História Sorry - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Jikook, Yaoi
Exibições 29
Palavras 622
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Festa, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Espero que gostem.

Capítulo 9 - Por favor Deus



Jimin On

Não fui a festa do Jungkook por medo do Taehyung, tenho medo do que ele é capaz, medo do que ele pode fazer comigo, fiquei em casa assistindo filmes e por isso dormi tarde, de manhã eu acordei por causa que ouvi meu celular tocar "será o Hoseok? só pode" pensei, mais não era o Hoseok era o jungkook.

Jungkook: jimin, posso saber por que não veio na minha festa? Senti sua falta.

Jimin: Eu estava enjoado, não consegui nem levantar da cama.

Jungkook: você melhorou?

Jimin: Sim, e você se divertiu?

Jungkook: Sim, vamos parar de conversar se não nós vamos atrasar.

Jimin: Tá, tchau.

Jungkook: Tchau.

Fiquei com receio de conversar com ele por causa do Taehyung, mais eu acho que ele não vai saber, enfim, tomei banho e vesti o uniforme, aquela calça me irrita, fui para escola apé eu tinha que pensar o que eu faria para falar com Jungkook já que o taehyung me proibiu, eu amo o jungkook eu faria tudo para telo em meus braços, para beijar sua boca, tudo, mais o medo me consome, medo de morrer.

Chegando na escola, fui para sala, não sabia que cara eu olhava o Jungkook mais para minha surpresa ele não estava lá, devia está atrasado.

Tinham se passado meia hora e Jungkook não tinha chegado eu já estava ficando preocupado, meu coração apertava toda vez que olhava para frente e ele não esta lá.

Bateu o sinal para o intervalo e sai da sala correndo para falar com o Hoseok, saber se ele tem notícias.

- HOSEOK- gritei para chamar a atenção.

- Jimin para de gritar, o que foi?

- Você sabe por que o Jungkook não veio hoje?

- Ele não veio? Por que?

- Não sei, também quero saber.

- Você quer passar na casa dele para saber?

- Eu?

- Não, eu também vou.

- Claro.

- Depois da aula nós vamos.

Eu e Hoseok puxamos papos aleatórios ele e muito engraçado.

- Oi gente- ai chega a pessoa que eu não queria ver.

- Oi tae- disse Hoseok.

- Oi Jimin, está com raiva?

- Oi taehyung.

- Vamos sair? - perguntou taehyung.

- Eu topo, e você Jimin?

- É… eu tenho compromisso, desculpe.

- Tá, então vamos só nós dois Hoseok.

- OK.

O sinal bateu indicando que o intervalo havia acabado.

- tchau- disse aos dois e fui para sala.

Taehyung é realmente muito cínico, ele quase me mata me sufocado, ou eu que sou um imbecil de não contar a ninguém.

O último horário estava acabando e eu ficando mais preocupado com o Jungkook eu tinha certeza que ele viria hoje, aconteceu alguma coisa com ele eu sei.

O sinal bateu e Hoseok me esperava com a pior cara do mundo lá fora.

- Que cara é essa Hoseok?

- Não estou bem, acho que não vou poder ir com você.

- É…

- Vai, precisamos saber o que aconteceu.

- Tá, então tchau Hoseok até amanhã.

Então lá estava eu, indo sozinho para casa do jungkook, eu sei que era perigoso mais a minha curiosidade estava me matando.

Eu estava chegando na casa do Jungkook, subi as escadas eu ia tocar a campainha mais ouvi gritos:

- NÃO PAI- era a voz do Jungkook, parecia estar sentido dor.

- PARA VAI MATAR ELE- era a mãe dele.

- ELE VAI APRENDER, TOMA- ouvi o que parecia um soco e vários chutes.

- PARA PAI ESTÁ ME MACHUCADO- ele estava chorando, eu queria ajudar mais estava sem reação, então sai correndo o mais rápido possível, eu também estava chorando,aquele barulho de socos não saiam da minha cabeça, eu estava soluçando, eu amo o Jungkook, não quero velo sofrer, eu tenho que fazer alguma coisa, mais o que? Então deitei no meio da rua e não parei de chorar e pedir a Deus para que nada acontecesse com o Jungkook.

- POR FAVOR DEUS.

Foi a única coisa que eu podia fazer, chorar e pedir misericórdia.

Jimin Of













Notas Finais


T_T


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...