História SS e a Pedra Filosofal - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Harry Potter, Naruto
Personagens Hinata Hyuuga, Naruto Uzumaki, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha
Exibições 83
Palavras 693
Terminada Não
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Aventura, Fantasia, Saga, Universo Alternativo
Avisos: Spoilers
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Bom galera, essa é a minha primeira Fanfics. Como sou muito fã de Harry Potter e do universo de Naruto, tentei misturar os dois.

Capítulo 1 - As crianças que sobreviveram



As crianças que sobreviveram 
 

A Historia que será contada a seguir começa numa noite de terça-feira primeiro dia de novembro, e começa na Rua dos Alfeneiros onde um homem aparece der repente na esquina em que um gato observava.

Ninguém jamais havia visto um homem como aquele naquela rua. Ele era alto, magro e muito velho, sua barba era tão grande que dava para prender no sinto. Seus olhos eram azuis claros e cintilavam por traz dos óculos de meia lua e do nariz torto e comprido. O nome dele era jiraya

O homem andou em direção ao gato que o observava, enfrente a casa de numero quatro, então se sentou no muro do lado do gato.

Jiraya – imaginei que estaria aqui professora Tsunade

O gato se transforma em uma mulher loira de aspecto severo.

Tsunade – como soube que era eu?

Jiraya – nunca vi um gato se sentar tão duro!

Tsunade – você também estaria duro se ficasse sentado aqui o dia todo!

Jiraya – e porque você não estar comemorando?

Tsunade – porque os outros estão sendo muito irresponsáveis com suas festas.

Jiraya – aceita um sorvete de limão?

Tsunade – não. Jiraya, porque “você sabe quem” foi embora? Eu ouvi boatos. Estão dizendo que na noite passada “você sabe quem” apareceu na Vila oculta da Chuva procurando os Uchiha e os Haruno, e os boatos dizem que ambas as famílias estão mortas.

Jiraya – verdade!

Tsunade – não acredito eram pessoas tão boas. Eles ainda dizem que o Sasuke Uchiha e a Sakura Haruno... Os bebes... Ele não conseguiu matar eles.

Jiraya – verdade.

Tsunade – depois de tudo que ele fez, de todas as pessoas que matou como não conseguiu matar dois bebes? Como Sasuke e Sakura sobreviveram?

Jiraya – talvez nunca cheguemos, a saber. O Choji esta atrasado, foi ele que lhe disse onde me achar?

Tsunade – foi. O que você veio fazer aqui?

Jiraya – vim trazer Sasuke para morar com os tios e levar a Sakura para um internato em Londres.

Tsunade – deixar Sasuke aqui? Jiraya esses são os piores tipos de trouxas que eu já vi. Deixe Sasuke no internato também.

Jiraya – aqui é o lugar dele. Esses são seus familiares.

Tsunade – eles vão ser famosos, lendas. Vão escrever livros sobre eles, todas as crianças do nosso mundo vão conhecer o nome deles.

Jiraya – exatamente... Eles serão famosos antes mesmo de saber andar e falar, famosos por algo que nem vão se lembrar. Vai ser melhor para eles crescer longe de tudo isso.

Tsunade – você tem razão. Como eles vão chegar aqui?

Jiraya – Choji esta trazendo eles.

Tsunade – você acha sensato confiar uma tarefa assim para o Choji?

Jiraya – eu confiaria a minha vida a Choji        !

Houve um grande estrondo e uma moto voadora aterrissou com um homem gigante montado.

Jiraya – Choji finalmente. Onde arranjou a moto?

Choji – é do jovem Itachi, ele me emprestou.

Jiraya – não teve nenhum problema?

Choji – não, a casa ficou destruída, mais eu consegui tira-los de lá bem. Sasuke dormiu quando sobrevoávamos Briston. Sakura não pregou o olho.

Tsunade – que menina linda, é a cara da mãe!

Jiraya levanta a franja da menina e desembrulha a cabeça do menino, ambos continham uma cicatriz em forma de raio na testa.

Tsunade – foi ai que...

Jiraya – foi eles terão elas para sempre!

Tsunade – você não pode dar um jeito?

Jiraya – se pudesse não faria. As cicatrizes podem vir a ser uteis. Choji me de o Sasuke, por favor.

Choji chora

Choji – coitados vão viver com os trouxas.

Jiraya deixa Sasuke na frente da porta com uma carta entre os braços.

Jiraya – vamos! Ainda tenho que passar no internato para deixar Sakura.

Choji – e eu vou devolver a moto do Itachi.

Jiraya saiu caminhando com a menina de estranhos cabelos rosados, embora as vezes ele mudasse de cor.

Jiraya – boa sorte Sasuke!

E como magica ele girou e desapareceu.

Sasuke Uchiha virou-se dentro dos cobertores sem acorda, ele não sabia que era especial que era famoso, sem saber que passaria as próximas semanas levando beliscões do primo Daichi. E não podia saber que naquele momento havia pessoas em todo país que erguiam os copos e diziam:

Para Sasuke e Sakura as crianças que sobreviveram.

 

 


Notas Finais


Espero que gostem. Vou tentar atualizar toda semana.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...