História Spielhaus - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Got7
Personagens Jackson, Personagens Originais, Yugyeom
Tags Bff, Got7, Got7 Hetero, Hetero, Imagine, Jackson, Ygmmsk, Yugyeom
Visualizações 66
Palavras 2.075
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Bishoujo, Colegial, Comédia, Crossover, Festa, Ficção, Fluffy, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Visual Novel

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 1 - Ayrin


Fanfic / Fanfiction Spielhaus - Capítulo 1 - Ayrin


╔═══════ ≪ °❈° ≫ ═══════╗

Spielhauls

╚═══════ ≪ °❈° ≫ ═══════╝

A noite havia sido fria e o dia não estava diferente. O Sol não dava nenhum sinal de que brilharia forte. Por baixo de várias camadas de casacos havia um ser minúsculo indo para seu primeiro dia de trabalho. Esse ser era eu.w

Eu conhecia bem o lugar. Spielhaus. Uma das casas de jogos mais legal da cidade. A principal delas. Já fui frequentadora assídua de lá. Além da variedade de jogos, ainda tinha uma pista de patinação. A decoração era incrível também, seguindo muito a linha retrô gamer e lembrava muito o estilo neon dos anos 80. Tudo era colorido e muito bem organizado. Você conseguia circular sem muitos problemas. E um dos maiores diferenciais de lá, era a equipe de staffs. Eles eram incríveis. Sempre simpáticos, animados e prontos para te acompanharem em qualquer jogo.

Meu celular começou a vibrar no meu bolso e o toque de 'Marshmallow, Marshmallow' se fez audível.

~Jackson: Boa sorte no seu primeiro dia!!!!!! Não tropece logo de cara e caia em cima de nenhum bonitão! Lá é o paraíso ~moonface~

Jackson era meu melhor amigo há anos e ele sabia que as chances de eu tropeçar logo de cara eram altas, mas vamos ser otimistas. Vai dar tudo certo. O que pode dar errado?

• ────── ✾ ────── •

Fazia bastante tempo que eu não tinha estado aljai, mas assim que abri a porta, o cheiro familiar de café e baunilha me acolheu. Eu mencionei que lá tinha a melhor lanchonete do mundo? A casa ainda não tinha aberto, mas não demoraria muito para a galera começar a chegar.

Alguns funcionários olharam pra mim quando eu entrei pela porta e apenas sorriram. Eu estava meio perdida, mas logo meu Boss apareceu. Uma das recepcionistas havia ligado para ele.

— Ayrin? Seja bem vinda a Spielhaus. Ignora o sotaque alemão do nome! Como hoje é seu primeiro dia, eu vou pedir para um dos garotos te acompanhar. E parece que a peste ainda não chegou. Enfim. Você tem preferência por alguma coisa?

— Acho que não... - quando você não sabe sobre o que estão falando, você responde isso.

— Desculpa, eu quis dizer se você prefere ficar no salão de jogos, na pista de patinação ou na lanchonete.

— Ah sim... eu prefiro o salão de jogos, então.

— Ótimo! É das minhas. Não estranhe se me ver jogando por aí. Alguns da equipe estão atrasados, mas todos são bem legais. Alana, ajuda ela até a peste do seu colega chegar. Eu preciso resolver algumas coisas. Seja bem vinda a família, Ayrin.

— Obrigada.

Meu Boss subiu uma escada de metal correndo e logo Alana estava do meu lado.

— Oi! Que bom que você é garota. Nós somos poucas aqui! Vem, vou te apresentar a galera.

Ela me levou para onde estavam os outros e me apresentou cada um deles. Todos eram simpáticos. Além de Alana, haviam só mais três garotas na equipe.

— Com quem a Ayrin vai ficar? - A garota que Alana disse se chamar Brooke perguntou.

— Se eu não me engano é com o Gy. - Alana disse.

— Vish. Desculpa, Ayrin. Mas boa sorte. Aquele garoto é uma peste. - Isso deveria me deixar mais calma, Ryan?

— E lindo! - pelo visto Brooke tinha um crush nele ou talvez ele fosse mesmo bonito.

— Brooke! Para de ficar cobiçando o garoto. Você namora! - Holly... Uma menina fofinha...

— E você Ayrin? Namora? – Felipe. Um dos garotos. Bem bonitinho por sinal.

— Não...

— Deixem a garota em paz. Vocês falam demais. Vem comigo Ayrin. Vou te levar pra conhecer tudo. - Cameron. O príncipe encantado? Bonito e simpático?

— Ela já conhece, Cameron. – Como a Holly sabia?

— Você é chata hein, Holly. Como você sabe que ela conhece tudo? – Eu também queria saber, Cams!

— Eu me lembro dela da época que eu ainda nem trabalhava aqui. Eu nunca falei com ela, mas sempre a via. É. Eu também vinha muito aqui. – Eu não acredito! Alguém que se lembra de mim! ~happy, happy!~

— Você falando agora, eu penso já ter te visto mesmo. Mas faz tanto tempo que não venho. – pelo menos um ano e meio. Ou mais.

— Então venha. Vamos dar uma volta enquanto o seu príncipe não chega. - Se o Cameron não é o príncipe... Olha... Talvez seja o rei!

Eu caí dentro de um conto de fadas? Todo mundo era tão bonito e parecia serem tão legais.

— Eles são sempre assim, animados?

— Pode ter certeza que são. É nossa marca registrada. A sua também agora. Você deve conhecer já a maior parte da casa... Então vou te levar pro único lugar que você não conhece. São dois na verdade. A área de lazer e a nossa área privada de descanso.

Realmente, da última vez que vim, ainda não tinha a área de lazer. Eles fizeram no alto, um espaço com vários puffs e almofadas para a galera descansar. A iluminação era um pouco mais baixa. A sala de descanso dos funcionários era muito legal também.

— Eu sei que pode parecer meio assustador o primeiro dia, mas qualquer coisa você pode contar com a gente, A. Posso te chamar de A, né?

— Pode sim. Posso te chamar de Cam?

— Fique à vontade! Se o Kyum te enlouquecer, me chama!

— Quem é Kyum?

— Gy, Gyeom, Yug... Yugyeom. O garoto que vai ficar com você hoje. Ele é legal. Mas nunca se sabe... – muito tranquilizador... Só que não.

— Vou me lembrar disso. O nome dele me soa diferente...

— Ele não é daqui. O nosso deve ser bem estranho pra ele também, principalmente o seu.

— Mas já está zuando meu nome?!

— Claro que não. É lindo, Ayrin. Olha. Seu príncipe chegou. Tenta não babar, tá bom?

Nos apoiamos na grade da sala de lazer e eu pude ver um garoto super alto chegando. Ele era muito bonito. Parecia mesmo um príncipe.

— Eu avisei... Não tem uma que não babe por ele. Ninguém olha pro Cameron aqui. – ahhh que coisa mais fofa esse loirinho fazendo bico. Daria para derreter todo o gelo do Ártico.

— Oi? Para de drama, Cam. Loiro, com olhos azuis e pele dourada. Tá bom que ninguém olha pra você.

— Eba, eu tenho uma fã. Obrigado, Ayrin. Juro que faço tudo que você quiser! Hoje é o dia mais feliz da minha vida! – ele conseguia ser mais exagerado que eu. 

Cameron era engraçado. E animado. Todos da equipe eram. Eu estava rindo de Cameron quando percebi o garoto que chamava Yugyeom, olhando para nós dois. Nossos olhares se encontraram e ele piscou para mim se desencostando do balcão e foi para outro lado que eu não consegui ver.

Nós descemos e o pessoal estava pegando o meu número e me colocando no grupo de mensagens. Eles disseram que era mais fácil de pedir ajuda assim.

— Ahhh tão me excluindo de novo. Oi garota nova. – Que voz mais linda esse Yugyeom tem...!

— Oi. – que merda. Eu deveria dizer alguma coisa além de oi?

— Oi? Pera... vamos fazer de novo. Ela só disse oi, gente. Qual o meu problema? - mais um dramático.

— Desculpa? – eu já não sei mais o que falar. Esses meninos são doidos!

— Liga não, A. Ele estava esperando uma reação efusiva. – obrigada por avisar, Cam.

— Com o Cameron ela fica rindo que nem uma hiena! Comigo ela diz só oi. – filho da mãe! Esquece a parte que eu disse que ele era um príncipe. Ele ensapou!

— Eu não estava rindo que nem uma hiena! – melhor cara de desprezo, com certeza fiz.

— Olha! Ela fala gente! A... Por que seu nome é A? - eu quero bater nesse menino! Ele é fofo mas... Ele é irritante também?

— Desculpa, A... como eu disse... – Cameron falou. Eu nem sei mais o que ele falou.

— Como eu disse dois. – Ryan... 

— Como eu disse três. – Brooke... 

— Vocês ficaram falando mal de mim, é? Muito obrigado. – Disponha, Yugyeom.

— Disponha. – Alana, eu gostei dela.

— Por nada. – Felipe.

— Magina! – Holly.

— Vem, A. Eu vou pular a parte do tour porque o Cameron já abriu as asinhas em cima de você e fez essa parte. E vocês... Vão trabalhar. – que mandão. Gosto assim gente. Mentira. Verdade. E o Cam não abriu asinha nenhuma em cima de mim!

— Boa sorte, Ayrin. – Ryan sabe como não tranquilizar uma pessoa.

— Obrigada... – ou não...

— Seu nome é Ayrin? Eu pensei que fosse A. – Não... É A de amor, B de baixinho, C de coração. O Yugyeom pensou mesmo que meu nome era A?

— Ela é a minha A. - Cameron...Que lindo esse menino. E carente também.

— Sua nada, Cameron. Cala a boca, bobão. – Yugyeom pelo que eu percebi gosta de causar.

— Eu juro que vou enfiar um rashi na cara desse babaca. – e o Cameron também

— Vão trabalhar os dois, será possível que todo dia vocês brigam? - Socorro. Alguém me salva. Por que o Boss aparece justo nessas horas?

— Chefinho! Eu não fiz nada. Foi o Cam. Ele estava importunando a Ayrin também. – Uou! Bom ator. Muito bom ator, Yugyeom. Se fazendo de bom moço.

— Yugyeom, vai trabalhar vai. Ayrin, se você não aguentar, amanhã eu peço para outra pessoa te acompanhar. – pelo visto o boss não cai nos 'desencantos' do Yugyeom.

— Falando assim parece que eu sou encapetado. – sem querer dizer nada... Eu nem cheguei. Vamos dar uma chance pro menino com cara de anjo. Só cara também.

— Mas você é. – Eu já adoro essa garota chamada Holly!

— Shhhh, Holly. – Imagino se ele teria falado só shhh se o comentário fosse do Cam.

O dia foi bem agitado e divertido. Yugyeom não era tão assustador assim e na verdade foi bem legal comigo. Estava na hora de ir embora e assim que eu abri a porta, me lembrei o quanto estava frio do lado de fora. Tinha nevado e continuava nevando. Imediatamente voltei para colocar meu casaco direito. Saí com Yugyeom, Alana, Holly e Liam. Cameron ainda estava lá dentro.

— A! Espera. – o que Cameron queria?

Na hora que eu me virei para olhar Cameron que estava saindo, eu acabei escorregando e caí bem em cima adivinhem de quem. Se você disse Yugyeom acertou.

— Oi, princesa. – Deus. Me mata. Eu tô em cima do Yugyeom. Ê boca, Jackson! Que vergonha, Senhor! Princesa... O Caralho. Eu tô morrendo. Algum ET me abduz rapidão.

Enquanto eu quase morria, Liam estava se contorcendo de rir. Alana estava com cara de quem tinha visto um fantasma. Holly estava rindo e até tentou me ajudar, mas acabou caindo em cima da gente. Cameron só olhou pra nós três caídos no chão.

— Que ódio que eu tenho dessa peste. Por que é sempre o Yugyeom? – eu não entendi esse comentário do Cameron. Ele queria ter caído no gelo?

— Olha, acredite... eu não queria estar debaixo dessas duas! Minha bunda tá gelada e meu Deus. Vocês comem tijolo para serem tão pesadas assim? – filho da mãe! Quem ele está chamando de gorda?!

Alana não se aguentou e caiu na risada.

— Seu idiota. A Ayrin é nova. Ela pode ficar com complexo por sua causa. Se ela ficar anoréxica eu te mato. – A Alana disse. Ela era legal. Todas elas na verdade.

— Eu não estava falando sério, A. Você é linda. – agora a minha vergonha atingiu níveis estratosféricos. Obrigada, Yugyeom!

— Para de jogar cantada na minha amiga! – Ahhh Prince Cameron! ~Blink blink~

— Cala a boca Cameron e ajuda a gente. Aqui tá muito escorregadio. – cada coisa que Yugyeom falava me dava vontade de matar ele e de proteger e de cuidar. Contraditório.

— Tá. Pera. Oo oeee. Aí socorro. – gente. O Cameron pareceu o Silvio Santos. Ma oe!

— É montinho? Opaaaaa! – Isso não pode estar acontecendo...

— FELIPEEEEEEEEEE PARAAAAAA! – Eu e Yugyeom gritamos ao mesmo tempo mas...

Tarde demais! Todo mundo se jogou em cima da gente. Nós começamos a rir e quando fomos tentar levantar caímos pelo menos quatro vezes antes de conseguirmos nos equilibrar. Depois de muito tempo, me despedi deles e fui para casa.

~Ayrin: Jack Tequila, você poderia não ter me jogado aquela praga. 

~Jackson: O que?!!!!!!

~Ayrin: eu caí em cima de um dos garotos e depois todo mundo fez montinho na gente.

~Jackson: Nada de novo sob o Sol. Eu sabia que ia acontecer alguma coisa. Sempre que eu acordo com a ponta do nariz doendo, você apronta algo.

~Ayrin: Éoq?

~Jackson: Amanhã vou passar o dia na Spielhaus. Posso ir com você? *-*

Ayrin: Pode meu amor. Vai ser tão legal!!!!!!!!!!!! :D

~Jackson Te pego em casa. Aí você me conta todos os detalhes. Agora vai tomar um banho quente e comer alguma coisa!


Notas Finais


Oie meus pundinzinhos!
Que fanfic merda é essa, Aesh? Olha eu juro que não sei. Só veio uma vontade louca, inspiração louca e na minha cabeça ela parece muito legal. O problema é que vocês não conseguem ver o que minha mente vê!
Eu tinha pensado em desistir de escrever (e desisti mesmo) mas Fic com o Yug... Não resisti... Infelizmente!
Deixa eu explicar algumas coisas... Spielhaus é casa de jogos em alemão.
O espaço é fictício mas eu me inspirei na lords e no roller jam pra idealizar a Spielhaus. Quem não souber o que é isso, o primeiro é uma casa de jogos arcade em Sp. O segundo, é uma pista de patinação que tem aqui tbm. Lá é bem legal. A decoração é retrô, tem alguns jogos também, tem todo aquele estilinho anos 80.
Ahhh e o Yugyeom ou o Cam chamar ela de princesa, é inspiração do Matt gente. Aliás o Yug tá meio Matt de Is It love nessa história. Já aviso!
Os nomes são bem aleatórios...
E bom, meus antigos leitores talvez percebam que eu mudei o jeito que eu faço diálogos. Se vocês não gostarem ou não entenderem... Estamos aí nos comentários.
Quem quiser deixar fav, coment, fique à vontade. Eu fico muito feliz e vocês sabem que eu amo conversar com vcs nos comentários. Quem não quiser também, tudo bem.
Já tem mais dois capítulos prontos. Aliás eu não pensei de postar essa logo que eu escrevi... Mas decidi compartilhar.
Vejo vocês em breve.
Se cuidem passarinhas 💚🐣


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...