ele será pai, conviverá diretamente com a mãe de seu filho, eu que não vou ficar no meio disso. Preciso olhar pra mim e enxergar o que eu preciso.


 Não vou ficar em um quarto de hotel enquanto tem uma Paris linda lá fora me esperando, mesmo que chuvosa... Depois de tomar um banho, me arrumo bem agasalhada, pego um guarda-chuva e saio. Eram umas 18:00hrs em ponto, as luzes dos postes já estavam acessas, o céu cinza, dando mais indícios de temporais. Ando pela calçada admirando os aqueles monumentos franceses, até  que decido entrar em uma pequena cafeteria. Fecho meu guarda-chuva e o deixo em um canto. Me senti próximo ao balcão e espero se atendida.

 

- Licença... ~ chamei o garçom.
- Olá senhorita. ~ falou com um sotaque fofo. ~ O que gostaria?
- Um café puro, por favor. 
- Um minuto. ~ saiu sorrindo.

 

 

 Meu café chegou quente e bem cheiroso na minha mesa, tomei devagar vendo a rua molhada através da janela. 

 

 

                      ~~ Bruno ~~ 

 

- Mais um show incrível rapaziada. ~ disse Kameron quando voltamos para o camarim. 

 

 

 Esse foi nosso sexto show pelo nosso país, o público aqui esta esgotando todos os ingressos, assim como fizeram na Europa. Não tem nada mais gratificante do que isso...

 

- Vamos para algum bar? ~ perguntei.
- Vamos. ~ Phil respondeu nos causando estranheza. ~ Que foi? ~ perguntou.
- Você que ir ao bar com a gente? ~ John.
- Sim, quero relaxar um pouco. 
- Ok, então vamos todos. ~ Eric também se pronunciou.

 

 Entramos na van, e fomos para qualquer barzinho que tivesse uma boa bebida e que não fosse não visado. Nada demais, apenas quero sentar e beber com os caras. Minha cabeça está cheia. Quando subo no palco consigo esquece de certas coisas, mas quando a cortina cai, tudo volta rapidamente. A Jessica está de volta a minha casa, me liga todos os dias como se tivéssemos algo, pede satisfações e implica quando não nos falamos. Tenho que deixar bem claro aqui que, não temos nada. Só estou permitindo isso por conta do filho que ela diz ser meu. É claro que não engulo essa história, mas o que eu posso fazer? Estou literalmente fodido. Não estou com a mulher que eu quero, pelo contrário, estou forçado a conviver com quem já não tem mais nada haver comigo. 

 

 Mas não pensem que abri mão da Malu, eu só estou nos dando um tempo. Eu só queria uma oportunidade de mostrar o quanto me arrependi do que fiz, mas ela não pensa em abaixar a guarda nem por um segundo. Nos beijamos durante todo esse temporal, mas parece que não significou nada pra ela, pois ainda sim agia como se nada tivesse acontecido. Já eu me sentia no céu, eu beijava deus lábios como se fosse a última vez, porque eu sabia que logo depois ela iria dizer que não temos nada e que ainda está magoada. Eu entendo sus dor, mas não podemos supera- lá juntos?

 

 Pedimos nossa bebida assim que nos acomodamos em nossos lugares na mesa. Tocava uma música lenta, com uma voz suave e linda, eu sabia de quem era aquela voz e o peito apertou. Durante esses dias, pensei em ligar pra ela, mas sempre no final eu desistia. Depois de Vegas não nos falamos, a evitei durante a volta para LA porque as coisas já estão sendo difíceis demais pra mim. Não sei quando vamos nos ver novamente, mas pretendo até lá ficar na minha e respeitar seu espaço.

 

 

                   ...     ...     ...

 


 Finalmente estou deitado, meu corpo pedia por isso. Amanhã cedo já víamos para a próxima cidade e eu preciso estar bem, pelo menos por fora.

 

 Me preparava para dormir quando meu celular começou a tocar...

 

- Alô? ~ atendi sem ver quem era.
- Oii meu amor. ~ Jessica. ~ Já estava dormindo? Te acordei?
- Não Jessica, mas eu estava quase...
- Me desculpa, só queria te dizer que amanhã vou ao médico saber como está nosso bebê. ~ parecia animada.
- Ok, me mantenha informado. ~ não sabia o que dizer.
- Você ainda vai agir com frieza sobre o fato de ser pai? 
- Já falamos sobre isso e não vou sair pulando de alegria até saber se realmente sou o pa... ~ fui interrompido.
- Nem precisa continuar, boa noite. ~ simplesmente desligou.

 


 Deixo o celular de lado e rapidamente pego no sono... 

 

 

 


                      ~~ Malu ~~

 


 Ainda pelas ruas de Paris, cheguei à conclusão de que aqui é uma cidade exclusiva para casais. Até parei de contar quantos já vi. É uma cidade linda, cheia de amor por todos os lados.

 

 Paro em um parque e me sento  um banco que tinha ali, a Torre Eiffel estava cheia de luz e bem na minha frente. Respiro fundo, e com todo esse cenário uma lágrima cai dos meus olhos. Não sei explicar, talvez eu esteja sentindo falta de algo, de alguém, não sei bem o que.

 

 

 Com o pensamento distante, permaneci ali por um bom tempo, até alguém me cutucar...

 


- Moça? Você está bem? ~ uma linda mulher me perguntou.
- Sim, estou. ~ sorri.
- Poderia tirar uma foto nossa? ~ ela está com o seu marido ( acho que é marido ) e um lindo bebê nos braços.
- Claro. ~ me deu celular. ~ 3, 2, 1 e... Pronto. ~ a criança sorriu pra mim.
- Acho que ele gostou de você. ~ a mulher disse sorrindo.
- Posso pega-lo? ~ perguntei sem pensar.
- Pode sim. ~ seu filho sorria vindo aos meus braços.

 

 Ele era tão lindo, gordinho, os cabelos cheios de leves cachos e um cheiro de bebê maravilhoso. Meu coração estava batendo a mil...


- Ele é lindo. ~ o devolvi.
- É a nossa vida. ~ seu marido disse orgulhoso.
- Imagino. ~ encarei aquela cena linda.
- Obrigada novamente moça. ~ me agradeceu.
- Sem problemas. 

 

 

 Voltei para o hotel já se passavam das 21:00, tomei um banho quente de banheira e coloquei meu pijama. Conversei um pouco com a Isa antes de dormi, falamos sobre o nosso dia e o quanto estamos com saudades uma da outra. A senti um pouco estranha. Parecia triste, mas acho que era o cansaço. Nos despedimos e eu senti o sono chegar... Pois amanhã, estarei embarcando para Portugal e tenho que estar diva.

 

 

Good Night!

 

 


Notas Finais


Beijos, até a próxima!



Consegui meu ingressoooooooo! Vem Bruno!!!!!! kkkk sorry!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...