História Sr. Destino - Capítulo 18


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), EXO, NCT 127, NCT Dream, NCT U, Pentagon (PTG)
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, Chenle, D.O, Doyoung, E'Dawn, Haechan, Hansol, Hong-seok, Hui, Jaehyun, Jaemin, Jeno, J-hope, Jimin, Jin, Jin-ho, Jisung, Johnny, Jungkook, Kai, Kino, Kris Wu, Kun, Lay, Lu Han, Mark, Personagens Originais, Rap Monster, RenJun, Sehun, Shin-won, Suga, Suho, Taeil, Taeyong, Tao, Ten, V, Winwin, Woo-seok, Xiumin, Yan An, Yeo One, Yuta, Yuto
Tags Baekyeol, Chanbaek, Haechen, Hansol, Hongnho, Hunhan, Jaejeno, Jaewin, Jhoten, Jikook, Kaisoo, Kristao, Kunyoung, Layho, Namjin, Renmark, Shinyeo, Suga, Taesung, Taeyuta, Vhope, Woodawn, Xiuchen, Yahui, Yukino
Exibições 78
Palavras 2.121
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Bishounen, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Festa, Fluffy, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Cross-dresser, Drogas, Estupro, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oie meus baby's Wolf, bom mais um capítulo para vocês, espero que gostem e obrigado pelos favoritos

Capítulo 18 - Problemas e plano de Tifanny


Fanfic / Fanfiction Sr. Destino - Capítulo 18 - Problemas e plano de Tifanny

                       P.O.V CHANYEOL

Acordei umas 4:00 horas da manhã, até porque tenho que buscar a irmã da MinJi, ela fez intercâmbio na China, e agora está voltando para Coréia, mas que eu saiba a mesma não vai ficar por muito tempo. Chegando no aeroporto, vejo minha prima, o nome dela é Park JungJin, ela tem 20 anos, tem 1,53 de altura, muito baixa na minha opinião, tem os cabelos ruivos e a pele branca como neve, ela é mestiça de japonês e russo, os olhos tem a cor meio amarelada, já MinJi é o contrário. MinJi tem os cabelos negros, e a pele branca, olhos cor de mel e bem puxados, um sorriso de dar inveja, tem 1,56 de altura, maior que JungJin. Fomos para o meu carro, Baek me ligou, atendi na primeira chamada:

~LIGAÇÃO ON~

- Channie onde você 'tá? Estou te esperando na frente da sua casa, mas seus avós disseram que você saiu.

- Meu amor, eu fui buscar minha prima no aeroporto, só que esqueci de te avisar.

- Mas, você já 'tá chegando?

- Sim, daqui uns 15 minutos estou ai.

- Ok, não demora, eu e a MinJi estamos te esperando, beijos Daddy.

- Beijos, Baby boy.

~LIGAÇÃO OFF~

- Você tem namorado, Chan?

- Tenho, Por que a pergunta?

- Sei lá, você sempre foi isolado do resto do mundo.

- Olha quem ta falando, a menina que separou da namorada porque achou que ela olhou para o seu amigo.

- Ela olhou, eu vi muito bem.

- Cara, ela era lésbica, por que diabos ela iria olhar para um homem?

- Não sei, talvez ela mudasse de idéia sobre a própria sexualidade.

- Quem deveria estar preocupada era ela, até porque você não é lésbica, você é bi, e podia muito bem ter dado em cima de um homem.

- Cala a boca Chan, pra você eu sempre estou errada, você nunca fica do meu lado, até de uma menina que você só viu uma vez, você está do lado dela.

- Eu só fico do lado do que é certo.

- Esse é o problema, pra você eu sempre estou errada.

- Tá bom, você 'tá certa, agora vamos calar um pouco a boca.

Ficamos o caminho inteiro sem nos falarmos, quando chegamos JungJin pegou suas malas e entrou, olhei para o lado e vi Baek conversando com a MinJi, nem notaram minha presença. Resolvi entrar para falar com JungJin, depois falo com eles, entrei no quarto de hóspedes, JungJin estava mexendo em algumas fotos da ex-namorada, então comecei:

- JungJin, me desculpe se te magoei, eu estava err… - fui interrompido.

- Não você está certo, eu poderia estar fazendo coisa pior naquela época, mas me separei dela só porque senti ciúmes dela ter olhado para o meu amigo.

- Não é bem assim, podemos dizer que ela o olhou de uma maneira que você não gostou, e talvez ela pudesse mesmo estar te traindo ou algo do tipo, mas só sabemos disso quando conversamos como adulto com a pessoa.

- Chan, deixa eu te fazer uma pergunta? - assenti - Você quase perdeu uma pessoa que ama pelo seus próprios erros?

- Sim - sorri triste, lembrar da época que eu e o Baek brigamos dói - Mas conversamos novamente e nos acertamos, e agora ele está esperando um filho meu.

- Você teve sorte, mesmo se eu ainda amar a Kimi, ela não iria voltar comigo.

- O que custa tentar?

- Ela já namora Chan.

- Sinto muito, lembro de quando você tinha ido para China, só para vê-la.

- Mas tudo bem, isso passa.

Sorri, peguei no braço de JungJin e fomos para fora de casa, Baek nos viu e acenou para nós, fomos a pé para a faculdade, não estava um dia ruim, Baek e JungJin se deram muito bem, MinJi ama a companhia da irmã. Chegando na faculdade, apresentamos JungJin para os nossos amigos, eles a amaram, principalmente Tao, porque JungJin estava com uma bolsa da Channel, "meu deus ele só vai parar quando tiver todas as bolsas da Channel, se já não tem", pensei, Baek estava brisando, mas parecia estar com a feição triste, então perguntei rente ao seu ouvido:

- O que aconteceu meu amor?

Baek deu um pulo e olhou para mim...

- Não é nada não amor, é só que… é que… bom, sinto saudades da minha amiga.

- Que amiga?

- A Sun Hee, se lembra que eu te contei que quando cheguei lá na cafeteria não sabia nada, então a Sun Hee foi a única que me ajudou, ela sempre comenta que quer fazer faculdade, mas por que será que ela não faz?

- Talvez ela não esteja podendo fazer agora faculdade.

- Eu não sei, me preocupo com ela.

- Não se preocupe muito, isso faz mal para o bebê, por que você não conversa com ela?

- Hoje irei na cafeteria, então vou conversar com ela.

- Não se esforce muito hein.

- Ok Daddy.

Fomos para sala, Jung está junto de nós, ela disse que gosta de música, então por isso a escolha dela foi essa, todos estavam com dupla, mas minha prima não gostou muito da dela não, Tifanny, MinJi ja contou tudo sobre Tifanny, mas fazer o que. O professor começou a dar a aula, JungJin canta muito bem, mas a Tifanny estragou a música, porque ela tocou tudo errado e falou que a JungJin que cantou errado, vê se pode, chegou a hora do intervalo, Tifanny sentou na nossa mesa, "Mas por que ela sentou aqui? Ela não é da família", pensei, Tifanny tentou conversar com Tao sobre bolsas, mas ele sempre respondia com um "sim" ou um "não", Baek estava incomodado com a presença dela, então me pronunciei:

- Tifanny, por que está aqui?

- Na verdade, eu queria falar em particular com você.

- Tudo o que você precisar falar comigo, o Baek também pode ouvir.

- Não, eu quero falar só com você, Chan.

- Por acaso você não cansa não garota?! - Tao falou.

- Não se intrometa.

- Você acha que 'tá falando com quem?! - Tao se levantou para dar na cara dela, mas Kris logo segurou o braço dele.

- Meu amor, deixa isso de lado - falou Kris tentando acalmar Tao.

- Channie, vai falar com ela.

- Não vai não, Chan, se você ir morre - Tao falou.

Não fui, Tifanny ficou esperando a toa, quando tocou o sinal fui para minha sala, Tifanny ficou o tempo todo mandando bilhetes, então ela me mandou um que me chamou atenção, estava escrito: " Ótimo, eu sei que você não quer falar comigo pessoalmente, então vamos conversas por bilhete, eu vi o Baekhyun te traindo ontem à noite com o seu amigo, o Kris", amassei o bilhete e joguei no lixo, ela me mandou mais bilhetes porém eu sempre jogava no lixo, "Será que ele me traiu mesmo? Não Chan, o que você está pensando? Ele é seu namorado então confie nele, entretanto mais tarde irei conversar com ele, ou melhor, irei conversar com o Kris", tocou o sinal para irmos embora, Baek me chamou, mas virei as costas e fui procurar Kris, quando o vi, peguei ele pelo braço e levei para trás do ginásio, peguei o bilhete que a Tifanny tinha escrito que o Baek me traiu e o entreguei.

- Acredite se quiser, você prefere acreditar em uma menina como essa, em vez de acreditar no próprio namorado. Chan não perca de novo a pessoa que você ama por burrice, você não tem provas, então pesquise antes de tirar vantagens dos outros.

- Não estou tirando vantagens, só estou perguntando se isso é verdade.

- Eu te conheço, sei muito bem quando você desconfia, sério Chan se você perder o Baek, eu realmente vou saber o verdadeiro motivo, agora com licença, eu já tenho a pessoa que eu amo, não preciso de mais ninguém.

Kris saiu de lá me deixando sozinho, sentei no chão e fiquei refletindo, escutei uma voz feminina falando perto do ginásio, fiquei agachado tentando ouvir a conversa, logo reconheci a voz, "Tifanny", comecei a prestar atenção.

- Krystal quando você vai vir para essa faculdade?….. certo, então o nosso plano é: você e o Kai e eu e o Chan….. perai a Taeyeon também vai vir….. perai como ela tá insegura….. foda se o filho do Byun, ela vai ficar com ele e pronto….. aí a Tae é muito cu doce….. mas não precisamos dela…. Acredita que eu falei pro Chan que o Baek traiu ele….. acho que acreditou, ele saiu todo bravinho da sala, e nem deu atenção pro Byun….. Tá beijos Krystal, nos vemos em breve.

Esperei a Tifanny sair de lá, quando ela saiu, fui por outro lado para ninguém achar que eu estava com ela, achei o Baek com um bico nos lábios na frente do portão, acho que ele está me esperando, estava me aproximando dele, mas uma mão me parou...

- Chan, agora podemos conversar?!

- Tifanny, eu só quero chegar em casa e ficar um tempo com o meu namorado, será que você não entende?!

- Pra quê ficar com um traidor que nem ele?

- Por que você não cuida da vida?!

Desviei dela e fui em direção ao Baek, abracei ele por trás e dei um selo no topo de sua cabeça...

- Chan, você estava bravo comigo?

- Quando chegarmos em casa conversamos, Baby boy.

Peguei na mão de Baek e fui em direção ao meu carro, o caminho todo foi um silêncio, fui para o apartamento do Baek, lá teríamos mais privacidade. Chegando lá o apartamento estava quieto...

- Kyung não está, ele agora meio que vive na casa do Kai.

- Hum… Baek senta aqui comigo, vamos conversar.

Baek sentou do meu lado e segurou minha mão.

- Desculpe Chan.

- Pelo que Baek? Eu que te devo desculpas.

- Mas você parecia bravo comigo, se eu te fiz algo, desculpas prometo não fazer mais.

- Você não fez nada, eu que desconfiei de você.

- Como assim, Chan?

- Tifanny me falou que você tinha ficado com o Kris ontem à noite, e eu meio que acreditei.

- Mas eu não fiquei com ele ontem à noite.

- Eu sei meu amor, me desculpe.

- Tudo bem, porém o que mais ela te falou?

- Ela e a Krystal estão juntas.

- O que?! Como assim?!!

- A Tifanny quer me roubar, a Krystal quer o Kai e elas falaram de uma menina chamada Taeyeon, e disseram que ela que teria que te roubar.

- Esse nome não me é estranho, Ah!! Lembrei, ela é a menina que os meus pais queriam que eu casasse.

- Mas ela não é problema, a Tifanny disse que ela não queria participar, disse que a menina estava insegura.

- Eu nunca falei com a Tae, talvez se nos déssemos bem, ela não concorde mais com a idéia das amigas.

- Talvez, mas é arriscado, por agora você vai descansar para o nosso filhote nascer que nem você.

- Ah não, eu quero que ele tenha a sua carinha.

- Meu filho não pode ter orelhas deste tamanho.

- As orelhas não, mas o rostinho sim.

- Engraçadinho.

Ficamos rindo e conversando, depois de alguns minutos, fui fazer a janta, Baek ficou todo feliz, disse que eu parecia uma dona de casa, depois fomos tomar banho, Baek estava com uma barriguinha já, estava fofo, queria ver depois de 3 meses ele falando que esta gordo. Tenho que comprar as roupinhas pro bebê, mas ainda temos que ver o sexo, tomara que seja um menino, amo meninos, eles puxam pro gênio do pai, mas se for menina, quero que puxe pro gênio do Baek, não sou muito bom em coisas de meninas. Depois que assistimos algumas séries e comemos pipoca, fomos escovar o dentes e dormir, olhar o Baek dormindo é tão bom…

- Por que está me olhando Chan?

- Achei que estava dormindo.

- Eu estava, mas sua respiração estava próxima, então acabei acordando.

- Hum desculpa, e respondendo sua pergunta, só estou vendo sua beleza.

- Não se acostume, porque logo logo ela acaba.

- Mas por que acabaria?

- Já estou velho Chan.

- Velho?! Você tem 22 anos nas costas e se acha velho, imagine eu então.

- Você é novo de aparência, eu não.

- Quem te disse isso?

- Ninguém, eu só acho.

- Vocês está precisando dormir, já está vendo coisas, boa noite baby boy.

- Boa noite Daddy.

            Baek encostou sua cabeça em meu peito e dormiu, logo peguei no sono também.


Notas Finais


É isso meu baby's Wolf, espero que gostem meu amores, Chu 😘😘😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...