História Spring of the Dead - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Visualizações 9
Palavras 580
Terminada Não
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Espero que gostem da minha história e se gostarem curtam, favoritem e compartilhem!

Capítulo 1 - Mistério no Acampamento


Fanfic / Fanfiction Spring of the Dead - Capítulo 1 - Mistério no Acampamento

Segunda-feira, 12 de abril de 2027, 6 meses após a contaminação misteriosa que traz os mortos de volta a vida para caçar os vivos. Um pequeno grupo de sobreviventes estavam acampados ao lado de um riacho na floresta Sakuya, entre eles estava Toya Shiruno, um garoto de 16 anos, alto, cabelos prateados com algumas mechas manchadas de sangue, olhos bem pretos e vazios que pareciam estar acostumados a isso tudo, e vestia um uniforme escolar azul manchado de sangue. Toya estava amolando sua katana enquanto observava uma família tentando desesperadamente usar o rádio para se comunicar na esquerda de sua barraca, então, ele levanta, guarda a katana na bainha e vai até eles se espreguiçando diz:

—Não adianta, tudo está fora do ar, a única coisa que ouvi até tudo parar foi que a culpada dessa merda toda foi a Rússia, mas ninguém sabe quem criou esse vírus ou sei lá que porra é essa...

Disse Toya olhando enquanto ia até a cerca onde teria um zumbi quase entrando dentro do acampamento, ele segura o pescoço do cadáver e com a sua outra mão pega uma faca da cintura e a afunda no crânio daquele zumbi. A mulher que usava o rádio, Senhora Hinami, olha pro garoto e pergunta tapando a boca e o nariz para evitar o fedor de podridão:

—Garoto...não sei como você consegue matar essas coisas sem nojo ou medo.

Toya encara Hinami por um longo tempo após ouvir isso e demora algum tempo até responder com um pequeno sorriso falso no rosto:

—Simples, ou você mata ou você morre, é a lei da vida agora. Pra quem matou a própria namorada no começo disso tudo, fica bem fácil.

Todos ficam um bom tempo em silêncio depois da fala do garoto, mas logo o silêncio é quebrado por um grito, era uma das 7 crianças do acampamento, ela teria visto um corpo de uma das suas amigas perto da cerca, Toya e alguns curiosos vão para o local do grito e quando chegam lá se deparam com uma garotinha que parecia ter entre 7 e 9 anos, o corpo estava deitado de bruços e com o rosto todo mordido. Enquanto as pessoas próximas gritam de raiva:

—Foram aqueles malditos mordedores! Eles vão pagar!

Toya se abaixa olhando o rosto da garota, ele achou estranho o formato da mordida pois já tinha visto várias vezes uma mordida de zumbi e logo ele levanta e olha pro pequeno caos que os sobreviventes estavam fazendo e diz:

—Essa mordida é diferente, não parece com a de um zumbi...

Um homem gordo e baixo saí da pequena multidão e logo exclama com uma voz confiante:

—Você é só um pirralho, está defendendo esses cadáveres comedores de gente? O tal "samurai" pensa que sabe de tudo, mas não sabe, são as porras desses zumbis! O que mais mataria uma pessoa?!

Toya morde o próprio lábio inferior e após uns segundos olha para o homem o encarando e segurando o apoio da espada diz dando um pequeno sorriso:

—Várias coisas podem matar um ser humano, até mesmo lâminas, não é?

O homem gordo irritado e um pouco assustador retorna a multidão e Toya termina sua análise do corpo:

—Voltando... o corpo na lateral está carcomido com algumas marcas de garras e pelos presos entre a pele e carne...

O silêncio toma conta do local enquanto alguns pensam sobre o que será que a mordeu e se alimentou da garota, alguns retornam as suas barracas. Será que além dos zumbis, os sobreviventes teriam mais um perigo eminente?


Notas Finais


Então, devo continuar?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...