História Speechless


Escrita por: ~


Sinopse:
[ DaFunnyScene { Charlie Scene x Funny Man x Da Kurlzz } || Fluffy || Comédia || +10 ]

"A falta de palavras agia como amiga, e era incrível o fato de como nenhum dos dois precisara dizer qualquer coisa para se entender. Eles demoraram a entender isso, e agora de certa forma era algo especial, único dos dois. Matthew sentia pela primeira vez, ser único para Jordon."
Iniciado
Atualizada
Idioma Português
Visualizações 99
Favoritos 31
Comentários 5
Listas de Leitura 1
Palavras 3.746
Terminada Sim
Categorias Hollywood Undead
Personagens Dylan "Funny Man" Alvarez, Jordon Terrell (Charlie Scene), Matthew Busek (Da Kurlzz)
Tags Charlie Scene, Da Kurlzz, Dafunnyscene, Desafio Dos 100 Temas, Funny Man, Hollywood Undead, Presente Da Samilinha, Sami Scene, Stayundead, Tema 31, Tema 65

Fanfic / Fanfiction Speechless
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 10 ANOS
Gêneros: Comédia, Fluffy, Slash, Universo Alternativo
Avisos: Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Lista de Capítulos

Capítulo
Palavras
1.
Capítulo Único
5
99
3.746

Gostou da História? Compartilhe!

Comentários em Destaque

Postado por ~kindasaturny
Capítulo 1 - Capítulo Único
Usuário: ~kindasaturny
Usuário
Hey!

Eu não sei exatamente o que eu to fazendo aqui, agora, mas eu realmente quis comentar nessa obra de arte.
Não vai ser um comentário engraçado, desculpe por isso, farei um mais divertido mais tarde, quando estiver me sentindo melhor.
Acho que isso aqui tá mais pra um "aviso/pedido de desculpas/declaração/uma forma desesperada de ter algum contato com você apesar de ser muito medrosa"

2016 foi um ano nada bom, não?
Foi um ano péssimo, um dos piores da minha vida.
Eu diria que foi o pior se não tivesse sido por você.
Esse meu ultimo aniversário não foi um foi piores, mas tava longe de ser um bom.
Tudo bem que você não postou isso no dia do meu aniversário, mas eu lembro que você me mandou um texto no Whatsapp.

Aquele foi um dos dias que eu almejava a minha morte no horário do recreio, nem eu e nem a Luiza tínhamos algo a falar, estávamos completamente sem assunto e apenas permanecíamos a observar aquele colégio que nós tanto odiávamos.
Eu lembro que eu li aquilo na hora do recreio. Também lembro o quão sem graça eu tinha ficado.
Você me deu vontade de chorar no meio do recreio, eu cheguei a mencionar isso?
Mas, ao mesmo tempo, eu não conseguia parar de sorrir.
Super confuso, não?
Bem, você tem esse poder sobre mim.

Eu nem tinha mencionado com a Luiza que era meu aniversário, queria apenas chegar em casa e me largar na cama de uma vez para terminar aquilo antes que algo desse errado, mas ela viu que eu tava rindo pro telefone e eu tive que explicar que era meu aniversário.
Ela ficou bem brava por eu não ter falado.

Eu perdi aquele texto, infelizmente. Estava no meu outro celular, naquele Xperia que eu tanto odiava, mas tinha aquele texto nele; eu tinha parte de você nele, então ele possuía algum valor.

Eu estou sempre olhando pra trás, e sempre parece que ontem foi mais fácil que hoje. E isso cansa, sabe? Cansa muito.
Mas atualmente a única coisa que eu consigo olhar é para o futuro.
Um futuro nem tão breve.
Um futuro de 5 meses, que é quando eu poderei te ver novamente.

Você me faz um bem, garota, que puta merda.
Eu tenho poucos exemplos pessoalmente, o que me deixa super chateada, mas eu vou ficar falando daquele dia no aquário até eu ficar muda e não sobrar mais forças para eu falar.
Puta dia bosta, hein?
E você o transformou em um dos melhores da minha vida.
Eu só não consigo não lembrar dele e então perceber o quão perdida eu estou por você.

E agora Speechless;
Puta que pariu, o que falar de Speechless?
Quando você postou, eu tava numa madrugada muito merda (não que isso seja uma novidade, though), e eu fui dormir chorando.
Mas não era de tristeza.
E isso sim foi uma novidade.

Lembro que no dia seguinte eu te agradeci mais """decentemente""", mas a verdade é: Eu nunca serei capaz de explicar em palavras o quão grata eu sou por tudo que você fez em minha vida.
Você me faz uma pessoa melhor, sabia?
Você me faz uma pessoa mais feliz, sabia?
Você me faz uma pessoa que se sente amada, sabia?
E é por isso, além de tantas outras coisas, que eu te amo.
Mas acho que não sou capaz de expressar isso também.
Porém eu posso tentar, você permite?
Porque é o que eu disse: Eu poderia passar o resto da minha vida dedicando tudo à você, e eu seria muito feliz assim.

Desculpe por ser assim.
Por ficar muito em cima.
Por ser meio (muito) paranóica
Por ser tão obcecada.
Por ser tão cansativa.
Por ser tão repetitiva.
Por ter vergonha da minha própria existência.
Eu poderia passar o dia inteiro pedindo desculpas por não ser boa o suficiente para você, mas prefiro gastar meu dia falando o quanto eu te amo.

Eu fico muito em cima de você? Eu te canso?
Não sei, é o que eu fico me perguntando sempre.
Fico me perguntando o que você acha de mim ou o que meus atos/palavras fazem você pensar ou sentir.
Mas eu sou extremamente óbvia e não é difícil saber o que é que eu penso sobre você.

Enfim, desculpe por ter gastado seu tempo com isso, mas realmente gosto de fazer você se lembrar que é amada.
Principalmente por mim.
Postado por ~FuckboyDanny
Capítulo 1 - Capítulo Único
Usuário: ~FuckboyDanny
Usuário
MOZÃO TE AMO