História Sorry...? - Capítulo 14


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Exibições 25
Palavras 1.058
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Bishoujo, Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Festa, Ficção, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Cross-dresser, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 14 - Hoje eu vou arrasar


Fanfic / Fanfiction Sorry...? - Capítulo 14 - Hoje eu vou arrasar

Dou uma última olhada no espelho e... É, eu tô de matar, um cropped azul claro com um decote relativamente grande ( segundo a Lori se eu tenho peito é pra mostrar ), um shorts jeans raspadinho e com rendinhas, um salto ( não, você não está louco ou louca ), um brinco gigantesco muito lindo, algumas pulseiras e alguns anéis ( nada muito chamativo )


- vamos? - Lori aparece com um vestido preto, um colete de manga branco, um salto preto e alguns acessórios


Nem preciso dizer que minha prima é linda né gente? Xoxo


.....


- Uhhhhhh - Dê grita no meio da batida e começa a rebolar encostada no Dante


Shiii essa daí já tá para lá de Bagdá


Vamos visitar Bagdá?


Claro, vamos para a Mongólia também? É tipo meu sonho


Olho envolta e não vejo mais o Dani nem a Sandy ( tão se comendo ) e o Luiz.... Bem, ele não quis vir, mas em compensação a Lori e o Mu tão numa conversa animada ali no sofá, agora eu tô aqui dançando perto do Almeida que tá dançando com A MINHA PRIMINHA, gente, É A MINHA PRIMINHA QUE ELE MAGOOU, mas tudo bem né, as vezes acho que a Marilu tem vocação para ser trouxa mesmo...


Continuo dançando até que começa a tocar "Pillow Talk". Gente assim meu coração não aguenta, eu amo essa música, eu tipo danço ela meio que .... SEMPRE. Começo a rebolar no ritmo lento da música...


Quando o refrão começa sinto mãos fortes na minha cintura e alguém se encosta em mim, mas antes que eu castre a pessoa ela se pronuncia 


- você fica tão gostosa quando tá rebolando assim - Vini diz no meu ouvido por conta da música alta 


Sorrio e começo a fazer movimentos mais curvos e mais ritmados


Hummmmm dafadenha 


Shiiiiiuuuuti 


- hum - ouço ele gemer quando a música termina - tem certeza que não quer reconcidarar? Aquela minha proposta ainda tá de pé - ele aumenta o tom por conta da música nova que recomeçou 


Viro até ficar de frente com o peito definido dele. Eu babo em quem tem peitoral definido que geeeeeente haha. Fico na pontinha do pé e puxo o rosto dele um pouco mais para baixo, coisa que não deixa ele muito contente, mas ele aceita, beijo ele com a mesma intensidade da batida da música e quando termino digo contra o lábio dele 


- isso responde sua pergunta?


Ele sorri e aperta minha bunda 


- mas só depois da festa - dou uma piscadinha e saio rebolando rumo à mesa de bebidas antes que ele possa dizer alguma coisa 


É, como você disse, somos só amigos coloridos né Luiz...


.....


- tchau Lê, e juízo hein - Dê me abraça - eu te amo sua loca, foi muito bom te conhecer 


- tchau amor, também te amo e tira proveito do gostoso do Dante tá bom? - dou um tapa na bunda dela 


- e você fode bem gostoso com o meu priminho tá bom - ela sussurra no meu ouvido  depois se solta e vai até o carro do Dante 


Fico de boca aberta e rio internamente 


- vamos? - Vini aparece com a sua moto 


De onde ele tirou a moto? Que eu saiba ele só tem um carro 


- eu ganhei do meu pai - ele lê meus pensamentos


Claro que não né sua anta, ele não é telepata 


Você entendeu o que eu quis dizer 


Pego o capacete que ele me oferece e subo na garupa, passo minhas mãos pelo abdômen dele e depois me agarro na cintura do mesmo, coisa que me deixa meio desconfortável, já que eu tenho quase uma tonelada de peito 


Modéstia à parte 


Sou sincera 


Ele dá a partida e sai em disparada pelo trânsito 


.....


- não faz barulho - ele sussurra e me puxa até o quarto dele, em seguida trancando a porta 


- tá, olha você vai ter que me ensinar e ser bem paciente, porque eu meio que nunca fiz isso e nem nada parecido e essa é tipo a segunda vez...- dou interrompida enquanto faço cosplay de Eminem 


- eu vou ser bem delicado com você e não vou te machucar - ele me senta na cama - mas tenho algumas regras, primeira você tem que me obedecer, se não eu vou te castigar - faço que sim com a cabeça - segundo eu vou te dar prazer, muito prazer, mas você precisa se comportar e terceiro quando você achar que não está se sentindo bem, ou que não está gostando você diz uma palavra 


- que palavra?


- você escolhe, mas tem que me avisar antes 


O que eu posso falar? Existem tantas palavras no mundo.... Já sei 


- goiaba - ele começa a rir - quê foi?


- você é a primeira garota c quem eu uso goiaba como palavra de se segurança - sorri - então me diz, tá preparada?


Sabe aquela coisa de adrenalina? Então eu tô tipo cheia disso agora, acho que meu coração tá batendo mais rápido que uma bateria de escola de samba 


- tô - sorrio - mas antes de começarmos a ter essa de você manda e eu obedeço, posso fazer uma coisa que eu sempre tive vontade? - mordo o lábio inferior 


- claro - sorri confuso


Levanto da cama e empurro ele que cai sentado 


- o que você vai fazer Letícia? - ele sorri divertido 


- eu vou te chupar Vini - passo a língua pelos meus lábios vermelhos ( obra da Dê )


Vou descendo até ficar de joelhos em frente a calça dele, que logo é aberta me mostrando sua cueca vermelha com um volume significativamente grande, retiro a mesma e dou de cara com seu membro grosso ereto e a cabeça rosada me pedindo para por na boca. Levo minha mão direita na base e começo a masturbar ele, que começa a tencionar os músculos da perna, passo a língua pela cabecinha e começo a chupar a cabeça com bastante gosto, depois desço até colocar mais da metade na minha boca. O Vini enlaça meus cabelos e começa a ditar seu ritmo e a profundidade e eu começo a brincar com uma de suas bolas com a mão esquerda e ele começa a gemer bichinho e soltar longos suspiros 


- e isso que era virgem - sussurra empurrando seu membro mais fundo na minha garganta 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...