História Sorry,is that I Love You - (Camren) - Capítulo 64


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton
Tags Avril Lavigne, Camila Cabello, Camren, Lauren Jauregui, Miley Cyrus, Nick Jonas
Exibições 811
Palavras 1.498
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Festa, Orange, Romance e Novela, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oie bolinhos !
Falei que só ia postar amanhã, mas, sou bipolar, então, cá estou kkklk

Acredito que esse seja o penúltimo capítulo dessa primeira temporada. 😕
Enfim, aproveitem, e não esqueçam que eu amo vocês 🙊😏🌹


Boa leitura ❤

Capítulo 64 - Por um instante.


Fanfic / Fanfiction Sorry,is that I Love You - (Camren) - Capítulo 64 - Por um instante.

Camila :


-Mas Chancho, não acha essa mala um pouco grande ?

-Eu vou me mudar, e não passar férias, além do mais, quem é você pra falar de exagero ? -Falei rindo.

-Nossa ... Desculpa né. -Disse se sentando na minha cama.

-Chee, não fica assim ... -Me sentei do seu lado. -Olha, eu não falei isso pra ninguém, mas, se você me der qualquer motivo para eu não ir, juro que fico.

-Sabe que eu nunca faria isso, não sabe ? -Concordo com a cabeça. -Vem cá. -Ela me puxa pra um abraço estilo Dinah Jane.

Estamos nós duas no meu quarto, chegamos ontem de viagem, e está a maior correria para minha mudança.

Desde ontem eu não consigo falar com a Lauren sem ser por mensagem, e isso já está me irritando.

Nossos dias na casa de praia foram maravilhosos, a virada do ano novo não podia ter sido melhor.

-Você promete que não vai me esquecer ? -Dinah fala me soltando.

-Nem se eu quisesse. -Ela sorriu.

-Agora vamos, levanta essa bunda daí! Sua princesa encantada na mata se eu te atrasar.

-Besta. -Rimos e voltamos a organizar minhas coisas.

*

-Meninas ... A Normani chegou. -Minha mãe fala contra a porta meia aberta.

-Obrigada Tia. -Fala a morena sorrindo, minha mãe sorri e volta e sai. -Como estamos ? -Ela fala vindo ao meu encontro e me abraçando.

-Eu to irritada, atrasada, enrolada, mas tô bem ... E você ? -Falei rindo.

-Caramba ... Eu to bem, e você amor ? -Diz abraçando a amada.

-Tô com uma paciência que olha ... Essa daí parece criança, tudo que eu ponho na mala, ela fala que não vai precisar, porquê vai comprar lá, ou porquê quer deixar para a mãe dela ... Eu juro que tô tentando. -Dinah fala se jogando na minha cama.

-Mas eu não posso levar tudo, Cheechee.

-Mas não foi você mesma que disse que não ia passar férias, e sim se mudar ? -Ela revira os olhos. Bufo e sento na cama.

-Mila ... -Mani se senta do meu lado. -O que foi ? Não quer ir mais ?

-Eu ... Eu sinceramente ... Não sei mais ... Eu tô confusa ... Com medo ... Não posso deixar a Lauren, mas também não posso abandonar tudo aqui ... Não sei o que eu faço. -Uma lágrima corre do meu rosto. Normani me abraça, logo Dinah se junta a nós, e ficamos assim por um tempo.

Meu celular vibra sobre a escrivaninha, dou um riso amarelo pra elas e me levanto desbloqueando o aparelho, logo leio uma mensagem da Lauren.

Lolo: Bom dia pequena, sei que deve estar na correria, e eu também tô bem enrolada aqui, até te ligaria, mas aí iríamos nos atrasar mais. Enfim, só queria falar que te amo, e que estou muito feliz que vamos morar juntas. Love U princess :) XOXO

Um aperto se instalá em meu peito. Mais confusão, sentia que eu ia explodir, respirei fundo e travei o celular novamente, não estou com cabeça para responder.

-Meninas ... Se importam a eu sair um pouco ? -Falei já pegando meu tênis.

-Ahhh ... Não. Aonde vai ? -Mani pergunta.

-Preciso dar uma volta ... Pensar um pouco. Daqui a uma hora eu volto, falem pra minha mãe que, sei lá, fui no shopping comprar alguma coisa, poderiam ?

-Claro ... Mas, toma cuidado Chancho, não vai fazer besteira. -Dinah diz.

-Tudo bem ... Obrigada meninas, amo vocês. -Deixo um beijo na bochecha e cada uma, pego minha bolsa e desço as escadas.

-Aonde vai filha ? -Meu pai pergunta.

-No shopping, vou pegar o carro da mamãe, beijos. -Pego as chaves e saio sem escutar sua resposta.

Logo já estou rodando pelas ruas de Miami. Ligo o rádio e deixo em uma estação qualquer. Sigo sem rumo, sem destino, sem razão.


O que eu faço ?


Derrepente, tudo pareceu se tornar mais complicado se eu me afastasse de todos. Por um instante, pensei em largar tudo, e viver com Lauren.


Por um instante.


Eu não posso fazer isso, eu não consigo ... Não posso deixar minha família, minhas amigas, mas não posso deixar a Lauren.


Por que tem que ser tão difícil ?!


-Será que alguém pode me ajudar ? -Falei sozinha, fazendo minnha voz ecoar no carro.


Eu só preciso de um tempo ... Só um instante pra pensar.


-Preciso de um café. -Dou meia volta com o carro, e sigo até a cafeteria onde eu e Lauren nos "esbarramos" pela primeira vez.

Estaciono o carro, pego minha bolsa, e sigo para dentro do estabelecimento. Um ar de nostalgia se fez presente, respiro fundo, e sigo para uma mesa mais afastada.

Logo um funcionário do local, me atende, anota meu pedido e se retira. Olho minha mão, e suspiro ao ver a aliança.

-Aqui está, Camila. -Um rapaz fala deixando meu café grande a mesa.

-Obrigada ... Como sabe meu nome ? -Falo o encarando, ele sorri.

-O cartão do seu pedido de namoro, não se lembra ? Lauren me explicou o plano. -Disse sorridente, sorrio de volta.

-Ahh sim, nossa, você ainda se lembra ?

-Claro, não é todo dia que me pedem pra fazer isso. -Sorrio. -Olha, me desculpa a intromissão, mas, está tudo bem ? Você me parece meio triste.

-Confusa, pra falar a verdade. -Pego a xícara com o líquido quente e dou um gole. -Sabe, quando temos tudo o que queremos, em todas as partes, fica difícil deixar uma ir.

-Sei bem como é ... Desculpa a intromissão novamente, mas, essa confusão é por causa da Lauren ? -Suspiro.

-Também.

-Então me parece envolver a família também, estou certo ?

-Está. -Ele abre um lindo sorriso. -Você é bom em decifrar pessoas, como aprendeu ? -Ele olha em volta, e depois se senta a cadeira na minha frente.

-Promete que não vai contar pra ninguém ? -Fala com a expressão séria.

-Prometo.

-Eu ... Na verdade, eu sou um bruxo, e trabalho aqui disfarçado, mas não pode falar isso pra ninguém. -Reviro os olhos e ele ri, chamando a atenção de algumas pessoas.

-Nossa, um bruxo ... Mas é sério, sei lá, você faz faculdade de psicologia ?

-Olha, parece que eu não sou o único com super habilidades aqui. Sim, estou no primeiro bimestre.

-Tenho certeza que será um ótimo psicólogo. -Ele sorri.

-Obrigado. Mas, e você ? Faz faculdade ?

-Pretendo ... Só não sei do que. E isso é um ponto que está ajudando a me deixar mais confusa.

-Não tem nenhuma ideia do que gostaria de cursar ?

-Talvez psicologia, mas sei lá. Ou publicidade, fotografia ... Minha cabeça dói só de pensar. -Ele sorri.

-E por que não espera mais um ano ?

-Porque eu estou com passagens compradas para Nova Iorque, onde vou morar com a minha namorada que foi aceita na melhor faculdade de Medicina. Acho que não tenho um ano pra esperar. -Falei enquanto brincava com um guardanapo.

-Como não ? -O encaro. -Olha, pelo que eu entendi, você não quer deixar sua namorada, mas também não quer deixar sua família, certo ?

-Isso mesmo.

-O que é mais necessário pra você ?

-Não me faça escolher. -Falei e ele negou com a cabeça.

-Não, calma, eu digo tipo, você acha que está 100% satisfeita com suas realizações ? Por exemplo, amorosa vejo que sim, e familiar também, mas, e a realização pessoal ? Você está satisfeita com você hoje ?

Parei e o encarei. Seus olhos azuis e intensos pareciam ansiosos pela minha resposta. Pensei durante algum tempo, suspirei pesado.

-Você acha que eu devo ir ?

-Isso é você que me responde. Você acha que deve ir ? Se sente preparada pra isso ?

-Olha, você não está em horário de almoço, volte para o caixa ! -Um homem alto apareceu rempreendendo o garoto a minha frente.

-Sim senhor. -O menino se levantou, assim que seu chefe se virou, ele se aproximou de mim. -Boa sorte Camila, espero que seja feliz com sua escolha. -Piscou e voltou para o caixa.

Respirei fundo mais uma vez, pensei e repensei. Meu celular vibra desesperado sobre a mesa, olho a hora e praticamente salto.

Sigo até o caixa, e o mesmo garoto estava lá. Tiro uma nota de 10 dólares da carteira.

-Aqui ... E, obrigada. -Sorrio.

-Por nada, volte sempre Camila.

-Posso saber seu nome ? -Perguntei o encarando.

-Bom ... Vamos fazer assim, você só vai saber meu nome, quando se decidir. -Ele tira um cartão do avental, e anota algo. -Toma, esse é meu número. Me liga quando tiver certeza.

-Ahh, tudo bem, bruxinho. -Ele sorri. -Tenho que ir, obrigada mais uma vez. -Ele pisca e saio da cafeteria.

Entro no carro, e ignoro todas as ligações e mensagens que estavam em meu celular. Faço o caminho mais longo até em casa, respiro fundo assim que estaciono na calçada.


É Camila, tá na hora de viver.


Notas Finais


Não me batam ... Relaxem, confiem na tia aqui 😊✌🌚


Talvez amanhã eu volte.


Obrigada por lerem ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...