História Sr.Escuridão - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, Kai, Kris Wu, Lay, Lu Han, Personagens Originais, Sehun, Suho, Tao, Xiumin
Tags Chanbaek, Chenmin, Hunhan, Kaisoo, Sulay
Exibições 101
Palavras 755
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Lemon, Luta, Magia, Misticismo, Romance e Novela, Shonen-Ai, Sobrenatural, Super Power, Suspense, Universo Alternativo, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Canibalismo, Cross-dresser, Drogas, Estupro, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


SOMOS QUASE 100... tô nem pirando NEM TÔ

Capítulo 7 - Cap 6 - Meu pontuado Maktub.


Nunca que em minha vida eu pensaria que o Guardião do Relâmpago seria um pretendente, mas nunca mesmo. Foi uma surpresa a notícia que Kyungsoo me dera, porém não fora a única surpresa, o mesmo também havia me dito que Chanyeol sabia de meus encontros "escondidos" consigo.

Eu estava confuso, aliás confusão era o que mais me definia naquela época. Enfim, eu estava confuso porque:

Um: O que o foda do Guardião do Relâmpago queria comigo?

Dois: Chanyeol sabia de meus encontros?

Era possível fazer uma enciclopédia de tantas perguntas que eu tinha. Sinceramente, eu era muito fraco psicologicamente e fisicamente naquele tempo, não por eu ter somente 19 anos, mas porque eu fui criado assim. Minha criação serviu para me tornar alguém sem vontades do mal, porém tudo o que me fora ensinado não fazia sentido! Minha mãe dizia que mesmo eu sendo o dono da luz do Submundo eu deveria ser o que defende os pensamentos de proteção, porém não era o que minhas vontades espelhavam. Eu sentia falta de adrenalina, coisa que nunca tivera. Sentia falta de um vermelho sangue escorrendo por entre meus dedos, mas nunca que eu havia matado. Era confuso. 

No mesmo dia em que almoçei com Kyungsoo, foi o dia em que recebi a visita de serventes do Governo do Submundo. Me solicitaram minha mudança, queriam que eu fosse morar no Templo da luz junto aos outros cinco Guardiões do Submundo, segundo eles, seria melhor conviver com meus semelhantes e manter o controlhe de nossa fonte de vida.

Eu cheguei a explicar como funcionava essa coisa de Guardiões? Não? Então lhes explico.

Antigamente moravamos em um único Mundo,  o Planeta Água,  ou Terra. Éramos unificados com os moradores do Mundo Superior, mas depois de muitas Guerras, perdas e danos,  nossa querida Terra libertou os espíritos de doze forças diferentes e as espalhou com o intuito de essas forças espalharem a paz com suas bênçãos graciosas. Porém teve o efeito contrário e as doze forças estavam para levar a extinção da raça que tanto perturbava sua amada mãe Terra, o homossapiens. O Ser Humano era o maior fator de destruição de nossa Mãe Terra, era o que a destruía. Mas nossa Mãe queria apenas a paz, porém não compreendiamos. Com o passar dos anos ela tomou uma decisão, se separar em duas. Nessa divisão ficou uma grande linha que separava tudo, como se fossem duas meias luas com um grande espaço no meio. Consequentemente ela dividiu suas divindades em números pares, ficando seis elementos para cada lado. Toda possibilidade de vida estavam em "hibernação", dando então a chance de as doze forças se juntarem e criarem uma forma de a maior civilização tomarem consciência. Fora então que as entidades obscuras surgiram e nos deu a ideia de juntar o DNA humano ao de uma entidade da linha de força, o lobo. Nos parecia a solução perfeita, mas ainda havia o fator da lua e o sol, nossa Terra não girava mais em si mesma. O lado Superior, a banda direita, ficara com o Astro Rei e bênçãos da luz e nós, o Submundo,  ficamos com a lua e as trevas. As entidades obscuras queriam ficar com a lua e alma da Luz para manter a fonte de vida. A banda do Astro Rei ficou com a alma da Telecinese para manter a luz de forma acolhedora. Tudo ia conforme os planos, porém as entidades chamadas Guardiões tinham ligações entre si. Mais respectivamente amor. O sentimento que era endeusado pelos Humanos estavam afetando Guardiões e então Mãe Terra decidou separar todos, porém nem tudo foi como os conformes e ela separou forças erradas, como por exemplo, era para a Luz ficar separada do Fogo, mas Ela errou. Vossas almas estavam ligadas por algo que nossa Mãe não podia impedir, ela não podia impedir o que Deus havia escrito.

Uma confusão que é totalmente impossível de compreender por completo, mas fora o que aconteceu. E ainda haviam mais fatores, porém serão compreendidos por vocês com o decorrer de minha história de amor não tão minha de final infeliz, mas não tão infeliz assim. Tudo é uma questão de tempo.

E repito: não me arrependo de nada que fiz.

Lhes aviso antecipadamente que o que vão ler à partir daqui será necessário muita paciência, compreensão e lágrimas. Vocês não sabem o que passei, vocês não sabem o que lhes espera, porém lhes digo com completa convicção que lhes arrancarei alguns sorrisos e muitos palavrões. 

Ah, claro! E tudo o que aconteceu não passa de um grande, pontuado, reescrito e relido Maktub.


Notas Finais


CÊS VIRAM MINHA CAPA NOVA?! <3
Perdoem minha demora ;-;
Juro recompensar :D
Beijos e beba bastante água ♥
XOXO


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...