História Soujiro seta- a primeira viagem - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Rurouni Kenshin (Samurai X)
Tags Ação, Aventura, Rurounin Kenshin
Visualizações 7
Palavras 1.244
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Artes Marciais, Drama (Tragédia), Luta, Shounen, Violência
Avisos: Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Divirtam-se

Capítulo 2 - Lembranças


Capitulo 2:lembranças

 

 Soujiro virou hospede da casa de maki ajudando no que podia, soujiro ainda não sabia o motivo da irmã gêmea da mesma tê-lo atacado.

- Me conte,-dizia soujiro – o que houve com sua irmã ?

-Não sei se deveria  mas...  Shiro mudou bastante desde a ultima vez que a vi.- ela começa a contar – Shiro e eu somos muito diferentes. Nosso pai era membro do shogitai, ele morreu no cumprimento do dever.

-Seu pai era um respeitável samurai... -soujiro

-Sim, shiro aprendeu a manejar espada com meu pai. Ela sempre me defendia como irmã mais velha, talvez achasse obrigação. – shiro tinha diferença de segundos na frente de maki, o shiro enquanto shiro era briguenta, maki era delicada como uma flor. – Tínhamos treze anos quando um estranho entrou na nossa casa e matou nossa mãe  , shiro e eu vimos tudo ,ele tentou fazer coisas horríveis comigo então ela o matou.

-Você disse alguma coisa dela ter morrido. – soujiro.

-Ah, sim. – ela continuou – Um grupo de ninjas nos atacou, shiro me escondeu e foi enfrentar eles, depois de muito barulho... quando sai, vi minha irmã com a garganta cortada e havia muito sangue.- o corte estava em volta de todo o pescoço.- Eu chorei tanto... ela era minha única família. Mas ,custo a acreditar que realmente a viu.

- Mas ela era exatamente igual a você .

Maki usava um kymono azul e seus cabelos eram presos tradicionalmente como os de uma gueixa.

- Seta- kun , vou buscar algo pra bebermos enquanto escolhemos o que fazer para jantar.

- Ta bom. – ele respondeu.

Após um tempo, ela voltou , trazia saquê consigo. Ambos beberam, soujiro dormiu. Quando viu maki, estava vestida com um kymono escuro e seus cabelos estavam presos como de costume.

-Tudo bem? Seta – kun?

-To... – responde meio sonolento. Soujiro se levantou, ele saiu andando normalmente, ele pega um chá e ela lhe entregou a xicara, ele bebeu, mas quando foi levantar esbarrou o braço na xicara, maki a pegou no ar. Soujiro ficou olhando, mas não se precipitou quanto ao seu palpite.

-Você comprou maças maki? – então ela responde – Comprei. Pegue se quiser. – ela estava de costas, ele pegou a maça e disse – pegue uma também!- ela ao se virar, surpreendeu- se, pois ele jogou a fruta mirando em seu rosto. Num movimento rápido, e sem esforço pegou a maça no ar em um gesto de puro reflexo, e na mesma rapidez soujiro a ataca, pois agora possuía uma espada.

-SHIRO!  O que fez com a senhorita maki?

Ela deu gargalhadas, soltou os cabelos e tirou o kymono, ela vestia a mesma roupa preta que antes.

-Você é esperto.

-O seu reflexo te denunciou.

-É claro, minha irmãzinha boba jamais seguraria uma mera maça.

-ONDE ELA ESTÁ? – gritou.

- A levei para um lugar seguro.

-Sua... – soujiro começou a lutar, ele usou a técnica shinsoke, mas shiro bloqueou.

-Acha que não conheço a técnica shinsoke?!- shiro de repente começou a fazer os mesmos movimentos de soujiro, batia com um pé no chão e despareceu, quando apareceu, tentou cortar soujiro mas ele bloqueou.

-Desgraçada...!- ambos se afastaram e soujiro batia o pé novamente.

-Nem pense em usar shikushi. – “como ela conhece essa técnica? O senhor shishio ensinou apenas pra mim.” Pensou ele. Ele usou, mas não adiantou.

-Como conhece a técnica shikushi?

-Você acha que só o seu mestre sabia?! Errado!! – gritou e atacou em seguida.

Os dois desapareciam e apareciam inserindo golpes fortes entre shikushi e shinsoke, o duelo não parava por nada, shiro era forte também e soujiro admitia a si mesmo que ela dava trabalho.

                                                                                   *

                Enquanto isso, em outro lugar Maki se encontrava presa, ela tentava se soltar mas não conseguia , porém aos poucos estava conseguindo.

-Seta – kun, preciso ajudar o seta – kun.

Soujiro e Shiro não paravam e de repente, ele parou com a ponta da espada na costela dela. Shiro ficou observando e disse:

- Porque não me mata?

 -Por Maki. Caso contrário, eu já teria enfiado minha lamina no seu coração. – pausa – Onde esta Maki?

Então nesse momento Maki entra e diz:

- Seta- kun!

Soujiro acaba se distraindo com a voz da jovem, através dessa brecha, Shiro desfere um golpe no mesmo para tentar fugir.

- Onee- chan! Espere, porque ta fugindo? – shiro para sem olhar pra traz, Maki continua – Depois de tanto tempo... Eu pensei que estivesse morta. Mas, o que houve? No que você se tornou?!

Ela virou um pouco o rosto e respondeu:

- Se quiser respostas, venha me procurar.

Após ela ir, Soujiro disse:

-Deve esquecer sua irmã.

-Ahm?

-Ela não é mais a mesma que você conhecia.

simplesmente esquece-la.

-Não deveria, acredite. Ela não é a mesma pessoa de antes. Acredite eu sei do que estou falando. – de fato. Seja la qual fosse o trauma, isso a transformou assim como houve com soujiro quando sua própria família tentou mata- lo.

                -Você tem família, seta- kun?

-A minha família tentou me matar. – responde sem hesitar.

-Sinto muito. – Maki.

-Não sinta. Afinal ,eu sobrevivi.- diz de sua forma fria de sempre.

                                                           *

Enquanto Soujiro dormia, Maki pensava no que sua irmã havia lhe dito, queria saber como ela sobrevivera e o motivo de todos aqueles atos. Ela sai da casa e vai de encontro a shiro.

Soujiro acordou e procurou Maki mas não a encontrou.

-Essa não! – ele. Achando que o pior poderia acontecer, ele segue seu rastro.

                                                                            *

Maki foi se encontrar com sua irmã que já a esperava:

-Onee – chan! Onee – chan! Onde você está ? – no local, havia  uma cabana perto da floresta.

-Oi Maki! – shiro aparece do nada. Ela usava a mesma roupa de antes, a mascara que tampava o nariz e a boca, seus cabelos eram longos ate abaixo da cintura, presos apenas na camada de cima. A roupa preta, e em seu pescoço tinha uma fita.

-Onee – chan, o que houve com você? Como sobreviveu?

-Acredite, eu também pensei estar.

                          *flashback 1 on*

                A expressão de maki mostrava pavor ante a cena que estava diante de seus olhos, sua irmã gêmea mais velha, Shiro, acabava de matar o homem que assassinara sua mãe.

-Shiro... – dizia maki.

-Vamos!

Mas, muitos homens de preto apareceram, e shiro pegou a espada de seu pai e ficou em guarda, eles não tinham as visto ainda.

- Eles vão vir pegar a gente Onee – chan!?

-Não vou deixar! Fique aqui, no deixem que vejam você. – estavam escondidas em um pequeno quarto.

- Onee – chan, vai la sozinha?!

-Vou! Não se preocupe não saia ate eu mandar. – shiro, determinada.

Shiro saiu com a espada em mãos, e o grupo, ao ver o corpo de um dos membros, a atenção deles vai para ela. Sem demonstrar medo ela diz:

-Isso mesmo, eu matei ele e vou fazer o mesmo com vocês, iáááá´!!!

Shiro lutou com determinação, mas um deles a segurou e levantou seu queixo com força.

-Corte – a agora! – grita o líder.

Seu agressor então passa a lamina rapidamente pelo delicado pescoço da jovem, que cai no chão com a mão no ferimento que sangrava muito. Quando eles se foram, Maki sai do esconderijo. Ela vê a irmã no chão ,e o sangue saindo de seu pescoço, diante do choque, começa a chorar. Após o fato, algumas pessoas apareceram e a tirou dali, foi um pouco difícil  pois ela não largava o corpo da irmã , aparentemente morta.

                                      *flashback 1 off *

-E como sobreviveu? – perguntou Maki.

                                                                       Continua...


Notas Finais


ATÉ A PRÓXIMO EPISÓDIO!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...