História Sr. Destino - Capítulo 17


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Kai, Kris Wu, Lay, Lu Han, Personagens Originais, Rap Monster, Sehun, Suga, Suho, Tao, V, Xiumin
Tags Baekyeol, Chanbaek, Hunhan, Jikook, Kaisoo, Kristao, Layho, Namjin, Suga, Vhope, Xiuchen
Exibições 68
Palavras 2.807
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Festa, Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oie baby's Wolf, eu sei demorou, mas aqui está, feliz dia do vírus, eu sei que na Coréia foi ontem, mas aqui no Brasil é hoje aniversário do nosso bebê, espero que gostem do capítulo. Nunca pude agradecer pelos favoritos, mas agora irei, muito obrigado mesmo por todos que estão me acompanhando, quero que Sr. Destino dure bastante, esse é o meu plano, até a notas finais baby's

Capítulo 17 - Irmãos?! HappyVirusDay


Fanfic / Fanfiction Sr. Destino - Capítulo 17 - Irmãos?! HappyVirusDay

P.O.V JIMIN

Luhan me ligou desesperado me avisando para não sair de casa, no começo admito que me assutei, mas ele disse que estava tudo bem, para não me preocupar. Eu estava chegando na casa do Kookie, começamos a ficar faz 2 semanas, não estamos namorando, apenas nos pegando. Vou em direção a sua porta e toco a campainha, um moleque com cabelos castanhos, olhos bem puxados e um nariz bem grande, atende a porta, já conhecia bem ele, Taehyung é um dos amigos de Kookie que vive no apartamento do mesmo, mas não reclamo, o Tae é bem legal, e ele disse que ja tem namorado, então não me preocupo muito…

- Eai coisa fofa.

- Eai, Tae.

- Nossa eu não tenho apelido não?

- Se o Kookie ouvir você me chamando de fofo ele te mata, agora se eu te chamar nos morremos, então prefiro que tu pague sozinho.

- Engraçadinho, entra ai.

Tae me deu passagem e eu entrei, mal cheguei e Namjoon e o Jin já tão se pegando, eu mereço, Suga estava dormindo em cima do sofá e Hoseok (namorado do Tae), estava lendo um livro, fui em direção a cozinha e vi JungKook mechendo na geladeira, fui por trás dele e dei um abraço, Jungkook se virou e me deu um abraço e um selinho, "que fofo", pensei…

- Hoje você não foi na faculdade, né senhor Park?!

- É que eu estava meio ocupado, meu bebê.

- Tudo bem. Hum… Hoje o Baek veio com uma ótima notícia para todos.

- Qual?

- Ele e o Park vão ter um bebê.

- Que ótimo! Vamos na casa deles comemorar.

- Baek ligou avisado para não sairmos de casa.

- Mas por que?

- Parece que Xiumin foi espancado, e eles estão com medo que nós também sejamos.

- É O QUE!? NOSSA OMMA FOI ESPANCADA! AH! ISSO NÃO VAI FICAR ASSIM!!

Fui até a sala e gritei para todos ouvir...

- VAMOS! TODOS LEVANTAM, VAMOS PARA CASA DE ALGUÉM. VAI SUGA ACORDA!!

Todos levantaram em um pulo, Kook pegou as chaves do carro e abriu a porta para todos saírem, trancou o apartamento e foi em direção ao carro, ficou apertado lá trás, mas não tem problema..

- Eles estão lá na casa do Tao.

- Todos estão lá?

- Parece que sim.

- Ótimo. Acelera essa porra, Kook.

JungKook acelerou o carro, quando chegamos na frente do prédio nem deixei o Kook estacionra e já estava saindo do carro, entrei no predio e apertei o botão do elevador, os moleques foram correndo para dentro do mesmo, quando chegamos no andar fui correndo em direção a porta do apartamento de Tao, abri a porta e gritei…

- QUEM ESPANCOU MINHA OMMA?!!!!

Todos olharam na minha direção, eu estava muito bravo, " Como essa pessoa pôde bater no Min? Uma pessoa tão boa… Sério, esse ser vai pagar por ter encostado na minha omma".

- Calma, Jimin, não foi nada.

- Como não foi nada, Omma, seu braço está quebrado, o sei rosto…

Não aguentei, comecei a chorar, os meninos começaram a entrar, Kook veio em minha direção e me abraçou, Baekhyun estranhamente ficou encarando Tae…

- Taehyung, é você mesmo? - perguntou Baek.

- Perai, vocês se conhecem?! - perguntou Hoseok.

- Não sei.

- Não nos conhecemos pessoalmente, mas minha mãe sempre fala de você.

- Quem é a sua mãe?

- A sua mãe.

- Perai, não entendi - falou Tao.

- O pai de Taehyung se casou com minha mãe, mas depois se separaram, daí minha mãe se casou com meu pai e me teve.

- Nossa, então quer dizer que vocês dois são irmãos?! - falou Kai.

- Sim - falou Baek.

- Nossa, que tenso, não sabia que você tinha um irmão, Baek.

- Eu não sabia que ele estava vivo, Chan.

- Perai, quer dizer que seus pais esconderam seu próprio irmão de você? - falou Kris.

- Provavelmente, Kris.

Os dois ficaram se encarando, "Tae nunca comentou para nós que tinha um irmão", então falei:

- E você, Tae? Você nunca comentou para nós que tinha um irmão.

- Eu não sabia que tinha um, depois que o meu pai se divorciou da nossa mãe, perdi o contato com a família dela, meu pai me proibiu de chegar perto da casa dela, e até de vê-la.

- Nossa, Tae por que você não vai ver ela?

- Ela não precisa de mim, Jimin. Ela já tem o próprio filho, e está mais do que feliz com o novo marido, com licença.

Taehyung saiu da sala, segui ele…

- Tae, espera!!

- Fala Jimin.

- Por favor fica, Baek não tem culpa pelo erros da sua mãe.

- Ela nem me procurou, Jimin. Você não sabe a dor de sentir que sua própria mãe não te ama mais, a dor de ser substituído por alguém.

- Lógico que sei. Meu querido, sou adotado, meus pais me deixaram e você sabe por que? - Tae negou - Porque eu não era bom o bastante para eles, porque segundo eles, eu não merecia a vida que tinha, mas uma pessoa maravilhosa foi lá e me adotou, e eu tenho orgulho de chamar ele de pai até hoje, mesmo que realmente ele não seja, sinto realmente que sou filho dele, e não daqueles dois que me abandonaram.

Taehyung abaixou a cabeça, fui em sua direção e o abracei, ficamos um belo tempo assim, depois que cessamos o abraço fomos em direção a entrada da casa, todos os olhares foram para nós, Hope foi na direção de Tae e o abraçou, Baek levantou do sofá e falou:

- Bom, depois resolvemos isso, agora eu quero falar de algo sério.

- Sobre o que meu amor? - perguntou Channie.

- Sobre o seu aniversário ser amanhã, e você não ter falado para nós

- Ah… isso… bom…

- Pode deixar, Baek. Amanhã faremos uma festa para ele, e os amigos do Jimin estão convidados. - falou Tao

- Opa, vai ter bebida?

- Ah… Não vale, Jimin… Eu não vou poder beber! - comentou Baek.

- Mas, por que você não vai poder beber? - perguntou Taehyung.

- Bom, eu estou grávido, Tae.

- Nossa, eu sempre sonhei em ter um filho. - falou Hoseok.

Taehyung abaixou a cabeça coçando a nuca e dando uma risada sem graça. Depois de conversarmos muito fomos para casa, todo mundo estava mais tranquilo, fui para o apartamento do Kook e nossos amigos também, na verdade eles vivem aqui, principalmente Suga, que diz que o sofá do Kook é o melhor, pra mim não faz diferença, mas fazer o que né? Chegamos na frente do apartamento, estranhamente uma menina ficou olhando para a nossa turma, " quem será essa menina?", pensei, parecia muito a Tifanny, mas vou deixar de lado, subimos para o apartamento do Kook, mal chegamos e Suga já foi pro sofá, Namjoon e Jin estavam se pegando, e Hoseok estava com um bico nos lábios, já sabia porque, depois que Baek falou que estava grávido, Hope ficou todo bravinho porque eles estão com 6 meses de namoro e o Baek só tem 3 semanas e já está grávido, mas fazer o que? Quem tem que resolver isso é o Taehyung. Os meninos colocaram os colchões no chão para dormirem, eu e Jungkook fomos para a cama dele, não fizemos nada, só alguns beijos e algumas mãos bobas, não queremos ter filhos cedo, até porque tenho que terminar a faculdade e Kook também.

Acordei umas 6:02 da manhã, fui para cozinha fazer o café, todos estavam dormindo ainda. Suga acordou primeiro e veio para cozinha, eu ainda estava fazendo a comida, então ele ficou sentado no balcão olhando para mim, Suga é bem quieto parecia que não tinha gente ali, depois de longos 5 minutos sem falar nada, me pronuncio:

- Suga, que faculdade você vai fazer?

- Não sei, mas gosto muito de ler e de desenhar, nada que requer muito esforço, mas também gosto de compor músicas.

- Por que você não faz música na minha faculdade? Lá você pode expor suas obras para os outros.

- Não sei, tenho que pensar ainda.

- Você não sabe ou não tem dinheiro para pagar?

- Eu apenas não sei, meus pais tem dinheiro para pagar, minha mãe é advogada e meu pai é empresário, então tem dinheiro de sobra.

- Por acaso você é rico, Suga?

- Eu não diria que sou rico, e sim meus pais.

- Cara como você conheceu os moleques? Era pra você tá andando de BMW nas ruas, e não de bicicleta.

- Eu te pergunto o mesmo, Jimin. Era pra você estar andando com a BMW do seu pai, mas está andando a pé com o JungKook, para ir na faculdade.

- Eu gosto da companhia do Kook, já você não tem namorado, como você gosta de ficar do nosso lado? Sendo que podia estar no seu próprio carro.

- Você não entende, Jimin. O JungKook gosta de você, já a pessoa que eu gosto esta namorado, e o máximo que eu posso fazer é aceitar, fico do lado dela porque amo essa pessoa.

- É um dos nossos amigos?

Yoongi assentiu, não falamos mais nada, depois o pessoal foi chegando para tomar café, Namjoon foi para o emprego, Jin para faculdade, ( a mesma que a minha, porém ele faz gastronomia), Hope foi com o Taehyung, (os dois fazem dança, porém Tae comentou que quer fazer música também) e Suga foi para casa, disse que estava cansado e que ia dormir mais um pouco até a hora da festa. Eu e Jungkook fomos juntos para faculdade, junto de Jin, Tae e Hope. Chegando lá comprimentamos os moleques, tudo ocorreu bem, na hora do intervalo, Baek parecia um pouco apressado para algo, " O que será que deu nele?", Pensei, depois eu vejo o que aconteceu.

P.O.V BAEKHYUN

Eu estava nervoso, porque ainda não tinha comprado um presente para o Channie, tenho que pedir ajuda para alguém, "mas pra quem?", Olhei para o lado e vi Lay, " ele namora certo? Então deve saber o que comprar", fui em sua direção e o chamei:

- Lay, pode fazer um favor para mim?

- Claro.

- Podemos ir ao shopping comprar um presente para o Chan?

- VOCÊ AINDA NÃO COMPROU??!!

- Fala baixo, ontem eu sai muito tarde da casa do Tao, e hoje eu acordei atrasado, não tive tempo.

- Ok, vamos logo.

Lay me pegou pelo braço e fomos até o carro dele, ele tem um Audi, "meus amigos são tudos ricos", pensei. Chegamos no shopping, fui em uma loja de jóias..

- Será que ele gosta de jóias, Lay?

- Pra mim ele tem cara de que gosta de jogos.

- Ele ja tem muitos jogos, será que ele vai gostar dessa pulseira?

- Baekhyun, ele merece coisa melhor do que uma bijuteria.

- Tipo…?

- Compra um carro, uma vez ele comentou com o Kris que queria ter uma BMW.

- Eu não tenho dinheiro para comprar uma.

- Eu pago.

- Não Lay, não quero que os outros paguem o presente que eu vou dar.

- Você não tem dinheiro guardado?

- Tenho, mas não da para comprar um carro desses.

- E um celular?

- Boa ideia!! Channie comentou que o celular dele estava uma porcaria, muito obrigado Lay.

Fomos até loja de celulares, meu cartão estava com todo o dinheiro que eu e o Soo guardavamos, olhei todos os celulares, estava em dúvida entre o Moto X e o iPhone 6, peguei o iPhone, paguei e fomos para a praça de alimentação, comprei um embrulhe para a caixa do celular, ficou bonito. Voltamos para faculdade, coloquei o celular na mochila e fui para a sala de aula, todos estavam conversando ninguém notou quando cheguei na sala, o professor chegou e começou a falar, Channie veio do meu lado e perguntou rente ao meu ouvido:

- Onde você estava mocinho? Eu não te vi do intervalo.

- Eu estava com um amigo, ele pediu minha ajuda, por que estava afim de alguém.

Estávamos no fundo da sala, então ninguém estava vendo o que estava acontecendo, Chan foi rente ao meu pescoço e falou rouco:

- Que eu saiba o Lay já namora.

- Não era o Lay.

Chan começou a beijar meu pescoço, ele colocou a mão embaixo da minha blusa..

- Chan…hum…aqui não.

- Vai me contar, ou não?!

- É surpresa Chan, não…po-posso contar.

- Tudo bem, adoro surpresas.

Chan tirou a mão debaixo da minha blusa e ficou prestando atenção na aula, "será que ele está bravo?". Na hora de irmos embora, fui primeiro para casa de Tao, nos estávamos arrumando a sala ainda, hoje iria vir um primo do Tao e do Luhan, estava tudo perfeito, tinha 10 ligações do Chan, em uma delas eu atendi..

~LIGAÇÃO ON~

- Alô.

- Baek, por que você não me atende? Eu estava preocupado.

- Não precisa ficar, estou na casa do Tao.

- Por que não me avisou antes?

- Porque você iria querer vir comigo, mas você não pode.

- Ta, mas cuidado hein.

- Ok appa, beijos.

- Beijos omma.

~LIGAÇÃO OFF~

Arrumamos tudo, todos foram chegando, conhecemos o primo do Lu, o nome dele é Mark, ele é a coisa mais fofa desse mundo, o primo do Tao também é, o nome dele é WinWin. Todos estavam lá, estávamos esperando o Chan, e como sou namorado dele, tive que ir la embaixo buscar ele, chegando na entrada a visto Channie de longe, fui na direção dele e o abracei, ele retribuiu, então falei:

- Parabéns meu amor.

- Hoje vou receber vários parabéns, mas o seu foi um dos melhores.

Sorri com o cometário, subimos para o apartamento de Tao, abri a porta e todos gritaram, "Parabéns", Chanyeol sorriu e foi comprimentar todos. Estava todo mundo bebendo, menos eu e Hope, nos estávamos conversando, Tao e Lu estavam dançando, Chan estava tentando conversar com Sehun e Kris, mas eles ficavam olhando para pista de dança, Tao me chamou para dançar, mas neguei…

- Vamos, aproveita seu últimos momento com essa barriguinha.

Fui para pista, começamos a rebolar, olhei para direção dos meninos, e puta merda a sala inteira estava olhando para nos, mas estávamos nos fudendo para os outros, eu só estava prestando atenção no Channie, começou a tocar Ariana Grande - Dangerous, essa sim é nossa música, rebolamos tanto nessa música, senti a mão de alguém em minha cintura, virei meu corpo em direção a pessoa, era o Channie, ele estava com hálito de bebida, continuei rebolando. Chan já estava duro, mas não irei fazer sexo com ele, mas quem sabe um oral, depois que cantamos parabéns para o Chan, comemos o bolo, na verdade ficaram brincando com o bolo. Na hora dos presentes, Kris deu um relógio de marca muito caro, Tao deu uma camisa de marca cara, Xiumin deu uma calça jeans da Calvin Klein, Chen deu um perfume importado, Sehun deu uma gravata, Lu deu um terno, Lay deu um tênis de marca, Suho deu um óculos escuro muito bonito, Kai deu um livro que o Chan gosta muito, Kyung deu macacão de urso, "fofo", pensei, Jimin deu uma touca de ursinho muito fofa, "até para dar presentes ele consegue ser fofo", pensei, Kook deu um notebook, Namjoon deu um boné muito lindo, Jin deu uma caixa de bombom, Suga deu várias blusas caras, Taehyung deu um urso do tamanho do meu corpo, Hope deu um moletom da banda preferida do Chan, chegando a minha vez de dar o presente todos olharam para mim, então falei:

- Meu presente não é tão caro como esses, mas é algo que você disse que precisava.

Peguei a caixa da minha mochila e dei para o Chan, ele começou a tirar o papel da caixa, e quando viu o que era deu um sorriso grande..

- Nossa, eu estava precisando mesmo de um celular, deve ter sido caro amor.

- Não se preocupe com o preço, você me deu um presente mesmo não sendo meu aniversário. - encostei em minha barriga, Chan sorriu.

Ele me deu um abraço e agradeceu a todos. Depois de um tempo, todo mundo foi para suas repectivas casas, ficamos mais um pouco para arrumar a bagunça. Tao pediu para irmos para casa, porque amanhã as empregadas arrumavam, peguei minha mochila e fomos embora. Chegando na minha casa, pedi que Channie ficasse, mas ele disse que agora iria comemorar com os avós, deixei que ele fosse, nos despedimos e fui para o meu andar, entrei em casa e tomei um banho, peguei um pijama e fui escovar os dentes, deitei na minha cama e peguei no sono.


Notas Finais


É isso baby's Wolf, hoje foi um dia muito especial, não só pelo aniversário do Channie, mas também pelo da minha mãe, ela está muito feliz e ver ela feliz me trás uma alegria enorme, até o próximo capítulo baby's Wolf, Chu ❤❤❤❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...