História Sonho se tornando Realidade- 3 temporada - Capítulo 22


Escrita por: ~

Postado
Categorias Jared Padalecki, Jensen Ackles, Supernatural
Exibições 32
Palavras 1.912
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Crossover, Famí­lia, Festa, Ficção, Romance e Novela, Violência
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Amores <3 Chegamos ao fim da fic e da história da Isa e do Jen :/ <3 Espero que gostem do final <3 vai ser longuinho o cap hahahaha espero que gostem.

Capítulo 22 - Tudo que eu preciso pra ser feliz.


Fanfic / Fanfiction Sonho se tornando Realidade- 3 temporada - Capítulo 22 - Tudo que eu preciso pra ser feliz.

ANTES:

POV JENSEN:

Assim que Allie dormiu, sai do quarto e sai de casa, eu sei que Isa não vai me deixar viajar sozinho amanhã, então estou indo agora, vou atrás de Natalie e ela me pega por tudo o que ela me fez.

AGORA:

POV ISA:

Acordei no dia seguinte, ainda sonolenta, me virei para o lado e sinto que estou na cama sendo que dormi no colo do Jensen no sofá, assim que virei para o lado, não o senti, me sentei na cama e fiquei o procurando pelo quarto.

- Jensen? – o chamei.

Nada dele me responder, Allie entra no quarto falando:

- Mamãe, papai deixou um bilhete para a senhora. – ela disse me entregando.

Pego o bilhete e começo a ler.

“Amor, eu sei que eu acabei de voltar, sei que deixar você agora, não é a melhor opção, você passou um tempo sem mim e não foi nada fácil e realmente, sinto muito estar indo embora, mas prometo que não é por muito tempo, dentro de um mês, estou de volta para buscar você, nossos filhos e nós poderemos viver nossa vida tranquilamente em paz.
Tive que te deixar sem me despedir, pois ao saber o motivo que eu estava voltando, sabia que não iria me deixar vir, e eu preciso que você fique segura aqui no Brasil e eu volto assim que tiver a certeza, que estamos livres. Eu estou indo atrás de Natalie, afinal ela ainda está sumida por aí e como viu, ela não vai sossegar até estarmos separados.... Sei que você vai ficar brava, sei que vai brigar um monte comigo quando me encontrar, mas eu entendo e sei o motivo pelo você fazer isso, eu te deixei... praticamente te abandonei quando fiquei sem memória e por incrível que pareça, foi o momento mais difícil da minha vida, eu sempre sentia um vazio enorme, eu sabia mas não queria admitir, que eu estava sentindo completamente a sua falta.
Por isso te peço amor, não fique brava comigo e me entenda, eu te amo demais e sempre voltarei pra você.
                                                                                   Com amor, Jensen”

Assim que termino de ler a carta, meus olhos começam a encher de lágrimas, a única coisa que peço, é que nada aconteça a Jensen, não vou suportar perder ele de volta, minha vontade era de estar ao seu lado, de pegar um voo agora e ir correndo pra Vancouver e o proteger, o proteger de todo o mal, sei que ele sabe se virar, mas eu não vou conseguir viver sabendo que meu marido pode e não pode voltar pra mim, mas preciso ficar segura para o bem de meus filhos, minha razão de viver... sem eles eu não sou nada, sem minha família, eu não sou nada, eu só quero que Jensen volte para mim o quanto antes. Allie me viu derramando lágrimas e me abraçou, me abraçou apertado, ela se soltou e me olhou nos olhos falando sorrindo:

- Não se preocupe mamãe, papai vai voltar, ele me prometeu. – ela disse sorrindo – enquanto ele estiver fora, eu e Jacob cuidamos da senhora. – ela disse me abraçando forte.

Dei um beijo em seu ombro, a abracei apertado a agradando nas costas, espero que ela esteja certa.

POV JENSEN:

Chegando em Vancouver, vou a minha casa e coloco minhas coisas na sala, apenas me joguei na cama e a primeira coisa que eu fiz, foi pegar meu celular e ligar para a Isa.

- Oi amor. – ela diz toda contente. – chegou bem? – ela pergunta.

- Não tão bem, porque não estou com você. – disse.

- Awwn, estou com saudades amor. – Ela disse e eu sorri.

- Eu mais ainda, amor vou desligar agora, beijos. – disse.

- Beijo. – ela disse e eu desliguei.

Acabei dormindo e acordei ofegante na cama, me sentei depressa e enxuguei meu rosto que estava todo suado, estava tendo um pesadelo, uma lembrança ou algo assim. Só sei que estava completamente assustado. Fecho os olhos, suspiro fundo, olho no relógio e ainda era de noite, pego meu celular e vou ao contato de Isa, mas não ligo, apenas desligo o celular... um dia distante dela e já sinto sua falta, como pude não sentir falta dela durante o período que fiquei sem memória? Deito minha cabeça no travesseiro e volto a dormir.

                                                                                 - passou 1 mês –

POV JENSEN:

Estava indo ao endereço, aonde eu finalmente consegui encontrar Natalie, agora ela me pega por isso, de uma vez... chegando lá no local, era uma casa normal, arrombo a porta e encontro Natalie logo de cara, eu estava completamente com raiva, assim que ela me vê, ela me olha pelo corpo inteiro e diz sínica.

- Olha só... o atorzinho resolveu virar herói foi?

- Cala boca. – disse com ódio.

- Porque devia fazer isso? – Ela diz. – Não era para você estar no hospital não?

- Não interessa! – Digo com raiva.

Ela se aproxima de mim com saliência no olhar e mordendo os lábios, segura a gola de minha jaqueta e fala me olhando:

- Eu soube que o gato aqui, ficou em cominha e abandonou sua mulher e os filhos durante um ano... quando ela estava quase desistindo de você e realmente ela estava, você volta, porém sem uma boa parte de sua memória não foi? – ela diz sínica me olhando e eu a interrompo.

- Cala boca. – eu disse com raiva.

- E então, você não soube... mas enquanto você estava em coma, ela teve uma viagem de volta para o Brasil! Há, não só isso... ela estava conhecendo um novo alguém não foi? No meio da viajem, afinal esse alguém a ajudou o esquecer durante alguns meses, mas ai você retornou... ela teve que deixar tudo para trás e viver com um cara que nem lembra quem ela é. – a interrompo de novo.

- Cala boca. – disse derramando uma lágrima de raiva. – ou se não eu juro que.... – ela me interrompe.

- Isso gato, coloca toda sua raiva para fora. – ela disse vitoriosa.

Apenas a olho com raiva e tento ficar calmo o tanto que consigo.

- Você não vai conseguir nada de mim desta vez Natalie e eu juro que é o fim de tudo. – Disse sério.

- Há é? – Ela disse com raiva apontando a arma em minha direção. – Eu acho que só para você. – ela disse com raiva.

Apenas a encaro com raiva e no momento em que ela ia puxar o gatilho, dois policiais entram na casa e a prendem, enquanto eles a algema eu disse:

- Não esperava por essa não é? – disse sínico.

- Você ainda me paga Jensen. – ela disse me ameaçando.

Quando um policial a levou para o carro o outro disse para mim:

- Pode ficar tranquilo cara, não vai acontecer nada, vamos ficar de olho nessa ai. – ele disse.

- Eu sei, obrigado. – disse apertando a mão do policial.

Eu já tinha comprado a passagem, então dirigi o quanto pude ao aeroporto e isso acabou.

POV ISA:

Eu estava em casa, já fazia um mês que não recebia notícias do Jensen, já estava ficando preocupada, as crianças estavam assistindo desenho na sala, afinal era sábado e eles não estavam na escola e eu estava na cozinha fazendo almoço até que...

- Oi baixinhos.

- PAPAI! – Allie e Jacob gritam ao mesmo tempo.

Me viro para a sala, e vejo Jensen abraçado com as crianças, ele os coloca no chão e diz:

- Papai trouxe surpresas para vocês, querem ver? – Ele pergunta.

- Sim! – eles respondem curiosos.

Jensen assobia e logo ouço latidos se aproximando.

- MAX! – Allie e Jacob foram ao encontro de Max.

Jensen me olha sorrindo e eu o encaro toda emocionada, ele se aproxima de mim, me abraça pela cintura me aproximando em seu corpo e diz me olhando nos olhos:

- Senti sua falta pequena. – Ele diz e me beija.

- Eu mais ainda. – respondo o olhando.

- Finalmente está tudo resolvido, consegui prender a Natalie e ela vai ficar lá durante um bom tempo. – ele disse contente.

- Melhor notícia que eu poderia receber. – Disse o beijando.

- E não é só isso... – o interrompo.

- Há não? – Digo.

- O que acha de morarmos aqui no Brasil? – Ele pergunta.

- Mas amor e a série e a Justice? – Pergunto.

- Acabamos de gravar a ultima temporada amor e a Justice?  Como sei que ela vai sentir falta da Danneel, pedi a juiza se não tem como a Danneel ficar com a guarda de Justice e os gêmeos, pois eu ia viajar para o Brasil e não teria como levar todo mundo, é claro que a juiza, disse que vou poder visitar eles quando eu quiser e a hora que eu puder. Agora vou dedicar todo meu tempo a minha família e acho que aqui... seria um bom lugar para as crianças não é? – Ele disse.

- Sabe... estando em Vancouver ou no Brasil... não importa, o que importa é estar do seu lado. – Eu disse o beijando. - Amor vamos sair hoje? Apenas eu e você? – Disse e ele fica confuso.

- Mas e as crianças? – Ele pergunta.

- Elas vão dormir na casa do coleguinha da escola. – disse.

- Vamos aonde? – Ele pergunta.

- Em um lugar especial. – Disse o olhando.

Depois de Jensen ter deixado Allie e Jacob na casa do amigo da escola, entrei no carro com minha bolsa, eu o guiei pelas ruas do Rio e fomos a praia de Copacabana, estava de noite, apenas nós dois e o mar...

POV JENSEN:

- Que praia linda amor. – Disse sentando na areia com Isa.

- Sabia que ia gostar. – Ela disse me olhando emocionada.

- Mas porque me trouxe pra cá? – Pergunto curioso a olhando.

Ela apenas sorri ficando sem jeito e tira uma caixa de sua bolsa.

- Para te entregar esse presente amor, queria que fosse especial. – Ela disse derramando uma lágrima e sorrindo.

Pego o presente, abro a caixa e sorrio ao encontrar o que estava lá dentro, uma camiseta azul com uma chupeta desenhada no meio e um sapatinho rosa. Eu a olho e sinto que estou chorando.

- Você... – ela me interrompe.

- Sim, estou grávida de gêmeos amor, de uma menininha e um menininho. – Ela disse contente.

Apenas sorri e a beijei, demorado, ela coloca sua mão em meu rosto e eu coloco minha mão no seu rosto, cessei o beijo mas ainda com nossos rostos colados eu digo:

- É a melhor notícia que você poderia me dar amor.

- Nossa família está completa. – Ela disse emocionada.

Apenas a beijei, agora sou um cara realizado, vivendo minha vida feliz, com a mulher que eu amo, com meus filhos lindos, o que mais eu poderia querer? Ser famoso, ter dinheiro... nada disso importava, tendo apenas a mulher que eu amo e minha família perto de mim é tudo que eu preciso para ser feliz.

POV ISA:

Depois que contei ao Jensen e eu estava louca para contar, acabamos dormindo na praia mesmo, abraçadinhos um com o outro, no dia seguinte pegamos ás crianças e fomos para a casa, eu estava fazendo o almoço, olho para sala e vejo Jensen brincando com as crianças e o Max, sorrio na hora, eu estava tão feliz, tão realizada, que eu não podia acreditar que o meu sonho se tornou realidade. Uma garota de 20 anos conhecendo seu ídolo e tendo uma história feliz ao seu lado... era tudo que eu precisava para ser feliz.


Notas Finais


Espero que tenham gostado amores <3 adorei escrever essa fic e com certeza ela é uma fic especial para mim !! vem mais novidades ainda pela frente, fic nova ? quem sabe ><' espero que tenham gostado amores <3 Até a próxima fic !


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...