História Sound - Capítulo 26


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Babyboy, Bts, Daddy Kink, Jimin, Lemon, Long-fic, Menção!namjin, Menção!taekookseok, Mensagens, Texting, Yaoi, Yoongi, Yoonmin
Exibições 323
Palavras 418
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Fantasia, Festa, Ficção, Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Visual Novel, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Cross-dresser, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Transsexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oeeeeeeeeeeeee
-3-
Boa leitura kskskskskskskssk
Tenham uma ótima leitura mesmo
:V

Capítulo 26 - Chapter 26


~~♡~~

Jimin Pov's

Meu pai havia acabado de chegar na minha casa, com o intuito de "revisar" o novo imóvel no qual ganhei, no caso o meu novo apartamento, em que minha mãe decidiu comprar pra mim, pois até então eu morava com ela – Pelo fato dos dois serem divorciados

O meu pai nunca me agradou muito e a presença dele me encomoda bastante, não é pelo fato de ter vivido com a minha mãe grande parte da minha vida, desde os meus cinco anos que foi a época em que eles se divorciaram, as cenas que eu presenciava não eram agradáveis, ele chegando completamente bêbado e acusando a minha mãe de diversas coisas. Acho que nunca passou pela cabeça dele que eu não sou como ele literalmente queria um filho.

– Isso que você chama de decoração? – perguntou em reprovação – Pensei que pelo menos isso você poderia ser bom.

– O que isso tem haver comigo? Quer dizer que eu não sou bom em nada na sua perspectiva? – reviro os olhos – Afinal, você veio até aqui para ver o meu apartamento ou para criticar tudo?

– Ver o seu apartamento. Mas pelo jeito que você se veste parece super delicado mas sinceramente, você é a pessoa mais desastrada que eu conheço.

Se tem uma pessoa que consegue me irritar, é o meu pai, a vontade que eu estou de expulsá-lo nesse momento, é enorme.

– Mas você fica ótimo nessas roupas... Jiminnie – ele disse em um tom malicioso.

– Não me chame pelo meu apelido.

– Por que não? Querido Park – Ele se aproximou de mim.

Eu apenas me afastava, entrando em outros cômodos, tentando mostrar a casa o mais rápido possível, para poder ter o mínimo de tranquilidade sem aquele... Cara. Assim que chegamos no meu quarto, sinto ser prensado na parede.

– Seu cheiro adocicado é ótimo... – comentou cheirando o meu pescoço – Poderia senti-lo por horas...

Coloquei minhas mãos em seu peito tentando o afastar com toda a força que eu tinha, mas não era suficiente para que ele me soltasse, desde quando esse cara ficou forte?

– O que você pensa que está fazendo? – me debati.

– As vezes até parece mesmo uma garota.

Ele segurou as minhas mãos por cima da minha cabeça, impedindo meus movimentos. Ele adentrou o suéter que eu estava usando com a mão, encostando em meu abdômen, logo retirando o meu suéter.

O mesmo colocou um dedo sobre a boca, fazendo "Shh" indicando que eu me calasse. Me assustei imediatamente ao entender o que ele realmente queria ao vir até a minha casa.


Notas Finais


Queria dizer que quando eu disse "Algo pior"
Não é isso que é o algo pior, ok?
-3-
Até o próximo capítulo


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...