História Spielhaus - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Got7
Personagens Jackson, Personagens Originais, Yugyeom
Tags Bff, Got7, Got7 Hetero, Hetero, Imagine, Jackson, Ygmmsk, Yugyeom
Visualizações 22
Palavras 2.057
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Bishoujo, Colegial, Comédia, Crossover, Festa, Ficção, Fluffy, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Visual Novel

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 2 - Party cannon


Fanfic / Fanfiction Spielhaus - Capítulo 2 - Party cannon


═══════ ≪ °❈° ≫ ═══════


Eu nem tinha acordado direito e a campainha já estava tocando. Só podia ser uma pessoa: Jackson.

— Bom dia, A!

Como essa peste conseguia estar tão animado?

— Só dia mesmo.

— Se anima! Você ainda não está pronta?

— Sério? Você acha que eu sou escrava? Ainda não está na minha hora.

— Eu vou te ajudar então. Pra você ficar bem lindona e arrasar com os corações dos boys. Aliás.. o que você quer comer?

— Tem bolo.na geladeira. E eu estou com vontade de waffles. Faz pra mim?

— Claro! Apesar de eu ser péssimo na cozinha... mas ok...

— Eu tinha esquecido. Só me espera então. Vou me arrumar depois a gente toma café da manhã juntos.

— Você quem manda.

Quando eu saí quase congelada do banho, Jackson estava no meu quarto e tinha escolhido uma roupa pra mim.

— Jack eu tô indo trabalhar, não indo para uma balada.

— Shhhh... hoje é um dia especial. Você não pode ir de qualquer jeito.

— Especial só por que você está indo?

— Não.. tu esqueceu da festa?

— Que festa?

Meu celular começou a vibrar em algum lugar. Acabei encontrando dentro do guarda roupa depois de revirar o quarto todo.

Yugyeom: A? Está acordada?

A?

Ayrin? ;-;

Você tá brava comigo?

Eu juro que vou ser bonzinho se você me responder.

por favor....

Ayyyyy não me abandona.

Ela me deixou.

;-;

;-;

cry

Ayrin: Meu Deus. Quanto drama. O que foi Yugyeom?

Yugyeom: Ahhhh ela voltou *-* eu esqueci de te avisar uma coisa ontem, A. Nós vamos ter uma festa hoje na Spielhauls. Vai um montão de gente.

Ayrin: Meu amigo acabou de me falar. ;-;

Yugyeom: desculpa por ter esquecido. Mas que amigo é esse...?

Ayrin: Com ciúmes?

Yugyeom: tô.

Ayrin: Te vejo mais tarde. Obrigada por te avisado :)

Yugyeom: Magina, desculpa por ter esquecido.

Não conta pro Cameron.

Por favor.

Ayrin: Ok...

— Quem era?

— Um garoto do trabalho avisando da festa.

— Hum... Ay toda cheia dos contatinhos. Ele é bonito? Legal?

— É... todos lá são.

— Você e suas respostas curtas me irritam. Veste logo isso pra gente comer.

— Se você me der licença...

━━━━━━━✿⊹⊱ ⊰⊹✿ ━━━━━━━

Eu desci e Jackson já estava na cozinha me esperando. Por incrível que pareça, nós estávamos atrasados quando terminamos de comer. Que ótimo... eu chegaria atrasada no meu segundo dia.

Nós fomos quase voando para a Spielhauls. Mentira. O trânsito estava horrível por causa da neve. Pelo visto seria assim o resto da semana. Nós finalmente chegamos e Jackson deu o braço para eu segurar.

Quando passamos pela porta, a casa já estava bem cheia. Alana e Brooke vieram correndo até nós.

— Ay, a gente esqueceu de te avisar! E por favor. Acha o Yugyeom porque ele sumiu! - se nem a Alana conseguia achar, porque ela esperava que eu conseguisse?

— Calma, Alana. Respira. Oi A. Bom dia! Você dormiu bem? Preparada para seu segundo dia? Oi amigo bonito da A. Seja bem vindo e fique à vontade. A peste do Yugyeom deve estar pegando alguém em um canto escondido. – Brooke sendo Brooke. Coitado do menino, sempre esperam o pior dele.

— Eca... Quem é Yugyeom? – logo você saberá, Jackson...

— O garoto que está treinando a A esses dias. – espero só que ele também não me enlouqueça, Alana.

— Se ele tentar te agarrar, A. Eu mato ele. – Awn! Jackson meu amorzinho. Pior que ele fala sério.

— Ayyyyyyyy!!!!!!!! Como você tá? – o príncipe loiro.

— Assim você vai derrubar ela, Cameron. – Eu acho que vou ficar bem, Alana. Apesar que...

— Eu tô bem Cam. E você?

— Bem melhor agora que a minha amiguinha chegou. - que amorzinho! Ele me faz sentir parte de algo, me faz sentir bem vinda. Mas ainda assim... Um pouco exagerado?

— É carente esse menino. – A gente nem tinha percebido, Brooke! 

— Eu acho que não apresentei devidamente todo mundo. Jackson, essas são a Alana, a Brooke e o Cameron. E esse, é o Jackson. – agora essa é a hora que todo mundo vira amiguinho e me abandona.

— Vocês namoram? – Bem direta mesmo, não é Brooke?

— O que? Não! Nós só somos melhores amigos. – eu nunca olhei com outros olhos para Jackson. Por que? Eu não sei. Essa peste é lindo e incrível. 

— Ay, eu também quero ser seu melhor amigo. – Eu vou colocar esse Cameron carente em um potinho.

— Hoje você está carente, Cam? – eu perguntei mas já sabia a resposta!

— A namorada dele terminou com ele antes de ontem. - E você fala isso na maior naturalidade, Brooke? Tadinho!

— Eu sinto muito Cam. Se precisar de algo, eu estou aqui. - Blink Blink.

— Ay! Não se diz isso! Parece que você está se disponibilizando para ele! – cala a boca Jackson, antes que eu cale!

— Jackson! Eu não disse nesse sentido.

— Tudo bem Jackson, eu não sou assim! Obrigado Ay! – é um príncipe? Com certeza é.

— Gente! Vocês precisam achar o Yugyeom! Jackson, vem com a gente! – Tadinha da Alana, desesperada. E já roubou o Jackson. 

Brooke e Alana levaram o Jackson embora e eu encarei Cam.

— Elas são sempre assim. – muito confortador saber que todo mundo é louco. Apesar que eu já estou amando esses loucos. Eu também sou...

Nós fomos procurar o Yugyeom e não estava fácil achar. Além disso o movimento estava bem grande.

— Quando foi a última vez que vocês viram ele?

— Antes de termos um problema com um dos canhões de confete. – ué... O Yugyeom é a Pinkie Pie? 

Nós continuamos procurando e nada dele. Até que eu me lembrei que eu tinha seu número. Ele atendeu no segundo toque.

Yugyeom?

Oi princesa.

Aonde você está?

Ai. Toma cuidado isso dói. Desculpa, Ayrin. Eu estou na sala do chefe.

O que você está fazendo aí?

AI CARAMBA. ISSO DÓI! Ay, sobe aqui que eu não tô conseguindo falar.

— Cam... ele está... – eu fiquei '-'

— Eu ouvi. Vamos lá. – vamos pra onde você quiser New bff. Mentira.

Quando nós dois chegamos na sala do nosso chefe, Yugyeom estava sentado em cima da mesa e Lottie, uma das garotas que trabalhavam lá, estava enrolando alguma coisa no braço dele. O chefe estava zoando com ele.

— O que aconteceu? – eu perguntei. 

— Ele se queimou e se cortou. Não nessa ordem. – e meu chefe diz isso na maior naturalidade. 'O que aconteceu? Nada... Só rolou de uma escada e quebrou o pescoço' 

— Você está bem, Yugyeom? – ele parecia tão quietinho.

— Estou, Ay. Obrigado. – e com dor também.

— Você pode ir pra casa, Yugyeom. – eu também acho melhor ele ir, Boss.

— Eu não quero. – começou. Teimosinho fofo esse menino.

— Que milagre, você querendo trabalhar. Eu fico com a Ayrin hoje. Pode ir. – pronto. Começou o Cameron a provocar.

— Mas não mesmo. – e Yugyeom não deixa quieto também.

— Terminei. – eu ainda não tive a oportunidade de falar com Lottie. Ela parece ser bem quieta.

— Obrigado, Lottie! Você é um amor! – ele flerto com ela ou o que?

— Você que é Yugyeom. Ay, Cam... Boss... tô descendo. Até depois. – ela responde tão polidamente.

— Até.

— Yugyeom, era melhor você ir para casa. – eu também acho, chefe. Yug deve estar com dor ;-;

— Me deixa ficar, por favor. – Yugyeom teimoso.

— Ok. Vocês cuidam dele? – precisa perguntar, chefe?

— Claro. – só espero que você não pegue pesado com ele, Cam.

— Espera. O Cameron também vai ficar comigo e com a A? – tem algum problema além de que vocês vão se provocar o dia todo e eu vou estar na linha de fogo?

— Sim. Você está machucado. – o Boss é muito óbvio...

— Aff... – E Yugyeom não gostou da notícia...

Nós três saímos da sala do Boss e Yugyeom parecia irritado.

— Por que você está assim, Yugyeom? – Cameron perguntou. Não deveria ter sido eu?

— Por que o Cameron tem que ser minha babá? – eu também estou sendo sua babá!

— Você nunca reclamou antes, Yugyeom. De repente passou a me odiar, foi? Se eu peguei pesado em alguma brincadeira, me desculpa. – é o que? Melhor ficar quietinha. Faz cara de paisagem.

— Aish. Não é isso Cam. Acontece que vocês dois vão me deixar de lado. Eu odeio ficar de vela. – para de ser fofo, Yugyeom. ;-;

— Vela de quem? – de quem ele ia ficar de vela? Fiz que nem o meme da Nazaré.

— Quem foi abandonado fui eu. Você está exagerando no drama, Yugyeom. Para de ser ciumento. Ay, juro que ele não é assim, tá? – sobre Cameron e Yugyeom: são os dois carentes.

— Eu não estou entendendo mais nada. Se resolvam vocês. – fiz a egípcia mesmo.

— Desculpa, Ay. Eu acho que não acordei muito bem. Vamos nos divertir e trabalhar, galera? – você tem que parar de ser assim, Yug. Fofura é muito fofo. Naaaaaaaao!

— Ok. Não sai de perto da gente. – que lindo. O Cameron parecendo um pai preocupado.

O dia foi bem agitado e divertido. Jackson pediu para eu jogar com ele e eu não recusei. Yugyeom e Cameron ficaram nos observando, eu pude perceber.

Yugyeom estava bem mimado e ao contrário do que eu pensei, ele e Cam são muito amigos. Quem vê os dois se provocando nem imagina.

Tirando Alana, Brooke e Holly, eu não conhecia ainda o resto da equipe direito. Muita gente trabalhava lá também. Mas era apenas o meu segundo dia. Eu teria bastante tempo para conhecê-los.

A galera começou a ir embora e ficamos apenas nós para uma reunião com o Boss. Ele nos deu folga no dia seguinte.

Eu saí com Yugyeom e Cameron, um de cada lado meu. Por sorte não escorreguei, mas Alana só não foi pro chão porque Jackson, que estava ali me esperando, a segurou. Ela ficou sem jeito e agradeceu. Posso jurar que vi alguns coraçõezinhos saindo dos olhinhos deles. Ela olhou pra mim, acenou para os garotos e continuou andando com Brooke que estava mais na frente.

Jackson me abraçou e eu apenas acenei para os garotos antes de irmos para o estacionamento.

Eu estava bem cansada. Jackson me deixou em casa e subiu comigo. Eu né joguei no sofá enquanto ele foi beber água. Acordei no outro dia na minha cama. Jackson deve ter me carregado antes de sair. Um amorzinho.

~Ayrin: Bom dia ~~~

~Jackson: Ela acordou! Dormiu bem? Você estava exausta ontem.

~Ayrin: Dormi muito bem! Obrigada por ter me carregado até o quarto!

~Jackson: Eu? Magina... rsrs

~Ayrin: Quer vir aqui pra casa hoje? A gente fica assistindo alguma coisa e jogando conversa fora.

~Jackson Eu topo! Dentro de uma hora estou aí.

~Ayrin: Estarei esperando.

Eu deixei meu celular em cima da cama e fui tomar um banho. Eu estava horrível. Meu cabelo estava horrível. Quando desci, Jackson ainda não tinha chegado. Aproveitei para fazer alguma coisa. Meu estômago já começava a dar sinal de vida.

Eu tinha acabado de comer um pedaço de pudim quando a campainha tocou e logo em seguida Jackson entrou.

— Eu achei melhor trancar a porta e ficar com a sua chave ontem.

— Olá! Não tem problema. Você é de casa.

— Ayrin... você estava comendo pudim?

— Uau. Você é vidente?

— Sou. Sua boca está suja de caramelo.

Eu peguei uma colher para olhar e nós dois começamos a rir. Jackson era a melhor pessoa do mundo. Engraçado, gentil, inteligente, humilde.

Nós tivemos um dia divertido. Conversamos bastante, assistimos séries, comemos muita besteira. E claro, eu provoquei ele por causa da Alana.

— Ontem eu percebi os coraçõezinhos saindo dos seus olhinhos...

— O que?

— A Alana...

— Não sei do que você está falando.

— Tem certeza? Ela parece ter um crush em você também.

— E você com o Cameron e o Yugyeom?

— Cameron terminou não tem nem uma semana e o Yugyeom só faz o meu treinamento.

— E ambos não desgrudam os olhos de você.

— Só checando o trabalho!

— Ayrin... por favor né...

— Jackson... Você e a Alana, por favor...

— Para! Eu não tenho olhos para ninguém!

— Esquece dele chuchu.

— Eu não consigo. – ele sorriu triste.

— Você acha que um dia ele volta?

— Eu espero que não.

Esse "ele" era Mark. O ex namorado de Jackson que havia ido embora e Jackson mesmo ainda o amando, preferia que ele não voltasse mais. Os dois eram perfeitos uma para o outro, mas emburravam muito fácil. Jackson era um tanto sensível e se magoava muito fácil. Desde que Mark foi embora, os dois não se falaram.

Para quebrar o clima estranho que tinha ficado por causa da simples menção do Mark, eu fui até a cozinha e voltei com um pote de sorvete. Dane-se se do lado de fora estava congelando. Dentro de casa estava quentinho e nós amávamos sorvete.

Jackson acabou dormindo em casa no outro quarto que tinha e ficou combinado que ele me levaria para o trabalho no outro dia.


━━━━━━━✿⊹⊱ ⊰⊹✿ ━━━━━━━


Notas Finais


Eu ia demorar mais para postar but...
Eu tinha que explicar alguma coisa que eu não lembro o que era... Enfim...
Se cuidem!
🐣💚


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...