História Spiritual Love - Capítulo 12


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope
Tags Bts, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagem Original, Rap Monster, Suga, Taehyung
Exibições 47
Palavras 1.733
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Festa, Hentai, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Queridos e queridas
EU VOLTEI
Sim,não postei quarta mas estou postando hoje!!! Olha que lindo. Por isso,eu vou postar hoje que eu considero como quinta porque eu não dormi ainda "Não liguem pra minha burrice",maaaaais amanhã (Sexta) 20h eu vou postar novamente. Então,espero que gostem do capítulo pigmeu de hoje ❤❤❤

Capítulo 12 - Quem é ele,Lily?


Fanfic / Fanfiction Spiritual Love - Capítulo 12 - Quem é ele,Lily?

-Cadê a patotinha tristonha?-Me encolhi mais ainda atrás da cama ao ouvir aquela voz animada.-Lily? Aonde você tá? 
-Me deixa-exclamei colocando a minha cabeça nas minhas pernas e a escondendo com os meus braços. Eu não deveria estar sentindo isso. Eu não podia estar sentindo isso.

-Ah,achei você-ele colocou os braços pra trás e ficou girando o corpo de um lado pro outro.-Sai dai. Eu quero ouvir mais daquele grupo,Bangtan.
Uma lágrima sorrateira desceu pela minha bochecha esquerda e caiu sobre a minha coxa.
-Eu só quero ficar sozinha,você não entende?-não levantei a cabeça e abracei mais as minhas pernas.
-Lily....-a sua voz ficou mais perto.-Não precisa aguentar todo o peso dos seus problemas sozinha. Se lembra? Eu estou aqui pra isso. 
Funguei uma vez e levantei a minha cabeça para olhar seu rosto. Hope perdeu o brilho nos olhos ao olhar o meu estado. Eu estava deprimente. 
-Quer mesmo saber?-perguntei secando o meu rosto.
-Se eu puder...
-Eu não queria mas....Estou apaixonada por você!

♡ Safira Jung ♡

-Bom dia-exclamei ao passar pela recepcionista.
-Ah,senhorita Jung!-Voltei alguns passos e me apoiei na bancada de mármore.-O doutor pediu para você ir direto para a sala dele.
-Obrigada-peguei o meu óculos que sem perceber deixei na bancada e fui em direção ao elevador.

Dei duas batidas na porta do doutor Christopher e após um "Entre" abri lentamente a porta branca.
-Nayeon me disse que queria falar comigo?-ele retirou os óculos de grau e olhou na minha direção. A sala dele era bem ampla. Com uma mesa no centro,uma estante com vários livros de Medicina e uma porta que dava acesso a sala dos médicos. 
-Sim. Sente-se-ele se levantou e fez uma reverência.Me sentei na cadeira que parecia mais uma poltrona e esperei o mais velho falar-Eu estudei o caso do seu marido durante todos esses meses e.....Ele está voltando!
-Como assim doutor?-perguntei apertando a minha bolsa fortemente.
-Ele demonstrou alguns sinais está manhã-Sua mão foi direto para uma prancheta azul-Os parentes dele relataram que ele apertou a mão deles e abriu os olhos por breves segundos.
-Isso quer dizer que....
-Sim. Hipoteticamente daqui a cinco meses teremos o seu marido de volta.

Me levantei e apertei a mão do doutor,querendo logo sair dali para ve-lo. Eu não continha a felicidade que transbordava em meu sorriso.

-Posso entrar?-perguntei colocando a minha cabeça no vão da porta.
-Claro-Entrei sentindo o ar gelado bater nos meus braços.-Já soube?
-Sim-falei sorrindo e indo para o outro lado da cama,logo segurando a mão do meu marido-Você estava aqui?
Ele negou com a cabeça e olhou para o semblante calmo do mais velho na cama-Eu queria poder passar mais tempo com ele,mas é quase impossível. Nosso trabalho não permite que fiquemos saindo toda hora. Ainda mais que estamos sem ele. É uma sensação horrível.
-Estar sem o sorriso dele é horrível. As vezes eu me pego pensando porque não fui eu que entrei em coma naquele dia-abaixei a minha cabeça e sorri fraca olhando a mão gelada dele-O mundo é tão injusto.
-Não pense assim safira. Se você estivesse entrado em coma,não seria diferente. Ele não ia querer promover nada e ia literalmente morar no hospital.
Jimin pegou a minha mão livre e a acariciou-Não seja pessimista e sim otimista. Ainda esse ano teremos o Hoseok conosco. Apenas acredite.

♡ Safira off ♡

-Oque você disse?-Ele se sentou na minha frente e tentou de todos os modos encontrar o meu olhar que ficava desviando do dele.
-Não me faça repetir-sussurei fazendo um bico.
-YA-ele gritou batendo nas coxas dele-Repita!
-Perdeu o respeito?-perguntei cruzando os braços. 
-Por favorzinho....-Não resisti a sua fofura flopada e acabei rindo.
-Estou apaixonada por você,Fandiota-ele abriu um sorriso lindo e engatinhou até ficar a centímetros de distância do meu rosto.
Meu coração começou a acelerar de uma forma que parecia querer saltar do meu corpo a qualquer momento.

-Que bom. Porque eu sinto o mesmo-Arregalei os olhos e pela primeira vez,pude sentir a sua respiração no meu rosto. Fechei os olhos como uma boba imaginando como seria beijar os seus lábios e sentir as minhas mãos circularem pelo seu corpo. Esses pensamentos vão me matar algum dia.
-Hope...-sussurei abrindo os olhos e ele me encarava com uma expressão séria e tensa.-Para de me olhar assim!
-Não posso evitar-ele murmurou se aproximando ainda mais do meu rosto-Você é muito linda.
Meu rosto esquentou com o comentário desnecessário dele-Oftalmologista!-exclamei me levantando.-É disso que você está precisando.
-Lily,não foge-ele falou se sentando no chão novamente.
-É impossível....você sabe-senti um aperto no peito ao dizer aquelas palavras. Era a verdade e eu sabia. Não poderia negar que estava feliz que era recíproco o meu sentimento mais....ao mesmo tempo,eu me sentia idiota por gostar de alguém que simplesmente não existe.
-Não,não é.-ele se levantou e andou rapidamente na minha direção-Nós podemos fazer ser possível.
-Como-perguntei querendo sentir a sua mão no meu rosto. Mas a única coisa que eu conseguia sentir era um formigamento.
-Me encontra na Ponte Banpo daqui a 4 horas-ele atravessou o meu corpo e parou quando chegou na porta-E por favor,não vá igual a um garoto!
-SEU IDIOTA-gritei indo em direção a porta,mas ele foi mais rápido e saiu do quarto.-Anta....-sussurei rindo comigo mesma.

19:00

Exatamente faltando 1h para eu me encontrar com o Fandiota na Ponte mais linda de Seoul e eu ainda não escolhi a merda da minha roupa. Porque eu to tão indecisa pra uma coisa tão besta de se escolher? 

-Com qual?-perguntei pra mim mesma olhando as três opções de roupas na minha cama. Era um vestido florido,uma calça de couro preta e um casaco vermelho e por último um macacão e uma regata preta.-Aigoo,porque é tão difícil escolher roupas?
Olhei para a tela do meu Notebook ao notar um Bip mais chato que a voz do Fandiota.
Andei em direção ao aparelho e cliquei no botão verde-Fala logo porque eu to com pressa-exclamei voltando a olhar as roupas.
-Nossa! Também senti muitas saudades suas-Hani apareceu toda sorridente na tela do meu note.-Oque você vai fazer hoje?
-Tenho um compromisso-exclamei retirando o macacão da cama e o colocando de volta no armário. 
-Encontro?-ela perguntou com uma alegria em sua voz-Sério mesmo?
-Hani? 
-Eu?
-Não enche!-ouvi a porta da entrada da casa se abrir e depois bater com força. 
-Vá ver quem é-Hani orientou enquanto eu olhava para a porta do meu quarto. 
Larguei as roupas na cama e peguei o notebook. Se fosse pra morrer,eu teria que ter uma testemunha.

Andei até ficar numa visão boa do primeiro andar. Me apoiei no corrimão da escada e me inclinei para frente.
-Não tem ninguém-Sussurei para a tela do Note.
-Não é a vovó?-ela perguntou me olhando com preocupação. 
-Não....a vovó sempre avisa quando chega-desci um degrau,querendo voltar pro meu quarto.
O ranger do piso de madeira me fez ter arrepios e engolir um seco. 
Me inclinei mais no corrimão e quase cai ao sentir duas mãos nas minhas costas-Buuuu!
-CACETAAA-gritei colocando a mão no peito e respirando descontroladamente.
-Que foi?-Hani sorria igual uma criança que acabou de assustar a idosa-Vim te visitar,já que você não vai nem morta lá em casa.
Minha pele deveria estar branca porque eu senti a minha alma sair do meu corpo.
-Você estava falando comigo pelo Skype. Custava avisar?-perguntei empurrando ela pro lado e fechando a tela do meu note.
Subi os três degraus e abri a porta do meu quarto.
-Ah,Mianne dongsaeng. Eu queria brincar com você. Se lembra,nós fazíamos muito isso-deixei um sorriso fraco escapar dos meus lábios ao lembrar dos gritos que minha irmã emitia ao assistir filmes de terror. Eu,claro,como uma boa irmã,esperava ela ir no banheiro depois do filme para começar a atazanar a noite dela.

-E não vai pra um encontro-ela se jogou na minha cama e olhou para as roupas separadas na cama.

-Eu não vou-respondi tentando ser convincente. E nem eu sabia pra que eu estava indo pra Ponte Banpo. Hope ta querendo arrumar confusão. 
-Então pra que isso tudo?-ela perguntou se apoiando no cotovelo.-Já sei! Vovó vai trazer a tia pra cá?-peguei a calça de couro preta e o casaco vermelho.
-Anyo-respondi tirando a roupa.-Eu vou sair. Só isso.
-E precisa se enfeitar tanto?
-Eu vou te dar um soco se perguntar mais uma vez!
-Yah!-Olhei pra ela por cima do ombro.-Eu sou maior que você. Sou sua unnie.
-E dai?-perguntei tentando entrar na calça. "Eu engordei mesmo?"
-Você deve me respeitar-fechei o botão da calça e peguei meu celular.
-Vai ficar?-perguntei penteando meu cabelo.
-Eu queria sair com você-ela disse fazendo biquinho.
-Mas eu vou sair sozinha-retruquei colocando a escova em cima da penteadeira-Não quero bicho preguiça atrás de mim.
-Nesse caso,você seria o animal-lancei um olhar raivoso pra ela-Não tá mais aqui quem falou!

1 Hora depois

Desci do táxi e olhei em volta. A fonte de luz da Ponte já estava acessa, deixando a água ainda mais linda.
Me aproximei para ver melhor a água saindo das laterais da Ponte,uma imagem magnífica. 
-É muito lindo-Hani exclamou pulando igual uma criança do meu lado.
Oque ela está fazendo aqui?,bom...Não sei. Ela não quis ficar sozinha lá em casa e fez a carinha de esquilo pidão. Não tive como dizer não....espero que Hope não fique chateado e que a minha irmã não me pegue falando com ele. Não quero mais crédito pra minha ficha de maluca.

-Realmente-exclamei colocando as minhas mãos nas barras de ferro.
"Cadê ele?"pensei olhando pro meu relógio de pulso. 
Respirei fundo e fechei os olhos já querendo voltar pra casa.

-Minha linda...-senti alguém me abraçar por trás,me fazendo dar uma cotovelada forte na barriga pessoa.
-Quem é você?-perguntei colocando Hani para trás de mim. Ela pode ser maior na idade mais na mentalidade e na força,eu venço. 
-Sou eu....Hope-Ele sussurou apoiando as mãos nos joelhos. Deve estar com muita dor e.....CALMA AI. Ele disse Hope?
-Como....Oque?-perguntei gaguejando. Não acredito que esse animal dominou o corpo de outra pessoa de novo. Isso é cruel demais,eu já fui uma cobaia e não foi nada legal.
-Surpresa-ele respirou fundo e sorriu.
Reparei na feição da pessoa e ele era simplesmente lindo.Cabelos castanhos escuros liso que caia naturalmente em seus olhos. A boca levemente vermelha e os olhos escuros. Não sei se é por causa da noite. Nada que se compare ao meu Hope mais....Não,meu Hope não. Isso não existe. 
-Caceta-reclamei puxando o meu couro cabeludo.
-Quem é ele,Lily?


Notas Finais


Gente
Me perdoem qualquer erro que eu não vi porque nos outros capítulos meus olhos quase sairam sangue com tamanho erros que eu vi. CULPEM O CORRETOR MALDITO DO MEU FILHO (vulgo celular)
Espero que tenham gostado e me dêem a suas opiniões sobre esse cap esquisito please!!!
Essa só foi uma prévia das revelações e como a fanfic vai acabar no capítulo 20,eu tenho que adiantar logo as coisas. Ainda mais porque eu to com uma merda de um bloqueio horrível pra escrever por causa do Enem "Maldito seja novembro".
Até amanhã então meus ursos felpudos ❤❤❤❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...