História Sonho se tornando realidade ? - Capítulo 57


Escrita por: ~

Postado
Categorias Jared Padalecki, Jensen Ackles, Misha Collins, Supernatural
Personagens Jared Padalecki, Jensen Ackles, Misha Collins
Tags Jensen Ackles Supernatural Romance
Exibições 108
Palavras 1.100
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Crossover, Famí­lia, Festa, Ficção, Romance e Novela
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Voltei amores <3 só porque estou muito animada com a volta de Supernatural hoje a noite <3 hahahahaha' Season 12 <3 kkkkk mas enfim vamos lá ?

Capítulo 57 - Ela é a mulher que escolhi amar!


Fanfic / Fanfiction Sonho se tornando realidade ? - Capítulo 57 - Ela é a mulher que escolhi amar!

ANTES:

POV ISABELLA:

... Olhei pra Jensen falando:

- Bom dia amor.

- Bom dia princesa.

Ele disse piscando para mim e falou pra Justice brincando:

- Só acho que quem chegar primeiro lá em baixo vai dar um passeio no parque mais tarde.

Justice saiu correndo do quarto e eu e Jensen rimos, o olhei e dei mais um beijo nele, era a melhor sensação acordar abraçada com meu amor, se eu pudesse ficaria aqui o tempo todo.

AGORA:

POV ISABELLA:

- Nós vamos sair hoje mesmo?

Perguntei ainda abraçada com ele o olhando:

- Agora não tem como desfazer.

Ele disse sorrindo, mas me olhou com um olhar confuso falando:

- Porque? Você não quer ir?

Dei de ombros e falei:

- Não é isso amor, é que... queria aproveitar um tempo a mais com você só isso.

Disse me encolhendo em seu colo, ele me abraçou mais forte me beijando na cabeça e falou:

- Eu sei amor, mas esse final de semana eu vou ficar com as crianças, você sabe disso, podíamos aproveitar e levar a Allie passear junto, o que acha? (Ele pergunta me olhando)

- Acho melhor nem eu ir junto amor, as pessoas vão desconfiar e...

- Elas vão saber de qualquer jeito um dia, e o que isso importa? (Ele falou se irritando)

- Desculpa, não está mais aqui quem falou.

Falei erguendo minha mãos em rendição e ia saindo do colo dele quando ele me puxou me prendendo em seu colo e me beijando no pescoço sem parar falando:

- Desculpe, não quis ser grosso.

Não o respondi e ele falou ainda me segurando:

- Ah qual é amor, não fica assim, eu já pedi desculpas.

- Tudo bem te desculpo.

Falei fazendo uma cara de brava e ele riu me beijando e não resisti então ele disse vitorioso:

- Sabia que iria conseguir.

Só consegui rir e falei:

- Bobo.

Ele riu e me soltou de seu colo, ele se levantou junto comigo e me deu a mão, fomos até lá embaixo de mãos dadas e assim que chegamos Justice veio abraçando nós dois, eu e Jensen a agradamos nos olhando sorrindo e a mãe de Jensen falou:

- Vem vocês dois, o café vai esfriar.

Ela falou e eu engoli a seco olhando para Jensen que apenas sorriu, chegando na mesa, sentei na ponta de um dos cantos, Justice sentou ao meu lado e Jensen ao lado de Justice, olhei para Jensen e ele para mim, só voltei na real quando Justice falou:

- Papai quero nescau.

Jensen olhou para ela e ele falou, dando um agrado em sua cabeça:

- Tudo bem meu amor, vem me dá seu copo deixa papai fazer aqui.

Fiquei observando a cena e ele era totalmente um pai maravilhoso, disso não tinha nenhuma dúvida.

- Então, quem é a nossa convidada de hoje?

Ouvi o pai de Jensen falar atrás de mim e eu gelei, ele colocou uma mão em meu ombro e sorriu me olhando, olhei para Jensen e ia falar alguma coisa quando Justice falou:

- É minha nova mamãe.

Ela falou e eu engoli a seco olhando para Jensen.

- Como é? (Ele pergunta olhando confuso para Jensen)

- Justice. (Jensen chama a atenção dela)

Vi que Jensen sorriu sem jeito para o pai dele e falou:

- A história é longa pai.

- Ótimo, pode me contar tudo.

Ele falou sentando na cadeira de frente ao Jensen no outro lado da mesa, Jensen me olhou engolindo a seco, pediu a Justice para ir na sala e ela foi, assim que ela saiu contou a história ao seu pai que quando Jensen terminei ele tinha um grande “ O “ na boca, me olhou surpreso e deu de ombros falando:

- Se vocês se amam, sigam em frente, eu só peço para fazer meu filho feliz.

Eu apenas sorri e olhei o Jensen, olhamos de volta para o pai dele que falou:

- Só peço mais uma coisa:

- O que? (Eu e Jensen falamos ao mesmo tempo)

- Eu quero conhecer minha neta.

Eu apenas sorri falando:

- Tudo bem.

- Mas antes, eu queria saber uma coisa Isa... (A mãe de Jensen falou) Como você trabalha no mesmo local que Jensen, você deixa ele trabalhar ou não?

Ela falou sínica e eu fiquei sem resposta, Jensen percebendo que fiquei sem jeito falou:

- Mãe. (Ele falou chamando a atenção)

- Eu só perguntei ué, se vocês ficam junto o tempo inteiro, não se concentram no trabalho não? (Ela falou)

- Mãe já chega! (Jensen falou bravo)

- Eu estou falando alguma mentira? (Ela fala se irritando)

- MÃE JÁ DISSE QUE JÁ CHEGA. (Jensen gritou)

- Deixa Jen, eu não deveria ter vindo.

Falei saindo da mesa e fui até fora da casa, quando cheguei lá fora, me encostei no carro e comecei a chorar.

POV JENSEN:

- Isa, espera.

Falei vendo ela se distanciar, olhei minha mãe com raiva e falei:

- Pra que fazer isso?

- Porque? Ainda me pergunta filho? (Ela falou)

- PENSEI QUE A SENHORA QUERIA O MEU BEM. (Gritei com raiva)

- EU QUERO, MAS NÃO COM ELA, VOCÊ TEM QUE FICAR COM A DANNEEL, PENSE NOS SEUS FILHOS. (Ela gritou)

- Escuta, eu sou adulto, posso muito bem decidir com quem eu vou ficar, você pode achar o que quiser da Isa, MAS ELA É A MULHER QUE EU ESCOLHI AMAR E NEM A SENHORA E NEM NINGUÉM VAI ME IMPEDIR DE FICAR COM ELA.

Gritei com raiva saindo de casa e indo atrás de Isa, encontrei ela encostada no carro e me aproximei dela devagar e a abracei por trás pela cintura, dei um beijo devagar com olhos fechados no seu ombro e não falei nada, ela apenas se virou para mim e deitou a cabeça em meu peito a abracei apertado enquanto sentia ela chorar, então falei:

- Me desculpe amor, por tudo, eu...

Não terminei de dizer pois a porta foi aberta e me virei para trás, Justice saiu de casa e veio até Isa e Isa abaixou no seu tamanho, Justice a abraçou e falou:

- Não chore tia Isa, não gosto de ver você assim, eu adorei a ideia de saber que a tia vai ser minha nova mamãe.

Não consegui não sorrir com a cena, essas duas um dia ainda vão fazer eu ter algum negócio de tanta emoção, nunca pensei que Justice iria gostar de Isa assim, me abaixei no tamanho das duas e as abracei, sem dizer nada, apenas ficamos ali nos abraçando.


Notas Finais


Espero que tenham gostado amores <3 haha'
Preparados para a season 12 de hoje ??


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...