História Sorry - Jung Hoseok - Capítulo 15


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Hobi, Jhope, Jung Hoseok
Exibições 70
Palavras 1.534
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Famí­lia, Josei, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Quando você menos esperar, eu estarei lá😂😂 postei antes de uma semana aaaa , espero que aproveitem ❤
A música desse cap é Not Today do BTS mesmo, vão da view pro video dos nenens pra Billboard ❤

Capítulo 15 - Party - 2


Olhei para aquela sala enorme e repleta de pessoas e quase tive um ataque de ansiedade, olhei para Kwan e Hoseok e eles estavam totalmente relaxados, já estavam acostumados a isso, enquanto eu me sentia um rato acuado.

- Relaxa Eun, só tenta agir normalmente como se fosse em festas assim todo dia.

- É verdade. - Hoseok confirmou.

Avistei Jin e Suga com dois homens mais velhos, provavelmente os pais deles. Kwan me arrastou pelo salão falando com metade das pessoa ali enquanto eu ficava calada, depois de me levar pra todo lado e ter sido abandonada por Kwan e Hoseok me sentei em uma mesa vazia perto do buffer.

Olhei pra mesa enorme e cheia de comida e comecei a montar uma estratégia de como comer muito sem ser notada.

- Se divertindo?

Uma voz me assustou.

- Namjoon?

- Te deixaram sozinha nesse covil de cobras? Que belos amigos os seus.

- Eu sei. -bufei - Não acredito que vim pra ficar aqui sozinha e nem posso comer porque todo mundo vai ficar olhando.

- Não é? Aposto que essa mesa é um absurdo mas mesmo assim ninguém come nessas festas.

Namjoon deu de ombros e olhei Yoongi se aproximar por trás dele.

- Não vi você chegar Eun. O que achou da festa?

- Estou com fome. - disse ainda brava e ele riu.

- Aposto que sim. - ele riu e começou a olhar para o salão procurando por alguém e seus olhos pararam em Hobi que estava com o Tae - Posso sentar com vocês?

Nem eu e nem Nam respondemos, apenas dei de ombros e ele se sentou.

- Cadê o Jin? Me sinto um pouco mal por ter vindo e não conhecer o pai dele. - eu disse.

- Ahh isso não é nada, ele estava com meu pai, aliás, meu pai quer conhecer você.

- Eu? - olhei confusa pra ele.

- Sim, sim.

- O que está aprontando? - Namjoon perguntou.

- Vocês me julgam mal… - ele riu cínico.

- Sem essa Min, não vou falar com ele.

- Não seja fresca Eun, só falei de você e ele quer conhecer você.

- Noops. - continuei negando mas ele me ignorou e se levantou subitamente.

- Olha ele ali, vamos lá. - ele começou a ir mas continuei sentada - Vamooos Eun, por favor.

- Suga, isso não tem sentido. - protestei.

- Vamos, okay? Ele não morde.

Me levantei relutante e o segui, quando seu pai notou que íamos na sua direção abriu um sorriso discreto, a aurea dele me causava arrepios, ele parecia aquele tipo de pessoa que se deveria ter cuidado.

- Appa! - Suga disse - Essa é a Eun.

Abri um sorriso amarelo pra ele e ele correspondeu me analisando.

- Ah… A sua namorada. - quando ele terminou de falar aquilo meu queixo estava no chão e meus olhos quase saíram da órbita.

- Namorada?

Me assustei ao ver que Hoseok havia praticamente se materializado ao meu lado perguntando em uníssono comigo, olhei pra Yoongi procurando uma resposta e ele riu e se aproximou entrelaçando minha mão direita com a sua.

- O que-

- Eun, meu pai estava ansioso pra ti conhecer, não aguentava mais eu falar sobre você. - ele me interrompeu falando calmamente, tentei soltar minha mão mas ele apertou com força.

- Ah isso é verdade. - O Sr Min não parecia fazer ideia do que se passava ali.

- Que história é essa? - Hoseok perguntou seco deixando o pai de Suga confuso e pra piorar agarrou meu braço esquerdo enquanto matava Yoongi com o olhar.

Minha situação era ridícula, estava no meio dos dois enquanto o Sr Min me encarava rindo desconcertado com a situação, engoli seco pra falar.

- Prazer Sr Min, e ahn… Me desculpe, Yoongi é um pouco exagerado. - olhei pra ele enquanto falava e ele mantinha a pose - Vamos conversar lá fora meninos? Sobre aquilo...

Tentei disfarçar a raiva e a tensão rindo, enquanto os dois se encaravam.

- Vamos sim, nos dê licença Sr Min. - Hoseok disse.

Ele apenas assentiu e comecei a caminhar pra fora da visão dele mas nenhum dos idiotas soltou os meus braços.

- Será se da pra me soltar merda? - disse entre dentes pra eles enquanto caminhavamos pro canto do salão.

- Que merda foi aquela? - perguntei quase avançando em Yoongi.

- Vamos pra outro lugar.

Quando olhei pro salão entendi o porque, tinha pessoas nos observando, então seguimos em direção a uma sala, e o silêncio de Hobi me incomodava.

Assim que a porta se fechou Hoseok avançou em Yoongi o puxando pela gravata, antes que ele batesse em Suga me coloquei entre os dois.

- VOCÊS NÃO VÃO BRIGAR AQUI! - me virei pra Yoongi ficando de costas pro Hobi - E VOCÊ SEU DESGRAÇADO! PORQUE DISSE AQUILO PRO SEU PAI?

- Não podemos fazer jogar uns joguinhos?

- EU VOU MATAR VOCÊ SEU DESGRAÇADO! - Hoseok avançou novamente mas eu o empurrei.

- NÃO! EU VOU RESOLVER ISSO!

- Olha… Agora sei quem manda na relação. - Suga disse entre risos.

Senti o sangue pulsar em minhas veias de raiva.

- Quem você pensa que eu sou?

- Não finja que você não gosta Eun.

O encarei por alguns segundos e senti o ar pesar em meu peito e quando ele piscou exibido pra mim, acertei seu rosto quase que involuntariamente, minha mão ardia e sua bochecha tinha a marca certa da minha mão, senti Hoseok agarrar meu braço me puxando um pouco pra trás.

- Sua vadia... - ele massageava sua bochecha e me olhava com ódio.

- Você é um filha da mãe mentiroso, seu desgraçado! - cuspi as palavras nele mas a verdade era que eu tremia.

- Quer saber de uma verdade Eun? Você nunca vai chegar aos pés da Nam e Hoseok também sabe disso.

Meu peito queimava de raiva por ele estar sendo aquele bacaca, tentei ir em sua direção pra acerta-lo novamente mas Hoseok me segurou.

- VAI PRA PUTA QUE PARIU YOONGI! - gritei em cima dele.

- Min Suga,se você quiser voltar para aquela festa com todos os dentes na sua boca, acho melhor você sair daqui agora. - Hoseok disse demonstrando uma frieza descomunal.

Ele riu em desdém passou a mão no seu cabelo e saiu batendo a porta com força.

- Porque ele fez aquilo? Em? Mas que merda Hoseok! Eu disse que aconteceria algo! - disparei tentando regularizar minha respiração acelerada.

- Agora a culpa é minha? Eu falei pra você, disse pra ficar longe dele! LONGE! MAS VOCÊ NÃO ME OUVE! - Seu rosto estava vermelho.

- Como eu ia adivinhar que ele faria isso? PUTA QUE PARIU HOSEOK, ELE DISSE QUE SOU NAMORADA DELE PRO PAI DELE, ISSO SEQUER FAZ SENTIDO!

- Ele está jogando Eun, jogando! E você é tão boba que está sendo o peão dele.

Olhei pra ele perplexa, e frustrada, andei em direção ao sofá solitário que ficava no meio daquela sala que era cheia de livros e me sentei.

- Eu nem sei jogar xadrez, não ferra comigo.

Ele veio em minha direção rindo do que eu disse e se sentou do meu lado, encostei minha cabeça no sofá fechando os olhos, senti Hoseok entrelaçar minha mão na sua e repousar ela na sua perna.

- Não se preocupe, vou dar um jeito.

- Você não precisa se meter nisso. - falei abrindo os olhos e observando minha mão.

- Claro que preciso, ele disse que você era a namorada dele.

- Está com ciúmes Jung Hoseok? - sorri pra ele confiante e por alguns segundos ele vacilou com olhos.

- Não sinto ciúmes Eun, não deixa seu ego crescer assim. - ele se aproximou, e selou nossos lábios.

Depois do selar, ele soltou minha mão e colocou em minha cintura nos aproximando ainda mais, sorri enquanto acariciava seu rosto e beijei sua bochecha macia, e depois mais um beijo e outro e outro.

- O que aconteceu? - A voz de Kwan praticamente surgiu do nada.

Nos separamos e Hoseok bufou irritado por termos sido interrompidos.

- Porque você só aparece nessas horas? - ele perguntou

- Desculpa - ela deu de ombros - Mas sera que da pra me explicar o que ta acontecendo?

- O que foi? - perguntei me ajeitando no sofá.

- Eu ouvi o pai do Suga dizendo pro seu pai - ela apontou pra Hoseok - que Suga estava namorando e que a namorada dele era você. - ela apontou pra mim.

- Meu pai ta aqui? - Hobi se levantou surpreso.

- Ta me zoando certo?

Perguntei pra Kwan esperando que aquilo fosse alguma brincadeira boba dela.

- Estou falando mais sério do que nunca.

- Ai meu Deus. - disse entrando em desespero - Vão anunciar isso na TV agora?

- Eu vou resolver isso. - Hoseok saiu da sala enquanto eu e Kwan acompanhavamos ele quase correndo -Vocês ficam aqui.

Ele disse apontando para uma mesa vazia e foi em direção ao seu pai, não sabia se explicava pra Kwan tudo o que aconteceu ou ia correndo saber o que tanto Hobi falava com o Sr Jung e o Sr Min, Suga estava fazendo seu papel de idiota como sempre junto com Tae, Namjoon, Jungkook e Jin.

Depois de um dez minutos ele voltou e sem dar explicação nenhuma me colocou pra fora da festa junto com Kwan e nos mandou pra casa e se despediu com um beijo na testa, fala serio, um beijo na testa.

- Eu definitivamente vou andar mais com você Eun. - Kwan disse se despedindo de mim.


Notas Finais


Acabei esse EP ainda agora, como vocês estão? Eu estou bem falecida, com os tiros do Bts hoje 😥 mais um dia difícil pra ser army.
To muito feliz com o retorno que vocês estão dando, quero melhorar maaaaaais, enfim xero pra vocês e que Deus abençoe nosso final de semana ❤❤❤ não esqueci dos comentários, vou responder ❤❤❤
(🌺🌺 qualquer erro me avisem🌺🌺 )


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...