História Sr. Destino - Capítulo 16


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Kai, Kris Wu, Lay, Lu Han, Personagens Originais, Rap Monster, Sehun, Suga, Suho, Tao, V, Xiumin
Tags Baekyeol, Chanbaek, Hunhan, Jikook, Kaisoo, Kristao, Layho, Namjin, Suga, Vhope, Xiuchen
Exibições 69
Palavras 1.850
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Festa, Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oie baby's Wolf, desculpem a demora, mas as provas não colabora, terei que estudar ainda para dua provas e a da ETEC, mas tudo bem, quero desejar um feliz aniversário para o nosso bebê, Chanyeol, e que ele tenha tudo de bom na vida e muitas fanarts de Baekyeol, espero que gostem desse capítulo #HappyVirusDay ❤❤

Capítulo 16 - Bebê?! e Krystal


Fanfic / Fanfiction Sr. Destino - Capítulo 16 - Bebê?! e Krystal

P.O.V XIUMIN

Depois que nos despedimos de Baek, fomos para casa, Chen me levou, até porque ele mora junto comigo praticamente, chegamos na frente do prédio, consegui ver uma mulher muito elegante na frente do mesmo, ela se virou e veio correndo em nossa direção abraçando Chen, mas ele não retribui, fiquei parado com a boca aberta, depois de um tempo ele afastou-se da menina e falou:

- Já nos divorciamos a muito tempo, por que você apenas não esquece que fomos casados algum dia?

Fiquei com a boca mais aberta, "ele já se casou?", pensei, a mulher iria responde, mas Chen falou:

- Para de vir atrás de mim, eu cansei, se continuar me seguindo vou te denunciar, e saiba que eu não te amo mais, ja amo outra pessoa, apenas me esquece.

- Você apenas fala que ama essa tal pessoa, mas eu sei que continua louco por mim, você é o mesmo moleque que casou comigo na época da faculdade, não adianta negar, eu sei, senão você não teria me engravidado.

- Você não está grávida de mim, eu lembro muito bem que usei camisinha, e pode ter certeza que ela não estourou.

- Quando o filho nascer vamos fazer o teste, se ele for seu, saiba que você irá cuidar dele, porque eu não vou ser mãe sozinha.

- Se ele nascer, fala que o pai dele é o seu amante.

A mulher não respondeu mais, Chen pegou em minha mão e fomos para o elevador, eu estava indo para o meu apartamento, mas Chen pegou meu pulso…

- Preciso fala com você, Min.

Assenti, ele me levou até a casa dele, ficamos nos encarando, até que me pronunciei…

- Fala.

Chen suspirou, ficou pensando se falava ou não, e cada vez eu ficava mais nervoso, minha mão estava suando frio, "será que ele vai falar para nós afastarmos? Não quero me afastar dele…", pensei.

- Minseok, e-eu gosto de você.

Me assustei, Chen ficou me encarando, "finalmente", pensei.

- Jong, eu também gosto de você, desdo dia que você chegou, e perguntou se eu podia mostrar o prédio para você.

Chen, veio em minha direção e me beijou, esses lábios que esperei a eternidade, começaram com um beijo calmo, Chen cessou o beijo por falta de ar, depois perguntou se eu queria jantar na casa dele, aceitei, jantamos e conversamos, olhei para o relógio e já era 23:30, amanhã tenho faculdade então é melhor eu ir logo pra casa, me despedi de Chen dando um selinho, mas ele me puxou pela cintura e nos beijamos. Logo fui para casa, chegando lá, peguei uma toalha e uma roupa e entrei no banheiro tomar um banho, depois que terminei fui para cama e dormi.

P.O.V BAEKHYUN

~1 semana depois…~

Todos os nossos amigos estavam com alguém, Xiumin disse que Jongdae se confessou, Lu e Sehun estão enrolando, Kai disse que quer pedir Kyung em namoro, mas tem que ser especial, ele pediu nossa ajuda, então estamos o ajudando, Tao e Kris finalmente estão juntos, eles não estão namorando ainda, mas Kris disse que logo pede. Eu e Chan, estamos muito bem namorando, porém sinto enjôos constantes, eu não diria que estou grávido, até porque só foi uma vez, irei no médico hoje à tarde com Channie.

Estávamos saindo de mãos dadas quando a porra da Tifanny aparece, só ela mesmo para estragar o meu dia, sempre que penso no capeta ela aparece das profundezas do inferno, essa menina não para nunca…

- Oi, Chan, vamos na minha casa hoje à tarde?

- Hoje não posso, irei levar o Baekkie no médico.

- Por que? Ele está doente?

- Não, Tifanny, estou com enjôos, acho que estou grávido do Channie.

- Ata, posso ir com vocês?

- Claro…

- Que não, até mais, Tifanny.

Puxei Channie pelo braço e fomos até o carro dele, cruzei os braços e fiz um bico…

- Que foi meu bebê? - Chan perguntou.

- Você ia convidar ela.

- Achei que você queria, bebê, vocês estavam conversando como se fossem amigos.

- Mas não somos.

- Desculpe, bebê.

Channie é tão fofo pedindo desculpas, dei um selinho nele e sorri, ele também sorriu e ligou o carro. Chegando no médico fomos atendidos, nos já tinha ido 1 semana antes, tirei alguns exames, hoje irei ver o porquê desses enjôos, o médico estava com um grande sorriso no rosto, ele pediu para entramos na sala, fizemos o que pediu e sentamos na cadeira, o doutor Jung ja começou falando…

- Senhor Byun, você não tem nada.

- Mas, então por que os enjôos?

- Você não tem nada ainda, mas logo essa semente vai virar um bebê.

Eu sorri tanto, Channie me deu um abraço forte e retribui, saímos da sala e o doutor me deu os parabéns, fomos para a farmácia comprar alguns remédios que o doutor recomendou. Chegando na faculdade fui direto para a sala com Channie atrás, todos os olhares foram para nós, (obs: Tao começou a fazer o curso por causa do Kris, eles dois estão na sala também, Lay também porque ele estava com medo de ficar sozinho na sala de dança), Tao olhou para mim e Chanyeol começou a falar..

- Parece que você será titio, Kris.

Todos sorriram, Tao veio em mim e me deu um abraço, Xiumin começou a chorar, todos estavam feliz, menos um ser que estava atrás da sala: Tifanny, "que dó, não vai dar mais para correr atrás do Channie", pensei. Depois de toda a festinha que fizeram pelo novo integrante: meu bebê, "como é bom falar MEU bebê", sorri, voltamos para nossos lugares.

Tao queria dar uma pequena festa de comemoração ao novo integrante da família, fiquei feliz, estavam fazendo tudo isso para um bebê que ainda nem se formou, amo eles demais, ele falou que a festa seria na casa dele, mas eu estava proibido de beber, quase chorei, mas é pro bem do bebê.

~P.O.V XIUMIN~

MinJi veio em minha direção, ontem ela me convidou para irmos ao shopping, porém teremos a festinha do novo bebê, mas se ela for rápido no shopping eu vou com ela…

- Vamos, Xiumin, prometo ser rápida no shopping para ir na festinha do novo integrante da família.

Fomos para o carro, dirigi até o shopping mais perto da cidade, estacionei o carro e fomos em direção a entrada, MinJi foi direto para as lojas de roupas, andei um pouco no shopping. Depois que compramos tudo fomos para a casa do Tao, estava tudo ocorrendo bem, ate nos pararmos em um farol e um carro que estava nos seguindo parou atrás de nós, desde que saímos do shopping esse carro está na nossa cola, "não posso arriscar a vida dos meus amigos, irei fazer outro caminho", virei a esquina..

- Min, por que você veio por aqui?

- Estão nos seguindo, MinJi.

- Vou ligar para o Channie, caso aconteça algo, ele chama a polícia.

Assenti, MinJi ligou para o Chanyeol, ele falou para aceleramos o carro, acelerei, e o carro atrás de nos também, peguei o celular da mão de MinJi e falei com Channie…

- Alô, Chan, escuta com atenção o que eu vou falar, sai da casa do Tao e fica na entrada, e vou deixar a MinJi aí e vou tentar tirar esse carro da minha cola, não posso deixar nossa família em perigo.

- Xiumin, por favor não se machuca, eu vou ligar para o Chen, pode ser?

- Ok, até mais, Chan.

Levei MinJi até a casa de Tao, Channie estava lá, ele olhou para mim e levou MinJi para dentro de casa, comecei a dirigir novamente e o carro ainda estava atrás, depois de 30 minutos parei sem querer em uma rua sem saída, 3 cara enormes saíram do carro e vieram na direção do meu carro, eu sai do carro também, um dos caras socou minha barriga e me puxou pelo braço, 2 desses caras segurou meus braços e o outro começou a socar minha barriga e meu rosto, já estava sentindo o gosto de sangue, mas ele parou, outra pessoa saiu do carro: uma mulher, ela veio em minha direção e me obrigou a olha-lá…

- Gostou da brincadeira, Min?

- Como sabe meu nome?

- Digamos que sou uma amiga muito próxima de vocês.

- Então tira essa máscara, vamos! Deixa eu ver que amiga você é.

Um dos caras socaram minha barriga de novo...

- Own Xiumin, eu gosto tanto de você, mas você não colabora.

- Eu nem sei quem é você.

A menina tirou o gorro que estava usando, eu pude vê nitidamente quem era..

- Krystal, mas por que está fazendo isso?

- Digamos que você tirou algo muito importante na minha vida, Kai era a única pessoa que eu amava, mas derepente ele não olhava mais para as garotas.

- Naquela época eu nem conversava com ele, era o…

- Quem que conversava com ele?

- Esquece.

- Ótimo, não vai me contar? Então esses caras vão acabar com você, e terá que se virar para sair daqui. E manda esse recado para o Kai: eu voltei e to pior do que antes.

Depois que ela falou isso, os caras começaram a me bater, tentava resistir o máximo. Quando acabaram, foram embora me deixando para trás, fui rastejando para o carro, entrei no mesmo e peguei meu celular, tinha 1.000 mensagens, todos estavam preocupados… Liguei o carro e fui em direção a casa do Tao, chegando lá, me dirigi em direção ao elevador, apertando o último botão, olhei para o meu reflexo e vi que estava horrível, minha boca estava cortada, minhas bochechas estava raladas, meus olhos estavam roxos, acho que meu braço estava quebrado, porque ele estava doendo e estava inchado, quando o elevador parou no andar de Tao, fui para a porta que a balconista falou, quando cheguei na frente da porta disse para mim mesmo:

- Você fez bonito, Xiumin, você salvou sua familia, tenha orgulho de si mesmo.

Toquei a campainha, ouvi barulhos de passos correndo em direção a porta, quando Tao abriu a porta começou a chorar, entrei em seu apartamento e todos olharam em minha direção, Luhan veio correndo em minha direção, me olhou e começou a chorar também, Chen pegou no meu braço e me levou até o sofá.

- Quem fez isso com você, meu amor?

- Depois conversamos sobre isso, Tao você tem kit de primeiro socorros?

Tao foi até o quarto e trouxe uma caixa com várias coisas dentro. Chen começou cuidar de mim, quando encostou no meu braço que estava inchado gemi de dor, ele colocou uma pomada no inchaço e enfachou-o, quando Chen acabou, ele olhou para mim e me deu um beijo, depois o Kai veio em minha direção e perguntou:

- Quem fez isso com você, Min?

- Foi a Krystal, Kai, ela está pior do que antes, tome cuidado com o Kyung, por favor.

Kai mudou a feição para uma de ódio, fiquei preocupado, mas tenho que ser forte para a minha família.


Notas Finais


Bjs baby's Wolf, amanhã vai ter um capítulo bônus para o aniversário do Chan e o da minha mãe ( sortuda faz n mesmo dia que o Chan) Chu ❤😘😘😘😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...