História Star Tabby Interativa - Capítulo 7


Escrita por: ~

Exibições 87
Palavras 636
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção, Musical (Songfic), Romance e Novela

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oiee amores, bem-vindos de volta. Personagem da @umaserumaninha!

Boa leitura.

Capítulo 7 - 0.6 Yeon, the Rapper


Fanfic / Fanfiction Star Tabby Interativa - Capítulo 7 - 0.6 Yeon, the Rapper

Meu nome é Park Nayeon. Nasci no dia e tenho dezenove anos. Atualmente, sou trainee da Big Hit, hoje, completando três anos. Vivi e vi muitas coisas pelas salas de ensaios dessa empresa. Garotas praticamente morrendo de tanto tentarem, meninas sem nada de útil para fazer na vida, sabotando as outras como se fosse a coisa mais prazerosa do mundo.

Estou saindo da empresa nesse momento, com minhas calças cinzas, minha blusa e meu cardigã, ambos com a cor branca, e meus tênis superstar da adidas. Tudo parecia normal, até a pessoa que eu menos esperava ver na minha vida, aparecer...

Hazel e seus capangas vieram atrás de mim. O seu guarda costas — bem típico, Hazel não passa de uma jovem com mentalidade de criança querendo atenção — colocou sua mão em minha boca e me puxou para um beco, eu me debatia, tentava sair dali, correr para o lugar mais longe que eu podia, mas não era possível, eles eram mais fortes que eu.

— Nayeon querida, você vai ganhar o seu presentinho de aniversário de trainee... espero que goste! — Hazel sorriu e começou a me dar socos. Logo os seus capangas me jogaram na parede e começaram a me bater.

— Por favor! Para! HAZEL? — Gritei, colocando minhas mãos em meu rosto, tentando protege-lo.

—Isso é para você aprender que ninguém se mete com Hazel! —Ela gritou e deu-me mais um golpe. Nesse hora, minha respiração estava cada vez mais fraca, e eu fechava meus olhos lentamente.

A ultima coisa que ouvi, foi o riso enjoado de Hazel, e logo apaguei de vez.

HORAS DEPOIS

Por Jeon Jungkook.

Eu estava andando pelas ruas de Seul quando ouvi gritos, claramente alguém estava sendo torturado, machucado ou coisa do tipo. Segui o som e dei uma rápida espiada no beco, vi que dois homens musculosos e uma garota alta de cabelos loiros estava espancando uma garota.

Eu não podia ficar sem fazer nada. Alguns segundos depois, aquelas pessoas saíram do beco, dando gargalhadas. Como três pessoas podiam ser tão cruéis a ponto disso?

Cheguei mais perto da garota e observei bem seu rosto. Apesar dos machucados, ela era muito bonita. Chequei sua respiração, graças a Deus ela estava viva, porém sua respiração estava muito fraca. Ela precisava de cuidados urgentemente, se não poderia morrer ali mesmo.

Decidi levanta-la e leva-la até os meninos, talvez eles possam ajudar em algo. Ao chegar lá, chamei-os quase aos gritos:

— GENTE?

—Jungkook, você demorou, fiquei preocupado, aonde você estava menino? — Perguntou Jin.

— Eu estava andando por ai quando encontrei essa garota na rua... ela parece muito mal.

— Ela não parece, ela está muito mal, não viu os machucados? —Suga revirou os olhos.

—Que grosseria. Tá, vocês vão me ajudar ou não? — Perguntei.

— No que? —Yoongi perguntou.

— Kookie, coloque ela na sua cama, vou chamar os outros meninos e ligar para o médico. — Disse Jin.

Eu assenti e levei a garota para o quarto. Eita, mas ela é meio pesadinha hein?

— Quem é essa? — Pergutou Taehyung, curioso, desligando a tv que passava um de seus animes. Ele logo se dirigiu a mim e a garota.

— Não sei. A encontrei na rua.

— Coitada, ela levou umas porradas né?

— Que horror, Tae.

— Aí, ta, parei. O namorado deve ser ciumento.

— Você acha que ela tem namorado? — Pergunte rindo um tanto nervoso. Ciumes? Claro que não!

— Claro que ela deve ter. Ela é muito bonita. — Taehyung sorriu ao observa-la.

Fechei imediatamente a cara.

— Ui, tá com ciuminho... mal conhece ela, quer dizer, nem conhece ela e já tá todo assim. Nossa!

Nesse momento, todos entraram no quarto, menos Jimin. Aonde será que ele se meteu?

—Cadê o Jimin? — Perguntei.

Nesse mesmo momento, Jimin chegou.

—Oi gente! — Ele sorriu. —Eu trouxe os milk-shakes peguem logo aqui antes que... — Ele imediatamente olhou para garota e se espantou. — MINHA IRMÃ?



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...