História Spells? No, I'm a Different - Capítulo 16


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Diferentes, Feitiços, Heróis, Magia, Poderes, Super, Superheróis, Superpoderes
Visualizações 23
Palavras 796
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Ficção Científica, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela
Avisos: Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Atrasei porque aqui na minha cidade estava tendo um problema de energia... Agora voltaremos com a programação normal.

Capítulo 16 - Na ausência de poderes, use nunchakus.


-Vocês estão dependendo muito de suas Diferenças. Mas isso muda agora.

Lara nos entrega uns casacos de couro com linhas brancas igual as das minhas luvas. Ela explica que isso serve para bloquear nossas Diferenças. Cada um de nós agarramos uma arma corpo a corpo. Gabriel e eu pegamos espadas. Dustin pega um machado. Maycon pega umas facas atiráveis. Vitor pega uma faca de lâmina um pouco mais longa. Lara cria sua própria espada de cristais. Mateus pega uns nunchakus

-Você sabe usar isso? – Pergunta Maycon

-Nem um pouco – Responde Mateus

O treinamento não será com Robôs, dessa vez lutaremos um contra o outro. Primeiro Lara e Maycon contra Vitor, Dustin e Mateus. Os vencedores lutarão contra Gabriel e eu.

Maycon começa atirando uma faca da direção de Vitor. Que no último momento pula para o lado. Lara então salta na direção de Dustin, que se arrepende de ter escolhido um machado, a arma era pesada demais. Lara então é parada no ar por uma máquina que impede “ferimentos graves”. A máquina agarra ela no ar e a coloca de volta no chão. A faca que Vitor desviou foi na direção de Mateus, que estava tentando aprender a usar os nunchakus.

-Dustin e Mateus, vocês estão fora - Diz Lara

-Droga- Diz Dustin

Vitor aproveita o momento e ataca Maycon. Prestes a perfurar o peito dele, Vitor é agarrado pela máquina e colocado no chão.

-Maycon, fora - Diz Vitor

-Vai ter vingança - Responde Maycon

Lara olha para Vitor com uma cara de desafio. O garoto está tremendo de medo. Lara então ataca ele, o mesmo rola para o lado e se vira no mesmo momento para atacar. Mas Lara já esperava por isso, e então desvia e ataca Vitor. Ela para antes de acertar o garoto com a espada de cristais.

-Fora - Diz ela

-Boa – Diz Mateus, com desgosto

-Qual é- Responde Vitor

Minha vez, e a de Gabriel. Maycon começa novamente atirando uma faca em minha direção. Rolo para o lado e avanço da direção dele. Gabriel vem atrás. Uma boa estratégia. O erro foi ignorar Lara. Ela entra na frente e ataca Gabriel. Ele agarra a espada no ar com a mão elétrica.

- Essa coisa é resistente- Diz ele

Aproveito o momento de desorientação e ataco Lara. Menos um. Falta Maycon. Ele atira uma faca na direção de Gabriel, que agarra a faca, ele atira de volta, acertando a parede atrás de Maycon. Ele tenta atacar, mas Maycon se vira e atira uma faca. Quando a faca é parada no ar e atirada para longe e Gabriel se finge de morto, ataco Maycon no momento de distração. A máquina impede que eu acerte a barriga de Maycon, e Lara anuncia o fim da batalha.

-Vitória do Time C - No caso, Gabriel e eu.

Uma garota entra na sala suada por ter corrido demais.

-Temos problemas- Anuncia ela

*             *             *

A garota nos leva para a sala de estar. Onde a grande TV mostra uma cena horrível. Todos da Casa podem ver.

O noticiário mostra um monte de gente lutando. Vejo que uma garota atira um líquido prateado na direção de um garoto, que tem os pés derretidos pelo líquido. A imagem é horrível. Muita morte e sangue.

-O que é isso.- Pergunto, alarmado

-Isso meu jovem, é a Casa da Ásia se defendendo de um ataque dos Killers. – Explica James.

-Por favor, desligue isso – Diz Lara

James desliga a TV. E todo começam a conversar sobre o caso.

-Atenção. Os Killers estão atacando a Casa da Ásia. E nós devemos ajudar. Claro que não todos, vocês são alunos. Mas eu levarei a equipe de combate lá, para ajudarmos eles.

Mais conversa.

-Silêncio! – Ordena James – Todos da equipe de combate, se reúnam comigo na sala do portal. – Ele se vira para Lara – Traga eles – Já sei o que ele quis dizer com isso.

*             *             *

Lara nos leva para a sala do portal.

-Eu não posso – Diz Vitor – Você viu quanta morte tinha lá.

-Ele está certo – Digo – Não podemos.

-Seremos inúteis – Diz Maycon

-Gente – Lara se vira para nós – Imaginem isso como um treino, só que mais mortal e sem uma máquina contra “ferimentos graves”

-Impossível – Diz Gabriel.

-Gente, eu também vou para essa luta, e eu não estou nem um pouco feliz com isso – Diz Lara – E mesmo assim, nós fomos destinados a derrotar todos os Killers, lembram.

-Infelizmente, fomos – Diz Mateus

Entramos na sala, lá, 20 garotos e garotas estavam colocando armaduras. Nós também nos vestimos. As armaduras são feitas de algum material que eu não conheço, é extremamente leve, porém, segundo James, impenetrável.

- Aqui amos nós – Diz James

Ele abre o portal, assim que todos passamos, olho ao redor. Tudo está em chamas.


Notas Finais


Comentem o que acharam... :D


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...