História Soulmates (SaTzu) - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias TWICE
Personagens Sana, Tzuyu
Tags Sana, Satzu, Twice, Tzuyu
Visualizações 86
Palavras 3.348
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Festa, Romance e Novela, Yuri
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


mais um capítulo para vocês!!! não revisei, então pode conter alguns erros
enfim, boa leitura ;)

Capítulo 7 - Relationship


SANA

Faziam exatamente 13 dias que eu não via Chou Tzuyu
Ela faltará todos os dias de aula, não vinha em nenhum dos encontros do nosso grupo, não atendia nenhuma ligação e não chegava a se quer visualizar as mensagens que eu mandará 
Chaeyoung era a única que me informará sobre ela, como ela estava se sentindo 
E hoje, faziam exatamente 13 dias que Jennie não dará um sinal de vida, o que, para mim, não era necessariamente uma coisa aliviante 


Eu fazia riscos aleatórios no meu caderno de física
Eu havia ficado mais próxima de Somi, o mesmo com sua irmã, seus pais e Jihyo, que aparecia por lá uma hora ou outra. Apesar do fato de eu estar extremamente envergonhada pelo fato de estar "morando" em sua casa provisoriamente por todos esses dias 
Eu precisava de um apartamento próprio logo 
E eu precisava ouvir a voz de Tzuyu novamente 
Mas no meio de toda a situação ruim, Momo e Dahyun começaram a namorar oficialmente, o que era ótimo 


Ao intervalo, Somi e eu andávamos juntas, ela estava com a sua mesma hiperatividade e animação e eu juro que tentei acompanhar seu ritmo
Nayeon, Jeongyeon, Somi, Chaeyoung e eu iriamos hoje ao meu apartamento antigo 
Eu precisava do meu uniforme de educação física e das minhas roupas, principalmente meus moletons
Eu estava com medo, mas Chaeyoung e Somi eram extremamente boas em artes marciais, Jeongyeon e eu em futebol e handebol respectivamente, o que nos dava uma considerável força caso acontecesse algo, Nayeon fazia de tudo para nos proteger, então, ela insistirá de corpo e alma para ir junto 

Eu acabei por dormir por vários momentos da aula, tinha passado a madrugada em claro, eu estava extremamente cansada 

Me reuni com Somi e Chaeyoung até a calçada à frente do colégio, o carro de Nayeon estava estacionado 
Entramos no banco de trás, Nayeon virou o rosto em direção à nos 
"Preparadas?" Nayeon perguntou 
Chaeyoung e Somi responderam "Sim!", eu me mantive em silêncio 


Peguei a chave do portão do apartamento e abri, caminhamos até o elevador, meu coração explodia dentro do peito 

Abri a porta, o apartamento estava assustadoramente quieto 
Fomos até o quarto de Jennie, que estava fechado 
Jeongyeon segurou a maçaneta, ela não proferiu nenhuma palavra, ela contou "3...2...1" nos dedos até abrir a porta violentamente 

Não encontramos nada além de um grande vazio 
"Ela foi embora?" Nayeon arqueou a sobrancelha 
"Que bom que foi, se não a encheria de porrada" Chaeyoung disse, entrando ao quarto 
Abri os armários, todas as suas roupas haviam desaparecido 
"Ela com certeza foi embora" Somi colocou a mão a mesa empoeirada "Mas para onde?"
"Ela costumava não ficar muito aqui, ela saia muito, mas eu não faço ideia para onde" Pressionei os olhos 
Caminhei até meu quarto, abri as gavetas do meu armário 
Ela tinha levado grande parte dos meus sutiãs e das minhas calcinhas 
Senti um arrepio correr pela minha espinha 
"Gente...?" Chamei as garotas 
Elas surgiram a porta
"Ela levou a maioria das minhas calcinhas e dos meus sutiãs" A confusão era aparente em meu rosto 
"Essa garota é literalmente doente" Jeongyeon também pareceu surpresa 
"Agora eu REALMENTE quero a encher de porrada" Chaeyoung grunhiu 
Sem contar minhas roupas íntimas, tudo estava em seu devido lugar, até minha foto com Tzuyu
Caminhei até a cozinha, as louças estavam intactas, mas a geladeira estava vazia 
Acho que precisarei fazer uma compra do mês no mercado 
Mas um lado bom é que poderia ter meu apartamento de volta 

 

 

Agradeci do fundo do meu coração Nayeon, Jeongyeon, Chaeyoung e principalmente Somi 
Deitei a minha cama, era bom ter minhas próprias coisas 

Depois de passar pano pela casa, sentei a minha escrivaninha, precisava estudar, eu não havia prestado NENHUMA atenção às aulas por esses dias e a semana de prova estava próxima 
Tinha colocado o My Voice de Taeyeon aos meus fones de ouvido 
Eu tinha passado um longo tempo estudando, praticamente o dia inteiro 
eram 11 horas de uma noite extremamente chuvosa, eu estava dormindo em cima dos livros de história 
Acordei ao ouvir meu celular tocando, era o toque que eu havia colocado ao contato da... Tzuyu?
 Atendi o celular rapidamente
"Tzuyu?" Atendi, eu estava completamente surpresa 
"Pode aparecer à frente do seu apartamento?" Ela disse, calmamente 
"Eu já estou indo!" 

Eu estava de pijama, mas minha ansiedade não me deixará pensar o suficiente para colocar uma roupa casual 
Entrei no elevador e apertei o número 0, tremendo 

Abri a porta do saguão e vi Tzuyu, na calçada
Ela estava debaixo da chuva, com as mãos no bolso
Eu senti uma onda de sentimentos indiscritíveis ao colocar os olhos sob seu rosto 
Abri o portão e parei a sua frente 
Ela olhou nos meus olhos, não tive tempo de falar uma palavra 
"Sana, eu fui extremamente egoísta, eu não consegui enxergar seu lado, nem te dar uma única chance de se explicar. Você sofreu mais do que eu sofri, e ao invés de te dar apoio, eu fiz toda a situação piorar completamente"
Eu a olhava boquiaberta, estávamos sendo encharcadas pela chuva e a única coisa que eu conseguia ouvir era sua voz 
"E eu fiquei mais decepcionada ainda porque eu não tinha o mínimo de direito de ficar brava, porque nós não temos nenhum relacionamento, eu fiz uma série de erros que eu me arrependo completamente de ter feito"
Um longo silêncio reinou entre nós duas, eu não sabia como reagir
"Tzuyu..."
"E eu quero que isso mude. Foi uma boa lição para realmente perceber o sentimento que eu sinto por você, eu preciso de você mais do que preciso de qualquer coisa no mundo, algo dentro de mim implora para te ter por perto, de qualquer forma possível. Eu demorei todos esses dias para reunir coragem para olhar em seus olhos, porque eu sei que você vale toda a pena. Eu quero que você seja a minha Sana" Tzuyu segurou minha mão "Eu quero que você seja a minha namorada"
Minha mente rodava a mil 
 Eu tive o intuito de segurar seu rosto e a beijar 
Tzuyu entrelaçou os braços em minha cintura 
Só Deus sabe o quanto senti falta de Tzuyu, foram dias que pareceram eternidades 
E seu beijo era indiscritível, a chuva trazia a impressão de ser uma cena de filme 
Estávamos completamente desesperadas para termos uma a outra, fazendo-nos tornar um corpo só
 Tzuyu fechou os olhos, encostando nossas testas molhadas 
"Isso foi um sim?" Ela sorriu levemente 
"Não é óbvio?" Dei um curto selinho em seus lábios novamente "Que tipo de pessoa sou eu para recusar um pedido seu?"

Segurei sua mão, a puxando até o saguão e o elevador 
Me perdi nos seus olhos até a porta do elevador ser aberta, eu a beijei novamente 
Ah, céus, eu senti tanta falta, precisava dela perto de mim mais do que nunca 
Era claro a tensão sexual que tinha acabado de se criar entre nós 
Ambas queríamos uma a outra, ambas precisávamos de uma a outra 

Abri a porta do apartamento, Tzuyu não soltará nenhum comentário sobre Jennie, o que era ótimo, se não começaria a chorar ali mesmo 
Entramos dentro do meu quarto, tranquei a porta. Sempre é bom evitar incômodos
Eu pulei em cima de Tzuyu, dando-a um longo beijo 
De fato, eu queria ser de Tzuyu, mais que qualquer coisa neste mundo 
Por esses longos dias, a única coisa que eu conseguia pensar era nela e o quanto sentia falta de sua presença, era ela a pessoa que eu queria me entregar completamente

E como a última vez, cai por cima dela sob a cama 
Mas dessa vez, estava sóbria, a coisa que mais queria era lucidez
Tzuyu olhou para mim. Vi a clara luxuria em seus olhos 
Ela queria isso tanto quanto eu 

 

 

 

 

Quando acordei no próximo dia, percebi que estava deitada em cima do peito coberto pelo cobertor de Tzuyu
Aquilo realmente tinha acontecido?
Sai lentamente da cama, dei de encontro com minhas roupas jogadas aleatoriamente pelo chão 
Era sábado, então não iríamos ao colégio hoje, o que era perfeito 
Caminhei até o armário, peguei alguma camisa, uma legging e o resto de roupa íntima que me restará
"Uou" Escutei a voz rouca de Tzuyu, que me olhará por trás
Soltei um curto riso  
"Eu já volto" Pisquei com somente um dos olhos a ela
Caminhei até o banheiro, escovei os dentes e logo liguei o chuveiro 
Eu estava me sentindo no céu, um sorriso bobo não saia do meu rosto 

 

Depois que sai do banheiro, Tzuyu me pedira algumas roupas para também tomar, achei graça ao descobrir que eu tinha uma calça, uma camisa e moletom que na verdade a pertenciam 
Nós trocávamos roupas de vez em quando, mas a maioria das vezes era sem querer
O que pra mim não era ruim, pois as roupas dela eram extremamente confortáveis e sempre vinham acompanhadas com seu cheiro de brinde

Tzuyu saiu do banheiro, ela sentou ao meu lado em cima da cama 
Eu a dei um beijo calmo e leve, sorri de orelha a orelha 
"Feliz aniversário, namorada"
Tzuyu sorriu, seu sorriso vinha acompanhado de um eye smile e uma covinha extremamente atraente, o que nunca deixará de mexer comigo
"'Ah... eu usei sua escova de dente" Ela disse depois de um tempo, deitando em cima do meu travesseiro 
"Tudo bem, eu já usei a sua. É uma troca justa" 
"Você viu meu celular?" Ela perguntará a mim 
"Deve estar no bolso da sua calça" 
"E onde está minha calça?" Tzuyu consequentemente começará a rir após eu revirar as diversas peças de roupa que estavam espalhadas pelo chão 
Entreguei o celular a ela 
"Meu Deus, 10 ligações perdidas da Chaeyoung" A garota arregalou os olhos
Ela colocou o celular no viva voz 
"Oi, Chaeyoung..."
"TZUYU! Pelo amor de Deus! Onde você foi?" 
"Eu fui me resolver com a Sana" Tzuyu arqueou a sobrancelha "E obrigada por ter me desejado feliz aniversário" ela disse, irônica
"Aquela hora da noite e sem falar NADA comigo? Sabe o quanto isso foi perigoso?" 
"Tá tudo bem, Chae, é sério. Eu tô viva" Tzuyu riu, Chaeyoung grunhiu 
"Feliz aniversário, Yoda. Conseguiu se resolver com a Minatozaki, pelo menos?"
"Sim, você inclusive esta falando com a namorada dela nesse exato momento"
"Isso é sério??" 
"É"
"Ah, porra! Aleluia! Finalmente vai parar de chorar pelos cantos, não tava aguentando mais ter que limpar seu travesseiro de lagrimas" Chaeyoung deu uma longa pausa "E finalmente vocês duas vão parar com esse chove-não-molha insuportável"
Tzuyu corou 
"Tem como você ser um pouco menos direta?"
"Não. Mas onde você está nesse exato momento? Foi pra sua casa?" 
"Não, fui pra casa da Sana, eu... dormi aqui" 
"Dormiu? Sei" Percebi o tom desconfiado na voz da garota "Mina acabou de chegar aqui, preciso dar atenção a ela. Falo com você depois, Yoda"
"Tudo bem. Até"
"Até" 
A garota desligou o telefone 
"Hum... eu certamente NÃO estava chorando pelos cantos" Tzuyu dissera, tentando disfarçar o que Chaeyoung anunciara na ligação 
"Você é um amor, Tzuyu" Beijei sua bochecha "O que vamos fazer para comemorar seu aniversário?"
"Eu vou ficar um pouco com a minha mãe e depois vamos na casa da Nayeon" Ela tirou os olhos do celular "Pode me acompanhar para ir vê-la?"
"Ver quem? A Nayeon?"
"Não, minha mãe. Ela é legal, juro" 
"Mas e o seu pai?" 
"Ele anda viajando muito ultimamente" ela citou o 'viajando' fazendo um sinal de aspas com a mão "Suspeito que ele esteja com a amante, então está tudo livre"
"Oh... Por mim tudo bem"
"Ótimo!" Seu rosto se iluminou 

 

 


Depois de termos nos aventurado pelo metro (era a primeira vez que ambas pegávamos sozinhas um aqui em Seul) e de uma consideravelmente longa caminhada, entramos dentro da casa de Tzuyu

Sua mãe deu à deu um longo abraço, um abraço extremamente carinhoso
A mãe de Tzuyu estava conversando com sua filha em mandarim, a única coisa que consegui entender foi "Feliz aniversário", "Princesa" e "Eu te amo" 
Era a primeira vez que eu escutará Tzuyu falando sua em sua língua materna 
A mais velha se virou em direção a mim, ela abriu um sorriso leve, começando a falar em coreano 
"Qual seu nome?" 
"Hum... Sana" Eu tinha travado por alguns instantes, eu sempre era extremamente nervosa na hora de me apresentar, e com a mãe de Tzuyu parecia ainda pior 
"Ah! Então você é a famosa Sana!" Ela sorriu 
Tzuyu falava de mim para sua mãe? Fiquei um tanto quanto feliz de saber 
"Tzuyu, nós estamos com muito pouco dinheiro para nós duas ultimamente... Mas eu fiz o seu bolo favorito, espero que goste!" Ela disse, enquanto caminhávamos em direção a mesa 
"Obrigada, mãe" Tzuyu realmente verdadeiramente feliz, quase como uma criança 
Era um bolo Floresta Negra, constituído basicamente de chocolate, chantilly e cerejas, com uma pequena vela em cima 
Quando sentei, uma cachorrinha surgiu ao meu colo 
"É uma chihuahua?" Perguntei, sorrindo enquanto fazia carinho a mesma 
"É sim! E ela gostou de você" Tzuyu sorriu, fazendo carinho a mesma 


A casa de Tzuyu parecia uma típica casa taiwanesa, sua família deveria ser extremamente tradicional 
A mãe de Tzuyu, cujo o nome era Chou Yen Ling, acenderá o fogo da pequena vela com um palito de fósforo 
"Faça um pedido!" Disse a ela 
Tzuyu fechou os olhos e depois de um tempo logo abriu, assoprando a mesma 
"Feliz aniversário!!" Disse, junto a Yen Ling
 

Estávamos a mesa, Yen Ling estava conversando diversas coisas sobre os mais variados assuntos comigo, como Tzuyu dissera, sua mãe era realmente legal 
"E vocês namoram desde quando?" Ela perguntou, com o mesmo sorriso ao rosto 
Como ela sabia que nós namorávamos? Não fazia nem um dia de namoro, eu realmente tinha levado um susto 
"Huh...?" Olhei para Tzuyu, que virou no mesmo instante, eu estava perdida "Desde ontem" 
"Desde ontem?" Ela arqueou a sobrancelha, surpresa "Tem certeza?"
"Hum... mãe? Como você sabe que nós namoramos?"
"Tzuyu, você nunca leva ninguém aqui para casa. E você acha que eu não sei reconhecer pessoas apaixonadas umas pelas outras? Bobinha" Ela colocou o dedo indicador na ponta do nariz da filha "E também, parece que tem algo interligando vocês, uma áurea muito... diferente, mas ao mesmo tempo muito parecida, uma áurea que parece que se mantém a anos... Hum..."
"Minha mãe é muito profunda com esse tipo de coisa, não liga, ela as vezes fala umas coisas que eu nem entendo" Tzuyu sussurrou para mim "Nayeon disse a mesma coisa para nós, achei que não passava de um exagero... o que eu ainda acho, na verdade" Tzuyu revirou os olhos exageradamente 
"Palavras tem poder" Yen Ling beijou a testa de Tzuyu e logo após, beijou a minha 
"Cuide bem da minha filhinha"
Não deixei de sorrir de orelha a orelha após ouvir seu pedido 
"Eu irei" 

 

E depois de comermos todo o bolo (estávamos incrivelmente esfomeadas), fomos até a casa de Nayeon unnie, com os poucos 5 minutos de atraso do horário que havíamos combinado 
Tzuyu foi recepcionada com todas as 8 garotas cantando "Parabéns pra você", logo fiz o mesmo 
Tzuyu estava com um sorriso envergonhado ao rosto

E por algum motivo não aparente, Chaeyoung estava completamente bêbada 
Depois de terminarmos de cantar e sentarmos no sofá, Chaeyoung gritará 
"Vocês sabiam que a Sana deu de presente de aniversário a Tzuyu seu próprio corpo nu? Pois agora estão sabendo" Ela riu descontroladamente 
"Huh..." E como já era previsto, fui interrompida pela menor 
"Nem adianta negar com esse seu 'huh', sua safada" 
"...Mina? Por que sua namorada bebeu tanto?" Jeongyeon perguntará a garota de cabelos pretos 
"Também queria saber" Ela virou o rosto em direção a Chaeyoung "amor, por que você bebeu tanto?"
"Porque a minha melhor amiga de infância está fazendo 18 anos e eu simplesmente não consigo aceitar que ela já é uma adulta" Dissera, quase como se Tzuyu não estivesse na mesma sala 
Tzuyu sorriu, era um tanto quanto engraçado 
Chaeyoung havia me lembrado que eu tivera esquecido completamente de comprar um presente a Tzuyu. Droga!

 

Todas nós passamos batom vermelho e enchemos o rosto de Tzuyu de beijos, até Jeongyeon, que tinha uma completa agonia do ato, o realizou 
Eu beijei seus lábios, já que Chaeyoung já havia espalhado para todas as pessoas possíveis o nosso reatamento e início de namoro. A mesma ameaçara beijar a morena só para me provocar 
Tiramos uma foto de Tzuyu, que sorria alegremente 
Eu nunca havia a visto tão feliz, sabia que hoje era seu aniversário, mas de fato, ela parecia mais feliz do o esperado 

 


Nós estávamos assistindo Two and A Half Men, que aparentemente era o seriado favorito de Tzuyu
Nayeon havia comprado um sofá realmente enorme, aqueles típicos sofás de mansões de famosos solitários porém ricos 
Eu realmente não sabia de onde Nayeon tirava tanto dinheiro 


Eu acabei por dormir no ombro de Tzuyu, eu era extremante sonolenta, evito ao máximo dormir de tarde, pois sempre acabo hibernando por 14h
Quando acordei, percebi que as meninas estavam em cima de mim 
"Huh..." 
Elas começaram a rir descontroladamente 
"O que aconteceu?" Eu estava verdadeiramente confusa 
Levantei, caminhando em direção a um banheiro para me ver no espelho 
Meu rosto estava completamente desenhados 
As meninas haviam desenhado um bigode e uma monocelha em mim, tinham até escrito algumas palavras em coreano que eu não consegui entender completamente (e nem queria, na verdade) e uns símbolos pejorativos
Idiotas
"..." surgi a sala, de braços cruzados 
Tzuyu deu um alto riso nasal
"Eu falei que ela ia ficar brava" Chaeyoung disse, rindo 
"Foi você que deu a ideia, mané" Dahyun disse a menor 
"Foi?? Ah.. é, foi. Eu sou genial"
"E ela ainda continua lindinha" Momo disse, indo em minha direção e apertando as minhas bochechas 
"Não se pode nem dormir em paz" Revirei os olhos 
É, foi um tanto quanto engraçado, mas eu nunca assumiria em voz alta 
Lavei meu rosto, demorou mais do que eu imaginava para tirar os desenhos e as escritas completamente 
Tzuyu ficou um longo tempo olhando meu rosto, sorrindo sem mostrar os dentes 
"O que foi?? Meu rosto ainda está desenhado?" 
"Não, Sana" Ela deu um eye smile apaixonante
"Acho que alguém está apaixonada" Jihyo gritou para Tzuyu
"Lembram da Tzuyu no ano passado?" Somi perguntará "Ela parece outra pessoa hoje em dia"
"Nada a ver!" A morena retrucou a mais nova 
"Tudo a ver sim, Yoda" Chaeyoung olhou para mim "Tzuyu era a pessoa mais antissocial que eu já conheci em toda minha vida, você caiu do céu para salvar o futuro da minha amiga"
"Você está bêbada" A mesma revirou os olhos 
"Não adianta negar" Nayeon mostrou os dentes de coelho "Não é uma coisa ruim, Tzu"
Ela grunhiu, encostando as costas no sofá 
Dei um beijo em sua bochecha, o brilho no seu olhar havia aumentado 
"De nada" pisquei somente o olho esquerdo a ela 
"Acho que estou diabética" Mina riu 
"Mina-chan não conhece a palavra carinho, Chaeyoung não permite" Momo colocou os braços em volta da amiga 
"Ei, loira oxigenada! Saiba que eu sou uma namorada muito atenciosa quando eu quero!" Chaeyoung protestou
Momo colocou a mão em cima do peito, fingindo ter levado um tiro 
"De vez em nunca, amor" Mina apoiou a cabeça nas mãos 
"Minha pinguinzinha" A menor tentou forçar sua fofura, mas não deu muito certo 
Vê-la bêbada era engraçado, Chaeyoung sempre fora desbocada e quando bebia, era mais ainda 

 

Mas o melhor de tudo foi ver Tzuyu completamente feliz, era uma das coisas mais belas que eu tinha sorte de poder ver 

E eu ainda não conseguirá acreditar que ela era minha namorada, ela era realmente a minha Tzuyu 
ah, tanta sorte! 

Fomos embora a cerca das 20h, tínhamos pegado um metro novamente

Estavamos de mãos dadas, como sempre ficávamos, mesmo antes de oficializar nosso relacionamento, eu me sentia extremamente bem somente com seu toque 

Fui para casa, me joguei na cama e olhei para cima, sorrindo de orelha a orelha 

Eu tinha certeza de que eu era a garota mais sortuda desse mundo
 


Notas Finais


Acabei de começar as semanas de prova ㅠㅠ pode ser (não tenho certeza) que o capítulo 8 atrase um pouco por causa disso
e finalmente Tzuyu e Sana estão juntas!!!!! eu fiquei realmente feliz ao escrever esse capítulo :)
ah, originalmente era para ter hot, só que como eu não sou muito acostumada a escrever hot desse género, acabei por cortar essa parte :/ me perdoem
obrigada por lerem até aqui!!!
xoxo


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...