História [SoonHoon] Fugindo da Rotina - Capítulo 39


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), EXO, Seventeen, SHINee, TWICE
Personagens Boo Seungkwan, Dahyun, Hansol "Vernon" Chwe, Jeon Wonwoo, Jimin, Jin, Junghan "Jeonghan", Jungkook, KiBum "Key" Kim, Kim Mingyu, Lee Chan "Dino", Lee Jihun "Woozi", Lee Seokmin "DK", Rap Monster, Sehun, Seungcheol "S.Coups", Soonyoung "Hoshi", Suga, V, Wen Junhui "JUN", Xu Ming Hao "THE8"
Tags Dahyun, Dino, Hoshi, Jeonghan, Jimin, Jitae, Jungkook, Key(shinee), Meanie, Mingyu, Soonhoon, Taehyung, Vmin, Wonwoo, Woozi
Exibições 33
Palavras 1.707
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Festa, Lemon, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Álcool, Drogas, Homossexualidade, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Gritaaaaaaaah quem tava esperando MEANIE... espero que gostei ㅋ.ㅋ

Boa leitura.... EEEE está faltando revisar, mas minha empolgação é maior.
Então vamos lá.

Capítulo 39 - .·°·T·H°I·R.T·Y¤E°I·G.H·T°·.


Fanfic / Fanfiction [SoonHoon] Fugindo da Rotina - Capítulo 39 - .·°·T·H°I·R.T·Y¤E°I·G.H·T°·.


              ~ * ° ¤ · ¤ ° * ~
                 Wonwoo
           ~ * ° ¤ · ¤ ° * ~

- Hyung, está tudo bem?

- Am... Sim... Está sim, Kook. - Saiu meio duvidosa a afirmação.

- Você está estranho. - Ele me analisava detalhadamente.

Quando acordei, o vazio e silêncio daquela casa me incomodava. Sai da cama mesmo ainda com dor em minha perna, a procura de vida ali... tinha acordado cedo demais. Bom, não que eu tenha dormido bem, Mingyu não saia de minha mente.

Procurei por alguém pela casa, e quando cheguei na sala,  alguém bateu na porta.

- Bom dia, Jeon, Soonie já acordou? - Jeonghan falou assim que abri a porta.

- Na verdade não faço idéia, acabei de acorda.

- Então acho que estão. - Ele riu estranho. - Vou chamar ele ou vai se atrasar. - Dei passagem, e ele logo sumiu de minha vista.

Me arrastei até o sofá e me deitei. E ouvi Jeonghan gritar:  SOONYOUNG, VAMOS NÓS ATRASAR.  É difícil acorda o Kwon assim? Alguns minutos depois, Jeonghan aparece com o mesmo sorriso estranho, e depois um Kwon, com cara de quem comeu e não gostou.

- Tchau, Jeon. - Cantarolou Jeonghan. Por quê tanta alegria à essa hora?

- Tchau.  -  Falou Kwon com uma raiva visível.

- Kim já foi? - Perguntei meio que sem pensar. Ele parou e me olhou curioso. E abriu um pequeno sorriso. 

- Foi sim, com a Omma ontem... - ele parou um pouco pensativo.  - ... Acho que você salvo o coro dele. - Riu alto.

- Como? - perguntei se entender.
- VAMOS LOGO. - Gritou Jeonghan. Kwon sorriu fazendo seus olhos sumirem, e saiu acenando com a mão.

Eu perguntei pelo Kim?

- É você está estranho, Hyung. - Kook falou alto, e meus pensamentos se perderam. Fiz uma careta. - Aquela girafa, mexeu com o Woonie. - Falou empolgado com a voz fina demais.

- Claro que não. - Falei sério, ninguém precisava saber disso sim?(/UKN: ;'D Hihihijiiiiiiii/)

- Conheço bem quando está mentindo.

- Aisssh essa voz fina perfura meu cérebro. - Reclamei.

- Não mude de assunto.

- Quem está mudando de assunto? - Talvez eu deve ter matado Kwon, assim ele não teria me empurrado pro irmão, e Mingyu não estaria em minha mente... é seria morto por Jihoon e não estaria pensando...

- Está pensando em quem?

- Kim. - É mortos não pensando, devia matar Kwon mesmo... onde está Jihoon?

- É deve ser bons pensamentos, para admitir e nem notar. - Olhei para Kook que me olhava, ele estava se segurando para não rir... pera. 

- Eu admiti nada...

- Para de nega, você disse que estava pensando no Kim, e que Kim você conhece? - ele sorriu vitorioso.

- Não estou negando algo que eu não disse.

- Para de ser chato e rabujento, vou fala para o mundo que Jeon Wonwoo está amando. - me engasguei com a saliva.

- D-de onde está ti-tirando essas coisas? - gaguejei. 

- De sua testa. - Ele debochou.  Mas que...

- Tá, tchau, já deve está bem pelo jeito, vou comer. - Falei irritado indo até a porta.

- Heeey Hyung num vai, é chato fica sozinho aqui, eu quero comida... Hyunnngie. - ele continuou depois que fechei a porta. Agora pode se divertir as minhas custas.

Oh dia tendiante, se nada a fazer fiquei vegetando na sala, o senhor perfeitinho veio, e estava com Kook. E eu? Estirado no sofá.

Jihoon foi a empresa mais cedo,  a tal Dahyun tinha ligado, informando algum problema. Por que será que não vou com a cara de certinhos e perfeitinhos? Mingyu não tinha carta de perfeitinho... aish que droga Wonwoo.

Já a uma certa hora da tarde, alguém deu sinal de vida batendo na porta. E quem era?

- Kim? - Tá okay, eu espera o Faraó mais antigo do Egito, não Kim, ele estava magoado ontem.

- Está melhor? - Ele falou SÉRIO. 

- Am... acho que sim. - Ficamos nos olhando por um tempo ainda ali em pé na porta.

- Okay, então... - Ele falou olhando o chão. - Vou indo. - Quê? Sério?

- Fica um pouco, tá um tédio aqui. - Ele levantou a cabeça surpreso, até eu... estou me surpreendo.

Me sentei meio tenso no sofá, e um silêncio constrangedor se iniciou. Aaaaish por quê minha boca falou sozinha... não sabia o que fazer...

- O que está assistindo? - Kim falou parecendo não se importar com aquilo.

- Am... não faço idéia...

- Você estava assistindo ou não? - Ele olhou de mim para a TV.

- Sei lá, estava tentado? - É né, a minha mente não se prendia à nada que se passava na TV.

- Okay, então vamos assistir realmente algo. - Falou ele de um modo empolgante infantil. - Mas o quê? - Ele começa a procurar algo entre os canais.

- Ai esse é legal. - Falei e ele parou de mexer no controle. - Não estava passando ele antes.

- Você está brincando, né? - Ele perguntou fazendo uma careta. - Como um filme pode ser legal,  rolando sangue pra todo lado?

- Foca só no ninja, não no sangue que espirra quando ele mete a espada nos outros. - Falei calmamente.

- Você é um psicopata? - Ele me olhou com os olhos levemente arregalados.

- Talvez. - Acabei rindo com aquilo.

- Aaaah vou embora, meu precioso sangue, prefere percorrer só meu corpo, não o chão alheio... Para de rir.

- Não estou rindo.

- Não só parece uma hiena. - Que exageiro.

- Qual o motivo do Riso raro do Wonwoo? - Ouvi Kook chegando a sala e logo voltando. - Tá, já entende, não vou segurar vela.

- Ainda está bravo? - perguntei.

- De quê? - ele olhou confuso.

- Você... parecia sério demais... ontem.

- Ah... Só gosto de você, e não entendo por quê me preocupo tanto com você, se você não parece ligar se gostam ou não. - falou ele com a normalidade de falar um bom dia. Pera... - Fecha boca ou entra mosquito, Jeon. - Ele falou em um tom irônico.

- Você... - Ia falando mais parei quando notei o se aproximar... se aproximando... lentamente... chegando a pequenos centímetros. Ele parou e olhou em meus olhos, em seguida fechando. Meu coração começou martelar em meu peito e minha respiração fora do normal.

Quando sentir seus lábios nos meus, seus braços me abraçaram fortemente, impedindo de me afastar, mas eu não queria?

Ele afastou suficiente para olhar minha face, e sorriu traveço.

- Ming. - Falei antes dele me beijar novamente, com intensidade. Meu peito estava  pequeno, para meu coração que parecia apenas crescer. Sua mãos subiram para minha nuca, enquanto sentia seus dedos fazerem um leve carinho. Sua língua começou a explorar cada canto de minha boca, logo eu também, aah Ming essa boca... Suspirei ao sentir se afastar.

- Você não é tão de gelo. - Murmurou e senti ele morder meu lábio interior.

- Você é bem... direto. - Ele soltou um riso que logo abarfei com minha boca, iniciando um beijo mais lento, ainda com meus olhos fechados... quando tinha os fechados?

- Ahh WoWonnie. - Ele falou sem nos afastar. - Eu te amo. - Aim meu coração.

- Quer fazer... meu coração parar? - perguntei, ainda me aproveitando daquela boca.

- Ao contrário...

- Sorte sua que gosto de ironia e resumos... e... essa boca.  - Me afastei, o vendo sorrindo, infantilmente.

- Tá okay, isso tenho de sobra, ironia e... - abracei seu corpo forte, não me importando com dor em meu braço. Enquanto minha cabeça fico Apoiada em seu ombro. - Você está bem?

- Sim. - Afirmei logo soltando um suspiro.

- Você está com febre, Jeon? - Perguntou depois de mete as mãos por dentro de minha camisa.

- Jeito peculiar de checar a temperatura, não Ming? - Ri... suas mãos começar a subir suavemente e logo descer em um carinho... eu acho que posso me acostumar com isso...

- Você tomou o remédio?  - Pergunta movendo apenas a mão em um pequeno gesto... remédio...

- É realmente estou com febre. - Murmurei baixo.

- O remédio...? - ele perguntou novamente.

- É... esquece. - Falei e ele resmungou.

- VAMOS SHIPPA. - ouvi alguém grita.(Kook especificamente)

- Deixe eles, Kookie. - A voz da criatura perfeita. Bufei. 

- SHIPPA QUEM? - Grita mais alguém invadindo sala... Kwon, praga. Tentei me afastar de Kim, sem sucesso, o mesmo apertou mais os braços ai redor de meu corpo e riu baixo.

- Nossa, por quê será que me surpreende isso? - Ouvi Jihoon fala.

- Aaaaaimm senhorzinho maninho conseguiu? - Um Taehyung empolgado invadiu quase gritando, e pulando.

- Conseguiu o que? - Perguntei sem entender.

- Isso é muito fofo, por quê você não me aceita, TaeTae?

- Por quê eu não quero?

- Mas não era o que parecia na... - Ele parou de falar e me voltei as ele, Taehyung colocou a mão na boca do baixinho para não falar.

- Para de enxer, TaeTae.  - Resmungou Mingyu.

- Só estou revoltado, precisava distrair. - Taehyung falou se jogando na poltrona a nossa frente.

- Por quê? - Mingyu falou. Seu polegar deslizava suavemente no lugar onde sua mão estão me segundo.

- Por quê Soonie, defende tanto Seung, deixava ele leva uma surra do SehunZão, quem sabe assim ele não parava de ser um idiota com Hannie.

- TaeTae, já falamos sobre isso. - Kwon falou.

- Ata, o dramático Seung.  - Resmungou Mingyu. - Vou levar, Jeon para o quarto. - Ele se levantou comigo nos braço...

- Ui ui ui. - Taehyung sorriu maliciosamente.

- Que rápido, Jeon. - Jihoon riu. 

- Vá a merda, seu anão. - Mingyu falou fazendo Jihoon fechar a cara.

- Falou o poste.

- Melhor que um anãozinho.

- Se vocês acaberem brigando, vou deixa que se matem, e vou sai. - Kwon falou irritado.

- Que culpa tenho dele ser um anão, Soonie. - Debochou Mingyu.

- Vaaaai logo. - falei rindo. 


Notas Finais


Essa fic devia se chamar, criando apelidos fofos...

Eu te amo Mingyu por não ser complicado. <3

(tentando da um jeito em Seung)

Bye kiss ;*


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...