História Sonic Riders - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias Sonic The Hedgehog, Sonic X
Tags Sonic
Exibições 59
Palavras 1.354
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Ecchi, Escolar, Esporte, Festa, Ficção, Ficção Científica, Luta, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


esta ai mais um cap
espero que gostem

Capítulo 11 - A decisão....


Todos olham para o porco espinho de terno, ele estava acompanhado por dois homens que estavam carregando maletas, e por serem mafiosos, com certeza havia armas lá.

Lazaro: Nossa, mas que confusão você fez em irmão.

Lazaro: (Ele era da família Vassalos, a que tomava conta de boa parte das ruas, eles não causavam problemas mesmo sendo uma família de mafiosos ele acabavam ajudando a população local, ele tinha seus 28 anos e já era Don da família, tinha cabelos (espinhos) amarelos e seus olhos eram verdes, era oposto do seu irmão mais novo.)

John: Não enche eu sei me cuidar sozinho.

Lazaro: Sei, tanto é que seus compassar estão todos derrotados e você corre um grande risco de perder um braço.

Shadow: Saiba que eu não vou hesitar.

Lazaro: Eu sei o que ele fez, e não aprovo isso, mas não posso de deixa-lo fazer isso.

Ele então puxa sua arma e aponta para Shadow.

Lazaro: Muito menos eu.

Sonic para na frete da arma dele.

Lazaro: Quer morrer no lugar dele.

Sonic: Eu não tenho medo. Pode atirar.

Lazaro: Eu vi o qual rápido você é, mas será que consegue desviar de uma bala?

Sonic: (O encara com um olhar de desafio.) Quem sabe.

O porco espinho ri dele então ele começa a puxar o gatilho, todos olhando para eles assustados, Amy fica mais ainda, pois se ele morresse ela nunca iria se perdoar, pois ira pôr a culpa em si mesma.

Amy: NÃO! NÃO ATIRE!

Lazaro: (A olha.) Por que não?

Amy: Porque ele não tem nada a ver com isso, é eu que o seu irmão quer, ele apenas me defendeu dele. Qualquer um faria isso.

Silver: Não, teria gente que fingiria que não tinha visto.

Blaze o soca o mandando calar a boca.

Amy: Deixem eles em pais, é eu que o seu irmão quer!

Lazaro: Então, você não se importa em ir com ele, mesmo sabendo o que ele irá fazer com você. Já que o importante são os seus amigos.

Amy: Sim tudo por eles. Eles são a minha família!

Lazaro: Família. Haha. É assim que eu gosto, faz de tudo para poder proteger a sua família. Essa é a primeira regra de nos mafiosos.

Ele então larga a arma e pede educadamente que Shadow largasse seu irmão, ele fica com ele durante uns 15 segundos, mas depois o solta, ele sai correndo para o irmão mexendo em seu braço que quase foi quebrado.

Shadow: Se escondendo não é.

John: CALA A....

Lazaro: Você está fazendo isso mesmo.

John o olha espantado pelo o que o irmão acabou de fazer, e isso era verdade, quando ele não conseguia o que queria ele ficava na cola do irmão.

Lazaro: Vamos fazer o seguinte, garotinha, o meu irmão vai voltar a lhe perturbar, e depois de você é bem provável que ele vá atrás de suas amigas, ele já pegou sete nessa escola, sem contar as de outras. Que infelizmente não sabia, pois seu eu soubesse, com certeza ele não faria mais este ato monstruoso.

John: Como soube?

Lazaro: Isso não é da sua conta.

Os quatros que foram para a enfermaria se lembraram da prima dos dois e que ela havia dito que ele iria saber, pelo visto ela o dedurou.

Lazaro: Senhorita.- Ele se refere a Amy- Já que não temos saída em relação a esse assunto eu tenho uma proposta que irá acabar com isso de uma vez. Porem haverá consequências até mesmo para os dois lados.

Amy: E o que seria?

Lazaro: Rapazes, usam Rider?

Todos os cinco afirmam.

Lazaro: Ótimo! Vamos fazer uma aposta então, casso você, Senhorita...

Amy: Amy, meu nome é Amy Rose.

Lazaro: Senhoria Amy Rose, façamos o seguinte, vamos disputar uma corrida com o time de meu irmão e o time de seus amigos.

Sonic: Vai apostar o que?

Lazaro: Não é obvio? Iremos apostar a garota.

Sonic: QUE!?

Shadow: Se você estiver falando sério, é melhor se preparar para as consequências seu merda!

Lazaro: Bem se isso só irá ocorrer caso ela aceite. Depende de você Senhorita Rose.

Amy fica pasma com aquilo, as meninas chegam perto dela falando para não aceitar.

Sonic: Então... essa é a única saída, não é?

Lazaro: É isso mesmo ouriço azul, você entendeu bem rápido.

Shadow: É claro que há outra solução.

Sonic: Pensa caramba! Esse cara poderá atacar a Amy quando menos esperamos, podemos proteger ela durante anos, mas haverá um dia que ela vai ser pega.

Shadow não queria acreditar naquilo, ele sabia que era a única opção que havia, sabia que aquele porco espinho não iria desistir de tê-la. Aliás todos sabiam até mesmo Amy.

Amy: Só por uma condição.

Rouge: Ficou doida garota, não confie nele.

Amy: Eu já me decidi, essa é a melhor forma.

Cream: Claro que não! Sempre a outra solução para isso.

Amy: Não, não desta vez, vocês sabem disso tão bem quanto eu.

Lazaro: (Ele sorri para ela.) Claro, e qual seria a sua condição.

Amy: Se meu time vencer, seu irmão ira deixar as garotas dessa escola em paz, todas que estudam e que iram estudar aqui.

Lazaro: Se vocês vencerem ele não irá tocar em nenhuma garota, não desse jeito.

John: Mas se eu vencer? Eu irei ter você como meu brinquedinho especial.

Shadow estava avançando para ele, mas Sonic o impede.

Amy: Feito.

Cream: Amy! Não faça isso.

Sonia: Cream é a única escolha, é a única forma de evitar que ela e outras sejam atacadas por esse monstro, e quem sabe você possa ser a próxima.

John acaba indo do porquê de ela ter o chamado de monstro.

Amy: Quando vai ser a corrida e como ela será?

Lazaro: Que tal daqui a duas semanas em um sábado? A pista nós iremos organizar, pois não sei se você sabe as corridas do underground são feitas por nós, e no máximo em uma semana vocês terão o mapa da pista ou até mesmo um dia antes. E pode ser em equipe já que seus amigos estão em cinco e o “time” de meu irmão tem até mais do que isso, essa corrida depende de cinco corredores para fazer a troca.

Amy: Ótimo. Mais uma coisa. Eu não quero o seu irmão....

Lazaro: Ele não vai tocar um dedo sequer em você ou em suas amigas, alias em nenhuma garota dessa escola.

Amy: Ótimo.

Lazaro: Então até o dia da corrida.

Eles saem então John olha para Amy e diz.

John: Até mais meu prêmio.

Shadow quase joga um de seus poderes nele e mais uma vez Sonic o impede.

Sonic: Não vale a pena cara.

Shadow: Tsc!

Sonic: Vamos fazer o seguinte, vamos para o Big Park, todos nós, para podemos treinar, iremos precisar de uma treinadora e de um relator para poder fazer a troca de corredores.

Rouge: Eu posso treinar vocês, aliás eu já treinei o Knuckles e o Shadow.

Knuckles: É verdade ela é muito boa nisso.

Maria: Eu posso ser a relatora, o meu primo é um, ele me ensinou tudo sobre ser uma boa relatora.

Sonic: Ótimo as 15h em ponto quero todo mundo lá! Relaxa Amy a gente vai ganhar essa droga de corrida.

Silver: Olha você acertou o nome dela agora.

Sonic: Pois é eu tinha entendido errado, mas isso não vem ao caso, se alguém faltar eu vou até a onde vocês moram e trazê-los a força, eu não estou brincando!

Shadow: Certo, eu vou então para casa.

Maria: Vem para a minha casa Shadow, minha mãe está fazendo o almoço e você não vai precisar em se preocupar em fazer comida, vai até ser mais rápido.

Rouge: Não é só por isso não.

Shadow: Pode ser, não é uma má ideia.

Maria gostou quando ele disse que iria.

Sonic: Sonia você pode ir para casa sozinha? Porque seria bom se eu levasse a Amy para casa.

Amy fica vermelha ao ouvir isso.

Sonia: Eu iria de dar essa ideia agora.

Sonic: Beleza então até as 15h sem falta!

Assim todos vão para embora e Sonic acompanha Amy até a casa dela.

Continua....


Notas Finais


espero que tenham gostado, pois agora as coisas vão esquentar bastante e não pensem em merda pf
ta podem pensar em besteira sim, sei que vai ter alguém que vai


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...