História Sou Irmã de um Verdadeiro Psicopata? - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Hunter x Hunter
Personagens Abengane, Alluka Zoldyck, Bonolenov, Chrollo Lucilfer, Feitan, Franklin, Gon Freecss, Hisoka, Illumi Zoldyck, Isaac Netero, Kalluto Zoldyck, Killua Zoldyck, Kortopi, Kurapika, Leorio Paradinight, Machi, Nobunaga Hazama, Personagens Originais, Phinks, Shalnark, Shizuku
Tags Allan, Arco-íris, Bola De Pelos, Coisinha Fofa, Coringa, Gatinha, Gon, Gon X Kana, Hisoka, Hisoka X Kana, Hunter X Hunter, Hxh, Illumi, Kana, Kill, Killua, Killua X Gon, Killua X Kana, Kurapika, Nii-san, Onii-san, Palhaço, Psicopata
Visualizações 220
Palavras 2.858
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Bishoujo, Bishounen, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Esporte, Fantasia, Ficção, Harem, Hentai, Lemon, Luta, Magia, Mistério, Orange, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Shounen, Sobrenatural, Survival, Suspense, Terror e Horror, Violência, Yaoi, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Cross-dresser, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Então né gente... Eu disse q ia postar antes de ontem... Só q, infelizmente, n deu pra postar pq a net tava ruim e ontem quando eu fui postar o site n carregava... Desculpa mesmo gente

Capítulo 7 - O pior pesadelo


Fanfic / Fanfiction Sou Irmã de um Verdadeiro Psicopata? - Capítulo 7 - O pior pesadelo

《Sonho/Flash Back On》


Eu sai do guarda roupa gritando e corri até minha mãe, que já estava morta

Kana -NÃO!! MAMÃE!!! ACORDA MAMÃE!!! NÃO, MAMÃE!! VOCÊ NÃO PODE MORRER!!!

Eu chorava e gritava muito. Estava desesperada

Arthur -Ora, ora. Então ela te escondeu ali?

Meu pai ri e agarra meus cabelos me levantando do chão. Eu grito de dor e seguro o braço dele tentando faze-lo soltar meu cabelo. Acabo me machucando um pouco

Kana -O que você fez com o meu irmão!? Cadê o Onii-san!!?

Eu tento me soltar de novo, mas só me machuquei mais

Arthur -Aquele inútil do Hisoka? Hahaha, você se preocupa com ele?

O homem gargalha me jogando na cama e me examinando com os olhos

Arthur -Ele está lá embaixo, na sala. Esta ocupado demais pra se preocupar com você. Ele esta agonizando de dor. Bem, com um corte daquele tamanho no abdômen, acho que ele morrerá logo...

Ele ri novamente e aponta a faca pra mim

Arthur -Você ainda é virgem, certo?... Ah, não importa... Acho que quem te comprar não vai ligar pra isso mesmo...

Eu fico surpresa. Olho meu pai e olho uma última vez pra minha mãe. Respiro fundo e corro em direção a porta, saio do quarto correndo e escuto meu pai xingar alto e começar a correr atrás do mim, desço as escada e vou direto pra sala ouvindo meu pai gritar e eu chamo meu irmão desesperada

Kana -Onii-san!!

Eu o chamo algumas vezes. Escuto um murmuro vindo de um canto da sala e corro até lá. Encontro meu irmão sentado no chão, atrás do sofá, com a mão no abdômen e a camisa dele estava um pouco manchada de sangue, que parecia úmido ainda

Kana -Nii-san? Ele te machucou muito? Tá doendo?

Eu o olho preocupada

Hisoka -Não se preocupe. Não é nada demais... Eu te ouvi gritar. Você está bem? Aquele cara te machucou?

Kana -Não... Eu não... Mas...

Meus olhos se enchem de lágrimas

Hisoka -Kana? Aquele cara fez alguma coisa com você? Se ele fez, me fala

Ele coloca a mão no meu rosto e eu o abraço chorando

Kana -Ele... Matou... Matou a mamãe... Na minha frente...

Hisoka -O QUE!!!?? Aquele cara me paga!!

Meu irmão me abraça com força e logo me afasta

Hisoka -Se esconda e só saia quando eu dizer que pode

Kana -O que você vai fazer, Onii-san?

Hisoka -Isso não importa. Só faz o que eu tô mandando. Se esconde e só sai quando eu falar. Entendeu?

Kana -Entendi...

Hisoka -Tente se acalmar. Eu vou voltar logo

Kana -Promete?

Hisoka -Ainda duvida?

Ele sorri e me puxa selando nossos lábios. Foi a primeira vez que ele fez isso

Kana -Onii...san...?

Hisoka -No momento, você é a pessoa mais importante na minha vida, e também é a única coisa que eu vou amar daqui pra frente ... Se algo acontecer com você, eu nunca vou me perdoar... Então vá se esconder antes que ele te encontre...

Hisoka me afasta dele, eu soluçava bastante por que eu ainda chorava. Ele se levantou, pegou o baralho de cima da mesinha da sala e caminhou até as escadas. Eu corri pra cozinha e me escondi lá. Escutei nosso pai brigar com Hisoka e soltar uma gargalhada em seguida. Também escutei um gemido de dor, mas eu não consegui descobrir quem foi. Infelizmente, eu não pude ouvir direito o que eles estavam falando. Mas eu escutei o barulho de alguma coisa sendo sendo arrastado até bem longe. Minha curiosidade foi maior que o medo e eu desobedeci o Hisoka pela primera vez. Sai de onde eu estava escondida e segui o barulho de algo sendo arrastado, também me deparei com uma pequena trilha de sangue, que eu pensei ser do nosso pai. Parei na porta dos fundos da nossa casa e escutei os dois andaderem pela grama do quintal, depois de muitos gritos e alguns gemidos de dor eu juntei toda a coragem que eu tinha naquele momento pra olhar o que estava acontecendo... Eu me arrependi amargamente de ter desobedecido o Hisoka e ter saído antes dele me chamar... Aquela cena que eu vi... Foi uma cena horrível... Acho que uma das piores cenas que eu já tinha visto... Meu pai segurando o corpo, sem vida, de minha mãe pelos cabelos e apontando uma faca pro meu irmão

Arthur -Eu já matei a puta da Aurora por que ela não me disse onde escondeu a Kana... Quer que eu te mate também? Ou prefere apodrecer e apanhar na prisão por ter matado a própria mãe? Suas digitais estão no corpo dela, sabia? Bem. Escolha a opção que quiser

Hisoka -Eu escolho a opção 3...

Arthur -Não tem opção 3. Eu só te dei duas opções!!

Hisoka ri e o encara com um sorriso estampado no rosto

Hisoka -A Kana não está aqui. Então eu posso fazer o que eu bem entender...

Ele pega o baralho e joga as cartas de uma mão pra outra

Hisoka -É o primeiro presente seu... Que será realmente útil pra algo...

Ele diz num tom sarcástico

Arthur -O que? Cartas de baralho? Vai lutar usando um baralho? Sinceramente Hisoka... O que você é? Uma criança de 3 anos ou o garoto que eu treinei desde que nasceu?

Meu irmão sorri sádico

Hisoka -Eu? Hahaha! Eu sou um... Mero mágico...

Hisoka mostra uma carta e a faz sumir, logo em seguida ele faz três aparecerem. Hisoka lança várias cartas na direção de nosso pai. Eu fecho os olhos rapidamente e escuto o barulho de algo caindo e alguns gemidos de dor

Hisoka -Ora, ora papai... Não foi você que me treinou todo esse tempo dizendo que eu era um fracasso e que eu nunca iria sequer acertar um golpe no senhor?

Arthur -Seu imprestável!!! Você é uma ameaça! Tanto pra sua irmã quanto pro resto do mundo!! É um monstro que quer devorar a alma da Kana!!

Meu irmão coloca a mão na frente do rosto e começa a rir

Hisoka -Eu sou uma ameaça pra Kana? Um monstro?... Eu só... Quero devora-la?

Hisoka se senta na frente de nosso pai e coloca uma carta no pescoço dele

Hisoka -Adivinhe papai? Eu quero mesmo devorar minha irmã. Mas não quero devorar a alma dela... Eu sou um mágico que só se importa com ele mesmo e com a minha pequena e fragil imouto. E eu quero namorar minha própria irmã no futuro...

Eu coro. Namorar? Isso é sério Onii-san? Eu não tenho idade nem pra ir compra pão na padaria sozinha!

Arthur -Incesto não é permitido na maior parte dos países do mundo

Hisoka -Eu não ligo pra isso, nem pro que os outros vão dizer!! E sabe de uma coisa? Eu sou 14 anos mais velho que a Kana, sim

Arthur -O que você quer dizer com isso? ...além do fato de dizer que é um pedófilo...

Hisoka -Que eu amo a Kana... Eu já tenho 20 anos... Com a morte da mamãe, por eu ser o membro da família mais próximo dela, a guarda dela vem direto pra mim...

Arthur -A Kana é sua irmã. E vocês são meus filhos!! Com a morte da Aurora, eu tenho o direito de ficar com a guarda de vocês dois

Hisoka -Olha só... Não sabia que os mortos iam ao tribunal pra discutir com quem fica a guarda dos filhos...

Arthur -Pretende me matar?

Hisoka -Você já está morto... Esta nos seus olhos... Queime no fogo mais forte da parte mais profunda do inferno

Hisoka fica sério enfia a carta no pescoço de nosso pai. Eu olhei pro lado, tentei evitar ver aquilo, mas eu teria que ver isso mais cedo ou mais tarde, então fui na direção dele ezitante. Vi que muito sangue espirrou e que também escorria um pouco de sangue. Eu não pude deixar de chamar o Hisoka com um pouco de medo na voz

Kana -Ei... O que você fez com nosso pai, Hisoka?

Hisoka -O que eu fiz? Só mandei o Capeta de volta pro inferno...

Ele estava deitado em cima do corpo de nosso pai. Tinha um sorriso estampado na cara e desenhava um coração na camisa dele com o sangue que escorria

Kana -Onii-san, levanta daí... Você também está sangrando, não é? 

Hisoka -Não dói. Esta tudo bem

Kana -Mamãe dizia que se não cuidarmos dos machucados que sangram, mesmo não doendo, pode infeccionar e causar sérios problemas no futuro...

Ele se levantou e caminhou até mim me abraçando logo depois

Hisoka -Chama... Uma ambulância... E não chama... A polícia...

Ele me soltou e se ajoelhou no chão me olhando com um sorriso infantil nos lábios

Hisoka -Eu te amo... Gatinha...

Kana -Eu... Também te amo, Nii-san

Após aquelas palavras ele acabou desmaiando


《Sonho/Flash Back Off》


Eu acordo meio assustada. Me sentei olhando o abdômen de Hisoka e respirando fundo. Olhei em volta vendo que ainda era noite, porém eu sentia a presença de alguém bem perto de nós. Sacudi o ombro do Hisoka algumas vezes tentando o acordar, ele segurou minha cintura e se sentou esfregando as mãos no rosto

Hisoka -O que foi, bola de pelos? Ainda é noite...

Ele boceja. Ele estava com o cabelo bagunçado, ficava fofo daquele jeito

Kana -...tem alguém aqui perto...

Hisoka -...eu também notei isso...

Ele pisca pra mim. Entendi o seu joguinho logo de cara

Hisoka -...finja que não percebeu...

Eu cocei os olhos dando um leve sorriso

Kana -Não consigo dormir... Tô tendo pesadelos...

Eu abaixo minha orelhas

Hisoka -De novo?

Kana -Sim... É o mesmo de sempre...

Meu irmão me abraça e sorri

Hisoka -Com aquele monstro?

Kana -Sim... O papai me atormenta nos sonhos...

Hisoka -Sua mente não se livrou dele

Ele segura meu queixo me forçando a olha-lo nos olhos

Hisoka -Se sente culpada por ter me desobedecido aquele dia?

Kana -Um pouco... Não queria ter visto aquilo...

Hisoka -Tudo bem... Gatos são curiosos

Ele ri e beija minha testa me fazendo corar um pouco

Hisoka -Eu não vou cometer o mesmo erro duas vezes. Não se preocupe...

Ele me abraça e eu retribuo

Hisoka -Pode dormir. Eu vou te proteger

Kana -É... Eu sei que vai...

Eu sorrio e me ajeito no colo dele. Hisoka começa a fazer carinho na minha cabeça e escuto ele cantarolar baixinho


★Hisoka Narrador★


Ela dorme com um pequeno sorriso no rosto. Acho que ela não terá mais pesadelos pelo resto da noite

Hisoka -Boa noite, irmãzinha...

Eu sorrio. Logo senti a presença, a mesma que Kana sentiu, se aproximar devagar. Eu me apoiei em um braço e continuei fazendo carinho na Kana

Hisoka -O que foi? Ela é seu alvo?

Illumi -Não. Eu só estava observando. E eu sinceramente não entendo sua irmã...

Hisoka -Não a entende? Como assim?

Eu o olho meio curioso

Illumi -Ela simplesmente se entrega pra você. Ela já viu que você é um psicopata completo. Mas mesmo assim, ela, facilmente, se joga nos seus braços à procura de abrigo

Hisoka -Acho que isso é normal. Já que somos irmãos

Eu sorrio e ele olha Kana meio duvidoso

Illumi -Diga, Hisoka... Mesmo ela sabendo que você pode matar os amigos dela se ficar fora de si. Por que ela confia tanto em você?

Eu suspiro e paro de fazer carinho na Kana que se encolheu um pouco

Hisoka -É melhor sentar...

Ele suspira e se senta na minha frente

Hisoka -Lembra quando eu te disse sobre a morte do nosso pai?

Illumi -Sim

Hisoka -Sabe que quem o matou fui eu, certo?

Illumi -Sim. Foi você mesmo me contou isso

Hisoka -Eu o matei pra proteger a Kana... Quando a Kana me disse, chorando, que ele havia matado nossa mãe na frente dela. Eu fui tomado por um sentimento de ódio... Senti uma vontade enorme de ver o sangue dele escorrendo nas minhas mãos. Queria ouvi-lo gritar e implorar por sua vida...

Illumi -Você o matou pra vingar sua mãe e o trauma de sua irmã? Ou simplesmente o matou porque sentiu sede de sangue?

Eu riu baixo

Hisoka -Acho que um pouco dos dois... Mas quando eu cortei a garganta dele, eu só consegui pensar na minha cena da Kana chorando... Eu realmente queria conservar a inocência dela... Pelo menos até que ela completasse 15...

Eu passo o dedo no rosto de Kana e dou um leve sorriso

Hisoka -Ela se aproximou demais da morte antes do previsto...

Illumi -Quais eram os motivos pra e levar a sua irmã?

Hisoka -Ela é uma nekomimi... Isso é uma coisa super rara. Uma criança nascer com uma cauda e orelhas de gato. Acho que as chances disso acontecer... Deve ser de 1 em 1 bilhão...

Illumi -Pessoas do mercado negro dariam mais que bilhões por ela

Hisoka -Sim...

Illumi -Entendo


♥Kana Narrando♥


#Quebra de Tempo# (2° dia)


Quando eu acordei, o Hisoka já estava acordado e falou que estava indo procurar algo pra nós comermos. Eu disse que ia junto mas ele disse que eu devia ficar um pouco sozinha e entrou na floresta

Kana -Esse é o momento...

Eu digo indo até uma árvore

Kana -Que você dá uma de macaco

Eu agarro um galho da árvore e começo a subir. Eu vou até o topo e fico lá vendo a paisagem. Depois de um tempo eu senti o cheiro do Hisoka se aproximar e comecei descer da árvore. Mas quando eu olhei pra baixo, eu encostei as costas no tronco da árvore. Eu simplesmente não consegui me mover. Não sei o que me deu

Hisoka -Kana? O que você tá fazendo aí?

Kana -Eu... E-Eu subi na árvore... P-Pra ver a p-paisagem...

Hisoka -Desce daí. Eu consegui algumas frutas pra você

Kana -Não d-dá... E-Eu não consigo...

Meu irmão ri e se aproximar da árvore

Hisoka -Pula daí

Kana -Eh!?

Ele gargalha e levanta os braços

Hisoka -Pula. Eu vou te segurar

Kana -Promete?

Ele suspira

Hisoka -Ainda dúvida?

Eu respiro fundo, fecho os olhos e pulo. Hisoka conseguiu me pegar e eu logo o abracei

Hisoka -Seu coração tá disparado

Ele sorri. Eu vejo que tinham três borboletas vermelhas em volta dele

Kana -Elas... São atraídas pelo cheiro de sangue, certo?

Eu aponto pra uma borboleta que tinha pousado no ombro ferido dele

Hisoka -Sim. Elas são Borboletas Hemotrópicas


#Quebra de Temo#


Estávamos sentados debaixo de uma árvore e, por causa dos ferimentos do Hisoka, tinham três borboletas vermelhas em volta do nós. Eu estava sentada no colo do Hisoka comendo algumas frutas quando do nada eu escutei um barulho e o Hisoka pegou um celular do bolso

??? -Hisoka, já conseguiu seu alvo?

Eu olhei meu irmão meio indignada

Hisoka -Não, ainda não

Ele passou a mão no meu cabelo

??? -Você nem sabe quem ele é, certo?

Hisoka -Não

??? -Quer que eu te diga?

Hisoka -Não. Isso não importa. Eu só preciso achar outros outros três pra caçar

Ele desliga o celular e o guarda no bolso e eu continuo comendo


#Quebra de Tempo#


Depois de algumas frutas eu encaro meu irmão

Hisoka -Que cara é essa?

Kana -Isso é trapaça

Hisoka -Seria trapaça se eles tivessem proibido o uso de aparelhos de comunicação. Mas não foi proibido. Então não é trapaça

Ele toca a ponta do meu nariz e sorri

Eu encostei a cabeça no peitoral dele, peguei uma maçã e comecei a come-la

Hisoka -Você não sabe como é difícil ficar tanto tempo sem te beijar... É simplesmente horrível não sentir o gosto da sua boca

Eu o olho surpresa e muito corada

Kana -Baka!!

Hisoka aproxima o rosto do meu. Ele segura minha cintura e me aperta contra ele, pude senti um volume na calça dele e logo tentei me afastar. Mas o Hisoka só me apertou mais forte abrindo um sorriso

Kana -N-Nii-san... Me s-solta...

Eu soltei um gemido baixo e meu irmão suspirou

Hisoka -Depois que chegarmos em casa... Você vai ficar muito tempo na cama...

Ele soltou minha cintura e eu me afastei

Kana -Não quero nem pensar no que você vai fazer...

Hisoka -Porém vai demorar pro Exame acabar... Então eu quero um beijo

Ele sorri e encosta o dedo indicador na própria boca

Kana -Onii-san... E se tiver alguém por perto...

Hisoka -É só um beijo. Não vou fazer nada demais. Juro

Eu coro e olho em volta. Suspiro e dou um selinho um pouco demorado em Hisoka que aprofundou o beijo e pediu passagem com a língua. Eu acabei cedendo e logo a língua dele explorava cada canto da minha boca. Ele me beijou por mais ou menos uns 5 minutos, quando finalmente consegui me afastar, estávamos ofegantes e meu irmão lambia os lábios com um sorriso estampado no rosto

Hisoka -Estava com gosto de maçã...

Ele riu e eu dei alguns socos de leve no ombro esquerdo dele. Alguns minutos depois daquilo, duas borboletas voaram até Hisoka e eu o encarei

Hisoka -Que foi?

Kana -Tira a camisa

Hisoka -Ahn?

Kana -Anda logo. Tira a camisa pra mim ver seus ferimentos

Hisoka -Gatinha, não foi nada demais. Tá tudo bem

Kana -Baka. E se isso infeccionar?

Hisoka -Não vai. Não é fundo

Kana -Tira a camisa. Eu quero ver

Ele suspira e concorda com a cabeça. Nós levantamos e Hisoka tirou a camisa

Kana -Não foi muito fundo

Hisoka -Eu te disse

Kana -Porém, não parou de sangrar por completo...

Hisoka -Não é nada demais. Não vai infeccionar nem nada

Ele colocou a camisa de novo e se escorou na árvore mas não se sentou

Hisoka -Venha, apareça. Eu sei que você está aí...

Kana -Ni...!!

Meu irmão sorri e passa a mão na minha cabeça

Hisoka -...fique aqui... Se você não vier, eu vou até você...

Ele começa a andar na direção dos arbustos até que um homem aparece e pega uma lança

??? -Eu te desafio a um duelo

Hisoka -Você vai morrer

O homem se aproxima e fica em posição de batalha

Hisoka -Tenha cuidado. Não fique muito perto, ok gatinha?

Kana -Eu sei, eu sei

Acho que ele devia dizer "Vou estar ocupado tendo espasmos com essa luta", mas ok... Eu me afasto um pouco mais e o homem tenta atacar Hisoka que recua pra trás. O homem faz uma sequência de várias tentativas, mas meu irmão desvia de todas, no último ataque o cara CORTOU UMA ÁRVORE!!! UMA ÁRVORE!!! ISSO É PRATICAMENTE IMPOSSÍVEL!!!!! O homem encara meu irmão

??? -Se explique, Hisoka...


Notas Finais


Comentem oq acharam e se eu devo continuar


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...