História Spoby - O amor em nossas vidas - Capítulo 38


Escrita por: ~

Postado
Categorias Pretty Little Liars
Tags Alison, Aria, Diversão, Emily, Emison, Ezria, Festa, Haleb, Hanna, Romance, Spencer, Spoby, Toby
Visualizações 114
Palavras 2.325
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Colegial, Festa, Ficção, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Nudez, Sexo, Spoilers
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Olá amores e amoras!!! <3 Chegou o grande dia, estou MUITO feliz por estar postando o ultimo e tão esperado capítulo no dia do meu aniversario, isso o torna ainda mais especial
101 FAVORITOS!!!!!! MEU SINCERO MUITO OBRIGADA!!!! TO ME SENTINDO Á ESCRITORA KKKKK
Eu queria colocar uma gif para fechar com chave de ouro, mais me apaixonei por essa montagem linda, creditos á quem fez
Espero que gostem, ficou enorme, mais lindo
Eu pensei em mil títulos, mais esse me pareceu o melhor, pois queria que Spoby tivesse tido um Endgame (BEM) melhor e digno, como isso não aconteceu, deixei minha imaginação flutuar e criei esses momentos deles
P.S Já viram o Keegan criança? Pois é, Thomas é igual á ele, um ANJO LINDO!!!
Boa leitura :D

Capítulo 38 - SPOBY ENDGAME


Fanfic / Fanfiction Spoby - O amor em nossas vidas - Capítulo 38 - SPOBY ENDGAME

(Close to you)

No dia em que você nasceu

Os anjos se reuniram

E decidiram tornar um sonho realidade

Então eles espalharam poeira da lua em seus cabelos dourados

E luz das estrelas em seus olhos azuis

 

 Apertei as mãos de Toby, tentando conter um grito de dor e pressionei os olhos, o suor descia pelo meu rosto

Toby me olhou em desespero e encostou nossos rostos, passei uma mão pela sua pele

- Spence... – Ele não continuou, apenas deixou uma lagrima dizer por si mesmo, sorri, eu também chorava

- Vai dar... Tudo... Certo – Falei pausadamente, tentando controlar a respiração

- Faça força! – O medico disse alto e em bom som, pressionei meu corpo contra a maca e fiz o que ele pediu, fiz força, como se minha vida dependesse daquilo

A mais profunda dor física que já senti, meu corpo se esforçava em fazer o que foi programado para realizar, meu peito subiu e desceu varias vezes, mais eu não conseguia tirar o sorriso dos lábios nem por um segundo

- Está vindo! – Foram as ultimas palavras que ouvi antes do choro, o mais emocionante choro, se espalhar pelo quarto

- Nasceu Spencer... – Toby riu junto com as lagrimas e passou a outra mão pelo rosto, já que não soltou minha mão nem por um segundo, e o limpou, eu olhei ao redor, em busca de Thomas, do meu filho

- Aqui está – A enfermeira me estendeu um pequeno embrulho azul, o peguei meio incerta e o encaixei no meu peito, ainda um pouco desajeitada por ser a primeira vez, então tudo á minha volta sumiu, a dor, os gritos, a seqüência de horas em trabalho de parto, tudo pareceu se tornar nada se comparado á aquele pequeno ser que eu tinha em meus braços

Pequenos e finos fios dourados, traços delicados e grandes olhos azuis unidos á uma pele pálida

- Ele tem seus olhos... – Disse para Toby, que se abaixou á nossa altura, passando os dedos pelo braço de Thomas, o encarei, ele tinha um olhar puro e inocente, o mesmo pelo qual me apaixonei e o sorriso mais encantador que poderia querer ver

- É... Lindo – Ele falou ainda meio bobo – E nosso

- Nosso Thomas... – Concordei e voltei á olhar para o pequeno, que agora estava calmo, fechando os olhos para dormir, agora tudo fazia sentido, agora eu entendia o grande amor, o maior de todos e o porquê de alguém se entregar de corpo e alma para cuidar de alguém.

...

Abri a porta que dava para os fundos de casa e vi os dois homens da minha vida, o sol bateu contra meu rosto, esquentando o ar gélido que á casa tinha, Toby segurava os pequenos braços de Thomas, ajoelhado no chão

- Como estamos com os primeiros passos? – Perguntei me ajoelhando ao seu lado, que sorriu

- Muito bem – Ele respondeu contente

Thomas está prestes á completar onze meses, o cabelo cresceu, ficando abaixo das orelhas e formou cachinhos nas pontas, como um anjo e o tom de azul de seus olhos se intensificava cada vez mais 

Thomas nos olhou, atento á cada detalhe e esticou uma das pernas para frente, prendi a respiração quando ele deu seu primeiro passo

- Meu amor... – Eu senti lagrimas em meus olhos e abri meus braços – Pode vim até mim?

Ele deu um doce sorriso e se empolgou nos passos, chegando próximo a mim, que o abracei com ternura

- Como eu te amo – Falei fazendo um carinho em seu cabelo e ele se prendeu a mim

- Ele tem muita sorte em ter uma mãe como você – Toby disse se sentando ao meu lado e passou a mão por um dos braços de Thomas, o que tinha virado sua mania e eu sorri

- Você é o melhor pai e namorado – Disse lhe beijando calorosamente e ele me puxou para seus braços, e assim ficamos o resto da tarde, sentindo a leve brisa nos abraçar e o sol se por, fazendo um mix de cores pelo céu.

...

(L´ll never stop loving you)

Aí vai chegar um dia

Quando o mundo pára de girar

E as estrelas cairão do céu

Mas esse sentimento irá durar

Quando o sol deixa de queimar

Tudo o que quero fazer é te amar

Até o final dos tempos

Tirei as mãos do rosto assim que Toby entrou no quarto, me virei sobre a cama, fazendo com que nos encarássemos, ele suspirou pesadamente e deitou ao meu lado, nos cobrindo com o lençol

- Foi um dia cansativo – Ele revelou olhando para baixo e eu não pude evitar tocar seu rosto com as pontas dos dedos, ele me encarou

Passamos toda a tarde livre cuidando do Thomas, que acabou de completar dois anos e meio e está mais imperativo que o comum

- Ninguém disse que seria fácil – Minha voz saiu rouca e ele também tocou meu rosto, sorri levemente com a troca de carinhos

- Thomas é muito especial – Ele deu um grande sorriso, seus olhos mostravam cansaço, mais seu sorriso acendeu seu rosto de alegria

- Ele é – Concordei franzindo os lábios e aproximei os nossos rostos – Obrigada por estar ao meu lado

- Eu nunca te deixaria sozinha – Ele me puxou para si e beijou o topo da minha cabeça, me aconcheguei em seu peito – Spence?

- Sim? Levantei a cabeça para o olhar

- Quer casar comigo? – Eu me sentei em um sobressalto e o encarei, sentindo o coração acelerar – Sei que não é o pedido mais romântico do mundo, mais não posso mais adiar, você é a mulher que quero ter pelo resto da vida ao meu lado

- Toby, não precisa de um pedido perfeito, você já basta – Sorri emocionada e toquei seu rosto – Minha resposta sempre seria sim

Ele sorriu e me beijou ardentemente, senti a paixão nos rodear.

...

Engoli em seco e me olhei mais uma vez no espelho, estava tensa, a ansiedade estava me corroendo, minha mãe terminou de colocar o véu e admirou a visão que teve

- Está tão linda – Ela sorriu docemente e pousou as mãos em meus braços, com a chegada do neto, ela se tornou mais dócil, como meu pai

O vestido tem um corpete cheio de detalhes bordados e realçou minha cintura e caia em um tecido fino e levemente esvoaçante, algo simples e delicado, mais o vestido mais lindo que já vi

- Estou nervosa – Admiti

- É normal Spencer, é seu casamento – Ela riu – Mais tudo vai dar certo

Concordei com a cabeça

 

Tínhamos decorado o jardim de casa, que é enorme, queríamos algo aconchegante e intimo, eu olhei através da porta de vidro, ansiosa para ver Toby

- Pronta? – Meu pai perguntou estendendo um braço, e eu enrolei o meu em volta dele

- Estou – Uma suave musica começou e eu sorri instantaneamente

(In my veins)

Oh, que está em minhas veias, e eu não consigo te tirar

Oh, você é tudo que eu sinto, à noite dentro da minha boca

Oh, que está em minhas veias, e eu não consigo te tirar

Cadeiras brancas haviam sido postas sobre a grama, deixando um corredor de folhas secas ao meio, Toby estava frente á uma espécie de altar, puxei o ar, ele estava lindo, usando um terno cinza, a cor de fato o valorizava, ele sorriu assim que me viu, nossos olhares se fixaram, não havia mais nada além de nós 

Quando enfim nos encontramos, ele me deu um beijo na testa e a cerimônia começou

O padre falava o tradicional, mais eu não conseguia tirar os olhos de Toby, sorriamos sem parar

- Agora os votos – Ficamos de frente um para o outro

Vai ter mais de uma vida

Para lhe dar todo o amor

Todo o amor que eu sinto por você hoje à noite

- Hoje certamente é um dos dias mais felizes da minha vida, estou me casando com a mulher da minha vida, sem duvidas á melhor decisão que já tomei – Ele começou – Mais eu não precisei pensar muito, meu coração te escolheu Spencer, no segundo em que meus olhos pousaram sobre você, naquele instante eu já sabia que não existiria outra, nunca existiu, sempre foi você e eu te amo com todas as minhas forças

Uma lagrima deslizou pelo meu rosto, rapidamente á limpei e toquei suas mãos

- Eu nunca quis acreditar no amor, sempre me neguei á isso, mais quando te conheci, tudo mudou, eu simplesmente não consegui não me apaixonar, tudo o que você faz é perfeito, o modo como cuida de mim, como seus olhos brilham quando sorri, espero manter isso pelo resto das nossas vidas, por que você é meu conto de fadas, eu te amo – Ele também tinha lagrimas em seus olhos

- Hora das alianças – O padre anunciou e eu e Toby rimos com a cena, Thomas dava passos apressados até nós, com um terço cinza como o pai, o cabelo penteado para trás e um tímido sorriso nos lábios

Toby pegou a caixinha de suas mãos e sorrimos para ele, que foi para o colo de Aria, que estava ao lado das meninas, na primeira fileira de cadeiras 

Enquanto os anéis deslizavam para nossos dedos, dizíamos nossas juras de amor, meu Coração pulsava de alegria

- Os declaro marido e mulher, pode beijar a noiva – Enfim as tão esperadas palavras, Toby colocou as mãos em meu rosto e eu em suas costas e nos beijamos suavemente e apaixonadamente

 

Thomas já dormia aconchegado ao colo do pai, eu os admirava de longe, a tarde já caia e aos poucos todos começavam á ir embora

- Não tenho palavras para expressar o quanto amei o dia de hoje – Aria disse, seguida das meninas, me levantei indo até elas

- Está linda – Emily elogiou sorridente

- Eu amo vocês – As abracei forte, como costumávamos fazer antigamente, um abraço em grupo

- Prometa que não vamos nos afastar nunca – Hanna pediu, enquanto ainda mantínhamos o contato

- Unidas somos melhores – Alison, que havia se tornado parte do grupo, disse de modo meigo

- Nunca vamos nos afastar – Prometi e sorrimos uma para as outras

...

O sol entrava no quarto, através da grande janela de vidro, pude ver as plantas começando a crescer, no inicio da primavera, me olhei no espelho, usando um vestido florido e o cabelo solto, agora já tinha feições mais adultas, á beira dos trinta anos, mais só tenho lembranças incríveis dos últimos anos que estou vivendo ao lado das pessoas que amo

Um sorriso preenche meu rosto e em passos lentos e suaves vou até a sala, onde Toby corre entre os moveis, com Thomas gargalhando atrás dele, paro alguns instantes antes de atravessar a porta e cruzo os braços, apenas admirando aquela cena, sou puxada para o passado e nem consigo imaginar, o quão estranho seria, viver sem esses olhos azuis

Toby deixa uma risada escapar quando o pequeno se prende á uma de suas pernas, ele leva uma das mãos até seu próprio cabelo e tira os fios do seu rosto, me dando uma visão ampla de seus traços, sorrio com a sua linda imagem

- Não importa quanto tempo passe – Prendi a atenção de ambos – Ainda vou ficar impressionada com sua beleza

Ele deu um grande sorriso e fui até eles, pegando Thomas em meus braços e depositei um beijo casto nos lábios de Toby, que me prendeu em seus braços

- Digo o mesmo, senhorita Hastings – Thomas passou os pequenos braços em volta do meu pescoço

- Eu fiz um desenho mamãe – Ele contou empolgado e eu assenti, atenta á suas palavras

- Onde está? – Olhei em volta e ele desceu e pegou algo em cima da mesa de centro, estendendo as mãos em seguida, um papel estava entre elas, o peguei

Havia uma casa, um homem, uma mulher e um pequenino menino ao meio do casal, senti lagrimas molharem meu rosto

- Somos nós – Ele contou feliz

- Ficou lindo, meu amor – Me abaixei á sua altura e lhe abracei – Parabéns

- Papai disse que sou talentoso como você – Eu ri emocionada e olhei para cima, Toby retribuiu o sorriso

- Eu também tenho uma surpresa, para vocês – Me levantei e fui até minha bolsa, sentindo seus olhares queimarem sobre mim, me virei – Há algum tempo eu desconfiei disto, mais quis esperar o momento certo

Toby abriu os lábios levemente, deduzindo o que iria dizer

- São dois! – Ri feliz e lagrimas pingaram sobre meu rosto, fazendo um rastro molhado por minha pele – São dois bebês...

- Spence! – Ele correu até mim e me suspendeu do chão, me rodopiando, nossa risada quebrou o silencio e quando fui posta ao piso, ele me beijou apaixonadamente – Eu te amo!

- Eu amo você – Sorri o abraçando forte e me virei para Thomas, que nos encarava confuso com seus grandes olhos azuis

- Vou ter dois irmãozinhos? – Ele arregalou os olhos e depois sorriu, me vendo balançar a cabeça positivamente e correu até nós, nos abraçando – Dois, mamãe, dois!

- Sim, meu amor – Sorri sentindo seu suave perfume infantil me atingir – Vamos ser ainda mais felizes

- A felicidade está nas pequenas coisas Spence – Toby Pegou Thomas no colo e me puxou para si novamente, eu queria guardar aquele momento para sempre, registrar cada detalhe, para nunca me esquecer – E eu amo vocês

De agora até sempre

Isso é quanto tempo vou ser verdade

Vou fazer-lhe esta promessa

E prometo a você agora até para sempre

Eu nunca vou parar

Eu nunca vou parar

Eu nunca vou parar de te amar

Sorri como nunca, eu estava completa, os abracei o maximo que pude e fechei os olhos, tendo um vislumbre do futuro e deixei uma lagrima cair, uma lagrima de alegria, ela pingou ao chão, esse era o sinal que muito ainda estava por vim, e estava pronta para viver isso, desde que estivesse com eles, minha família.


Notas Finais


Se eu me emocionei escrevendo? SIM. Se estou com dor no peito? SIM.
Eu estou em um mix de alegria (Por ter leitores tão incríveis) e tristeza (Pelo fim ter chegado tão prematuro)
Parabéns á quem acertou o por que do nome Thomas, o significado é Gêmeos, e tinha que colocar gêmeos aqui ne gente, foi o que PLL me ensinou kkkkkkk
Extra: É uma menina e um menino (AAAAAAAA) Agora me digam vcs, quais os nomes dariam para esses babys Spobys? Abram a imaginação e me contem <3

Meus Agradecimentos Sinceros:
Eu me apaixonei por Spoby desde o primeiro olhar deles e tive que escrever algo sobre, só não imaginava ir tão longe
38 Capítulos, 101 favoritos (até o momento) e leitores maravilhosos, eu sorri, chorei, pulei de alegria, fiz tudo que podia, melhorei minha escrita e me dediquei, e de quebra comecei uma fanfic incrível com uma super amiga que fiz aqui, eu nem sei como resumir o quanto estou feliz, espero que se lembrem dessa fic com carinho, do mesmo jeito que vou lembrar de vcs (Eu sei ser fofa quando quero gente kkkkk) Vou sentir MTS saudades :´( :

Keegan/Thomas: https://www.google.com.br/search?q=Keegan+crian%C3%A7a&tbm=isch&tbo=u&source=univ&sa=X&ved=0ahUKEwjhuYWVy8_VAhWECpAKHcQbAfEQsAQIJQ&biw=1304&bih=702#imgdii=SshvreCD2YwdaM:&imgrc=EH0KpReDbQVhXM: *-*

Fanfic MARA:https://spiritfanfics.com/historia/spoby--entre-amor-e-odio-9922473

Beijos cor de Rosa e com MT Glitter da Pantera e até a próxima fanfic <3 <3 <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...