História Starboy ¦ TaeGi - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Suga, V
Tags Bts, Lemon, Taegi, Yaoi
Exibições 205
Palavras 1.375
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Festa, Ficção, Lemon, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Eu tava ouvindo Starboy do The Weeknd e a ideia dessa fic veio. Espero que tenha ficado bom e que vocês gostem s2

Boa leitura~~

Capítulo 1 - Capítulo Único


Andava pelas ruas de Seoul em sua Lamborghini vermelha, altivo. Se sentia melhor do que todos por ali simplesmente por ganhar em uma semana o que todos demoram cerca de um ano para conseguir. Sorriu de canto e estacionou em frente sua mansão, ela parecia pronta para a festa que começaria em poucos minutos. Jogou as chaves para um dos empregados e entrou sorridente. Subiu as escadas e ao chegar ao topo, passou o olho pelo grande salão a sua frente.

- Eu sou o maioral dessa porra toda. - gargalhou e seguiu para seu quarto.

Tomou um banho e vestiu suas melhores roupas, sentia que aquela noite seria mais incrível do que todas as outras. Quando voltou a escada, a casa já estava cheia. Uma música alta tocava, mas não se incomodava, estava completamente acostumado aquilo. Desceu os degraus com toda sua paciência e passou a mão pelos cabelos cinzas. Umedeceu seus lábios e olhou por entre as pessoas, procurando pela pessoa que tornaria sua noite ainda mais divertida.

O de cabelos vermelhos se aproximou sem ser percebido. Se posicionou atrás do dono do lugar e deixou com que sua respiração batesse de leve no pescoço sensível.

- Procurando alguém? - sussurrou no ouvido do mais baixo, que se arrepiou.

- Não mais. - sorriu maliciosamente, se virando.

- Ah, Suga, se todas essas pessoas soubesse que o rei da porra toda come na minha mão. - mordeu de leve o lábio inferior do menor.

- Pare de falar besteiras e vamos logo. - segurou no pulso do ruivo e se preparou para subir as escadas.

- Mas pra que tanta pressa, a festa mal começou. - V sorriu maldoso e puxou o garoto para o meio da sala.

As pessoas perdiam toda a inibição em cada dose que tomavam, algumas garotas dançavam em sua mesinha de centro que deveria valer aproximadamente vinte mil, mas Yoongi não se importava. A única coisa que lhe interessava era o ruivo que segurava sua cintura e esfregava o corpo em suas costas. Sentia o pau de Taehyung começar a dar sinais de vida contra sua bunda e isso tirava toda sua sanidade. Sentiu os lábios bonitos beijarem seu pescoço e as mãos atrevidas apertarem sua cintura por baixo da roupa. Suspirou e levou suas mãos ao pescoço do maior, arranhando levemente a área.

- Me diz Suga, o que você deseja? - a voz normalmente grossa estava carregada de luxúria.

O acinzentado girou nos braços de V e o encarou por alguns segundos, antes de avançar em seus lábios. Não sabia porque, mas aqueles lábios tinham total controle sobre o seu corpo. A língua, quando usada em sua pele, o levava do céu ao inferno.

- No momento, o que eu mais quero é o seu pau dentro de mim. - falou quando quebrou o beijo.

- Você está tão necessitado assim, babe? - desceu suas mãos até a bunda redondinha de Yoongi e a apertou. - Implore se deseja tanto, então eu posso pensar em lhe atender.

- Por favor Tae, me fode daquele jeitinho que só você sabe. - odiava se rebaixar, mas sabia que só conseguiria o que queria assim.

Taehyung não falou mais nada, ele apenas deu um aperto mais forte naquela parte do corpo do menor que tanto amava e começou a ir em direção das escadas. Yoongi o seguiu como um cachorrinho.

Ao chegarem no quarto o ruivo logo jogou o mais velho contra a parede, de costas para si. Colou os corpos e esfregou seu membro no corpo pequeno. Yoongi gemeu vergonhosamente, ele já estava tão duro e necessitado. Taehyung sorriu e começou a marcar o pescoço branco a sua frente, suas mãos seguindo por baixo da blusa até se encontrarem com os mamilos do menor. Min fincava suas unhas na parede e jogava seu quadril pra trás em busca de mais contato ainda, todas aquelas roupas estavam o irritando de uma maneira imensurável.

Nas mãos de Taehyung, Suga se tornava um brinquedinho. Tudo seguia como V queria, em seu tempo e ele parecia não ter pressa alguma. A paciência de Yoongi já não existia e ele tentava arrancar a jaqueta que usava o mais rápido possível. O maior riu com a impaciência do menor e logo o virou, tirando a jaqueta e a blusa do corpo branco com toda a calma do mundo. Suga contornou o pescoço do ruivo com os braços e deu um pequeno impulso para que suas pernas fizessem o mesmo com o quadril. Logo as mãos grandes de Taehyung se encontravam nas coxas levemente grossas que lhe envolviam. Se beijaram de maneira selvagem e veloz enquanto V os levava até a grande cama no centro do quarto onde deixou Suga e se afastou. Tirou sua blusa e calça, vendo os olhos do acinzentado brilharem em desejo. Beijou acima do cós da calça do menor e com sua língua cruzou todo o tórax magrinho até chegar à clavícula. Yoongi sentia leves espasmos por todo o corpo e segurava os fios vermelhos do garoto com força. A língua habilidosa provocava os mamilos já eriçados e os dedos longos abriam e retiravam sua calça.

- Eu quero muito que você e toda essa sua paciência vão tomar no cu. - falou entre entredentes.

- A única pessoa que vai tomar no cu aqui hoje é você, docinho. - Taehyung riu. - E, além disso, eu sei que você adora o jeitinho que eu destruo toda a sua sanidade.

- Eu te odeio. - a frase saiu levemente gemida graças aos beijos que recebia em seu pênis, ainda por cima da boxer.

Taehyung sorriu e arrancou aquela peça de roupa, soprando a glande rosadinha. Yoongi apertou os lençóis assim que sentiu a boca vermelhinha em volta de seu membro, a língua brincava com sua fenda que expelia pré-gozo. Arqueou suas costas, mordeu os lábios e fechou os olhos com força. Kim Taehyung tinha o melhor boquete do mundo, sua boca era feita para isso. As unhas curtas do maior deixavam grandes vergões vermelhos nas coxas branquinhas. Sentiu os espasmos do corpo abaixo de si aumentarem e se afastou. Ouviu alguns palavrões deixarem a boca do baixinho e sorriu.

- Você pode me fazer um favor, babe? Fique de quatro e se prepare para receber o meu pau. - viu o olhar incrédulo do acinzentado e lhe lançou um olhar de reprovação. - Não me faça pedir duas vezes.

Mesmo a contragosto, se virou. Se apoiou em seus joelhos e cotovelos, logo levando dois dedos a boca. Os deixou húmidos o suficiente e sem muita paciência os levou a sua entrada, enfiando os dois de uma vez. Via por cima de seu ombro o ruivo em pé, olhando fixamente para si com a mão direita sobre o membro ainda coberto por aquela maldita boxer vermelha. Não fazia questão de segurar seus gemidos despudorados, deixava que eles saíssem em alto e bom som. Deixou sua cabeça cair no colchão macio e aumentou a velocidade com que se estocava. Não demorou a ouvir o mais alto grunhir e parar seus movimentos com certa violência. Yoongi sorriu satisfeito quando sentiu o pau de Taehyung completamente dentro de si. O ruivo não esperou nem um segundo antes de começar a estoca-lo com força.

Seu corpo era impulsionado pra frente enquanto segurava os lençóis com força e gritava de tanto prazer. As mãos grandes de V seguravam seu quadril sem cuidado, o que certamente deixaria uma marca, a velocidade se tornava insana e seus olhos reviravam. Sentiu quando o maior saiu de si e o virou rapidamente, logo voltando a estocar impiedosamente. Levou sua mãos agora aos fios vermelhos e os puxava enquanto sentia sua próstata ser acertada. Sentiu seu orgasmo chegar sem nem mesmo ter sido tocado e, algumas estocadas depois, sentiu o líquido quente de Taehyung o preencher.

Ambos tentavam controlar suas respirações, jogados lado a lado na cama. Yoongi se aconchegou no mais novo e fez desenhos incoerentes com as pontas dos dedos na pele morena. Viu um sorriso brincalhão surgir no rosto do ruivo, que abriu os olhos e lhe encarou.

- Você pode até ser o rei da porra toda lá fora, Min Yoongi, mas aqui dentro você não passa de uma vadiazinha. - segurou os fios cinzas e os puxou levemente, fazendo o garoto soltar um gemido baixo. - A minha vadiazinha.


Notas Finais


Eu acabei de escrever agora e não revisei, então me desculpem qualquer erro absurdo.

Comentem/favoritem e façam um Giu feliz s2


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...