História Stalker - Imagine Min Yoongi - Capítulo 8


Escrita por: ~ e ~crytrouxa

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Hoseok, Jhope, Jimin, Jin, Jungkook, Kook, Min Yoongi, Namjoon, Rap Monster, Seokjin, Suga, Tae
Visualizações 695
Palavras 1.189
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Festa, Hentai, Mistério, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa leitura meus amores <3

~crytrouxa

Capítulo 8 - B o y f r i e n d


Fanfic / Fanfiction Stalker - Imagine Min Yoongi - Capítulo 8 - B o y f r i e n d

P.O.V Suga

Aproveitei que S/n foi tomar banho e observei seu quarto com calma, ele era tão bonito, e diferente do que eu conseguia ver da janela. Logo que ouvi o chuveiro cessar, deitei no chão e fingi estar dormindo. Quando S/n voltou, pude perceber que ela fazer algumas coisas, eu só estava me segurando para não estragar o disfarce. 

{...}

— Claro que durmo anjo. — A mesma estava assustada, e por isso, ela deixava lágrimas escorrer. 

Meu coração se partiu ao ver ela daquele jeito. A abracei forte e não pretendia soltá-la. Levantei seu rosto limpei suas lagrimas.

— Eu nunca vou te abandonar S/n. Ouviu? — Perguntei e a mesma assentiu sorrindo fraco.

Senti que finalmente estava ganhando a confiança de S/n. Deitamos de frente para o outro e eu logo puxei S/n mais para mim, para que a mesma deitasse a cabeça em meu peito. Fiz carinho em seu cabelo para acolhe-la, e então, dormimos.

{...}

Assim que acordei, já eram 07:30AM. Percebi que S/n ainda dormia em meus braços, e eu por minha vez, estava a observando dormir. Ela é tão linda. Sua pele macia, seus lábios rosados. Eu tinha uma vontade de beija-la. S/n começou a se mexer, então resolvi fingir que ainda não tinha acordado.

P.O.V S/n

Depois de ter tido aquele pesadelo horrível, perguntei por impulso se Suga poderia dormir comigo. O mesmo afirmou de imediato e disse que nunca ia me deixar. Eu não sabia direito o que estava sentindo. Suga me olhou e sorriu. Aquele sorriso, aquelas palavras. Elas me confortaram tanto. Eu o abracei mais forte, não queria que aquele momento acabasse. Deitamos e nossos olhares se cruzaram, Suga me puxou para que eu deitasse em seu peito. Fiz o mesmo e eu pude sentir a sua respiração, assim como também os seus batimentos cardíacos. Ele fazia carinho em meus cabelos e foi assim que eu adormeci. Quando acordei, vi Suga ainda dormindo, então me empenhei a levantar lentamente, mas Suga me puxou e me abraçou manhoso. Ele ainda estava dormindo, fiquei frente a ele o olhando, observando cada detalhe do seu rosto.

— Aigoo! Como pode dormir tão lindamente? — Suspirei. — Nem parece aquele garoto frio, até com o rostinho machucado fica lindo. — Disse acariciando seu rosto com o polegar e sorrindo como uma boba.

— E você fica linda de qualquer jeito. — Disse sorrindo. 

— Meu deus, a quanto tempo está acordado? Droga, você me assustou. — Respondi com as bochechas pegando fogo.

— Bem antes de você princesa. — Falou rindo.

Tentei me levantar e me afastar, mas Suga me puxou novamente. Só que desta vez segurou em minha cintura colando nossos corpos, ele fitava minha boca e eu a dele, eu sentia sua respiração perto, seus lábios estavam bem próximos dos meus. Em poucos segundos, senti seus lábios tocarem os meus, fechei os olhos devagar e imaginei coisas com Suga. Mas caí na realidade quando ouvi a voz da minha mãe. Abri os olhos e separei nossos lábios.

— Tem problema se sua mãe me ver aqui? — Falou baixinho.

— Não sei. Mas acho melhor que ela não te veja, se não ira fazer varias perguntas do porque de você estar machucado, e não quero ter que explicar. 

— Ok. Mas como vou embora?

— Fique aqui, eu vou dar um jeito. — Falei saindo do quarto.

Assim que desci as escadas, encontrei minha mãe na cozinha preparando algo.

— Bom dia mãe, chegou só agora?

— Bom dia amor. — Me olhou sorrindo. — Sim, mas voltei apenas para tomar um banho e comer algo. Pela segunda vez. Não gosto da comida do hospital e já vou ter que voltar pra lá. Ocorreu um acidente e o hospital está cheio.

— Tudo bem, não tem problema, quer que eu termine isso para que você vá tomar um banho?

— Aconteceu alguma coisa? — Interrogou me olhando confusa.

— Não apenas quero lhe ajudar, você deve estar cansada.

— Está bem, depois quero que me conte como foi a festa. — Disse indo para seu quarto.

— Ok.

{...}

Depois que minha mãe foi tomar banho, Suga foi embora, eu acompanhei ele com o olhar, lembrando como foi a noite passada, como ele dormiu comigo, na mesma cama que eu, com nossos sexos encostados mas mesmo assim, ele foi respeitoso comigo, eu estava tão feliz.

P.O.V Suga

Depois que saí da casa de S/n, eu não pude conter minha felicidade. Gosto muito dela e finalmente estamos nos aproximando. Faria de tudo para ter S/n perto de mim. Confesso que até já cometi algumas loucuras por, como ameaçar alguns garotos que se aproximavam dela, espero que ela nunca descubra isso. Sei como ela se sentiria, evitei que garotos se aproximassem dela, quando talvez ela só quisesse uma companhia. As garotas? Não queriam amizade com ela, e eu posso comprovar que é inveja da beleza da morena.

Entrei na minha casa e só vi minha mãe, sentada no sofá, eu cobri o meu rosto com o capuz da blusa e subi. Ouvi minha mãe reclamar algo mas nem liguei. Fui para meu quarto e tomei um banho, logo vestindo uma roupa qualquer. Me deitei na cama e fique pensando em S/n. Aquele beijo.. Não foi grande coisa, foi um selinho. Mas significou tanto pra mim. 

— Ah, S/a. Não vou deixar que ninguém nos separe!

P.O.V S/n

Estávamos eu e minha mãe comendo na mesa, em um completo silêncio. 

— Então como foi a festa? — Ela perguntou o que eu mais temia. 

— A-ah... Foi n-normal, até um pouco entediante. — Disse gaguejando e comendo um pedaço da pizza.

— Foi lá que você conheceu o garoto que dormiu contigo hoje? — Merda merda! Eu estava praguejando mentalmente.

— Que menino omma? — Disse depois de um belo engasgo.

— Ei, vai com calma tá? Eu vi vocês dormindo juntos, cheguei de madrugada para comer e tomar banho, e fui checar se você já tinha chegado da festa. Foi quando vi os dois pombinhos dormindo juntos. E não adianta negar, mesmo assim, não tem problema meu amor, contanto que você me apresente logo seu namorado! — Disse com o sorriso de orelha a orelha e eu quase joguei minha cara na pizza.

— Ele não é meu namorado mãe. — Falei e logo relembrei de tudo.

Sorri de ladinho do que estava pensando e segurei forte meu celular, logo ouvindo uma malícia da minha mãe.

— Mãe, acho que já vou dormir, boa noite. — Disse me levantando

Nem ouvi o que ela falou e logo subi para meu quarto na velocidade da luz. Deitei na cama e mandei uma mensagem para o Suga.

Mensagem On

Eu:

Você é louco!

Suga:

Por você minha princesa.

Eu:

Nem parece aquele garoto frio.

Suga:

É que perto de você fico meio sem jeito!

Eu:

Sei.

Vou dormi, amanhã tenho que acordar cedo para ir para escola.

Boa noite Suga.

Suga:

Nem me fale!

Só de pensar que vou te ver naquela saia amanhã.

Boa noite princesa!

(S/N):

Nossa.

O que houve com quele Suga, meio tímido, meio grosso, meio frio?

Suga:

Acostume-se com o Suga meio safado.

Eu:

Ai ai..

E depois?

Qual Suga virá?

Suga: 

Segredo princesa.

Não vai fechar a janela?

Eu:

Não.

Eu confio em você. 

^.^

Mensagem Off

Desligo o celular e então, acabo dormindo.


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...