História Sonho se tornando realidade ? - Capítulo 55


Escrita por: ~

Postado
Categorias Jared Padalecki, Jensen Ackles, Misha Collins, Supernatural
Personagens Jared Padalecki, Jensen Ackles, Misha Collins
Tags Jensen Ackles Supernatural Romance
Exibições 105
Palavras 1.201
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Crossover, Famí­lia, Festa, Ficção, Romance e Novela
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Voltei amores<3

Capítulo 55 - Olhei Isa e sorri do seu medo em conhecer minha família.


Fanfic / Fanfiction Sonho se tornando realidade ? - Capítulo 55 - Olhei Isa e sorri do seu medo em conhecer minha família.

ANTES:

POV JENSEN:

- ... Vocês serão papais.

Engoli a seco com a resposta do médico e olhei Isa que me olhou surpresa, não acredito que vou ser pai de novo, mais uma vez.

- Parabéns ao casal.

O médico disse e eu só olhei para ele e dei uma risada sem graça e sem jeito.

AGORA:

POV ISABELLA:

Enquanto estávamos voltando para a chácara não trocamos uma palavra no carro, mas quando olhei para Jensen enquanto ele estava distraído, vi que ele tentava não soltar um sorriso bobo, teve uma hora que ele não aguentou e sorriu o sorriso mais lindo do mundo, só ai então ele me olhou, quando chegamos em casa me aproximei dele e dei um beijo em sua boca, ele então colocou sua mão esquerda atrás do meu pescoço e me deu um beijo bem devagar e sorrindo, durante o beijo olhei para ele e sorri fechando os olhos e apenas sentindo aquele nosso momento, mas depois de um tempo ele cessou o beijo e falou me olhando:

- Sabia que eu te amo, muito, muito e muito.

Ele disse agradando meu cabelo, eu apenas sorri de boca fechada e o beijei falando em seguida:

- Também te amo meu amor. (Falei o olhando e ele apenas sorriu de boca fechada)

- Já sabe qual vai ser a data? (Ele perguntou)

- Eu queria que fosse no dia que a gente se conheceu pessoalmente. (Disse sorrindo e tímida)

- No seu aniversário? (Ele perguntou franzindo a sobrancelha)

- Sim, seria como meu segundo melhor presente em apenas 1 ano. (Disse sorrindo)

Ele apenas sorriu de boca fechada e me deu mais um beijo falando:

- Tudo bem meu amor, vamos fazer como você quiser.

Eu sorri de volta para ele e disse:

- Acho melhor a gente entrar em casa.

Disse saindo do carro tentando mudar de assunto, depois de um tempo, eu estava arrumando as coisas da janta e ouvi da cozinha Jensen falando com alguém, mas não conseguia escutar muito a conversa, apenas engoli a seco quando ele estava se aproximando e voltei a lavar os pratos, senti ele me abraçar pela cintura e deu um beijo no pescoço falando:

- Amor, vamos ter que fazer uma mudanças de planos... (Ele disse tremido)

- Que mudanças?

Eu falei o olhando de lado enquanto ele estava com a cabeça no meu ombro ainda me abraçando e ele disse:

- Vamos ter que voltar hoje para Vancouver. (Ele disse triste)

- Porque? (Perguntei confusa)

- A Justice não está conseguindo dormir e está sentindo falta da mãe que viajou e deixou ela na minha mãe, minha mãe não sabe o que fazer, pois ela não para de chorar querendo voltar para casa.

Apenas parei de lavar a louça e respirei fundo, vi que ele apenas me observava e então começou a agradar meu cabelo ainda abraçado comigo falando:

- Meu amor, me desculpe pelo ocorrido na viajem, o que eu queria que fosse uma viajem perfeita pra você... (Ele parou de me abraçar e ficou apoiado de lado no balcão da pia me olhando) acabou sendo...

- Hey meu amor, está tudo bem, só o fato de estar sozinha com você, já é o suficiente para mim.

Disse e o beijei, ele colocou uma mão no meu cabelo me beijando e falou depois de um tempo:

- Você não existe sabia.

Eu apenas sorri normal, mas pelo visto esbocei que eu estava triste, pois ele me olhou preocupado e eu só mudei de assunto falando saindo da cozinha:

- Vou arrumar minhas coisas.

Disse disfarçando, eu entendo que ele tinha que ir, mas não sei, queria tanto ter aproveitado mais essa viajem e não ter brigado com ele a maior parte do tempo.

POV JENSEN:

Fiquei observando Isa sair da cozinha e eu sentia que ela estava triste, respirei fundo e pensei “Desculpe Isa, mas é minha filha “. Sei que o que era pra ser perfeito, acabou não sendo como eu queria que fosse, mas teve seu lado bom, agora ela é minha noiva e vamos ganhar mais um bebê, fui até o quarto e reparei que ela estava parada na frente da mala, me encostei na porta e falei:

- Você está bem mesmo amor?

Ela virou para mim assustada e falou tentando mudar de assunto:

- Sim, estou.

- Amor não precisa mentir pra mim, sei que você está chateada por conta disso, mas o que eu posso fazer? A Justice é minha filha e...

- Eu sei Jensen, não precisa dar explicações.

Ela disse tentando ficar calma, e segurou a mala, ela passou por mim e eu falei me virando pra sala:

- Está vendo?

- O que? (Ela falou ficando com raiva virando pra mim)

- Você está com raiva Isa e não quer admitir, mas eu não tenho culpa e...

- JENSEN EU JÁ FALEI QUE ESTOU BEM QUE SACO, EU SEI QUE ELA É SUA FILHA E POR ISSO EU ENTENDO, EU ESTOU BEM AGORA SE VOCÊ CONTINUAR COM ESSA HISTÓRIA, AI SIM QUE EU NÃO VOU FICAR.

Ela gritou me interrompendo e eu apenas engoli a seco ficando realmente com medo, nunca tinha visto ela tão alterada assim, ela apenas bufou e saiu com raiva para o carro, apenas fechei os olhos e me acalmei. Cheguei no carro depois de ter arrumado minhas coisas e ela não falou nada comigo durante toda a viajem, apenas no final quando estacionei na frente da casa de minha mãe.

- Eu não vou ter que ir junto não é? (Ela falou tímida)

Apenas dei risada e a beijei falando saindo do carro:

- Eles não mordem amor, vem.

POV ISABELLA:

Ele abriu a porta do meu lado e estendeu a mão, fiquei com receio em descer do carro e o olhei engolindo a seco:

- Pode vir amor, eu não vou deixar eles fazer nada contra você, prometo.

Ele disse e eu peguei a mão dele me levantando, ele fechou a porta e me abraçou pela cintura de lado deixando nossos corpos bem juntinhos, se aproximamos da porta e eu estava gelando de medo, Jensen bateu na porta e eu engoli a seco só de pensar em que vou estar conhecendo a família dele pessoalmente e se eles não me aceitarem? O que vou fazer? Nunca estive com tanto medo como estou agora.

POV JENSEN:

Enquanto esperava alguém abrir a porta, olhei Isa e sorri com boca fechada do medo dela em conhecer minha famíia, ela me abraçou deitando a cabeça em meu peito e envolvi ela nos meus braços, dei um beijo em seu cabelo e fiquei esperando abrirem a porta.

- Amor estou com medo. (Ela disse)

Olhei para ela e falei:

- Não precisa amor, estou aqui com você.

De repente a porta abre e senti Isa me abraçar com força e minha me olha falando:

- Oi filho, como você es...

Ela parou de falar quando viu Isa e vi que o sorriso desapareceu, eu apenas engoli a seco imaginando o que e passava na cabeça dela, apenas tentei me acalmar sabendo que vou levar uma super bronca depois de explicar tudo, sim... eu estava completamente ferrado.


Notas Finais


Agora a coisa complicou rs. Espero que tenham gostado amores <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...