História Sonho Realizado - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias 2PM
Personagens Chansung, Junho, Junsu, Nichkhun, Personagens Originais, Taecyeon, Wooyoung
Tags 2pm, Haru
Visualizações 22
Palavras 2.375
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Ficção, Lemon, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Homossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


HELLO BITCHES 😎💖😂😂, brincadeira pessoas lindas que eu amo tanto, finalmente voltei depois de sobreviver o bimestre que mata todo mundo. Bom, apenas peço que não me matem e se divirtam com a história do Haru, o garoto que todo mundo quer kkk.

Capítulo 8 - Um dia com o Taecyeon.


Fanfic / Fanfiction Sonho Realizado - Capítulo 8 - Um dia com o Taecyeon.

       Continuava a beijar o Wooyoung intensamente enquanto sentia suas  mãos percorrerem pelo meu corpo, mesmo eu lutando para impedir que isso acontecesse, não tinha forças suficientes para derrotar esse desejo enorme que dominava cada canto do corpo. Não que eu não achasse ele atraente, para falar a verdade, ele é bem gostoso, mas não o amo tanto para perder minha virgindade com ele. Poderia dizer que isso é o resultado de todas as histórias românticas que eu tinha lido, já que eu sou um idiota que realmente acredita em amor verdadeiro. Com certeza isso era uma idiotice totalmente, ou, simplesmente uma forma de proteção para eu não me arriscar de fazer algo desse tipo...Talvez eu simplesmente tenha que me entregar nesse desejo um tanto proibido.
      Sinto ele descer suas mãos até minha box e começa a tira minha roupa íntima lentamente, mas na hora, alguém bate na porta. Tenho que confessar que fiquei um pouco revoltado com isso já que todo aquele clima desapareceu no ar quando a pessoa bateu na porta, mas pelo menos ainda sou virgem.

              [ P.O.V: Wooyoung ]

    Quando finalmente estava conseguindo o que eu queria, algum daqueles idiotas vem me atrapalhar, mais é melhor eu ir logo antes que arrombem essa porta. Levanto da cama e cubro o Haru com o edredom beijando sua bochecha antes de ir até a porta. Abro a porta e logo sou encarado pelo segundo membro que morre de ciúmes do Haru...acho que vou morrer agora.

  - O que você está fazendo aqui Wooyoung? E ainda mais só de cueca. -Ele falo bem irritado, acho que só vi o Nick desse jeito duas vezes, e nessas duas vezes, o circo literalmente pegou fogo.

- Calma Nick, o Haru me chamou para dormir junto com ele, e você sabe melhor que ninguém que só consigo dormir assim.

- Hum... Cadê o Haru? Quero falar com ele.

- Ele está dormindo, mas se você continuar falando alto assim, vai acabar acordando ele.

- Acho bom que você não esteja fazendo nada demais com ele, se não você está morto. -Ele sai andando e fico observando ele sumir na escuridão da casa, acho que eu estou marcando para morrer agora.

    Fecho a porta e logo volto para a cama abraçando o Haru ainda estava acordado, mas pelo rosto dele, não vai demorar muito para ele acabar dormindo.

-Vamos continuar isso mais tarde, ok? - Falo sorrindo e selo os lábios do menor rapidamente.

Ele concordo com a cabeça e deitada sua cabeça no meu peito fechando os olhos. Começo a acariciar seu cabelo e finalmente ele dorme, não sei se realmente é certo querer fazer isso com ele já que ele é uma criança totalmente dócil e fofa que dá vontade de colocar ele dentro de um potinho para ninguém machucar ele. Não posso colocar culpa na bebida por ter quase feito sexo com ele, já que desde que ele pisou nessa casa ele encanto todos aqui, uns bem mais que os outros, mas felizmente ou infelizmente eu fui um desses que fiquei mais encantados por esse garoto, e realmente não sei o que eu faria se eu perdesse ele para alguém...
   Olho no relógio e vejo que já era bem tarde, então decido já que talvez amanhã tenha algo bem divertido para fazer, apenas beijo a testa do menor e fecho os olhos logo acabo dormindo, já que estava cansado de tanto dançar na festa.

               [ P.O.V: Haru ]

     Acordo bem feliz depois de uma ótima noite de sono e abro os olhos para observar o maior, mas apenas eu estava naquele quarto. Achei bem estranho já que praticamente todo dia o hyung me acorda...Talvez ele esteja um pouco envergonhado com o que aconteceu ontem a noite... Ontem a noite...
      Sinto minhas bochechas queimarem e escondo meu rosto no meu travesseiro, estava bem envergonhado com o que eu e o hyung fizemos e também com o que faríamos se o Nick não tivesse aparecido, só espero que o Nick não queria matar o hyung.
    Levanto da cama e sinto uma corrente gelada entrar em contato com o meu corpo sem nenhuma roupa além da minha box, a janela já estava aberta mostrando o céu totalmente nublado que me agradava bastante, e encima da mesinha que ficava do lado da minha cama tinha umas roupas e também tinha um bilhete bem do lado.

       " Vai fazer bastante frio hoje, então preparei uma roupa bem quente para você usar hoje. Obs: Adorei essa cueca do Mickey. Wooyoung "

    Coro novamente e percebo que minha cueca do Mickey estava no meio das roupas, eu sinceramente não acredito que ele mexeu na minha gaveta de cuecas, se o Nick não matar ele, eu é que vou. Pego as minhas roupas e vou no banheiro para tomar um banho rápido, tiro minha box e ligo o chuveiro, entro de baixo do chuveiro e começo a tomar meu banho rápido. Depois de terminar meu banho, desligo o chuveiro, me seco e visto a roupa que o Wooyoung escolheu, minha box do Mickey, uma calça de moletom cinza, uma blusa de manga curta preta com um dragão branco no centro da camisa e um moletom cinza com um panda na frente e uns três pandas estampados atrás do moletom, concordo que essa blusa é um pouco infantil, mas eu amo pandas e ela é bem quente.
   Assim que saio do banheiro, vou até o quarto e começo a arrumar minha cama que está BEM bagunçada por causa do que fiz ontem a noite, e isso me deixa mais envergonhado a cada vez que eu penso nisso, já que automaticamente penso no que ia acontecer também. Enquanto pensava nisso, acho estranho que ninguém ainda vei ver se eu ainda estou vivo ou algo do tipo, não que ele sejam obrigados a fazerem isso, mas como todo dia alguém aparecia aqui para me chamar deve ser bem normal estranha.
  Depois de arrumar a minha cama do jeito que minha mãe sempre falava que era único jeito de arrumar uma cama, saio do quarto e vou caminhando até a cozinha. O segundo fato estranho de hoje é está tudo quieto, apenas consigo ouvir o barulho de algo fritando ao me aproximar da cozinha e mais nada, talvez eles estejam de ressaca ou algo do tipo para ficarem tão quietos. Assim que chego na cozinha, vejo apenas um ser de frente de frente para o fogão fazendo panquecas. Já sabia quem estava cozinhando já que sou fã do 2PM a vários anos, por isso já sabia quem era apenas de costas, fora que as orelhas dele chama muita atenção.

  - Bom dia Tae hyung. - Falo sentando na cadeira na minha frente e fico observando ele.

  - Bom dia Haru, eu já ia de chamar para tomar seu café da manhã especial. - Ele fala colocando as panquecas na mesa que já estava arrumada para apenas duas pessoas.

  - Agora fiquei feliz, cadê o resto do povo?

  - Bom, o Jun.K foi na empresa resolver uns problemas, o Chansung foi gravar o dorama que ele está fazendo, e o JunHo, o Nick e o Wooyoung foram fazer compras. - Ele fala indo até a geladeira.

  - Então, só nós dois vamos ficar em casa hoje?

  - Por enquanto, depois de comer vou ter que ir gravar o dorama que eu estou fazendo. - Ele coloca uma calda de chocolate encima da mesa e senta na cadeira de frente para minha.

  - Aigoo, vou ter que ficar sozinho hoje. - Falo fazendo bico enquanto encarava o maior.

  - Se você quiser pode ir comigo. - Ele fala meio envergonhado e logo sorri.

  - Então eu vou com você. - Falo sorrindo.

  - Ok, vamos comer rápido para não chegarmos atrasados.

  Terminamos de comer e limpo a mesa, depois coloco a louça na pia lavando a mesma, já que não podíamos simplesmente deixar tudo bagunçado para que outra pessoa arrumasse, e também iríamos ser mortos pelo Jun.K, pois ele odeia fortemente ver a pia cheia de louça. Assim que termino de lavar toda a louça, vejo o Taecyeon escrever uma mensagem no pequeno quadro de mensagens que estava na porta da geladeira.

       " Sequertrei o Haru, voltamos a noite. Taecyeon. "

  Apenas ficamos rindo com aquela mensagem e logo fomos para a entrada da casa, já que enquanto eu lavava a louça, o maior fecho as janelas da cada é tirou o carro da garagem para não perdemos nenhum segundo. Antes de sair de casa, calço o meu tênis cinza com uns detalhes brancos e saio de casa indo até o carro do maior. O carro dele é bonito igual dos outros, por isso tenho que trabalhar bastante para ter um carro bem bonito igual os deles, já que sou o único membro que não tem carro. Entramos no carro dele e coloco o cinto de segurança.

  - Nossa, quase esqueci de entregar isso para você. - Ele me entrega uma chave.

  - Essa chave é do que? - Falo pegando a chave e colocando ela no bolso.

  - É do nosso lar, assim você nunca vai precisar dormir do lado de fora. - Nós dois rimos e ele dá partida no carro indo para o local que eles iriam gravar.

  Estava bem animado já que iria assistir o novo episódio de uns dos doramas que eu amo demais ao vivo, assim iria me vingar dos meus "amigos" que eu me davam spoilers, chego a hora da minha vingança. Na viagem inteira eu e o Taecyeon só ficamos falando coisas idiotas e rindo como estivéssemos assistindo um programa de comédia, gosto bastante dele pois nós dois somos bem idiotas quase sempre, a nossa única diferença é que ele é lindo, gostoso e tem dinheiro. Eu apenas sou um pouco bonito, meio magrelo e apenas tenho umas moedas no meu cofre, realmente nada na vida é um mar de rosas.

                     [...]

  Depois de alguns minutos chegamos no estúdio que ele iria gravar e saímos do carro depois dele estacionar. Ele vai se arrumar e eu fico em um catinho para não atrapalhar ninguém. Não sei se vou aguentar ficar sentado o dia inteiro, mas temos que fazer um esforço pelo meu hyung.
  Depois de 7 horas observando eles gravarem o episódio inteiro, finalmente chega na cena do fim do episódio. Tivemos uma pausa para comer, mas como o Taecyeon não podia sair do estúdio, tivemos que comer escondidos em uma lanchonete do lado do estúdio, o diretor desse dorama realmente é um ser irritante e chato demais, mas eu não podia reclamar já que vim até aqui porque eu quis, mais um dia eu ainda quebro a cara desse diretor. Mas eu juro que tive que me segurar quando eu vi a cena final/começo do outro episódio, já que ele beijo a garota no momento que eu menos esperava, estava gritando por dentro pois se eu gritasse agora, além de ser xingado pelo diretor retardado, o pobre do meu hyung e a idiota teriam que fazer a cena novamente, então para o bem deles, me segurei ao extremo.
  Depois que eles acabam as gravações, peço para um staff avisar o Taecyeon que eu estaria perto do carro dele e saio do estúdio, ainda para minha felicidade o tempo estava nublado, só que a única diferença era que o céu estava um pouco mais escuro e bem mais frio, tenho que agradecer o Wooyoung por ter escolhido essa roupa depois de bater por mexer em lugares não permitidos, mas só vesti minha cueca um pouco infantil pois estava com frio, mas isso não entra no assunto no momento. Logo vejo o Taecyeon vindo na minha direção e sorrio para ele colocando as mãos no meu bolso.

  - Sabe Haru, você está tão fofo. - Ele fala apertando minha bochecha e logo beija o local que apertou.

  - O-obrigado h-hyung... - Falo sorrindo com as bochechas levemente rosadas.

  - Então, já que você foi um ótimo garoto, aceita ir em um parque de diversos? - Ele sorri e estende a mão para mim.

  - Eu aceito seu pedido Hyung. - Seguro sua mão e ele me guia até o carro. - Isso até parece um começo de um encontro. -Falo rindo já que realmente parecia isso.

  - Bom, eu nunca disse que não era um encontro. -Ele fala normalmente e entra no carro.

  Coro violentamente e entro no carro logo depois dele, pensei que ele queria sair como amigos, mas parece que não era isso que ele queria. Bom, ele realmente nunca disse que era um encontro, mas também nunca disse que era um... Acho melhor eu apenas agir normalmente, em vez de travar meu cérebro com essas lógicas estranhas e o pior é que ele fico me olhando enquanto sorria por um bom tempo antes de sair dirigindo até o parque, esse dumbo ainda me paga.
  Não demora muito para chegar no parque, já que ele era bem perto do estúdio. Assim que ele estaciona o carro, saio do veículo rapidamente e vou saltitando até a entrada do parque igual uma criança, já que fazia anos que eu não ia em um parque de diversões, para falar a verdade, a última vez que fui tinha uns dez ou onze anos.

  - Calma Haru, me espera. - Disse o maior vindo atrás de mim em uma lerdeza enorme.

  - Vem logo hyung, quero ir no parque ainda hoje. - Falo puxando o braço dele.

  - Calma, o parque não vai sair correndo. - Ele diz andando na mesma velocidade que eu. - Vai querer ir em qual brinquedo primeiro?

  - Montanha russa.

  - Tem certeza? A montanha russa daqui é enorme, acho que é a maior desse país.

  - Relaxa, eu não tenho medo de altura.

  Ele apenas rir e entramos no parque, tudo bem que eu achava bem perigoso duas pessoas famosas em um lugar público cheio de gente, mas era tanta gente que ninguém nós reconheceu. Enquanto andávamos até o brinquedo, sinto ele segurar minha mão enquanto continuava andar normalmente, talvez ele fez isso para eu não me separar dele, mas estranhamente o meu coração batia muito rápido, talvez seja o nervosismo para ir na montanha russa, ou é algo mais...

 
   


Notas Finais


É isso é tudo por hoje minha gente, espero que tenha gostado e até o próximo capítulo, bjos 💙💙.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...