História Sorry not Sorry - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Monsta X
Personagens I'M, Joo Heon
Tags Angst, Best Friends Rappers, Bts, Clube De Rap, Hoseok, Hurt/comfort, Jookyun, Namjoon, Pouco Fluff, Scoups, Seventeen, Yoongi
Visualizações 61
Palavras 788
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Festa, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Violência, Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


O o i
Eu fiquei ansiosa pra postar, então veio mais cedo heh
Espero que gostemmmmm

Capítulo 2 - I slowly fell in love with you, sorry i coundn't stop it


- Jooheon, para, temos que estudar.

- Não, Kyunnie, você me prometeu que você ia me ajudar a terminar essa música.

Era noite, Jooheon estava dormindo na casa de Changkyun com o pretexto de que "estudar pro vestibular com alguém, era muito melhor." Mesmo a contragosto, o Im aceitou. Ele nem mesmo conseguia dizer não para Jooheon, não quando ele estava apaixonado por ele.

Sim, ele realmente se apaixonou pelo seu primeiro melhor amigo. E ele não fazia ideia do porquê. Mas ele não era muito bom lutando contra isso, aparentemente, porque no final, ele sempre cedia à tudo o que Jooheon lhe pedia. Ele encarou o melhor amigo por um sólido minuto antes de suspirar.

- Tudo bem. Mas quando terminamos vamos estudar física por duas horas seguidas.

- Seguidas? - Jooheon reclamou.

- Sem interrupções, Jooheon. Ou então vá pra casa porque eu preciso estudar.

- Aish, tudo bem, tudo bem.

Ele não disse nada e pegou o laptop das pernas de Jooheon, colocando nas suas. Ele deu suas opiniões, falou sobre tudo o que achou necessário e quando terminou, Jooheon o olhou embasbacado.

- Que foi?

- Você é um gênio.

- Cala a boca. - Ele riu e empurrou o amigo.

- Não, sério. Eu nunca teria pensado nisso se não fosse você.

- Bom, agora que você pensou, pode me agradecer estudando duas horas de física comigo. - Ele disse, se preparando para levantar mas sendo segurado pelo braço.

- Eu posso te agradecer de outro jeito.

- Como? - Changkyun arqueou as sobrancelhas e sorriu.

- Com um beijo. - Ele não teve tempo de sequer reagir as palavras, segundos depois, os lábios grossos e macios do melhor amigo estavam contra o seu. Ele perdeu a noção de todos os seus sentidos e não ligou se estava sendo oferecido demais, simplesmente o beijou de volta. Eles trocaram um beijo afoito, cheio de selinhos, mordidas, e o mais importante, paixão. Quando se separaram, Changkyun segurava os cabelos de Jooheon enquanto o mesmo apertava sua cintura e acariciava sua nuca.  Suas respirações se misturavam e eles ofegavam baixinho só de estarem perto um do outro.

- Já agradeceu. Agora, física. - Changkyun disse, quando terminou de se recuperar do choque de ter beijado o melhor amigo. Jooheon resmungou, mas aceitou. O problema, ou a solução, foi que a cada 10 minutos, eles tinham de trocar um beijo daqueles para continuarem estudando. E assim eles fizeram, a noite toda. Ninguém do colégio encarou Jooheon estranho pelas marcas roxas em seu pescoço, era normal, pela fama que ele tinha. Changkyun havia sido marcado também, mas apenas em locais invisíveis aos olhos dos outros, para Jooheon, ele ser apenas dele, era o que importava. Os amigos deles os zoaram pelo resto do dia.

Os tempos foram passando, o pequeno grupo de rappers estava começando a se tornar maior do que eles imaginavam, eles cresciam cada vez mais no mundo undergrond. Sua amizade também continuava firme com o passar do tempo, tudo estava dando certo pra eles. Changkyun e Jooheon se encontravam todos os dias, e a cada um deles, eles se gostavam mais. Saíam para restaurantes, boates, corridas, ou simplesmente jogar videogame. Eles não tinham sempre um programa em mente, mas com a companhia um do outro, todos seus encontros se tornavam dinâmicos e engraçados. Entre eles, sempre aparecia algum fã, principalmente quando estavam os 6 juntos, mas dentre eles apenas os 4 eram realmente ativos. RapMonster, Suga, I'M e Jooheon.

Eles simplesmente faziam tudo juntos. E ao mesmo tempo, não eram nada parecidos. Seus gostos mudavam e eles se perdiam pelas ruas da cidade que moravam, as vezes bêbados da coisa mais forte que você pode encontrar por ai, outras de amor. E eles tiveram sua primeira vez de um jeito muito estranho, desastrado. Seungcheol que ensinou mais ou menos Jooheon o que fazer, porque ele não conseguia falar com seus pais e bom, S.coups sempre cuidou dele como seu próprio filho. E depois dela, tantas outras vieram. Eles pareciam feitos um pro outro. Pelo menos, eles queriam ser. Eles se esforçavam para serem bons e sempre ajudarem um ao outro, no que quer que fosse, principalmente no quesito música, já que Jooheon nunca foi muito bom de física mesmo.

Tudo estava estupidamente perfeito.

Os anos passando, eles se apaixonando, a formatura foi inesquecível, Jihwan cantou pra si no baile e todo mundo ficou sabendo dos dois rappers melhores amigos que se amavam, e aquilo não foi ruim, em momento algum. Eles se gostavam, eles se entendiam, se completavam. E assim, Changkyun reconsiderou que se apaixonar pelo melhor amigo, talvez não fosse assim tão ruim. Pelo menos, pra ele, certamente não era. Ele estava perdidamente apaixonado.

 


Notas Finais


O o i
Eu espero que tenham gostado,
isso foi tudo, amoresss


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...