História Sorry...? - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Exibições 60
Palavras 1.181
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Bishoujo, Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Festa, Ficção, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Cross-dresser, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 9 - Sou tão sortuda que dói


..... Alguns minutos depois.....

Antes que o Luiz pegasse no sono cutuco ele

- quê?

- eu tenho que voltar para a casa da Dê - passo as unhas pelo peito dele

- você não pode ir sozinha não? - fecha os olhos

Encaro ele indignada e empurro ele da cama. Se é assim Luiz beleza. Levanto da cama e começo a me vestir, mas como não encontro minha calcinha deixo quieto mesmo

- era brincadeira Leh - ele levanta e começa a se vestir

- caguei Luiz eu vou embora - pego meu celular e sigo para a entrada

- Leh, para de fogo, eu te levo - ele pega um molho de chaves

- eu vou de ônibus tchau - bato a porta do quarto dele e corro para a saída, onde eu pego meu tênis e saio correndo até o ponto, onde por incrível que pareça o ônibus já tava quase saindo

.....

Entro no quarto da Dê e me jogo na cama caindo sobre a Sandy

- PORAAAA LETÍCIA

- sorry bitch não era minha intenção - sorrio e rolo para longe dela

- como foi o filme? - Dê joga uma pipoca no meu rosto e eu como a mesma

- foi bom - dou de ombros

- ahh é? Vocês só viram o filme? - Sandy ergue as sobrancelhas

- sim, só o filme - quase fraquejo e conto tudo para elas mas, sei lá né

- sei, e por que seu shorts tá desabotoado e sua blusa toda amarrotada? - Sandy passa os olhos por mim

- okay, okay eu e o Luiz transamos - reviro os olhos

- até que enfim né - Sandy bete palmas

- foi minha primeira vez

- claro que não - Sandy revira os olhos e a Dê começa a rir

Ninguém nunca acredita que eu sou/era virgem.... Eu tenho tanta cara de puta assim gente?

- é verdade - encaro a Dê que ri quenem uma hiena - não é Dê?

- sim, é verdade - Dê para de rir e encara a Sandy

- wow, você não tem cara - ela começa a rir

- todo mundo sempre diz isso - reviro os olhos e enterro o rosto no cobertor

- meninas chega de farra, agora vão tomar banho e dormir - a mãe da Dê entra no quarto

- tá mãe - Dê revira os olhos e a mãe dela sai do quarto

- eu vou primeiro - pego um pijama da Dê e corro para o banheiro

.....

Quando estou saindo do banheiro enrolada na toalha ( eu estou com o pijama, mas ele ficou extremamente curto em mim, já que a Dê parece um pau de virar tripa ) esbarro no Vini ( vocês já devem ter ouvido falar nele, depois explico )

- olha só, quem é vivo sempre aparece hein - ele ri quenem um jumento com asma

Caralho.... Eu me superei agora shahshshshahah

- o que cê quer peste?

- só tomar banho Lele, só isso - ele sorri e passa por mim

Talvez eu não tenha dito antes, mas o Vinícius é o primo da Dê e a gente meio que já ficou antes, só que ele é meio sinistro e ahhh sei lá, na época eu tinha meio que medo dele, porque ele é sádico, mas sei lá agora eu meio que abri minha mente e ahhh eu tô de bem com isso, já que a vida é dele

*Me imaginem dando de ombros*

Entro no quarto e as piranhas já tão dormindo. Aff nem para tomar banho. Jogo a toalha na cadeira e pego meu celular, um cobertor e um travesseiro. Eu vou dormir no sofá, já que não tem lugar para mim e elas ocuparam a cama, fala aí se eu não mereço amigas assim

.....

Depois de arrumada eu tô quase pegando no sono quando ouço algum barulho estranho, olho para a cozinha e é só o Vinícius

- as meninas te expulsaram foi?

- é, parece que vocês precisam de um colchão a mais - dou de ombros

- se quiser tem um colchão debaixo da minha cama - dá de ombros

- e correr o risco de ser estuprada de noite? Não, muito obrigado

- você é quem sabe, mas lembre-se que meu tio levanta as 5:30 e tipo sua regata tá meio transparente - ele ri

Porra Débora

- vou aceitar dormir no seu quarto, mas com uma condição

- eu te faço um favor e você ainda quer exigir alguma coisa? Onde esse mundo vai parar - ele nega com a cabeça

- se você relar a mão em mim eu te castro ouviu?

- okay calma - ergue os braços - não vai acontecer nada que você não queira

- ótimo, agora me ajuda a levar essas coisas para lá?

- ohhh menina folhada - revira os olhos e pega meus cobertores

.....

Acordo com um som horroroso de panelas batendo

- VAMO ACORDAR QUE VOCÊS TEM AULA HOJE CAMBADA - a mãe da Dê grita no corredor

- se ela não fosse doida eu tacava ela pela janela - Vini bate com a cabeça na cabeceira da cama

- tadinha - levanto do colchão, mas quando vou andar sinto uma dor terrível no meio das minhas pernas que quase me faz cair

- hummm ela andou se divertindo

Ignoro ele e vou para o quarto da Dê, onde as meninas já estão trocadas e maquiadas. Gente pra quê, me expliquem pra quê passar esse tanto de borroco na cara as 6 da manhã

- por que você parece uma velha andando? - Sandy inclina a cabeça para a esquerda

- por que você acha? - reviro os olhos e coloco uma das calças leggings que tem estampa de calça jeans  que eu deixo na casa da Dê e uma camiseta com a estampa de uma coruja

- Lê, não quero te encher o saco não, mas acho melhor você passar um corretivo e uma base nesse pescoço - Dê tenta segurar o riso e Sandy passa o baton

- por quê? - me olho no espelho e quase levo um susto

Parece que eu fui atacada por um bando de sangue-sugas

- CARALHO. Débora arruma essa porra se não minha mãe capa o Luiz - sento na escrivaninha e espero ela começar a mágica

.....

- voilà - ela assopra o pincel como se fosse uma arma e começa a rir

Olho no espelho e.... É, definitivamente a Débora e a Lorena precisam abrir um salão juntas

- okay, agora vamos para a aula antes que a gente perca o primeiro - Sandy guarda o celular e eu me levando da escrivaninha

.....

Todas as vezes que eu dou um passo é como se eu tivesse levando uma facada de tão terrível que tá minha situação, e o pior é que eu tenho educação física em 10 minutos, mas nem fodendo que eu vou correr. Vou dar minha famosa desculpa do "Tô com cólica" e sumir para a biblioteca



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...