História Sra. Sra. Jauregui - Capítulo 1


Escrita por: ~

Exibições 33
Palavras 2.813
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Famí­lia, Festa, Luta, Romance e Novela, Violência, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Então... Eu criei essa história baseada no filme Sr. & Sra. Smith, amo de paixão esse filme, então tive a ideia...
Espero que gostem
xX

Capítulo 1 - Cinco ou seis anos


Narrador P.O.V

- Ta legal eu vou começar... érr... eu queria dizer que a gente não precisava ter vindo aqui, já estamos casadas a cinco anos....

- Seis – Camila a corta, cruzando as pernas e Lauren relaxa com as pernas meio abertas.

- Cinco, seis anos, é ... isso é como um checape pra gente, uma chance de dar uma olhada no motor, trocar o óleo de repente, trocar uma válvula ou duas...

- É...

- Tudo bem então, vamos abrir o capô... Em uma escala de um a dez qual é o nível de felicidade de vocês? – O doutor pergunta.

- Oito – Camila responde rapidamente.

- Pera ai, dez seria um casal muito feliz e um seria totalmente infeliz... – Lauren divagava.

- Respondam instintivamente – O doutor a cortou.

- Ta bom... ta pronta? – Lauren olha pra Camila.

-Pronta.

- Oito – As duas falam juntos

- Com que frequência fazem sexo?

- Eu não entendi a pergunta... – Camila fala mexendo os dedos da mão.

- É eu não saquei, é o lance de um a dez? – Lauren pergunta.

- É é, mais o um é muito pouco ou não é nada? ... por que, quer dizer... tecnicamente falando, o zero é que não seria nada... – A latina gesticula com as mãos e da um sorriso no final.

- E nesta semana? – O doutor ignora a divagação das duas.

Camila olhas as unhas e suspira fazendo um pequeno bico, cruzando as pernas pro outro lado

- Com o fim de semana? – Lauren pergunta.

- Claro- O doutor responde.

Lauren olha para cima e fica com a boca entreaberta e Camila olha para baixo para as unhas mexendo levemente a perna esquerda.

- Como se conheceram? – O doutor muda de assunto ao notar o desconforto do casal.

- Ah ... foi na Colômbia – Camila responde sorrindo.

- Bogotá, foi a cinco anos...

- Seis...

-É... cinco ou seis anos... – Lauren sorri e Camila revira os olhos

Flashback a cinco ou seis anos

Lauren tomava uma xícara de  café lendo um jornal no pequeno bar no hall do hotel. Até que policiais começaram a entrar pela porta a procura de algo, ela baixou os olhos e chamou o barman que ficava ali.

Ela perguntou o que havia e o barman a respondeu na língua nativa. Ela deu uma olhada para trás e o guarda olhou para ela na mesma hora, ela se virou e ele foi até ela.

-  Estás solo? – O guarda perguntou se aproximando, Lauren se fez de desentendida e o guarda repetiu.

Eles desviam sua atenção para a porta onde entra uma latina de vestidos até as coxas branco, meio solto. Lauren a observa.

Camila se apresa em esconder uma pequena faca na sua cinta liga nas coxas. O guarda se aproxima.

- Estás solo?- Pergunta próximo a latina que desvia a atenção para Lauren que esta com os cotovelos apoiados no balcão do pequeno bar, observando a tudo.

- No – Ela responde e tenta andar mais os guarda a impedem.

Lauren ajeita sua arma no cós da calça atrás e arruma a blusa por cima, desencosta do balcão e vai até a latina.

- No no, está bien – Lauren se aproxima dos guardas com a latina e da a mão a ela, que segura e saem. Vão até o quarto de Lauren e fecham a porta.

Camila se encosta na porta e escuta o que falam por trás dela, Lauren fica do lado encostada na parede e puxa os óculos pra cima.

Elas se encaram e a latina sorri.

- Sou a Camila – Estende a mão sorrindo, a morena sorri de lado e aperta a mão da latina.

- Prazer sou Lauren – Ficam com as mãos próximas e um tremor acontece.

[...]

- As grandes fugas – Camila brinda com uma dose de tequila.

-As grandes fugas – Lauren sorri e viram as duas doses.

As duas se encontravam num restaurante ao ar livre, com uma musica suave de fundo e algumas frutas a mesa, com a garrafa de tequila.

As pessoas em volta, riam e brindavam, comendo e bebendo alegremente. Nem parecendo estar num lugar em guerra, com terremotos constante.

Camila se levanta e pergunta sorrindo de lado:

- você fala... mais será que dança? – sai com o copo de dose cheio novamente e vai pro meio da pista. Lauren cruza os braços e suspira, acompanhando ela com o olhar e sorrindo.

 Camila vira a dose de tequila no meio da pista e joga o copo num latão com fogo dentro, passa as costas da mão pelos lábios e sorri, Lauren levanta e vai até ela olhando sedutoramente.

A latina remexia os quadris de um lado para o outro sensualmente, a morena se aproxima e da a mão a latina que a puxa e grudam os corpos dançando juntas, Camila leva uma mão a nuca de Lauren e a outra rodeia o pescoço da mesma que bota as mãos na cintura dela e deixam os lábios a milímetros de distancia.

Camila vira de costas para o corpo de Lauren e começa a rebolar contra o corpo da morena com as mãos para o alto, nessa mesma hora começa um barulho de trovões, mas todos no restaurante continuam a se divertir.

Depois de muitas horas de dança e risadas, todos já tinham saído e as duas continuavam numa mesa, com uma pequena garoa caindo, Lauren sentada na cadeira com a latina no seu colo, as duas tomando tequila numa garrafa direto no bico e rindo.

Lauren toma mais um gole e olha para Camila, as duas se encaram e Lauren a puxa para um beijo, a virando de frente no seu colo. A mão com a garrafa vai para o pescoço da latina e a outra pra cintura onde da breves aperto, Camila botas as mãos no rosto da morena e da uma chupada no lábio inferior da mesma que geme baixinho.

O beijo fica sensual e um tanto pornográfico, Lauren acaricia sua língua na da latina que chupa a ponta da língua da morena, Lauren larga a garrafa de tequila deixando a mesma cair ao chão e leva suas duas mão até a bunda da latina e apertou dando um pequeno impulso pra cima e as duas soltaram um pequeno gemido.

[...]

Lauren tentava acerta a chave na fechadura e não conseguia, Camila estava por trás da morena a beijando na nuca e pescoço, deixando a morena  louca.

A porta mal abriu e Camila prensou a morena contra a porta e deram inicio a um beijo selvagem. As línguas  acariciavam-se em um beijo feroz,  Lauren foi tirando o vestido de Camila o puxando para cima, depois de tirar elas voltam a se beijar. Lauren começou uma caricia no seio esquerdo da latina coberto pelo sutiã preto de renda.

- Oh – A latina gemeu contra a boca da morena que sorriu e apertou mais forte o seio dela.

Lauren levou as mãos para as costas da latina a procura do fecho do sutiã da latina, Camila levou a mão a nuca e os cabelos da morena a puxando cada vez mais contra seu corpo e pressionando o rosto da morena em seu pescoço, que fazia um trabalho fenomenal, mordendo, chupando e beijando.

Quando Lauren liberou os seios de Camila do sutiã, ela se afastou e sorriu vendo os dois seios médios, com os mamilos eriçados e pedindo para serem chupados, ela não perdeu mais tempo e caiu literalmente de boca no seio direito da latina que gemeu e pressionou mais o rosto da morena contra seu peito.

Lauren começou a sugar forte o peito dela, dando leves mordidas no mamilo arrebitado.Quando se sentiu satisfeita com o seio direito, se afastou vendo a pele do local levemente avermelhada, e totalmente sensível, ela foi para o outro fazendo o mesmo processo de antes.

Camila gemia e puxava os fios de cabelos da nuca da morena, se sentia quente e sua boceta se fechava contra o nada, ela precisava de mais.

Lauren parou com a sugada no seios da latina e a beijou, chupou e mordeu de leve a língua da latina, e foi descendo os beijos pelo pescoço.

Camila a empurrou pelo ombro a afastando e a puxando para a cama, jogando a Lauren na cama e sorrindo perversa. Ela tirou as sandálias de salto dos pés, e foi até a cama puxando a morena pelos tornozelos e tirando os sapatos de salto fechado dela.

Subiu em cima da morena na cama e começou a beijar o pescoço e a morder de leve, levou as mãos até os botões  da calça da morena e começou a desabotoar e descer o zíper, desceu o corpo da Lauren e foi puxando a calça junto até tirar ela totalmente e jogar pro lado.

Camila subiu beijando o tornozelo, as coxas fartas e brancas, lambeu e mordeu de leve perto da virilha, e passou a mão de leve pela boceta da morena.

- Oh – Lauren fechou os olhos e jogou os braços para cima da cabeça segurando firme no lençol da cama.

Camila sorriu e subiu puxando a blusa da morena pra fora do corpo dela, e tirando rapidamente o sutiã.

Lauren puxou a nuca da Camila para um beijo e levou as duas mãos até a bunda da mesma a puxando para cima e para baixo, roçando atrapalhadamente as bocetas ainda cobertas pela calcinha.

- Oh porra – Camila gemeu afastando a boca da morena, e beijando o pescoço alvo onde já tinha umas marcas avermelhadas, ela lambeu o pescoço todo e mordeu de leve o ponto de pulso da morena.

Camila deus uma mão pela lateral do corpo branco, e parou no elástico da calcinha, puxando para baixo entre os dedos e Lauren tirou o resto com a ajuda dos pés.

A latina sorriu pra visão dos seios brancos, consideravelmente grandes e com os bicos bem rosados e eriçados, levou a boca até o direito e deu uma lambida, tirando um gemido rouco da morena, ela deu mais duas lambidas e sugou o peito para boca, arrastou a mão esquerda para o outro seio e a direita para a boceta pulsante da morena.

Lauren cravou as unhas nos ombros da latina quando a mesma começou a acariciar seu clitóris.

Os dedos da Camila deslizavam com facilidade pela boceta rosada, o liquido que saia dela deixava os dedos da latina quentes. Camila parou de sugar o peito da morena e a beijou na mesma hora em que a penetrou com dois dedos.

- Ahh – Lauren gemeu contra a boca da latina.

Camila estocava forte e duro dentro da morena que gemia e arranhava as costas morena.

Lauren levou as mãos até a bunda da latina e deu um forte tapa quando a mesma acrescentou mais um dedo a fodendo com três dedos., e enlaçou as pernas na cintura da latina.Camila estocava rapidamente e forte, causando o movimento dos corpos para cima e para baixo levemente.

O ranger da cama, os gemidos, as respirações tudo era excitante, e Lauren não aguentava mais.

- Me fode... Oh porra – Lauren gemeu apertando a bunda da latina que girou os dedos dentro dela.

- Goza, goza pra mim – Camila falava no ouvido da morena, respirando pesadamente.

- Caralho – Lauren gemeu sentindo a sensação do orgasmo chegando, uma eletricidade passando por todo seu corpo, a fazendo agarrar mais na Camila e contorcendo de leve seus pés que estavam enlaçados na cintura da latina.

Camila sentia seus dedos sendo apertados dentro da morena, tornando mais difícil a penetração, mas não parou até o  corpo da morena relaxar.

Camila deixou seu corpo cair contra o da morena e tirou os três dedos de dentro da morena os levando até a boca e chupando, deixando Lauren louca com a cena.

- Você é a porra de uma gostosa – Lauren falou apertando a bunda da latina e a virando no colchão, ficando por cima dela.

- Oh – Camila gemeu quando Lauren começou a chupar seu pescoço – Po...pode ter certeza... que você é muito mais... Caralho – Camila gemia e Lauren descia os beijos pelos peitos e barriga da latina.

Lauren mordeu de leve a barriga morena, e desceu os beijos para a virilha da latina, lambendo aquele espaço e descendo para as coxas, lambendo o liquido que escorria da boceta da latina para as coxas.

Camila levou as duas mãos para o cabelo negro os puxando e apertando a nuca suada da morena.

Lauren se afastou e olhou a boceta rosada e totalmente molhada, molhando as coxas. Ela se aproximou e deu uma primeira lambida sentindo seus cabelos serem puxados fortemente, e sua cabeça pressionada contra a boceta rosada. Camila dobrou as pernas para ficar mais aberta e facilitar para Lauren.

Lauren abriu a boca e abrigou toda a boceta da latina em sua boca chupando e puxando para trás causando um estralo. Ela levou a língua até o clitóris inchado que pedia por atenção, e lambeu com a pontinha da língua fazendo movimentos circulares.

Camila levou uma mão até seu peito e apertou forte sentindo a língua quente da morena na sua boceta que pulsava.

Lauren chupou o clitóris dela para dentro da boca e o lambeu com a língua. Levou dois dedos até a entrada da Camila, e penetrou duro e lento.

- Oh caralho – Camila falou alto e arqueou as costas pressionando o rosto da morena contra sua boceta. Ela levou um braço até seu rosto tampando seus olhos.

- Que boceta deliciosa- Lauren falou se afastando e olhando seus dedos sendo devorados pela boceta apertada da latina. – Meu deus, você engole tão bem meus dedos – Lauren falou olhando o movimento de seus dedos lentos.

- Mais rápido – Camila pediu.

-Apress...

- Cala boca – Camila a cortou e empurrou seu rosto contra sua boceta – Ohhh caralho, ma... mais... – Pediu gemendo alto.

Lauren cansou de joguinhos, e a penetrou com três dedos, fodendo ela forte e rápido, Camila era jogada levemente pra cima com a pressão que Lauren fazia em quanto estocada fundo.

- Oh cara...lho... isso porra – Camila agarrava os cabelos suados da morena com as duas mãos, sentia sua barriga contrair e a sensação do orgasmo chegar.

Os dedos da morena eram mastigados pela boceta da latina, Lauren chupou o clitóris e estocou fundo na latina girando os dedos.

- Ohhh – Camila gemeu sentindo  seus joelhos tremerem.

Lauren diminuiu as estocadas, até sentir o corpo moreno relaxar, levou os três dedos até a boca e chupou com gosto, lambeu todo o gozo na boceta rosada e ainda sensível, tirando um gemido manhoso da latina.

- Com toda certeza, você é mais gostosa – Lauren falou e beijou a latina rapidamente que sorriu adoravelmente.

E a noite não acabou por isso.

 

 [...]

Camila acordou na manhã seguinte meio zonza, piscou os olhos varias e vezes e olhou em volta confusa, levantou o corpo e sentou na cama com o lençol em volta do corpo tampando sua nudez, olhou em volta com o cenho franzido e logo abriu um pequeno sorriso, analisou o quarto e sua atenção foi desviada para a porta que era aberta.

Lauren entrou com um pequeno prato de comida e as duas sorriram uma para a outra.

Lauren vestia a mesma calça jeans preta do dia anterior, uma regata preta e sandálias de dedo.

- Eu conheço você? – Camila perguntou sorrindo.

- Desde ontem –Lauren riu, Camila se ajeitou na cama e cruzou as pernas arrumando seus seios com o lençol e sorriu.

- Eu acho que os empregados fugiram – Lauren falou se aproximando da cama e Camila riu fraco – Eu fiz o melhor que pude – Falou e botou o pequeno prato na cama.

- Brigada – Camila falou baixinho sorrindo e pegou uma xícara levando as lábios, Lauren fez o mesmo e se afastou indo até a janela e olhando para a vista fora do pequeno hotel.

- Hmmm... ta ótimo – A latina falou colocando a xícara no prato.

- Ainda bem... tirei o leite de uma cabra- As duas riram fraco, a morena apoiou uma mão na janela e a mão esquerda com a xícara levou até os lábios, nessa hora deu um pequeno tremor no quarto por conta dos pequenos terremotos constantes.

Camila viu uma pequena flor branca no prato e levou até a orelha botando atrás dela e sorrindo para Lauren que a olhava sorrindo fraco. A latina levantou e foi até a morena, que se aproximaram simultaneamente, Lauren a puxou pela nuca com a mão direita livre e selou os lábios jogando a xícara no chão  e levando a mão esquerda até a cintura da latina.

Lauren pediu passagem com a língua e Camila cedeu, levando uma mão até a nuca da morena e a outra segurando o lençol, as duas tornaram o beijo suave e calmo. Dava de ouvir as sirenes constantemente soando fora do hotel, e diversos barulhos.Mas no momento só importava as duas e o beijo gostoso delas.

 


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...