História Soul Blood - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Diabolik Lovers
Personagens Ayato Sakamaki, Azusa Mukami, Beatrix, Carla Tsukinami, Christa, Cordelia, Kanato Sakamaki, Kou Mukami, Laito Sakamaki, Personagens Originais, Reiji Sakamaki, Richter, Ruki Mukami, Seiji Komori, Shin Tsukinami, Shu Sakamaki, Subaru Sakamaki, Tougo Sakamaki "Karlheinz", Yui Komori, Yuma Mukami
Tags Desumanos, Diabolik Lovers, Linhagem Pura, Nekos, Sangue, Sata, Shinigamis
Exibições 34
Palavras 1.350
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Famí­lia, Fantasia, Festa, Harem, Hentai, Lemon, Luta, Magia, Mistério, Misticismo, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Super Power, Survival, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Canibalismo, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Pansexualidade, Sadomasoquismo, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Gente se tiver algo errado me desculpa e por que meu notebook deu pau e to escrevendo pelo cel

Capítulo 10 - Let's play


Fanfic / Fanfiction Soul Blood - Capítulo 10 - Let's play

Os mesmos olhos baços abriram lentamente.

Akihra tinha dormido durante todo o dia depois que ela chegou a seu novo e muito arrumado, quarto para restaurar toda a energia que perdeu . Ela com os olhos vermelhos se levantou e virou para os espelho para que ela pudesse deixar o tapa-olho que ainda caia sobre seu olho direito. Era um mistério por que ela acordou certinho quando curso do relogio bateu meia-noite, mas que ia ser resolvido muito em breve. Isso é logo agora. A fêmea virou a cabeça preguiçosamente para a direita e piscou rapidamente, verificando se ela ouviu direito. Alguém tinha batido na porta de madeira do quarto dela, mas ela tinha que verificar se ela não estava imaginando primeiro. A batida soou novamente e Akihra gritou sonolenta

 "Entra .."

A criatura não estava com disposição para falar nem se mover por isso seria melhor para ela se livrar do problema  e voltar a dormir. Pigeon cara .. Ah, Reiji era o seu nome, entrou com cuidado depois de obter permissão. 

"Senhorita, prepare-se." 

O irmão vampiro mais velho  falou e ele deixou algo próximo a ela. Desde a fêmea ainda estava na cama, ela não conseguia ver o que era, mas ela tinha certeza que era tecido - um novo cheiro de roupa nova encheu suas narinas. Os sentidos de sua espécie estavam sempre afiada, uma vez que eram uma espécie de criaturas noturnas, mas ao longo dos anos eles lentamente começaram a sair no dia e esses sentidos lentamente foi brusco durante a maioria das vezes, mas a noite. As sobrancelhas dela se estreitaram com suas palavras 

"Para onde vou? Onde você está indo?" 

Akihra perguntou enquanto olhando para sua figura. Em vez de sua roupa de costume, ele estava usando algum tipo de uniforme escolar .. 

'Eu não estou indo para a escola, estou? É noite! Mas então .. existem escolas noite .. '-Ela pensou, mas ainda não disse nada, esperando por sua resposta. 

A criatura desumana não podia ter certeza, sem essa resposta. Reiji soltou um suspiro que agarrou sua atenção totalmente antes de ele disse simplesmente 

"Estamos todos indo para a escola. Agora eu vou sair, me vestir e descer." 

Ele empurrou os óculos e saiu da sala. Os olhos mais uma maçantes preenchido com o pensamento de ter que estudar mais uma vez. Ela desprezava a escola mais do que as pessoas nele e ela odiava-los a um ponto onde ela não podia manter-se a fome de comê-los. A memória fez estremecer de prazer - comida seria bom agora. A fêmea levantou-se preguiçosamente de sua cama confortável e fofa para vestir o uniforme. Ela arrastou-se para o espelho para verificar como estava olhou em seu corpo muito magro. Apesar da ligeira falta de uma barriga e o mau jeito que ela tinha de colocar as roupas, tudo parecia bastante decente. Akihra fixou os olhos na bagunça que ela chama de cabelo e colocou em um coque antes de aplicar algum gloss claro em seus lábios rachados, tornando-os macios. Quando tudo foi feito, ela colocou as meias altas e pretas na coxa e desceu as escadas. Hey, mesmo as meninas preguiçosas se preocupam com sua aparência por vezes. Seus pequenos saltos clicava enquanto descia as escadas e na sala de estar. Todos os irmãos estavam lá, exceto Ayato e Yui - ela provavelmente estava se preparando bem. A fêmea de olhos sem brilho não percebeu a maneira que os demais estavam olhando para ela. Os olhares não eram os habituais adequados de comportamentos dos vampiros - eles tinham uma pitada de surpresa e leve luxúria neles. Kanato abraçou seu ursinho de pelúcia e falou com ele com calma 

"Ne, Teddy, Akihra-chan está  muito linda, não é?"-antes de rir. 

Subaru, que estava na parte de trás bufou como ele secretamente olhava Akihra. 

"Eu só quero saber o que ela é, nada mais .. Embora, ela faz olhar da gente ficar belo- Subaru, o que você está pensando!" O macho de cabelos brancos pensou com ele mesmo e estreitou os olhos para os seus pensamentos e mentalmente deu um tapa. Quando todo mundo estava finalmente presente, Reiji limpou a garganta e abriu a porta para todos eles, as meninas vão primeiro e depois seus irmãos e pela última vez. Akihra apoiou-se na limusine para entrar e depois ela se sentava dentro da limusine, sendo bastante alto e tudo mais. Ela cruzou as pernas e colocou de volta no assento confortável com seus olhos baços fechado. Mal ela sabia que os outros estavam admirando-la novamente. Yui riu baixinho com a visão e recostou-se também para evitar fazer sons novamente. Toda a viagem foi extremamente tranqüila como os irmãos todos fizeram o que achei interessante até que o veículo finalmente parou na frente da escola. A criatura desumana saiu primeiro e depois ajudou Yui para fora antes de caminhar em frente à escola com as mãos nos quadris. 

"Mais uma vez, com os edifícios de aparência castelo? Por que vocês todos precisam muito espaço e as pessoas quando você não tem que mesmo que muitos alunos?"

 Ela se perguntou em voz alta com um leve sorriso no rosto. estudantes do sexo masculino que passaram por ela olharam para o sexo feminino atraente e enviaram assobios e declarações de paquera. 'Pedaços de merda- Patético "Akihra pensou com um sorriso largo de aparência real sobre seu rosto. Ela teve que manter uma reputação de uma garota humana agradável, depois de tudo, o que lhe aconteceria se todo mundo descobriu que ela não era. Subaru e kanato olhou para os alunos do sexo masculino, aproximando-se a fêmea desumana na frente deles. Os outros irmãos não parecia tão feliz também, mas eles mantiveram a compostura, mesmo Ayato! Os estudantes do sexo feminino, do outro lado estavam fervendo de ciúmes ao ver a atenção de seu material fangirl precioso a ser tomadas pela nova garota. sorriso da criatura de olhos sem brilho cresceu mais amplo quando pegou sussurros deles como "Quem ainda é ela?" e "O que ela está fazendo com eles? Ela não merece sua atenção!" As classes não tinha sequer começado e todos era tão interessante para Akihra. Quatro estudantes do sexo feminino, provavelmente humana, aproximou-se dela quando os irmãos mais Yui estavam indo pela esquerda para lidar com seus próprios problemas. Eles foram chateado com ela por algum motivo e exigiu explicação de porque a fêmea bonita que estava com os Sakamakis. 

"Eu simplesmente vivo com eles! Qual é o seu problema com isso?" Akihra respondeu com um sorriso doce, tais belíssimo, era nauseante. As meninas não parecem pegar seu feito falso e empurrou-a para o banheiro. 

"Olha, cadela, não se atreva a levá-los para longe de nós! Tivemos sempre que pegar a sua atenção, mas agora eles nem sequer olharam para o nosso caminho ea razão maldita é você! Meninas, vamos vencê-la para que ela aprende a lição rapidamente." 

Essas palavras fizeram a criatura na frente delas completamente enlouquecer . A cabeça inclinada para o lado em um grau perigoso e sua boca formada em um sorriso largo de orelha a orelha. Até os seus olhos baços mudou .. Eles estavam cheios com sede de sangue e suas íris eram pequenos e de gato. 

"Hmm? Você quer me bater? Você nem sabe quem eu sou? Bem, você vai me conhecer .. Agora, vamos brincar de esconde-esconde." 

Sua mão estendeu a mão para o interruptor de luz e virou todas as luzes apagadas. As meninas assustados correram em diferentes bancas. Akihra caminhou lentamente ao redor com o mesmo olhar em seu rosto - aquele terrível que ela mostrou alguns segundos atrás. Seus saltos clicavam contra os azulejos enquanto ela se movia lentamente e ria, deslizando as mãos para as alças das portas e abri-a um por um. Ela chegou às bancas com as fêmeas que agora estavam agitadas e que ameaçavam-la e abri-los lentamente. Elas fecharam os olhos e aguardoram seu destino, em seguida, ... 
As luzes ligaram. 
Akihra soltou uma risada doce e sorriu gentilmente 

" Eu estava simplesmente brincando Agora vá e lidar com o seu trabalho "!


Notas Finais


Gente amo tanto a Heli quanto a Akihra não consigo gostar mais de uma do que da outra


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...