História Sou diferente...E daí? - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Musica, Romance
Visualizações 4
Palavras 347
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Festa, Luta, Musical (Songfic), Romance e Novela, Suspense
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Suicídio
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Oooi!!! Antes de qualquer coisa, já vou avisando que essa é uma história original, não uma fanfic... É a primeira vez que escrevo aqui no spirit, e espero que gostem...
Então, sem mais delongas, bora lá!

Capítulo 1 - Capítulo 1


Louisa Rogue sempre foi um tanto diferente das outras garotas. Enquanto elas se preocupavam em com paixonites, conversar e se arrumar,  Louisa simplesmente adorava ficar sozinha, ora lendo, ora escrevendo, ora dedilhando seu piano precioso. Amava sair em busca de tesouros inimagináveis, explorar o vasto oceano, conquistar a mais alta das montanhas, tudo isso em seu quintal. Aos doze anos, o início da adolescência, começou a se interessar pelo rock. Este estilo se tornou seu favorito, e podia ser vista frequentemente com seu fones de ouvido, ouvindo uma intrigante playlist, mesclando Green day com Queen, Jimi Hendricks com Slipknot,  Bob Dylan com Ratos do porão. Nada de One Direction, Justin Bieber e Bruno Mars. Qualquer menção sobre funk era estritamente proibido em sua frente. Ela sempre foi uma menina solitária, e aparentava não se importar com tal fato. Porém, pouco depois de completar treze anos, seus pais anunciaram que seus primos Joshua e Martin passariam a morar em sua casa. Porquê? De todos seus oito primos e primas, de todos os Rogues, justo esses dois morariam em sua casa?
 "A vida se tornará insuportável" pensou a guria. E ela nunca esteve mais certa.

******************************

Joshua e Martin esperavam pelo seu tio no aeroporto. Morariam junto com ele e sua família enquanto fossem estudantes, e estariam sob seus cuidados. 
   Martin Rogue era o caçula da família. Baixo e magricela, com os olhos, tão escuros quanto sua vasta cabeleira. Aos doze anos, só era o caçula porque a prima nasceu prematura. E agora, por ser um mês mais novo, é tratado como uma criança por todos.
   Joshua Rogue, vulgo Josh,era um ser noturno. Virava a madrugada em seu celular e recuperava o sono perdido durante o dia, principalmente nas aulas. Óculos no rosto, o cabelo negro mal penteado apontando para todas as direções, um interesse estranhamente incomum por aparelhos eletrônicos. E com aparelhos eletrônicos, definia-se desde os aparelhos celulares, laptops e tablets até eletrodomésticos como batedeiras, ventiladores e geladeiras.
   O tio chegou depois de meia hora de espera, e tiveram que aguentar mais cinquenta minutos de viagem de carro.  
  


Notas Finais


Este capítulo ficou curto. Mesmo sendo o primeiro, a criatividade está escassa...
Espero que tenham gostado!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...