História Stand by me - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Christian Chávez, Demi Lovato, Fifth Harmony, One Direction, Selena Gomez
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Christian Chavez, Demi Lovato, Dinah Jane Hansen, Harry Styles, Lauren Jauregui, Liam Payne, Louis Tomlinson, Normani Hamilton, Personagens Originais, Selena Gomez, Zayn Malik
Tags Camren, Larry, Norminah, Romance, Semi
Exibições 94
Palavras 1.718
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Hentai, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Minha nossa! O que foi essa Live de Bad Things no Jimmy? Camila Cabello não fica feliz de ver a gente no chão. Ela tem que pisar na nossa cara!

Se preparem para o que vem por aí.

Capítulo 5 - Capítulo Cinco




Camila POV

- Garanto que aqui está muito melhor que lá na areia.- eu sussurrei. Senti as mãos dele envolvendo minha cintura enquanto eu aproximava cada vez mais minha boca da dele.

Olhei mais uma vez aqueles olhos verdes. Pareciam um pouco receosos. Não consigo explicar como, mas cada vez me sinto mais atraída por ele.

A forma como ficamos abraçados vendo o sol nascer faz meu corpo estremecer só  de lembrar. Os braços dele me envolvendo. A forma como parecemos nos encaixar perfeitamente.

E quando minha boca selou a dele, uma sensação desconhecida correu pela minha pele. Eu tentei aprofundar o beijo, mas ele afastou um pouco o rosto e encostou sua testa na minha.

- Acho que estamos indo um pouco rápido demais...

Um pouco rápido demais? Garoto qual seu problema?  Se você quer e eu quero, "como eu quero meu Deus", esse beijo como pode ser rápido demais? Nossas bocas se desejam. Qual o pecado nisso?

- Você tem razão... - mas foi isso que eu disse, em um leve sussurro, ainda com os olhos fechados. Mas não desisti totalmente, ainda queria provoca-lo um pouco. Pensar em como quebrar as defesas dele parece ter se tornado minha maior vocação.

O abraçei, deixando nossos corpos ainda mais próximo. Encaixei minha cabeça na curva do pescoço dele e deixei meus lábios passearem do pescoço até a orelha. Senti o corpo dele reagindo.

- Camila! - a voz rouca dele tão perto do meu ouvido fez meu corpo também reagir. Ele me abraçou um pouco mais forte.

- Você tá salgado - eu falei e sorri. Ele estava de olhos fechados e a mandíbula travada. Eu queria deixar minha boca passear pela linha do maxilar dele...

- LAUR! É VOCÊ QUE TA AI? - nós nos afastamos rapidamente. - CAMILA VOCÊ TA AI TAMBÉM?

Era Dinah. Nós começamos a voltar. Eu já estava me preparando mentalmente para as brincadeiras.

- O que vocês tavam aprontando? Ally tá louca achando que aconteceu algo com vocês. Como o carro tá na garagem fez eu e a Mani procuramos na praia.

- Sua amiga achou que era uma boa ideia entrar na água...

- E você também achou? - DJ disse com um sorrisinho dando clara evidência que a zoação ia começar. Ele ficou um pouco estático e vermelho.

- Eu vou na frente garotas, o sol já tá um pouco quente para mim...- ele simplesmente saiu correndo. Eu e Dinah paramos de andar e nos olhamos. Começamos a rir

- Mila o que você fez com o garoto? Tá parecendo um ratinho assustado - ela se abanava de tanto rir - Sabe aqueles ratinhos bem branquinhos?

- Achou ela DJ? - era Mani se aproximando - O que houve?

- A Mila estava violando a castidade do Penadinho.

- Dinah! - eu tentei repreende-la ainda rindo.

- Mila o que você fez com o coitado? - As duas me olhavam curiosas.

- Você vai ter que contar tudo pra gente Milinha. Pode começar.

- A gente se beijou...

- Isso é óbvio - Dinah me interrompeu - Mani eles tavam abraçadinhos lá no meio da água.

- E o que mais?

- Na verdade nem foi um beijo de verdade...- eu estava um pouco desapontada.

- Aí meu Deus Dinah, você atrapalhou eles. - nós estávamos entrando em casa quando demos de cara com Ally. Ela parecia muito preocupada.

Ally POV

* Alguns minutos antes *

- Meu Deus! Faça não ter acontecido nada com esses cabeçudos! Senão a tia Sinu e a dona Clara vão me matar - a minha vontade era sair andando de um lado para o outro. Que droga esses garotos. Eu sou a mais velha aqui. Eles são minha responsabilidade...- LAUR?

Vi a imagem dele se materializando na cozinha. Ele estava sem camisa, o cabelo todo desgrenhado. O short todo molhado. Um arrepio passou na minha espinha. Cadê a Camila?

- Onde está a Mila? - ele parecia bem nervoso, o que  me deixou ainda mais receosa.

- Ela tá vindo com a Dinah e Normani.

- Aí graças a Deus! - eu disse, finalmente consegui respirar direito. - Mas o que aconteceu?- ele balançou a cabeça negativamente enquanto passava as mãos pelos cabelos.

- Eu não aguento mais Ally. Eu vou ter que falar com ela, vai ser hoje a noite...

- Laur o que aconteceu?

- Eu to precisando tomar banho Ally, depois a gente conversa melhor...

Eu sabia. Eles estavam se envolvendo. Deus, qual a probabilidade de uma coisa dessas acontecer? Antes de saber que a Camila era aquela Camila eu não imaginava que a minha prima realmente fosse se interessar pelo meu amigo. Camila sempre foi popular por seu jeito fácil de se relacionar e seus namorados também sempre eram " os populares".

Queria realmente ajudar meu amigo, mas não faço a menor ideia de como fazer isso. Ouvi as garotas chegando, elas pareciam bem agitadas.

- Você vai me dizer por que o garoto entrou correndo e molhando a casa? - tentei parecer o mais preocupada possível.

- Meu amor! Nem te conto como achei esses dois. - Dinah tratou de descrever a cena detalhadamente.

- Para Dinah, a gente mal se beijou...

- Eu disse que a Jane atrapalhou eles - Mani também se manifestou

- Mila você pode me explicar como meu dia começou sabendo que nem você nem Laur dormiram nos quartos e agora vocês estão molhados?

- Ele tava dormindo aqui na sala quando eu vim beber água. Ele disse que ia ver o sol nascer. Eu perguntei se podia ficar. Aí de manhã nós resolvemos ver lá na praia. O Sol começou a esquentar e a gente resolveu entrar na água...

- Acho que não foi só o Sol que esquentou aí não meu amor.

- Mila acho melhor você tomar um banho antes de pegar uma pneumonia. - eu me manifestei.

As meninas subiram com ela e eu fui até a cozinha tomar um chá, ainda era sete e meia da manhã e minha cabeça já estava começando a doer.

- Bom dia pequena.- Chris entrou na cozinha animado como sempre me dando um beijo na bochecha que eu retribui - Tá pronta para o dia maravilhoso que teremos? - ele estava se servindo de café.

- Chris o Laur e a Mila ficaram. - eu simplesmente falei na lata. Ele engasgou e foi até a porta da cozinha para ver se ninguém estava vindo.

- Como assim Allysson? - eu contei para ele o que tinha acontecido.

- Nossa... Ally eu tinha certeza que sua prima nem ia dar bola para o Laur.

- Eu também achava isso. Camila sempre se aproximou mais de quem fala tanto quanto ela. Viu como ela se dá bem com a Dinah? Quando ele falou que era ela eu nem me preocupei muito. Achei que eles nem iam se falar muito.

- Credo... Acho que eles tem algum imã ...

- Amor vou aproveitar que o Laur tá acordado e vamos abastecer os carros. Aí já vamos direto - Troy se aproximou de mim me abraçando - Bom dia Chris. - os dois se cumprimentaram e logo o Harry também entrou na cozinha seguido de Laur que parecia menos apreensivo.

Começamos a preparar nosso café. Logo Dinah e Normani também se juntaram a nós. Começamos a conversar. Todo mundo falando ao mesmo tempo. Estávamos falando sobre as espectativas de Miami Beach. Todos rindo e gesticulando.

Foi aí que eu vi Mila entrar. Laur estava sentado em um banco perto da porta. Ela o abraçou pelo ombro. Ele se assustou um pouco. Ela falou algo no ouvido dele. Olhei para Chris e como todos ali, ele nem tinha notado a presença de Camila. Ela então se aproximou mais da mesa cumprimentou todos ali e entrou na conversa. Olhei para Laur e ele deu de ombros. Acho que não vai ser fácil para ele se segurar até a noite.

Parece que Troy estava lendo meus pensamentos. Chamou Laur para eles irem abastecer o carro. Harry foi com eles, porque iam passar em uma boate que era ótima, mas sempre lotada, e ele conhecia o gerente, ia ver se conseguia entradas para todos.

Continuamos ali, as meninas, eu e o Chris conversando. Claro que Dinah tratou de contar o que tinha presenciado mais cedo. Claro que Chris mostrou total interesse. Depois de um tempo resolvemos ir nos preparar para ir a Miami Beach. Laur já tinha voltado porque só tinha ido abastecer e então decidimos colocar nossas coisas no carro dele.

Eu subi para tomar um banho. Poucos minutos depois ouvi batidas na porta do banheiro.

- Oi...

- Ally seu celular não para de tocar - era Camila.

- É o Troy?

- Não...

- Atende para mim...

- Tá bem - ouvi a voz dela se distanciar um pouco - É a Clara Jauregui... Alô - meu coração parou " não. Não. Não" eu juro que tentei sair dali o mais rápido possível. - Não. é a prima dela, ela tá ocupada... O filho da senhora? - não Jesus por favor não. Eu finalmente consegui chegar até a porta enrolada na toalha - O Lourence é filho da senhora - silêncio e ela saiu rápido do quarto.

- Misericórdia - a desgraça já estava feita. Me vesti rapidamente e também desci.

Camila POV

A minha mente pareceu estar em colapso. Por um segundo minha mente não conseguiu ligar o nome as pessoas, mas de repente minha cabeça meio que explodiu.

Clara Jauregui? Mãe de Laurence Jauregui? Não era coincidência. Já não ouvia mais o que a mulher falava. Desci as escadas rapidamente e encontrei ele na sala falando com Mani. Eu não consegui evitar que uma lágrima escorresse pelo meu rosto. Parei na frente dele e estendi o celular. Ele me olhou um pouco indeciso sem entender.

- É sua mãe...- minha voz saiu muito áspera e eu evitei que uma lágrima caísse.

Ele pegou o telefone rápido, claro que devia ter achado que aconteceu algo com ela.

- Mãe? Tá tudo bem? - Mani também se levantou alerta e confusa pelas minhas lágrimas. - Eu to ótimo... Meu celular? Esqueci ele no carro... Tá todo mundo bem sim. Desculpe ia te ligar mais tarde.

Ele me encarava e as lágrimas rolavam pelo meu rosto.

- Camila o que aconteceu? - Mani me abraçou. Ele se despediu da mãe. E Ally entrou na sala.

- O que foi Camila? Você me assustou...

- Laur... - era Ally ela disse meio que avisando para ele que algo tinha acontecido.

- Eu to bem Mani...

- Camila eu... - eu perdi a cabeça.

- Ao menos que você tenha uma irmã chamada Lauren Michelle Jauregui por favor não fala comigo...


Notas Finais


Pelo amor de Ally. Não faz isso Camz

Comentários?

Se preparem para as próximas emoções kkk


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...