História Sonhos Agridoces - Capítulo 44


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO, Girls' Generation, Super Junior
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, Cho Kyuhyun, Choi Siwon, D.O, Kai, Kim Heechul, Lay, Lee Donghae, Lee Hyukjae "Eunhyuk", Personagens Originais, Sehun, Suho, Sunny, Taeyeon, Tiffany, Xiumin, Yesung
Tags Drama, Exo, Girls' Generation, Romance, Super Junior
Visualizações 13
Palavras 1.332
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Romance e Novela, Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Estupro, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Espero que gostem do capítulo de hoje e me perdoem os erros 😊💕

Boa leitura 👀

Capítulo 44 - Mal Pressentimento


Fanfic / Fanfiction Sonhos Agridoces - Capítulo 44 - Mal Pressentimento

POV - Sunhee


Adentro ao beco com um aperto no peito e vou seguindo ela. Ela continuou andando despreocupada e continuei lhe seguindo.

- Aonde essa maluca vai? - questiono enquanto me escondo atrás de umas caixas e sacos de lixo - Não tô gostando disso! - digo.



POV - Dahyun



Esse beco me deixa assustada, mas eu preciso continuar se eu quiser chegar no restaurante a tempo. Passo em frente a uma espécie de barraca, onde três caras começaram a me flertar.

- Que linda! - um deles disse.

- Quem dera estivesse na minha cama. - o outro disse eu apenas ignorei.

- O bicho até levantou! - outro disse e eu apresso o passo.

- Ei gatinha não foge não! Vamos bater um papo? - o primeiro diz e vem andando em minha direção.

- Qual é? Não seja assim. - o outro diz me segurando pelo braço.

- Me solta! - digo.

- Esquentadinha não é? - ele diz aproximando seu rosto do meu pescoço.

- Sai! - digo empurrando ele para longe de mim.

- Você é tão mal comportada... Merece um castigo. - ele diz e começa a me beijar no pescoço e eu tento evitá-lo, porém o outro me segurava por trás e beijava o outro lado também - SOCORRO! - grito.

- CALE-SE! - o que estava me beijando de frente diz dando um tapa na minha cara - Você vem com a gente.



POV - Sunhee 



Aquilo é sério? A Dahyun tá sendo atacada? Tomo coragem e corro em direção a eles para ajudar Dahyun.

- SOLTA ELA! - grito.

- Quem é a sua amiga? - o cara mais forte pergunta.

- Sunhee! - exclama Dahyn contente.

- Sunhee é? - ele pergunta e eu apenas o encaro cerrando a sobrancelha.

- Uau ela tem corpo! - um deles diz depois de passar a mão na minha bunda.

- Ei! - digo o empurrando.

- Levamos ela também chefe? - o mais magrinho pergunta.

- Mas é claro! Nós vamos com certeza nos divertir com essas belezuras. - o mais forte diz e os outros tentam me agarrar.

- Não! Me larga! Me solta! - Dahyun grita.

- Sai! - grito tentando empurrar eles que me seguravam com força.

Eu tentava resistir ao máximo, empurrava eles, eles me pegavam e eu tentava correr, até que um deles me segura e me dá um soco.

- Se aquieta sua puta! - ele diz.

- Vai se foder sua aberração! - digo cuspindo na cara dele, que fica com raiva e me dando um tapa.

- Não... Você que vai se foder. - ele diz e me empurra para dentro do carro.

- Vamos! - o outro diz empurrando Dahyun para dentro e a jogando em cima de mim.

- O que vamos fazer Sunhee? - Dahyun pergunta chorando.

- Vamos ficar calmas! - digo.

- Venda elas Junyong. - o mais forte diz.

- Pode deixar! - ele responde e pega alguns sacos de pano numa parte do porta-malas.

Ele segurou o pescoço de Dahyun e colocou o saco na sua cabeça e o mesmo fez comigo, ambas tentamos resistir.



(...)



Sinto o carro parar e consigo ouvir barulho de folhas se batendo ao vento e grilos cantarolando a noite, assim como também sons de coruja.

- Estamos numa floresta? - questiono.

- Peguem elas! - Alguém diz e eu sinto uma mão me puxar pelo braço e me levar para fora do carro.

- Onde estamos? - pergunto.

- Não vou dizer... Apenas ande! - o homem diz me empurrado violentamente.

- Ai! - ouço Dahyun reclamar.

Eles nos levam até algum lugar que não podemos ver, nos jogam no chão e nos amarram assim que retiram nossas vendas.
Olho o local e vejo que parece uma espécie de ferro velho ou galpão, algo do tipo.

- Que lugar esse? - sussuro para Dahyun.

- Eu pensava que você ia me salvar... Patética! - Dahyun reclama e a olho séria.

- Acho melhor você nem começar a discutir! Nós não estamos numa situação confortável e eu estou cheia de dores de cabeça. - digo.

- Mais que delícia! Duas garotas muito lindas e gostosas bem na nossa frente. - o mais forte diz e os outros riem maliciosamente.

- Vai se foder! - Dahyun grita e o mais forte lhe dá um tapa na cara.

- Cala a porra dessa boca sua puta desgraçada. Vamos começar por ela! - ele diz.

- O que vocês vão fazer? - Dahyun pergunta assustada.

- Vamos mostrar pra você como se comportar! - ele diz e depois dá um soco em sua cara.

- Ahhhhh! - ela grita e eu fecho os olhos, também assustada.



Ai... O que eu faço?



POV - WangXi


Chegamos eu, Nayeon e Yangmi no dormitório ainda preocupadas com Sunhee e Dahyun que não haviam voltado para a S.M.

- Onde será que elas foram? - pergunto.

- Sunhee deve estar espionando a Dahyun no encontro, relaxa! - diz Yangmi.

- Eu espero! - digo.

Sentamos no sofá, assistimos um filme e comemos um pouco para aliviar o stress. 

- Vamos esperar aqui? - Yangmi pergunta.

- Acho que sim, precisamos ver se elas vão chegar bem em casa. - digo.

- Tudo bem... Vou ver outro filme. - diz Naeyon que estava deitada no chão.



(...)



O outro filme havia acabado e a nossa preocupação havia aumentado, já era duas da manhã e ela ainda não havia retornado. 

- Quem é? - pergunto a ouvir alguém bater na porta.

- Somos nós! - diz Sohyun.

Abro a porta e imediatamente, Dahye, Dongyul e Sohyun entram em nosso dormitório preocupadas.

- O que foi? - pergunto.

- A Dahyun ainda não voltou, então a gente veio perguntar da Sunhee se ela estava com alguém. - diz Dongyul.

- A Sunhee também não voltou ainda. - digo ainda mais preocupada.

- Ah meu Deus! Era só o que faltava. - diz Nayeon.

- Nem Dahyun e nem Sunhee voltaram! Que coisa. - diz Sohyun.

- O que fazemos? - pergunta Dongyul.

- Devemos chamar a polícia. - diz Nayeon.

- Não! Ela só procura depois de 24 horas de desaparecimento. - digo.

- Então vamos avisar aos nossos Sunbaes. - diz Yangmi.

- Isso! Quando estávamos vindo para cá, eu vi Chanyeol, Sehun e Baekhyun chegando de algum lugar... Acho que eles ainda devem estar acordados. - diz Sohyn.

- Então vamos rápido! - digo e saímos.

Chegamos na frente da porta e tento tomar coragem para bater na porta.

- Bate WangXi! - diz Nayeon me cutucando.

- Tudo bem! - assim que levo minha mão até a porta, vejo que ela estava se abrindo.

- Wanhee! - exclama Chanyeol ao abrir a porta.

- Chanyeol-hyung! - digo meio envergonhada.

- Aconteceu algo? - ele pergunta e eu confirmo com a cabeça.



(...)



- Como assim a Sunhee desapareceu? - ele pergunta depois que eu lhe conto toda a história.

- Pois é hyung... Ela desapareceu e a Dahyun também. - digo.

- Então por isso ela não apareceu! - diz Baekhyun fitando a estante e provavelmente sem pensar.

Olhamos para ele confusos e ele tenta mudar de assunto.

- Só quis dizer que ela não apareceu na nossa reunião. - ele diz.

- Será que elas se perderam? - pergunto.

- Mas o caminho aqui é fácil. O restaurante, o dormitório e a S.M ficam praticamente no mesmo quarteirão. - Sehun diz inquieto.

- Elas não devem estar longe! - diz Chanyeol com a mão no queixo.

- Eu também acho! - diz Sohyun.

- Baekhyun! - Chanyeol chama.

- Fala! - ele responde.

- Pega o seu casaco! Vamos procurar nas redondezas. - Chanyeol diz.

- Mas por que eu e não o Sehun? - ele pergunta fazendo birra.

- Por que o Sehun não tem nenhuma relação com elas. - ele diz sério.

- Tudo bem! - ele diz pegando o casaco.

- Vamos sair! Vocês fiquem aqui com o Sehun ok? - ele pergunta.

- Ok! - respondemos.

- Sehun, toma conta delas. - diz Chanyeol tocando no ombro de Sehun.

Eles saíram e ficamos com Sehun e Kai que acabara de acordar depois de toda essa confusão.

- Vocês querem algo? - pergunta Sehun.

- Não obrigada!  - digo e agradeço me reverenciando.

- Se quiserem algo é só pedir. - diz Kai enquanto pega um biscoito no armário e Sehun concorda com a cabeça.










Eu só quero que elas estejam bem.


Notas Finais


Eita! O que esperar? 👀

Espero que tenham gostado do capítulo e obrigado por lerem até aqui 🍨💕

Até mais 😊❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...