História Sonho se tornando Realidade- 3 temporada - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias Jared Padalecki, Jensen Ackles, Supernatural
Exibições 45
Palavras 1.083
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Crossover, Famí­lia, Festa, Ficção, Romance e Novela, Violência
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Voltei amores <3

Capítulo 9 - Por minha culpa.


Fanfic / Fanfiction Sonho se tornando Realidade- 3 temporada - Capítulo 9 - Por minha culpa.

ANTES:

[ Galera recomendo ouvir essa música: https://www.youtube.com/watch?v=OrVFYsc6gAI - descreve bem o momento dos dois haha ]

Procuro um bar mais perto, eu precisava me acalmar e só vou me acalmar se tiver a Isa de volta para mim e ninguém vai me impedir de reconquista-la.

AGORA:

[HÁ 4 MESES ATRÁS]

POV JENSEN:

Eu estava tomando um gole de água antes de voltar ao palco, sinto alguém me empurrando para a parede e me beijando, afastei logo a pessoa de mim, me recuperando do susto encaro a pessoa com raiva e então digo:

- Quem é você e o que quer?

Ela apenas ri debochado e diz:

- Eu acho que me conhece gato, afinal trabalhamos na mesma aérea. (A pessoa diz)

- Não, eu não te conheço. (Digo sério)

- Bem, eu sou a Natalie, e o que eu quero? É você. (Ela diz)

Apenas sorri sínico e disse:

- Desculpe perdeu seu posto, afinal sou um homem casado. (respondi)

- E o que interessa? Se você traiu a Danneel, pode muito bem trair a nojentinha.

Quando ela xingou Isa, segurei ela pelo pescoço e a empurrei para a parede e falei com raiva:

- Não ouse falar da minha mulher assim, você não a conhece e se você se atrever a falar com ela dessa maneira eu...

Ela apenas me beijou e eu tentava me soltar desse beijo e não conseguia, ela ficou um tempo me beijando e depois me soltou.

- Você vai fazer o que?

- Você não sabe do que sou capaz garota, sai daqui e...

- Tudo bem, eu saio... – ela disse saindo de perto, mas virou de volta para mim e disse – mas não ouse contar nada para sua mulher sobre o que acabou de acontecer.

- Porque não? – eu disse em provocação.

- Porque se não eu faço eles saírem do seu caminho, em dois tempos... – ela diz e engulo a seco – há, vamos se encontrar de novo! – ela disse piscando e saiu dali.

Depois de ter respirado fundo, voltei ao palco, estranhei Isa não estar lá, vi apenas seu casaco, mas ela deve ter ido ao banheiro... depois de 1 hora e acabou o evento, fui ao meu carro, liguei para Isa e nada de atender, fiquei algum tempo esperando até que resolvi ir para casa. Demorou muito tempo, mas de meses e só depois reencontro Isa, no momento estávamos brigando e ela saiu dar uma volta, recebi a ligação de Natalie, ela que vem me procurando a meses e me ameaçando, ela disse que viria aqui hoje e estava chegando, fui até lá fora e ela estava lá, então me beijou falando:

- Só para lembrar que você tem que me obedecer gato.

Entrei em casa e espero que Isa não tenha visto isso.

-DIAS ATUAIS-

POV ISA:

Eu não estava tendo forças para nada, apenas ficava deitada na cama e chorando, ainda não consigo acreditar que a pessoa que eu mais amava me traiu. Sinto Jacob subir na cama e ele diz me abraçando:

- Mamãe está tudo bem?

- Está sim meu amor. – disse agradando o cabelinho de Jacob.

- A mamãe está assim por causa do papai? – Ele diz.

Não queria preocupar meu filho com essas coisas, ele ainda é uma criança.

- Não meu amor, a mãe promete que vai melhorar tudo bem? – Disse séria e ele apenas enxuga minhas lágrimas.

- Te amo mamãe, não gosto de ver mamãe chorando. – Ele diz me abraçando.

O abraço e logo depois sinto Allie me abraçando pelas costas, e pulando em cima de mim, ela me olha e fala:

- Te amo mamãe.

Apenas sorrio e abraço os dois que começaram a pular em cima da cama e começam a rir fazendo a maior bagunça jogando o travesseiro e Jacob diz:

- Vem mamãe.

- Filho a mamãe...

Logo ele me puxa e começa a jogar travesseiro em mim e começamos a fazer uma bagunça só, só assim para me distrair um pouco.

POV JENSEN:

Já perdi a noção de quantas garrafas de cerveja já tomei e nenhuma delas me fez esquecer que Isa me deixou e pior que sei que tudo é por minha culpa, se eu tivesse ao menos coragem de contar a ela o que estava realmente acontecendo, mas não tenho... tenho medo de que aquele louca da Natalie faça alguma coisa com eles, então acho melhor ficar um pouco distante durante um tempo, até eu conseguir me livrar dessa situação, saio do bar e resolvo dar uma volta, começa a chover forte bem na hora que sai do bar.

- Só pode estar de brincadeira.

Disse a mim mesmo, correndo procurando um lugar para me esconder da chuva e esbarro em alguém, olho para trás e vejo Danneel, fico totalmente sem reação.

-Jensen? O que aconteceu? Você está bem?

Ela pergunta, tento disfarçar, mas sei que falei tremido.

-Est-ou be-em.

-Você bebeu não foi?

Ela pergunta, apenas dou de ombros e senti que derramei uma lágrima, ela apenas segurou meu braço e disse:

- Vem, vamos para minha casa, apenas como bons amigos.

Ela me levou para sua casa, eu estava totalmente perdido, sem saber o que fazer, tomei um banho, coloquei a mesma roupa que estava e deitei no sofá, vi que Danneel me cobriu e disse:

- Tenta descansar um pouco.

POV DANNEEL:

Sei que não fui uma boa pessoa com o Jensen, porém me dói o ver sofrendo desse jeito, sei que Isa não fez nada, pois sei que ela o ama demais, deve ser alguma coisa com ele mesmo e que ele não quer desabafar com ninguém, conheço Jensen melhor do que qualquer um.  Depois de um tempo, ele dormiu, então pego seu celular e por sorte ainda é a mesma senha, anoto o contato de Isa no meu celular e ligo para ela.

- Oi Isa é a Danneel, eu sei que pode parecer estranho eu estar te ligando, mas é urgente, precisamos conversar, não como rivais, mas sim como quem já foi e quem é importante ao Jensen, o assunto é ele, então me retorna se possível.

Desliguei o telefone e fiquei observando Jensen dormir, ele não merece todo esse sofrimento.

POV ISA:

Estava brincando com meus filhos e ouvi meu telefone tocar e um numero desconhecido tinha deixado uma mensagem, a ouvi e era a Danneel, querendo conversar comigo sobre o Jensen, mas não quero falar sobre ele, se ele tem algo para falar comigo, ele que venha me procurar.


Notas Finais


Espero que tenham gostado amores <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...