História Sonho se tornando realidade ? - Capítulo 53


Escrita por: ~

Postado
Categorias Jared Padalecki, Jensen Ackles, Misha Collins, Supernatural
Personagens Jared Padalecki, Jensen Ackles, Misha Collins
Tags Jensen Ackles Supernatural Romance
Exibições 110
Palavras 1.391
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Crossover, Famí­lia, Festa, Ficção, Romance e Novela
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Voltei amores!!! Provavelmente será o penultimo cap da fic :/

Capítulo 53 - De novo ?


Fanfic / Fanfiction Sonho se tornando realidade ? - Capítulo 53 - De novo ?

ANTES:

POV JENSEN:

Hoje não estava a fim de conversar, o que era pra ser um dia feliz acabou sendo um dia de raiva e pior que sei que é tudo por minha culpa, eu não devia ter sido grosso com ela por conta dos meus problemas, mas eu não podia aceitar ela saindo no bar sozinha e ver um homem agarrando ela, minha vontade era de matar aquele cara.

Sei que Isa está doente e por isso não posso forçar a barra, mas ela vai ter que me ouvir quando chegar em casa, ela querendo ou não.

AGORA:

POV JENSEN:

Chegando em casa, desci do carro raiva e ia entrar em casa, quando tropecei em alguma coisa e me desequilibrei, olhei para trás e Isa estava me encarando.

- Amor deixa eu explicar. (Ela falou)

- Explicar o que? (Falei ficando com raiva) QUE AQUELE CARA ESTAVA DANDO EM CIMA DE VOCÊ? (Gritei)

- Não é o que parece. (Ela falou com medo)

- Há não? Tem certeza? (Perguntei franzindo o cenho)

- Amor, eu tentei me soltar do cara e ele que não me deixava sair. (Ela disse)

- Eu acho que não Isa. (Falei voltando a razão e suspirei fundo)

Eu ia entrar em casa, quando ela fica na minha frente me impedindo e falou com calma:

- Ei, eu jamais trairia você, jamais está me ouvindo? (Ela disse colocando uma mão em meu queixo)

- Queria poder acreditar nisso.

Falei com raiva a soltando de meu queixo e fui até o quintal da chácara, me deitei na rede e fechei os olhos tentando me acalmar, eu sabia que tinha falado merda e algo que não queria falar, droga porque tudo tem que acontecer justo agora.

POV ISABELLA:

Sei que Jensen estava tendo um dia difícil e por isso nem liguei para a crise de ciúmes, até porque sei que sou a culpada e não devia ter ido em um bar cheio de homens sozinha ainda mais passando mal do jeito que estou, entrei em casa e tomei um banho, depois do banho comecei a sentir um enjoo de novo e não consegui segurar dessa vez... que raios está acontecendo? Depois de ter saído do banheiro, eu estava fazendo a janta e olhando Jensen pela janela dormindo na rede, minha vontade era de estar ali o abraçando e pedindo desculpas mil vezes, mas sei que se for até lá agora vou piorar ainda mais a situação e não queria estragar nosso passeio. Assim que terminei a janta, fui até ele e me abaixei em seu lado na rede, dando um beijo em seu peito o agradando e falei:

- Amor, já fiz a janta, se quiser vir.

Falei com calma e ia saindo dali, quando ele segurou meu braço e eu sorri ainda não olhando para ele, ele me puxou com força para me deitar seu colo e me abraçou colocando os braços em torno de minha barriga balançando a rede devagar e senti ele me dar um beijo no cabelo, me virei para ele de barriga para baixo com ele ainda me abraçando o olhei, ele sorriu e então eu o beijei, cessei o beijo e fiquei o olhando, ele me deu mais um beijo e falou:

- Me desculpe... (ele fez uma pausa) me desculpe por ter sido grosso com você. (Ele disse agradando meu cabelo perto da orelha)

Dei um sorriso de leve e falei:

- Está tudo bem meu amor, eu sei que você teve um dia difícil.

Disse o olhando, ele respirou fundo me olhando e falou:

- Mesmo assim, eu não tinha o direito de ser grosso e descontar minha raiva em você, é que...

- Jensen está tudo bem, eu sei que é por causa que a Danneel ligou. (Falei engolindo a seco)

- Como sabe disso? (Ele perguntou)

- Ouvi a conversa, de vocês, mas foi sem querer... eu estava passando e resolvi não atrapalhar, ai acabei ouvindo. (Falei tremido com medo)

- Está tudo bem. (Ele falou calmo dando um sorriso de leve)

Ficamos em silêncio um tempo apenas nos olhando e falei:

- Quer conversar sobre isso?

- Rum.. (Ele falou suspirando e deitando a cabeça na rede olhando para cima) Danneel disse que ia viajar apenas e queria que eu ficasse com as crianças antes do prazo que tínhamos combinado, então eu falei que não dava porque estava em uma viajem, ela ficou brava me xingando e falando que não dou mais atenção para nossos filhos, apenas para você e te xingou, fiquei com raiva e desliguei o telefone não querendo piorar a situação. (Ele falou sério me olhando de novo e me agradando)

Não sabia o que falar,  depois de um tempo eu falei, mas ele me interrompeu: 

- Amor, sei que vai ser complicado mas...

- Esqueça, vamos jantar antes que esfrie.

Ele disse se levantando da rede e foi até a cozinha, apenas observei ele andar e suspirei, eu entendo o seu lado, sei que ele queria fazer as duas coisas, eu só queria poder ajudar... depois de um tempo entrei e vi que ele já estava sentado na mesa e então o abracei por trás no pescoço descendo meus braços até sua barriga e dei um beijo no rosto e falei o olhando:

- Está boa? (Perguntei sorrindo)

- Como vou saber? Esperei você né minha princesa.

Ele disse me beijando e eu sorri sentando na cadeira ao seu lado, ele apenas colocou uma mão em minha perna me agradando e eu coloquei minha mão em cima da sua, olhei para ele que começou a comer e então perguntei:

- O que achou?

- Está horrível. (Ele falou com uma cara de quem não tinha gostado)

- O que? (Perguntei surpresa)

Vi que ele riu da minha cara e me beijou rindo e falando:

- Brincadeira bobinha, está uma delícia essa lasanha.

- Idiota. (Falei dando um tapa em seu ombro)

Ele riu e voltou a comer, então apenas peguei meu pedaço e quando estava quase na metade, comecei a passar mal de novo, pelo visto ele deve ter percebido, pois falou:

- Hey, Isa está bem?

Ele perguntou me olhou preocupado, apenas olhei de volta e dei um leve sorriso, mas segurei o enjoo e apenas corri para o banheiro.

POV JENSEN:

Isa correu para o banheiro e eu fui atrás dela, já estava quase me esquecendo que ela estava com febre, mas eu não sabia que ela estava com enjoo também, cheguei no banheiro e me abaixei em sua altura enquanto ela estava abaixada em frente a privada, coloquei minha mãos nas suas costas e falei:

- Vai ficar tudo bem meu amor.

Depois que acabou, fomos até o quarto e deitamos na cama a abracei e falei:

- Está tudo bem?

Ela apenas balançou a cabeça como um sim com os olhos fechados, coloquei minha mão em sua testa e vi que estava fervendo, então falei:

- Acho melhor te levar para um hospital.

- Não Jen, por favor. (Ela falou me olhando com carinha de cachorro pidão)

- Você vai mocinha, nem que seja forçada, eu não quero ver você doente. (Falei sério)

- Mas amor, eu não quero estragar nos dias de folga. (Ela falou)

- Você não estragou nada, agora se arruma que vou estar te esperando no carro.

Disse dando um beijo na testa dela e sai do quarto, fiquei esperando ela no carro e preocupado, o que será que ela tinha? Dentro de alguns minutos, ela estava dentro do carro e depois de alguns minutos estávamos na sala do médico, depois que ele fez os exames em Isa, ela sentou em meu lado, encostando a cabeça em meu peito então a abracei e o médico nos olhou sorrindo:

- Ela não está doente meu amigo.

Olhei Isa confuso e voltei a olhar para o médico falando:

- O que? Mas ela está vomitando e com febre doutor. (Falei confuso)

- A febre é por conta de um resfriado, mas o enjoo? (Ele falou rindo) É porque vocês serão papais.

Engoli a seco com a resposta e olhei Isa que me olhou surpresa, não acreditou que vou ser pai de novo, mais uma vez.

- Parabéns ao casal.

O médico disse e eu só olhei para ele e dei uma risada sem graça e sem jeito.


Notas Finais


Espero que tenham gostado amores <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...