História Spring - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Visualizações 1
Palavras 409
Terminada Sim
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Drama (Tragédia)

Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Olá pessoal! Espero que gostem desse texto... Entrem numa reflexao comigo!!!
Boa leitura!

Capítulo 1 - Noite de primavera.


Fanfic / Fanfiction Spring - Capítulo 1 - Noite de primavera.

Já eram dez horas da noite. A cidade estava tão apagada, assim como minhas emoções naquela noite.

Eu havia chorado tanto, que poderia formar o meu próprio oceano... Apenas o reflexo das águas poderiam me relembrar o quão fundo meu relacionamento havia chegado ou pelo menos... Naufragado.

Minha maquiagem estava toda borrada e minha maior vontade era de me livrar daquelas peças de roupa que exalavam o perfume de quem havia me deixado naquele estado... Eu apenas desejava mergulhar no meu oceano de lágrimas. Infelizmente, a única coisa que podia fazer, era deitar pelas flores que havia encontrado,na rua pela qual caminhava.

Elas pareciam ser os únicos elementos que ainda tinham um brilho incessavel, me deixando apenas na esperança.

O aroma das tulipas vermelhas se misturou com o perfume, dá última pessoa que pensava que valia a pena, dá última pessoa, que havia me abraçado e assim, dando início ao fim.

Passando levemente as maos pelas flores, me fazia lembrar, o quao macia era a pele dele, o tempo parecia ser eterno, quando ele entrelaçava seus dedos com os meus.

Foi uma pena, que meu fim dessa vez não foi eterno.

Com um vestido vermelho, estava me sentindo como uma flor... entretanto, todas possuiam uma motivaçao para se manterem belas e doces... uma motivaçao até para sentir a água que iria cair sobre elas... No meu caso, eu era apenas uma tulipa que estava prestes a morrer, sem raízes, sem base. Nem todo o esforço seria necessário para me fazer viver como antes.

Mesmo que eu desabrochasse novamente, nunca seria igual. 

Eu não quero viver apenas para morrer. Não quero ficar no meio de algo, apenas por que sou igual.

Quero fazer parte de tudo, desabrochar cada vez melhor, ser como uma árvore, e proteger tudo e todos.

Se todas as vezes que eu quiser viver, cortarem minhas raízes, o que poderei fazer?

Queria ser que nem as águas... Elas dão vida a tudo e mesmo que as vezes sejam violentas, turbulentas, há pessoas que não desistem de nadar. Eu poderia ter a sorte de  encontrar alguem assim.

Quem quiser me conhecer ou alcançar, vai ter de saber nadar. Vai ter que saber que sou composta das mais profundas águas, descobrindo assim meus segredos e desvendar o mistério que decidi me tornar.

Vou criar minha base e assim irei saber se terei que salvar ou abandonar pessoas que valem ou não, a pena.

So vou entrar em águas puras, inocentes, oceanos profundos com tesouros e não em rios rasos traiçoeiros de falsas emoções.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...