História Starting a lie - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Exibições 8
Palavras 1.351
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 1 - Angel or devil


Fanfic / Fanfiction Starting a lie - Capítulo 1 - Angel or devil

- Muito bem alunos se acalmem! - dizia o professor Jay Bi para nós - Silêncio por favor, preciso dar um comunicado importante para vocês.
Todos se sentaram e encararam o professor, mesmo sabendo que ele iria falar ou de provas, ou de trabalhos que deveriamos fazer.

- Vamos mudar algumas pessoas de sala. - aquelas palavras sairam da boca do professor me deixando animada e com vontade de gritar de felicidade, sorriso se formou em meu rosto. Finalmente iria me mudar daquela sala. - Começando pela fileira lá atrás - ele pegou alguns papeis com os nomes dos alunos e assim foi avançando até que chegou na minha vez - Hong Eun Go, sala 33.
Sala 33? A sala dos espertinhos? Aquilo não poderia estar acontecendo comigo, peguei minhas coisas e fui em direção ao professor.

- Professor, tem alguma coisa errada, eu não posso ir pra lá - disse encarando o mesmo
- Eun Go, não tem nada de errado. Está escrito aqui que você vai para lá. Algum problema? - ele me olhou com o olhar tediante que ele sempre tem.
- N-não professor, me desculpe, estou indo. - fui em direção a porta, me virei para observar os alunos restantes e vi que meu lugar já estava sendo ocupado por outra pessoa. Saí da minha sala e fui em direção a sala 33 que era no corredor ao lado. Quando entrei lá,observei cada canto da sala, era um lugar tranquilo, silencioso, só conseguia-se ouvir o barulho das páginas de livros sendo viradas.

- Oh, Hong Eun Go, seja bem-vinda! - a professora veio em minha direção com um sorriso acolhedor, e me levou até a frente de todos - Pessoal, esta é a Hong Eun Go da sala 31, que se mudou para cá. - todos me comprimentaram com sorrisos, eu realmente não estava acostumada com tanta atenção. Tomara que a professora me coloque num lugar isolado da sala. - Sente-se ali, do lado de Seo Kong. - uma cadeira no centro da sala, sendo encarada pelos alunos que a cercavam, talvez porque Seo Kong, o aluno popular da universidade estava lá. Ótimo lugar para se sentar, como se eu quisesse atenção.
Fui em direção a mesa de cabeça baixa, mal olhei Seo Kong. Me sentei do lado do mesmo e esperei a aula começar. Senti falta daquela sala bagunçada, aqui só tinha os populares e os inteligentes, definitivamente não era meu habitat. O sinal tocou eu estava louca para encontrar Eun Byol e Chan Ae Soul, meus únicos amigos daquela enorme universidade. Arrumei meus materiais correndo e fui em direção a porta. Até que ouço Seo Kong me chamar.

- Eun Go - me virei para olha-lo e vi que estava sorrindo e vindo em minha direção, não gostava dele, algo me dizia que ele escondia algo - Posso te chamar assim né?
- P-pode, Seo Kong - me virei para a porta e abri-la, até que Seo Kong segurou minha mão.
- Não espera. Pode me chamar de Seo se quiser.
- Ok Seo - abri a porta e finalmente consegui ir para o lado de fora da sala.

Saí em disparada para encontrar Eun Byol e Chan Ae a tempo, desci as escadas e dei de cara com os dois brigando novamente

- Oh unnieee - Eun Byol veio em minha direção com seu jeito fofo de ser e me abraçou - eu e o Chan ficamos sabendo que você mudou de sala, para qual foi?
- Sala dos espertinhos - respondi revirando os olhos
- Poxa que má sorte hein dongsaeng - Chan se aproximou de nós e apoiou seu braço em mim
- Já disse para não me chamar assim. Mas adivinhem aonde me sentei
- Aonde? - os dois perguntaram em conjunto
- Do lado do Seo Kong - percebi que as expressões de felizes do rosto deles foram se desmanchando conforme eu falava - e o pior, ele me encheu o saco lá dentro da sala, quase que eu não vejo vocês hoje - eles estavam dando paços para trás enquanto eu falava isso, pareciam desconfortáveis com alguma coisa. Até que senti uma respiração atrás de mim.

Me virei para ver o que era é tcharam, Kim Seo Kong estava atrás de mim, me encarando com um olhar que aparentava ser uma ameaça, sorri, comprimentei o mesmo e saí correndo deixando a Eun Byol e o Chan Ae para trás. Eu queria ser um avestruz naquele momento, para enfiar minha cabeça num buraco no chão.

O sinal tocou, fui em direção a sala tentando não encontrar Seo Kong novamente, me sentei na cadeira e afastei minha mesa da dele. Esperei os alunos entrarem até que vejo ele vindo em minha direção. Se sentou na cadeira, me olhou e simplesmente voltou a encarar o painel que tinha na frente da sala. Mas como assim? Ele me olhou antes com um olhar que parecia que queria me matar ou algo do tipo e agora nem fala nada sobre o assunto ou nem questiona sobre minha carteira estar longe da qual ele estava sentado,não que eu quisesse ouvir algo dele. A professora entrou e logo me encarou percebendo a mudança.

- Hong Eun Go, porque a senhorita está distante do seu colega de carteira? - Antes que eu pudesse responder alguma coisa, Seo Kong se levantou e respondeu por mim
- Professora, eu pedi que ela se afastasse porque não queria prejudica-la em nada. - Aquelas palavras eram tão falças quanto dizer que Ramen é Macarrão sem carne moida e molho. Porque ele disse isso?
- Hong Eun Go, se sente incomodada com Seo Kong? - Olhei o mesmo e voltei a encarar a professora.
- Não professora. - juntei nossas carteiras novamente e encarei o chão completamente envergonhada
- Seo Kong, não tome providencias sem me perguntar.
- Sim professora - ele se sentou e pegou seus materiais colocando-os em cima da mesa, não fiz nada. Não sabia se agradecia ou ficava calada, aquela foi a primeira vez que eu não sabia o que fazer na minha vida.
- Alunos, teremos um trabalho hoje, vocês terão que fazer uma pesquisa sobre a economia na população, para isso eu vou formar duplas. - disse isso abrindo seu notebook e mostrando no painel já ligado, os nomes das duplas. Quando achei meu nome fiquei sem reação, eu tinha ficado com o KingKong... digo, Seo Kong. Isso só pode ser um castigo, Deus porque você não me fez um avestruz?
- Quero este trabalho para amanhã, por hoje é só - a professora se retirou da sala deixando alunos levantados conversando com suas duplas.

Olhei para o lado encarando Seo Kong, ele se virou para mim e se aproximou me deixando cada vez mais desconfortável.

- Hong Eun Go - seu rosto estava frente a frente ao meu, eu tentava não olhar para ele. - Deixa que eu faço tudo. - Dito isso, o mesmo se levantou saindo daquela sala me deixando sem reação.

O que ele acha que eu sou? Uma completa idiota que não sabe fazer um trabalho? Definitivamente eu precisava beber um pouco com Byol e Ae Chan para me destrair. Saí da universidade e fiquei esperando do lado de fora. Vi eles saindo e logo fui na direção dos mesmos.

- Eun Go, não foi nada legal me deixar com o Seo Kong e esse traste do Ae Chan - Byol reclamou sem olhar para mim
- Ei,você tambem saiu correndo Byol - Chan encarou a mesma
- Ok, eu saí mesmo. Eun Go, o que quer? - Byol parou de andar e me encarou
- Vamos beber, eu preciso relaxar.
- Certo. - Chan respondeu - Deixa que eu pago desta vez.

Fomos em direção ao bar, Byol e Chan beberam uma garrafa de Soju cada um. Eu bebi quatro, queria esquecer de Seo Kong e o dia péssimo que tive, só consigo me lembrar que caí no chão de tanto beber e bati a cabeça, no final de tudo, Chan e Byol me levaram para casa e eu dormi.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...