História Sous Votre Contact - Capítulo 12


Escrita por: ~

Postado
Categorias Got7
Personagens BamBam, Jackson, JB, JR, Mark, Youngjae
Tags 2jae, Abo, Alfa, Beta, Markson, Ômega, Yugbam
Exibições 256
Palavras 1.931
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Yaoi, Yuri
Avisos: Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Faltava um especial deles, então ta ai
Desculpem pelo de sempre, os erros e boa leitura.

Capítulo 12 - Especial YugBam


 

Bambam pov

Eu conheci o Yug na 6 serie, logo que eu me mudei pra Coreia, no meu primeiro dia de aula ele foi o único que não me ignorou depois da minha apresentação e ainda me chamou pra sentar com ele. Na hora do lanche ele me apresentou a pessoa preferida dele, e eu me senti um pouco estranho, não entendia direito o que eu estava sentindo no momento, eu só o conhecia a poucas horas e já queria receber aquele titulo também, mas ele era de JinYoung que segundo ele era o hyung mais legal do mundo e que morava na rua da sua casa.

Nós três fomos nos aproximando com o passar do tempo, descobrimos na volta do meu primeiro dia de aula que morávamos bem próximos, eu morava um pouco mais em cima e isso facilitou muito a nossa aproximação, JinYoung hyung era uma pessoa muito legal, mas com o passar do tempo nós dois sem percebermos passamos a disputar a atenção de Yugyeom, e quando ele passou a fazer mais amigos na escola nós nos uníamos pra dar gelo nele, era bem idiota mas sempre dava certo.

Já quando estávamos na 8 serie e o hyung no terceiro ano, Yugyeom veio me contar que estava apaixonado por alguém e eu fiquei super feliz de ser a primeira pessoa a saber e não o nosso hyung, eu achava que o yug tinha me escolhido como melhor amigo por isso, mas o motivo não era esse e foi ai que eu me toquei que o que sentia por ele não era só amor de amigo.

-Bam, eu estou apaixonado. – Yug dizia corando levemente, muito adorável

-Sério, Yug, o hyung já sabe disso?-  Eu sorri esperando ser a primeira pessoa a saber

-Ainda não. – Ele abaixou a cabeça sorrindo. – Ainda não tive coragem de contar a ele.

Sorri quando soube que minhas expectativas estavam certas, mas depois de ouvir o motivo meu sorriso desapareceu.

-Eu estou apaixonado pelo nosso hyung, você acha que ele me rejeitaria, Bam?- Ele me perguntou com um tom de preocupação na voz, o que e fez engolir o choro que estava prestes a sair.

-Nosso hyung jamais faria isso yug, você pode se declarar depois que descobrir qual a sua classe. – Eu disse esperando que isso fosse demorar, mas dessa vez minhas expectativas não foram atendidas.

-Eu sou um alfa, Bam, o hyung tem certeza que ele é um omega com os cios atrasados.- A felicidade dele era nítida, e naquele momento eu só quis ser um beta.

Mas isso não aconteceu, e meu cio chegou dois dias depois, eu ajudei meu amigo a se declarar da melhor forma possível, com jantar e flores, programei a primeira semana de namoro perfeita para eles dois, com parque de diversões, piquenique e cinema, coloquei na lista todas as coisas que eu mais queria fazer com ele, para que ele fizesse com outra pessoa. Passei 1 semana fora por conta do meu primeiro cio, e quando voltei a escola não encontrei nenhum dos dois lá, então decidi passar na casa do Yug pra saber se ele estava bem e como foi a declaração e a semana de namoro perfeita, quando cheguei na casa dele a senhora kim disse que ele estava muito triste e me pediu para tentar ajuda-lo, eu presumi que as coisas não tivessem saído muito bem e que ele tinha sido rejeitado, mas o que aconteceu foi muito pior que isso.

Bambam pov off

 

 

 

Yugyeom pov

 

 

Eu havia feito tudo exatamente como Bam planejou, eu me declarei de uma maneira um pouco desajeitada que o hyung disse que achou bem fofa, ele correspondeu aos meus sentimentos, disse que também gostava de mim mas que tinha medo de não ser reciproco, nós começamos a namorar e eu comecei a seguir o cronograma que o Bam montou pra mim, mas no 3 dia, depois de um passeio no finalzinho da tarde onde tomamos sorvete eu comecei a me sentir desconfortável na volta, e na frente da minha casa eu me senti muito, muito quente, então o hyung me levou pra dentro e me ajudou a tomar banho, mas não passava e eu estava ficando excitado, era meu primeiro cio e como eu sou um alfa só é um dia, eu me achava totalmente capaz de passar por isso sozinho.

Mas o hyung não permitiu e disse que me ajudaria com aquilo, que poderia fazer com o cio dele viesse também, ele disse que não me deixaria sozinho, já que meus pais ainda não estavam em casa, e a pior coisa que eu fiz foi aceitar a sua ajuda, eu achei que seria algo magico para ambos, mas foi a pior coisa que eu poderia ter feito, além de tal ato ter nos dado a plena certeza de que nós não ficaríamos juntos eu o machuquei e foi muito difícil conviver com isso. Somente quando eu acordei me dei conta do que eu havia feito durante meu cio.

Minhas presas nunca apareciam, mas o hyung estava todo mordido, eu continuava excitado e ele cheio de hematomas, meu cio foi embora mas eu não me sentia saciado, ver meu hyung fofo e delicado daquela maneira me cortou o coração, ele não estava bem, tinha desmaiado pela 3 vez no dia e foi mais preocupante, chamei meus pais pra levá-lo ao hospital, o médico disse que era cansaço muscular, que meu cio o levou à exaustão, ele também disse que não poderia se repetir porque betas não são capazes de saciar alfas durante o cio ou se quer o ato sexual comum e que eu poderia ter matado meu hyung.

Foi um choque pra mim ter a certeza de que ele era mesmo um beta, eu já suspeitava, mas ele dizia ter certeza de que era um omega com o primeiro cio atrasado, ele disse que o lado omega poderia aflorar durante meu cio, mas isso não aconteceu e eu só o machuquei, foi muito difícil pra mim conseguir com olhar pra ele de novo, eu tentei me afastar o máximo depois de pedir desculpa de todas as formas por tudo o que eu havia feito com ele, doeu muito, foram 3 meses tentando ignorar completamente meu hyung favorito.

 Eu não conseguia olhar para ele, toda vez que acontecia eu lembrava dele desacordado e cheio de hematomas, eu pedia desculpas e começava a chorar, Bam teve que ser muito forte e insistente pra que nós voltássemos ao que eramos antes, e eu agradeço muito a ele por tudo, pensando bem ele sempre foi o meu anjinho da guada, desde que apareceu na minha sala com uma carinha de bebê medroso.

Yugyeom pov off

 

 

 

 

 

 

Bambam pov

 

 

Foram dias realmente difíceis, eu tive que me dividir em dois para estar com ambos ajudando eles a superarem e tentando os reaproximar, eu e JinYoung hyung ficamos bem mais próximos após isso, o suficiente para que ele pudesse perceber que eu amava o yug mesmo que na minha percepção eu não tenha demonstrado nada. Ele me surpreendeu bastante quando disse que me ajudaria a conquistar o Yugyeom, eu achei bem irônico visto que a meses atras eu tinha feito exatamente o mesmo para que ele e o dito cujo ficassem juntos. Porém JinYoung não é tão genial quanto eu e nós não tínhamos certeza, ou melhor nenhum sinal se quer de que aquele poste sensual gostava de mim, então nós tivemos que passar por testes.

O primeiro deles foi intitulado como teste do ciume, eu achei ridículo mas eu concordei com a palhaçada e tive que aceitar esse nome brega, vou colocar ele no meu livro do arraso, tudo isso pra quem sabe finalmente marcar um x ao lado de “namorar com kim yugyeom” no meu caderno das possibilidades, sim eu tenho eles até hoje.

O hyung foi bem naja nesse plano porque ele usou um menino da sala dele que tinha uma queda por mim, eu não fiquei atras porque aceitei de primeira, mas o garoto era um completo escroto então não me arrependo nadinha. Jinyoung deu corda pro menino se enforcar, ou seja deu aquela força de brother pro garoto investir em mim. Eu ainda tive que encenar a caipira apaixonada, suspirava e sorria igual ao idiota que eu sempre fui só que de forma exagerada dessa vez, o objetivo foi alcançado com um sucesso quase fail, eu tive que esfregar na cara dele que outro cara estava me chamando pra sair. Quando ele se tocou fez um escândalo e depois disse que eu não podia sair com um cara mais velho porque eu ainda não tinha 15 anos, ele também não tinha e já não era mais nem virgem, joguei na cara mesmo, mas depois me arrependi.

A segunda fase do plano brega do hyung foi me produzir mais pra chamar a atenção do meu melhor amigo e futuro boy, ele tava me chamando de desarrumado aquele veado, e o pior que eu não podia falar nada porque realmente naquela época eu era terrível, mas o que importa é que hoje em dia eu sou maravilhoso e dono das tendencias. O segundo passo foi também o ultimo, depois de mudar quase que radicalmente o meu estilo e me ajudar a ficar lindo, o hyung tirou fotos bem legais minhas e nós fizemos um perfil na internet que fez bastante sucesso e por isso hoje em dia eu tenho o blog, mas votando, eu passei a chamar atenção de todos no nosso bairro e na escola, o que não agradou em nada um certo Kim, eu passei a receber presentes e cartas de meninos e meninas em casa e na escola.

 Nessa mesma semana o Parque de diversões iria reabrir e nós três combinamos de ir juntos, nem preciso dizer que JinYoung não foi e eu marquei um x em duas coisas no meu caderno das possibilidades. O momento em que ele se confessou não foi lá um dos mais agradáveis, ele quase entrou em uma briga com um cara na fila da montanha russa.

-Yug, fica calmo por favor, não faz nenhuma besteira. – Eu segurava o braço dele aflito.

-Como não fazer nada Kunpimook?! Esse palhaço passa a mão na tua bunda e tu quer que eu fique calmo?- Ele começou a ficar vermelho e a gritar comigo.

-Yugyeom, eu já dei um tapa na cara dele, fica calmo, amigo. – Eu disse com as duas mãos no rosto dele.

-Não me chama assim. – Ele balança a cabeça e se aproxima.

-Dói em mim também. – Disse baixo, ficando cada vez mais nervoso com a aproximação dele.

-Então não me chama mais assim, eu vou te chamar de amor a partir de agora.

-A-amor?

-Sim, é assim que a gente chama a pessoa que a gente ama não é?

-V-você me ama, Yug?- Nesse momento eu já queria chorar.

-Sempre amei, Cobrinha. – Ele sorri e beija a minha bochecha.

-Só vou te chamar por algum apelido carinhoso quando nós estivermos namorando.- Falei querendo disfarçar minha emoção mas ela só aumentou.

-Não seja por isso. – Ele se ajoelhou no meio da fila. – Kunpimook Bhuwakul, você aceita ser meu namorado?

Não preciso dizer qual foi a minha resposta chorosa, nesse dia eu cheguei berrando na casa do hyung e nós dois pulamos na frente do yug sem medo.

Nunca vou esquecer do dia 17 de dezembro onde eu fui pedido em namoro em uma fila da montanha russa pelo meu melhor amigo por quem nem eu sabia ser completamente apaixonado desde o primeiro dia de aula em uma escola nova em um país novo. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...