História Spring Breakers - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Hinata Hyuuga, Ino Yamanaka, Naruto Uzumaki, Neji Hyuuga, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha, TenTen Mitsashi
Tags Gaaino, Gaara, Hentai, Hinata, Ino, Naruhina, Naruto, Neji, Nejiten, Sakura, Sasuke, Sasusaku, Shikamaru, Shikatema, Temari, Tenten
Exibições 171
Palavras 3.319
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Drama (Tragédia), Festa, Hentai, Romance e Novela, Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Hey, galera!
Dessa vez prometi que não iria demorar, né? E aqui estou eu!
Bem, aqui finalmente nossos protagonistas se encontram, então podem imaginar o que virá pela frente, não?
Ah, não posso deixar de agradecer aos favoritos e comentários maravilhosos que estou recebendo. Isso me deixa muito feliz e motivada! <3

Tenham uma boa leitura, nos vemos nas notas finais.

(Imagem do capítulo: Matsuri)

Capítulo 5 - Meeting the Hottest Guys


Fanfic / Fanfiction Spring Breakers - Capítulo 5 - Meeting the Hottest Guys

Hotel Casino Flamingo 06:21

 

A Hyuuga estava perdida em pensamentos. Havia acordado mais cedo do que deveria, ou melhor, nem havia dormido direito. Algo dentro de si dizia que essa suposta visita ao primo de Matsuri não daria coisa boa.

A azulada havia conversado com a hospede a respeito de suas amigas, sobre o quão malucas todas eram. E temia que o grupo peculiar se unisse. Do jeito que Sakura era totalmente pra frente, fazer amizade com qualquer tipo de gente não seria um problema.

A Hyuuga se revirou mais uma vez na cama, até que se deu por vencida e levantou-se com cuidado, para não acordar Matsuri. Calçou suas pantufas e foi rumo ao banheiro. Fez sua higiene matinal e em seguida deu mais uma lavada no rosto e amarrou o cabelo num rabo de cavalo frouxo, arrumando sua franja em cima do olho. Hinata ficou um tempo se encarando, até que de repente escuta batidas na porta.

— Hinata? — Era Temari.

— Oh, sim Tema, já estou indo. — Falou a morena, arrumando mais seu cabelo e em seguida abrindo a porta e saindo. — Pelo visto acordou cedo também... — Deduziu

— Com Ino roncando ao meu lado, impossível não acordar. — Riu. — Não sei como Sakura consegue.

— É o costume. — Falou Hinata, dando de ombros.

— Já está pronta, Hina?

— Não... Primeiro temos que acordar as meninas. — Respondeu Hinata, olhando para trás, especificamente as camas onde as amigas se encontravam dormindo.

— Acorde primeiro a Matsuri, ela é hospede, merece atendimento especial. — Piscou a Sabaku, fazendo Hinata soltar uma pequena gargalhada.

Após o pequeno dialogo matinal, Temari finalmente adentra ao banheiro, fazendo a Hyuuga andar cautelosamente até a cama onde Tenten e Matsuri estava, acordando a morena.

Tenten, Tenten... — Sussurrou a azulada perto do ouvido da Mitsashi.

— Hmm... — Gemeu a o morena, virando para o outro lado.

Tenten, acorde. Hoje temos compromisso, lembra? — Falou Hinata mais uma vez, com uma gota na cabeça. — Não há dúvidas, terei de acordar todas do modo tradicional... — Sussurrou para si mesma. — Desculpe, Matsuri.

Então tudo aconteceu em câmera lenta, Hinata subiu em cima de uma cadeira que se encontrava ali e deu o maior grito de sua vida. Sua voz, sempre angelical, estava em um timbre totalmente grave. A primeira a acordar totalmente assustada fora Matsuri, que se levantou de supetão com a mão no peito. Seguida de Sakura e Tenten, que acordaram aos gritos. Ino fora a que mais se assustou, a ponto de cair da cama gemendo de dor, completamente ofegante.

— HINATA! — Gritou Sakura. — QUAL O SEU PROBLEMA? — Falou a rosada, furiosa.

Hinata desceu da cadeira com a feição tranquila, indo sentar-se na beira da cama com Tenten.

— Desculpem meninas, mas era necessário. — Falou agora a velha Hinata, com a voz suave. — Desculpe Matsuri por lhe acordar assim, mas as meninas são difíceis de lidar. — Riu baixo. — Temos compromisso hoje, lembram? — Arqueou as sobrancelhas, sugestiva.

— Oh, sim! — Falou Tenten, levantando-se da cama ficando totalmente em pé.

— Mas que algazarra é essa? — Questionou Temari saindo do banheiro com os cabelos molhados e apenas de toalha. — Estamos em um hotel.

— Nossa querida amiga nos acordou aos berros, Tema. — Falou Ino emburrada. — Sorte que hoje vamos sair. — Pegou nos cabelos, jogando-os para trás.

— Tsc. Tanto faz. — Falou a Sabaku, revirando os olhos. — Bom dia Matsu, desculpe por ter acordado assim. — Riu para a morena, que em resposta baixou a cabeça, envergonhada.

— Sem problemas. — Falou simplesmente. — Posso ir ao banheiro?

— Claro. — Respondeu a loira, dando espaço para a morena entrar. — Aqui a prioridade são os hóspedes dos hóspedes. — Piscou para as meninas.

.

.

.

Após todas estarem devidamente vestidas e arrumadas, rumaram até o pequeno restaurante para tomarem o café da manhã. Já era 9:43hrs, então todas estavam no horário.

Sentaram-se todas juntas, enquanto Sakura folheava o cardápio.

— Então meninas, temos hambúrguer, pão com mortadela e queijo, bolos, pão de queijo, acompanhados de café, cappuccino, achocolatado, suco, refrigerante..

— Eu vou querer cappuccino e pão de queijo. — Falou Tenten.

— Irei querer apenas café. — Falou Temari, seguida de Ino.

— Irei querer apenas um suco. — Falou Matsuri, rindo.

— E eu irei querer hambúrguer com refrigerante. — Finalizou Sakura. — Não vai pedir nada, Hinata?

— Não... Não estou com fome. — Falou a Hyuuga, alheia a tudo.

— Desse jeito irá voltar pra casa rolando, Sakura. — Falou Tenten, arrancando risada das outras meninas. Em resposta, a rosada apenas mostrou o dedo do meio para a Mitsashi.

Ino que estava visivelmente com fome, chamou logo o garçom para ir servi-las, o qual não foi nenhuma surpresa para Matsuri ver que quem se dirigia até elas era Sasori.

— Bom dia senhoritas. — Falou cordialmente o ruivo. — O que irão querer? — Perguntou, tirando do bolso da calça um pequeno papel de anotações e uma caneta.

— Bom dia Sasori. — Falou Matsuri, um pouco corada. — Iremos querer um cappuccino com pão de queijo, dois cafés preto, um suco e um hambúrguer com refrigerante. — Falou meigamente, enquanto o ruivo anotava os pedidos.

— Ok senhoritas, logo trarei os pedidos. — Finalizou sorrindo, virando-se e indo em direção ao balcão para relatar os pedidos aos cozinheiros.

— Sasori, é? — Falou Tenten com um tom malicioso, seguida de risos das meninas.

— Ele é um amigo, apenas isso. — Defendeu-se Matsuri, visivelmente constrangida.

— Amigo, ahan. — Falou Sakura, duvidando. — Um “amigo” não te olha como ele.

— Não sei do que está falando, Sakura. — Respondeu Matsuri, com a mão no rosto visivelmente com vergonha.

— Meninas, está deixando a Matsu com vergonha. — Alertou Temari, fazendo Hinata concordar.

— Obrigada, Tema. — Agradeceu a morena, visivelmente mais calma agora.

Após chegar os pedidos, que depois rendeu mais risadas por parte de Sakura e Ino, o grupo de amigas pagou a conta, inclusive de Matsuri e seguiram rumo ao estacionamento do hotel para alugar um carro. Por sorte, Matsuri era habilitada e podia dirigir sem problemas.

E assim seguiram pelas ruas de Las Vegas rumo a casa do primo de Matsuri, que para as meninas fora revelado apenas o nome: Gaara.

 

 

xXxXxXx

 

 

Eram quase 11:00hrs e Gaara ainda não havia sequer levantado da cama. Havia cheirado tanto pó ontem que perdeu totalmente a noção do tempo. O estado do ruivo era deplorável, a cara estava com mais olheiras do que se podia imaginar existir. O cabelo nem se fala. Se não estivesse em casa e se não fosse tão rico, facilmente seria confundido com um mendigo qualquer.

Olhou a hora mais uma vez, revirando os olhos. Precisava se levantar. Pegou seu celular e viu as notificações, estranhando ver 4 chamadas e uma mensagem de sua prima Matsuri. Cogitou retornar a ligação, mas primeiro tinha de tomar um longo banho.

O ruivo se levantou sem cerimonias, revelando estar apenas com uma box preta, fazendo um contraste perfeito com seu corpo branco, e levemente másculo. Rodeou a cama em busca de suas roupas e bufou desistindo, andando até o banheiro.

O ruivo adentrou dentro do box e ligou o chuveiro, tomando um longo banho, deixando a água cair livremente pelo seu rosto. Precisava estar bem acordado. Não queria ninguém, muito menos sua prima, enchendo seu saco sobre como se comportar em público. Desligou o chuveiro, pegando a toalha e chacoalhando sobre seu cabelo, deixando-o mais rebelde. Pôs a toalha na cintura, amarrando-a e foi até a pia para escovar os dentes.

Por um breve momento olhou bem para seu reflexo no espelho e viu o quanto estava se destruindo aos poucos. Bufou com raiva, pegando a escova de dentes com certa brutalidade e pondo a pasta nela. Sua família tinha culpa no cartório por certas atitudes, mas preferiu esquecer esse pequeno detalhe.

Após sair do banheiro, checou seu celular novamente agora mais sóbrio e pôde ler as mensagens do Whatsapp.

 

Neji H.: Ei cara, se tiver vivo ainda me manda um Alô. Flw seu fudido.

 

O Sabaku riu com o sarcasmo do Hyuuga, e apenas respondeu a mensagem com um emoji do dedo do meio.

 

Fuu: Oi, gatinho. Está disponível hoje? Aquele seu amigo gostoso que tem cabelos grandes me disse que estava pensando em dar uma festa.. Que tal se repetirmos a dose? Beijos, aguardo sua resposta. ;)

 

Gaara apenas revirou os olhos. Maldito Hyuuga e sua boca grande. Estava querendo se livrar desse encosto a tempos, e agora tinha mais essa. Aquele cabeludo de uma figa iria lhe pagar! Por último, abriu a mensagem que na sua concepção era a “mais” importante.

 

Matsuri (pirralha): Primo, está em casa? Desculpe se eu tiver incomodando, mas eu estou indo aí pra sua casa agora. Esqueci a chave do quarto onde estou hospedada e tive que dormir com umas amigas que conheci ontem, por sorte. Beijos, se cuida!

 

O Sabaku olhou para a hora e assustou-se ao constatar que a mensagem já era um pouco antiga. Isso significava que provavelmente a morena já deveria estar chegando. Sem mais delongas, Gaara foi até seu guarda roupa, procurando qualquer roupa casual. Optou por uma bermuda cinza e uma camisa polo listrada. Pegou um pente qualquer e pôs-se a pentear os cabelos rebeldes de qualquer jeito, até que escuta a campainha da sala tocar diversas vezes.

— JÁ VAI! — Gritou do quarto, bufando e saindo indo rumo a sala.

— Oi, Matsur... — A fala foi cortada ao ver de quem se tratava. — Ah, são vocês seus putos. — Falou revirando os olhos, saindo da porta e indo em direção ao sofá.

— Ih, qual é. — Falou Naruto, indo em direção a cozinha do ruivo. — Tô com fome, Gaara.

— Cadê as suas putas? — Gritou para o Uzumaki. — O que vocês estão fazendo aqui cedo?

— Tédio. — Respondeu o Hyuuga, sentando-se no sofá e apoiando os pés na pequena mesa de centro que se encontrava ali na sua frente.

Shikamaru não falou nada, saiu da porta onde se encontrava e foi direto para o sofá menor. Não estava com saco para baboseiras. Sorte que era Sasuke quem estava de carro aquele dia, pois o Nara não estava com ânimo para nada.

Sasuke estava em pé escorado na parede perto da porta, rodando a chave de sua Ferrari vermelha nas mãos.

— Neji já avisou a todos sobre a festa no apê dele nesse final de semana. — Falou o Uchiha, recebendo um aceno do Hyuuga

— Percebi. — Respondeu Gaara, revirando os olhos. — Falou pra Fuu, cara? Aquela menina é um porre, enche o saco.

— Pensei que ainda estava comendo ela. — Respondeu o moreno, dando de ombros.

— Estou querendo me livrar dela. — Respondeu simplesmente.

— Opa, estão falando da gostosa da Fuu? — Falou Naruto, saindo da cozinha trazendo consigo uma lata de Skarloff. — Se tu não quiser, eu quero Gaara.

— Tanto faz, podem come-la a vontade. — Deu de ombros.

— Nossa, assim tão fácil? — Respondeu o Uzumaki, surpreso.

— Aquilo é um encosto. — Falou Gaara levantando-se do sofá, fazendo o Hyuuga rir.

— Falando em encosto, aquela sua prima Matsuri não encheu mais o saco? — Questionou o moreno.

— Ela vem aqui agora pegar a chave do quarto onde está hospedada. Esqueceu. — Respondeu sem interesse, ligando a TV em um canal qualquer.

— Tsc, que garota chata. — Falou Shikamaru, olhando agora atento para a TV

— Nem me fale. — Respondeu Sasuke, se desencostando da porta e se juntando aos resto dos garotos.

— Cara, essa atriz é muito gostosa. — Exclamou Naruto, apontando para a TV, fazendo o resto dos garotos revirarem os olhos.

— Menos, Naruto. — Falou Gaara.

— Que mal humor da porra hein Gaara. Sai de ré exu. — Falou Naruto voltando a assistir TV junto dos meninos.

Os dias eram basicamente esse para os meninos. Quando não estavam na farra ou se drogando, ficavam apenas falando banalidades e vendo qualquer porcaria que estivesse passando na TV.

— Tem umas skarloff’s na geladeira seus putos, se quiserem podem ir. Menos o Naruto que já pegou. — Falou Gaara sem interesse algum, como sempre.

— Opa, jaé. — Falou Neji se levantando e indo até a cozinha do ruivo.

 

 

xXxXxXx

 

 

— Aaaaah, estou sem paciência! Falta muito Matsu? — Exclamou Ino no banco de trás do carro. A mesma estava no colo de Tenten, que bufava com a impaciência da loira.

— Relaxa Ino! Caramba! — Falou a Mitsashi visivelmente estressada.

— É Ino, desse jeito nunca chegaremos. A coitada da Matsuri deve estar cheia dos seus chiliques. — Advertiu Sakura.

Em resposta, a morena no banco do motorista junto da azulada no carona apenas riram da afobação das meninas.

— Ino, se eu fosse você eu não me animaria tanto. Digamos que Gaara seja bem bruto. — Falou Matsuri totalmente focada na estrada com um sorriso nos lábios.

— Humpf. Veremos. Preciso me divertir em Las Vegas! — Falou a Yamanaka batendo com força nas coxas torneadas da morena, que em resposta deu um pequeno grito, visivelmente estressada.

— Porra Ino! Caralho! Aquieta aí esse fogo. — Bufou a Mitsashi, fazendo Sakura soltar uma gargalhada.

Temari por outro lado estava alheia a tudo. Enquanto as meninas discutiam e riam alto, a loira estava vendo a paisagem pela janela. A dona dos olhos verdes musgos guardava cada detalhe da maravilhosa cidade. O quanto era linda.

— TEMARI! — Gritou Sakura no ouvido da Sabaku, que se assustou levemente e virou o rosto bufando para a rosada que riu de canto. — Chegamos, vaca.

— Não precisa gritar, coisa feia. — Revirou os olhos, abrindo a porta do lado esquerdo do carro.

Sakura apenas deu língua para a amiga, que em resposta deu o dedo do meio. Ato infantil, mas comum entre as amigas.

Após todas saírem devidamente do carro, esperaram Matsuri estacionar completamente o carro e andar até elas. Como a casa era do primo da morena, a mesma foi na frente até porta, apertando a campainha.

 

 

xXxXxXx

 

 

Enquanto isso os garotos jogavam conversa fora, até ouvirem o som irritante da campainha.

— Ih, deve ser a prima pé no saco. — Sasuke revirou os olhos, fazendo Neji concordar com a cabeça.

Gaara apenas revirou os olhos, andando até a porta. Deu uma pequena olhada pelo olho mágico e estranhou ao ver a prima acompanhada de mais cinco garotas. Deu de ombros, abrindo a porta.

Cada menina teve uma reação diferente ao ver o ruivo. Temari o olhou da cabeça aos pés, Ino e Tenten quase tiveram hemorragia nasal, Hinata ficou brincando com os dedos completamente tímida e Sakura o encarou olho no olho, divertida. Matsuri estava com cara de tédio, visivelmente impaciente.

— Posso entrar? — Questionou, irônica.

— Ahn, pode sim. — Falou incerto o Sabaku. Da onde saiu tanta mulher bonita? Pensou consigo mesmo, olhando para cada fisionomia ali.

Matsuri adentrou a casa sem cerimônias, se assustando ao ver os cinco amigos do primo jogados no chão da sala.

— Ah não... — Falou baixo, revirando os olhos e virando o corpo em direção a porta, por onde suas novas amigas estavam entrando, seguido de um Gaara meio aéreo.

— Olha, se não é a... — Neji deixou a fala morrer ao nota a presença das cinco meninas desconhecidas. — Uau. — Sussurrou para si mesmo.

— Pensei que seus amiguinhos tivessem tirado uma folga de ti, priminho. — Falou Matsuri, sem emoção nenhuma, olhando com desdém para Neji.

— Veio pegar a chave ou me dar sermão? — Falou ríspido o Sabaku. — E aliás, quem são essas garotas? — Falou apontando para o grupo de amigas que olhavam para os meninos com certa curiosidade nos olhos.

— Prazer, sou Ino. — Falou a Yamanaka dando um beijo no ar em direção ao ruivo.

— O prazer é meu, gatinha. — Respondeu Neji por Gaara. O Hyuuga levantou-se do chão apressadamente, chegando perto das meninas.

Tenten que até então tinha a atenção voltada para o ruivo, quase se engasgou com a própria saliva ao ver o Hyuuga indo em direção a si. Viu bem o tipo físico do moreno. Ele era bem alto, não muito diferente do ruivo primo da Matsuri, e os cabelos eram lisos escorridos chegando quase a metade da costa. A voz era grossa. Na verdade, imaginaria que a voz de todos os meninos ali fossem desse jeito. Achou sexy.

— Eu sou Naruto, prazer. — Falou o loiro, visivelmente animado. — Hey! — Falou agora apontando para Hinata. — Você é a garota que eu vi entrando naquele hotel, logo quando chegaram!

Hinata olhou para o garoto perplexa. Como ele se lembrava dela? Até a própria havia se esquecido do ocorrido.

— Meu Deus... — Respondeu baixo, um pouco confusa. — Você é o fumante do poste. — Respondeu mais para si do que para todos.

Matsuri arqueou as sobrancelhas, confusa.

— Então se conhecem?

— Não. — Respondeu a Hyuuga, olhando para a morena. — Apenas nos vimos por acaso.

— Ah.. — Deixou a frase morrer no ar.

Um breve silencio se instalou no lugar, ficando constrangedor. Até que Naruto retorna a falar, chamando a atenção de todos.

— Qual o nome de vocês? São novas mesmo por aqui?

— Sim, estamos apenas de viagem. — Respondeu Sakura por todas. — Eu sou Sakura, a outra loira ali é a Temari, a morena é a Tenten e a de franjinha Hinata.

— Muito prazer, Sakura. — Agora quem falava era Sasuke com seu tom sedutor. O moreno havia se interessado pela rosada, achando-a exótica. Se talvez a seduzisse, conseguiria leva-la para a cama.

Naruto, vendo as intenções de Sasuke abriu um pequeno sorriso de canto. Esse Uchiha não perde tempo... Pensou sapeca o loiro.

Shikamaru estava alheio a tudo. De fato, as garotas eram bonitas, mas tinha de admitir que seus amigos eram muito precipitados. Não era assim que se chegava numa mulher. Demonstrou desinteresse, fato que não passou despercebido pela Sabaku. Sim, Temari o havia achado bonito.

Neji estava entre Tenten e Ino conversando cordialmente, jogando todo o seu charme. Era verdade que as loiras eram o seu tipo, mas tinha de admitir que a morena era um tanto... gostosa. Estava em uma dúvida interna sobre qual pegar primeiro.

Matsuri olhava para os meninos sugestivamente, e vendo que não teria retorno, foi até Gaara.

— Minha chave. — Falou simplesmente.

O ruivo nada falou, virou de costas e foi até a pequena estante e pegou a maldita chave da prima e entregou-a nas mãos.

— Obrigada, querido primo. — Respondeu sarcástica. — Meninas? Vamos.

— Oh, sim. — Respondeu Sakura. — Sasuke, foi um prazer conhecer você... Será que nos veremos novamente por aí? — Piscou para ele, mordendo os lábios.

— Quando você quiser. — O Uchiha riu de canto. Fazendo a rosada soltar um breve suspiro. — Me dá seu número, para trocarmos mensagem.

Enquanto Sasuke e Sakura trocavam números, Neji e Naruto conversavam animadamente com as meninas. Claro que por parte do Hyuuga sempre havia um jogo a mais de sedução. Se desse sorte, comeria as duas amigas, Ino e Tenten.

— Então, estão todas convidadas. — Sorriu Neji galanteador, fazendo a Mitsashi morder os lábios. — Aguardo vocês lá.

— Nós iremos. — Falou Ino, virando-se para Hinata. — Não é Hina?

— Sim. — Respondeu Temari pela amiga. — Foi um prazer conhecer vocês. — Se despediu de Naruto e Neji, dando uma breve olhada para o Nara que continuava no sofá assistindo TV, totalmente alheio a tudo. A loira pôde jurar que o viu olhar para si, trocando breves olhares.

Enquanto as meninas saiam, Matsuri já a esperavam do outro lado da porta, mexendo no celular. Gaara não falou nada, apenas olhava para a bunda da pequena Hyuuga e deu um sorriso de canto imperceptível. Após as garotas saírem, fechou a porta e foi até os amigos que os aguardavam ansiosamente na sala.

— Cara, o que foi aquilo? — Falou Naruto, empolgado como sempre. — Quanta menina gostosa. Nossa!

— Menos, Naruto. — Falou Shikamaru. — E nossa, Neji. Mal conheceu as garotas e já convidou para o seu apê? Rápido hein. — Zombou o Nara.

— Você convidou as gatinhas pra festa? — Falou Naruto visivelmente feliz. — Você é demais, cara!

— Humpf. — Bufou o Hyuuga. — Eu sou um máximo. — Gabou-se.

— Não fale tanto, Hyuuga. Pode acabar mordendo a língua. — Falou Sasuke com desdém. — Consegui o número da rosada.

— Vocês são uns desesperados por buceta, isso sim. — Falou Gaara já entediado. — Vocês não viram que elas andam com a Matsuri?

— Sim, e daí. Pelo que eu percebi, elas não tem nada em comum. — Comentou Neji.

— Olhem lá o que estão pensando em fazer. — Advertiu o ruivo.

— Relaxa, cara. É só uma foda. — Falou Sasuke. — Escolhe uma pra você, vai. — Finalizou rindo vendo a carranca do amigo.

— Se é pra foder, então vamos lá. — Falou o Sabaku, arrancando sorrisos dos amigos ali presentes.


Notas Finais


Matsuri está cada vez mais próxima das meninas, né? Prevejo uma grande amizade nascendo aí. :3
SasoMatsu, quem shippa? o/
Eita que nossos protagonistas já se encontraram, o que será daqui pra frente hein?
Neji e essa sua festa... Acho que já posso imaginar o que irá acontecer. Coisa boa não é, hahaha

Enfim, essas dúvidas serão saciadas no próximo capítulo - ou não - /moonface HUSHEUS

Comentários? Duvidas, criticas... Adoro ler as coisas que vocês me mandam. <3

Ps.: Já deixo avisado sobre os casais: Como sabem, serão os clássicos, porém claro que não vão TODOS ficar juntos de primeira. Haverá desencontros e tudo mais, porém nada grandioso! Afinal, todos são adolescentes e querem apenas curtir. o/

Beijinhos e até a próxima! <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...