História SpiderPool - Wade x Peter Forever? - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Deadpool, Homem-Aranha
Personagens Duende Verde, Gwen Stacy, Peter Parker, Tia May, Wade Willson (Deadpool)
Tags Drama, Romance, Spideypool
Visualizações 415
Palavras 1.270
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Fluffy, Luta, Mistério, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Álcool, Estupro, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Pansexualidade, Sexo, Tortura
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


[Informações]
As imagens do capitulo/historia não são de minha autoria,ou seja, não me pertence,respeito os direitos autorais do mesmo.
Estudo em periodo integral,logo não tenho muito tempo para continuar a fanfic toda hora,mas vou me esforçar!
Essa é minha primeira fanfic,afinal não sou muito de escrever,mas eu senti uma imensa vontade de fazer uma fanfic,ai está o primeiro capitulo dela... espero que gostem e desculpa qualquer erro!!
Pode haver modificações no capitulo.

Capítulo 1 - Trevas - O passado não esquecido I


Fanfic / Fanfiction SpiderPool - Wade x Peter Forever? - Capítulo 1 - Trevas - O passado não esquecido I

Tudo começava como um dia qualquer para Peter Parker, já havia se acostumado com a falta da Tia May devido sua morte, ainda Peter se sentia sozinho, não tinha mais a Gwen ao seu lado, além de que anos atrás ela se casara com um homem, entretanto ele não havia ainda se acostumado com a ideia de ficar sem alguém para amar, aquela solidão o deixava ainda mais vazio por dentro, só esperava que algum dia pudesse confiar em alguém como confiara em Gwen.

(Peter Povs)

Estava na beira do prédio mais alto da cidade, onde podia visualizar a mesma com mais eficácia como de costume, afinal não me perdoaria se deixasse mais alguém perder um parente do jeito que havia perdido a Tia May….

(Flashback On)

Era um dia chuvoso, frio e solitário, Tia May comprava ovos, pois sabia que eu poderia esquecer como de costume, enquanto ela fazia as compras e eu vestido de Homem-Aranha  lutava com o Harry, ou melhor o Duende verde recebi um sinal do rádio da polícia que falava de um incêndio no supermercado em que Tia May estava, entretanto não lembrava que ela tinha ido ao supermercado e naquela hora Harry (afinal ele possua resistência, agilidade e inteligência aumentadas o que facilitava seus planos de me matar) havia me cercado em meio a um beco escuro, molhado e fedido como se os moradores do local o utilizassem como um banheiro, quando apareceu uma figura vestida de vermelho e preto que pulou em cima do ‘’predador da aranha’, cortando-lhe a cabeça com suas katanas e finalizando com um tiro no meio da testa por pura diversão  me deixando chocado, aproveitei que o mesmo estava ocupado com Harry mesmo sentindo mal pelo que acabara de ver, meu antigo amigo que havia perdido a sanidade por completo e me odiava , mas ainda sim alguém importante para min sendo morto foi uma cena chocante para min ainda mais tendo o visto de camarote, apesar de Harry sempre querer me matar eu não o desejava o mesmo, corri para o supermercado logo que lembrei da Tia May, mas já era tarde, Tia May havia sido carbonizada no incêndio...

(Flashback Off)

Eu sinceramente não sentia mais a felicidade de ter alguém para amar, Harry havia sido morto por aquele cara o qual eu mal sabia o nome, Gwen se casou, mas foi morar na Austrália com seu marido meus tios estavam mortos e meus pais não me recordo muito deles...

(Peter Povs Off)

(Wade Povs)

Estava comendo chimichangas que estavam bem temperadas e na quantidade ideal de pimenta para meu gosto, enquanto olhava ao redor, de repente algo pula de um prédio a outro indo em direção ao prédio mais alto da cidade, por algum motivo aquilo me chama atenção, sigo o ‘’pulador’’ até o prédio mais alto onde ele se encontra, decidindo somente o observar de longe, mas por algum motivo estava curioso sobre o que me chamara a atenção naquele moleque, logo subo o prédio utilizando as escadas de emergência parecendo um Stalker sanguinário, mas eu nem matar mato...bom não tanto assim

[Não matamos?]

(Então o que fizemos com aquele bicho verde? )

[Ele não era um bicho era uma pessoa bem feia mesmo]

(Verdade mais feio que Wade)

[Mais feia que Wade? Como poderia? ]

Mexo um pouco a cabeça tentando ignorar as vozes em minha mente, olhando fixamente o garoto vestido de azul e vermelho, ele me parecia familiar, mas eu não sabia de onde ou quando eu havia o conhecido, parecia que não havia notado a minha presença então decidi mostrar a ele que eu estava aqui.

- Oh! você é meu fã ou algo do tipo! Só pode! Até está usando uma roupa parecida com a minha... sou seu ídolo? –Digo com um sorriso sarcástico e carismático ao mesmo tempo.

[Seu burro agora ele está nós encarando feio! E nós vamos o assustar com as cicatrizes]

(Mas nós estamos de máscara e uniforme, não tem como ver as cicatrizes)

[ feio de máscara ou sem máscara de qualquer jeito]

-Eh... eu…o que você quer comigo? –Diz o garoto com um pouco de receio em sua voz

[Ele é uma gracinha]

(ele me lembra o cara que fugiu quando matamos o verdão, deixamos testemunhas)

[Uma Testemunha muito fofinha!]

-Calem a boca vocês dois! Não veem que eu estou tentando conversar com o... Qual é o seu nome? -Pergunto e logo vejo que ele me olha com um desconforto.

-M- Meu eu nome é Homem-Aranha – Diz tímido e tremulo o que eu acho um pouco engraçado.

- Eu estava conversando com o Spidey! – Falo com as vozes e recebo um olhar irritado do menino em minha frente.

[Boa agora ele sabe que você é maluco]

(Eu amei o Apelido que você deu a ele Wade!)

[Idiota e maluco mesmo]

-CARAMBA EU JÁ DISSE PARA VOCÊS SE CALAREM! – Esbravejo irritado

(O garoto nem notou que ele estava conversando com nós sua besta)

[Não é então me diz a resposta para ele estar dando passos para trás? ]

(Simples é só adivinhar quem gritou assustando o menino)

-Eu...eu tenho que ir…-Diz Spidey se preparando para pular de prédio em prédio.

-Espera! – Digo rapidamente o fazendo parar sua ação

-O que foi agora? O que você quer de min? – Diz ríspido

-Queria te conhecer melhor Spidey, você atrai minha atenção e foge assim?! Isso não é nada legal, alguém precisa te ensinar alguns modos~~ - Digo choramingando, mas rindo por dentro.

-Primeiro, não queria atrair sua atenção, segundo seguir alguém e ficar horas parado atrás da mesma é não ter modos, logo você é o sem educação por aqui e finalmente ... eu tenho que ir então me deixe em paz –Diz ríspido enquanto volta sua atenção para o prédio mais próximo, lançando suas teias, como se voasse entre os prédios.

-Sozinhos de novo.... –Digo enquanto aquela cena me lembrava do quão solitário eu me sentira, afinal quando eu era bonito todas me queriam e eu só queria uma, agora ninguém me quer , Vanessa e eu nos paramos de nós falar, Vanessa não me queria mais, eu nem lembro o motivo pelo qual nos separamos só me recordo de quando éramos um, essa sensação me deixava triste e com frio. Será que algum dia alguém vai ficar comigo para sempre?

[Vamos domar esse Spidey e transforma-lo em nosso Baby Boy]

(Baby boy ,Baby boy..)

-Até que não seria má ideia o chama-lo de Baby boy –penso alto

[é claro que não ,afinal eu dei a ideia]

(se acha~~)

- Tenho ótimos apelidos para o garoto agora –digo enquanto danço e canto as palavras ‘’Baby Boy Baby Spidey My Baby Boy’’ em cima do prédio, decido voltar para casa

(Wade Povs Off)

Wade se dirigia para seu apartamento, um local pequeno, que parecia abandonado, entretanto Wade deixara tudo bem organizado, subiu as escadas de incêndio indo direto para a janela da sua casa, adentrou-a, indo ao banheiro, tirou as roupas entrando no box para tomar um longo e demorado banho, ao sair do banheiro observou o espelho enquanto escovava os dentes.

-Pior do que esta não fica – Diz rindo de si mesmo

(Fala isso mesmo vai que sua cara se fode mais!)

[O baby Boy iria odiar isso, apesar que ele nem nos conhece direito ainda]

Wade termina de escovar seus dentes e anda em direção a sua cama se jogando na cama de forma preguiçosa, enquanto viaja em seus pensamentos sobre seu Baby Boy.

[Correção nosso Baby Boy autora! ]

(Shhh! Wade está dormindo para de gritar seu idiota)

[Não estou gritando! ]

(Dorme logo!)

....


Notas Finais


Obrigado mesmo❣❣❣ Adoro vocês , amores❣❣❣


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...