História Spank Me, Daddy - Capítulo 26


Escrita por: ~

Postado
Categorias Danielle Campbell, Harry Styles, Phoebe Tonkin, Zayn Malik
Personagens Danielle Campbell, Harry Styles, Personagens Originais, Phoebe Tonkin, Zayn Malik
Tags Babygirl, Daddy, Harrystyles, Zarry, Zaynmalik
Visualizações 156
Palavras 1.073
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 26 - Ela também é sua mulher agora


Sarah Campbell

Acordei sem ter coragem de abrir os olhos, sentindo alguém me abraçando por trás e ao mesmo tempo eu estava deitada no peito de outro alguém. Fui despertando aos poucos e me deparei com o Zayn atrás de mim e quando olhei para cima vi o Harry, ambos pelados. 

— Que porra é essa? — eu grito, os empurrando e assustando os dois que caem no chão, em lados opostos da cama. 

— Você está doida, Sarah? — Harry pergunta com a expressão brava e com a mão em cima do seu peito.

— Que merda você estava pensando em acordar a gente assim? — Zayn pergunta se levantando. 

— Por que nós estávamos dormindo juntos e pelados? — cruzo os braços e eles me olham como se eu fosse retardada. - Vocês podem fazer o favor de me responder ou está difícil?

— Não é óbvio? Nós estávamos te fodendo, baby girl. — Harry responde revirando os olhos. — Vou tomar um banho e Zayn converse com sua mulher, por favor.

— Ela também é sua mulher agora. -—Zayn responde vestindo uma calça moletom.

— Deus me livre de uma mulher doida que me acorda aos gritos. — Harry fala parado na porta do banheiro. 

— Quando eu grito na hora da foda você não reclama, idiota! - jogo uma almofada na sua direção, mas ele é mais rápido e tranca a porta antes dela atingir aquele rostinho lindo. — Cretino! 

— Alguém acordou de TPM hoje. - Zayn tenta me beijar e eu o afasto. Ele levanta as mãos se rendendo. — O que você quer, meu bebê? Fala pra mim que eu faço. Você sabe que faço tudo, absolutamente tudo, por você, não é? 

— Não sei... Não estou bem. — deito na cama. — Estou me sentindo mal, cansada, depressiva... Tudo de uma vez.

— Vem comigo, meu amor! - ele me pega no colo e leva até o banheiro do meu quarto. — Eu vou cuidar de você.

Zayn me dá um banho demorado banheira como se eu fosse uma criança, veste uma roupa confortável em mim e faz uma massagem no meu corpo enquanto estou deitada de bruços na cama. 

— É engraçado ter você em cima de mim sem ser para me foder. — ele ri. 

— Sou multiuso, bebê. — dá um tapa na minha bunda. 

— Desculpa pelo estresse mais cedo... Nem sei o que aconteceu comigo. — peço com sinceridade.

— Sua menstruação está para descer, não é? — confirmo com a cabeça. — Algumas mulheres tem TPM e ficam irritadas, cansadas e bravas. Tenho três irmãs e sei muito bem como é isso. — o olho por cima do ombro e percebo que ele está com uma expressão triste na face.

— Eu quero conhecer sua família algum dia, Zayn. — ele se afasta e eu me viro de frente para ele e começo acariciar seu rosto.

— Não sei como eles vão reagir em saber que estou namorando com a irmã mais nova da Katie... — ele suspira. — Espero que sejam mais receptivos com você.

— Diga a eles que meu único interesse em você é o seu pênis! — falo brincando e ele ri balançando a cabeça.

Ele continua massageando meu corpo,  cada pedacinho e eu me sinto totalmente relaxada. Zayn deita-se ao meu lado e sinto que ele não está nada bem.

— Eu estou com medo de te perder. —ele confessa.

— Me perdoa pelo que fiz. Eu sei que errei, eu não queria... — ele me interrompe com um beijo.

— Sarah, você é a menos culpada nessa história. — eu o abraço apertado.

— Estou atrapalhando o casal? Se estiver, eu não me importo. — Harry chega e se joga entre a gente na cama e eu faço um carinho no seu cabelo. — Nós poderíamos ir para minha casa de praia esse final de semana.

— Você tem uma casa de praia? — arregalo os olhos.

— É da minha família. E aí, vocês topam? — pergunta com um sorriso divertido no rosto.

— Eu nunca fui para a praia. Meus pais eram muito tradicionais e não me deixavam usar nenhum tipo de biquíni. Queriam que eu casasse virgem assim que completasse dezoito anos com o filho do pastor da nossa igreja. — fico horrorizada só de lembrar como minha vida seria sem graça se tivesse seguido aqueles planos malucos.

— Eles devem está se revirando no caixão vendo o que o Zayn faz com você. -— Harry brinca.

— Você é um idiota. - dou um tapa de leve no seu rosto. — Nós vamos ou não?

— Podemos ir agora, aí já aproveitamos a noite na cidade, é um lugar muito bonito. -— Zayn sugere, nós assentimos e ele sai do quarto me deixando a sós com o Harry.

— Mas eu não tenho um biquíni decente. — faço um biquinho.

— Podemos comprar um no meio do caminho. — ele pisca um olho e avisa que vai até o apartamento dele preparar uma mala.

Arrumei minha mochila com tudo que iria precisar, vesti um short curto e uma regata e amarrei meu cabelo em um rabo de cavalo. Desci e os dois já estavam prontos.

— Quando chegarmos na estrada podemos te ensinar a dirigir, Sarah. — Harry fala animado.

— Ela não alcança nem o freio. — Zayn fala me zoando.

— Tomar no cu, você não quer, né? -—respondo irritada.

— Ela bravinha fica mais linda. — ele me abraça e beija meu pescoço me fazendo arrepiar. — Eu amo o efeito que tenho sobre você. — ele sussura no meu ouvido.

Descemos até o estacionamento e logo estávamos a  caminho da casa de praia.  Durante o percurso eu tive que ouvir as piadas sem graça do Harry, Zayn tentando a todo custo me convencer a transar com ele dirigindo e eu ignorando os dois.

— Eu não acredito que estou indo para a praia! — falo batendo palminhas. — E vocês ainda me devem um acampamento, porque sempre um de vocês inventava uma desculpa para não irmos.

— Mas quando deu para nós dois irmos, você ficou menstruada e desistiu. — Zayn me lembra e eu finjo que não ouvi. — Não adianta fingir que não está ouvindo.

— Me deixa, seu chato. — mostro meu dedo do meio para ele.

Quando chegamos ao local, eu quase não acreditei como o lugar era lindo, se algum dia eu fosse casar, queria que fosse ali, porque o cenário era perfeitamente romântico.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...