História Stars


Escrita por: ~


Sinopse:
YOONSEOK | Mas hey, mesmo que sejas um maluco que pensa que é uma fada e escreve poemas de amor estranhos, nunca te esqueças que, se um dia precisares de ajuda com estrelas, constelações, e galáxias, eu irei ajudar-te. Terei todo o gosto em olhar os teus olhos de coloração ainda não descoberta por mim e ensinar-te que todas as estrelas têm a sua própria galáxia.
Iniciado
Atualizada
Idioma Português
Visualizações 112
Favoritos 29
Comentários 4
Listas de Leitura 4
Palavras 2.772
Terminada Sim
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Suga
Tags Bangtan, Bts, Gay, Hoseok, Jhope, Suga, Yoongi, Yoonseok

Fanfic / Fanfiction Stars
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Shonen-Ai, Slash
Avisos: Homossexualidade, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Lista de Capítulos

Capítulo
Palavras
1.
Depois de eu desejar saber todas as constelações que existem
4
112
2.772

Gostou da História? Compartilhe!

Comentários em Destaque

Postado por ~Fluchtig
Capítulo 1 - Depois de eu desejar saber todas as constelações que existem
Usuário: ~Fluchtig
Usuário
É engraçado o fato de eu ter acabado de terminar o terceiro volume do Guia do Mochileiro das Galáxias, entrar no SS e ver ti falando sobre ter escrito algo sobre estrelas. É engraçado. É engraçado como Yoongi ama genuinamente alguém que mal conhece e também é engraçado como ele podes explicar tão apaixonadamente o borrão cinza, roxo, vermelho ou de qualquer outra cor, que Hoseok era. Eu realmente não sei explicar o quão apaixonada eu fiquei por essa estória, eu não sei se por falar de um assunto que gosto, ou por retratar o amor de uma forma tão fluída.
Yoongi, algum dia, saberá se Hoseok possuí o rosto largo ou fino, se tem sardas por toda a extensão do nariz ou não, se os olhos são verde, azul, ou do mais bonito e comum castanho, se ouve The 1975 por trás dum fone branco... mas a sua maior felicidade será quando finalmente tomar-lhe os lábios e descobrir que tem sabor de supernovas, e então depois do beijo, entrelaçar as mãos num embalo quentinho e então Yoongi nem precisará mais se preocupar em ser descoberto por seus pais, ao o flagrarem fumando cigarros, pois Hoseok certamente o encobrirá... E então, depois de escaparem duma boa, Yoongi ensinaria cada constelação, cada planeta, cada galáxia, cada nebulosa, e por fim, ensinaria que cada estrela tem o seu lugar no universo e que o lugar de Hoseok era ao lado dele, na terra imunda.

Desculpe, eu meio que praticamente acabei acrescentando minhas ideias na sua jzhajxhajzhajb

Mas enquanto não descobrir a silhueta do alheio, Yoongi irá apenas observar Hoseok se diluir na água de sua banheira — Porque Hoseok era uma palheta de cores! — enquanto ouve bandinhas de rock dos anos 80, se perguntando se Hoseok realmente gosta de The 1975 tanto quanto ele (mesmo que tal banda seja recente).

Mas quando Yoongi descobrir a silhueta, as cores, o sorriso, o som da voz, a forma dos olhos, se tem sardas ou não, aí sim, ele saberá que amar, é muito mais do que ele já sente. Que o que sentia ao imaginar Hoseok, não era nem metade do que ser amado pelo outro. (na minha mente, eles ficam juntos.)

Obrigada por escrito essa estória. É realmente uma estória genuína de Amor com A maiúsculo. É daquelas que eu procuro.

<333